CEDUC

CEDUC

Centro de Educação

História

Sobre o Curso


– APRESENTAÇÃO:

O melhor cartão de visitas do Curso de História é seu Projeto Político Pedagógico (PPP), elaborado a partir das demandas e propostas dos docentes e discentes e das experiências acumuladas por um dos cursos mais antigos da Universidade Estadual da Paraíba. Com base numa extensa bibliografia sobre o ensino de história e na sistemática participação em debates promovidos pela Associação Nacional dos Professores Universitários de História – ANPUH, além da leitura de modelos curriculares, é que o PPP de História foi sendo montado.

Considerando as Diretrizes Curriculares para os Cursos de História, este PPP traz mudanças significativas para nosso curso. Reorganizamos a grade curricular, no sentido de aprimorá-la, e pensando em ampliar os espaços de produção de conhecimento para melhor atender às expectativas da comunidade acadêmica e estreitar as relações com a própria sociedade.

O projeto situa o Curso de História num debate teórico mais amplo, que nas últimas décadas tem possibilitado o alargamento e aproximação das fronteiras entre as várias áreas de conhecimento e que, de diversas formas, acabou resultando na necessidade da reformulação do currículo atual. A questão era acompanhar as mudanças face à emergência de novos grupos sociais, com suas reivindicações de direitos e lutas contra preconceitos, e estabelecer conexões com o mundo informatizado, ampliando horizontes para a diversidade cultural. Tudo isso impôs ao corpo acadêmico do Curso de História novas posturas profissionais e novas habilidades, principalmente uma visão cultural mais ampla que possibilita um exercício pedagógico atualizado com o presente. Assim, esse corpo de mudanças tem como base a Resolução/UEPB/CONSEPE/13/2005 e elenca os seguintes pontos:

– efetivação de estágios supervisionados e prática docência, de acordo com as novas exigências do MEC; percepção da necessidade de ampliação dos estudos na área de teoria e metodologia de História; investimento na relação entre ensino e pesquisa para amplo exercício profissional do educando; reafirmação do uso das múltiplas linguagens e tecnologias no ensino de História; valorização da autonomia profissional do educando, possibilitando estabelecer amplas conexões com sua área de trabalho; aprimoramento de postura política e ética face à diversidade cultural.

 

– HISTÓRICO:

Aprovado e autorizado pela Resolução nº. 16 de 28 de julho de 1974, do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Fundação Universidade Regional do Nordeste (FURNe), o Curso de Licenciatura Plena em História foi, durante cerca de 20 anos, ministrado simultaneamente com o curso de Licenciatura em Estudos Sociais, que foi extinto após o reconhecimento definitivo do Curso de Licenciatura Plena em História em 02 de junho de 1982 de acordo com a portaria nº 196. O fato é com o fim do Regime Militar instalado em 1964 não fazia mais sentido permanecer com um curso criado para atender interesses político-ideológicos de uma ditadura militar que perdurou por longos 21 anos.

No período de sua efetivação, o corpo docente era composto por vinte e quatro professores[1] e funcionava em dois prédios, um destes na União dos Moços Católicos, prédio da Diocese. Com sede em Campina Grande, a FURNe, mantenedora do curso, que foi criada pela Lei Municipal nº 23, de 15 de março de 1966, e pela Lei Municipal nº 201, de 20 de março de 1968 tinha por “finalidade criar e manter a Universidade Regional do Nordeste, prestar assistência social e filantrópica”. Com a estadualização e gratuidade do ensino, em 1987, através da Lei nº 4.977, a URNE passa a ser denominada Universidade Estadual da Paraíba – UEPB. O processo de autonomia financeira da instituição foi institucionalizada através da Lei nº 7.643, de 6 de agosto de 2004.

Até 1993, o curso de História compunha a Faculdade de Educação, Letras e Ciências Sociais – FELCS. Atualmente a Universidade encontra-se organizada por Centros e o curso de História pertence ao CEDUC. Contando hoje com um corpo docente, composto por professores efetivos, substitutos e visitantes, o curso de História encontra-se em franco crescimento. Além da realização de eventos destinados ao debate e a divulgação da produção de conhecimento, tem alargado o incentivo ao desenvolvimento de pesquisas e programas de monitorias, bem como possibilitado a qualificação do seu corpo docente através do doutoramento em universidades conceituadas.

            No que concerne à estrutura curricular, algumas mudanças foram efetivadas ao longo dos últimos anos com vistas a aperfeiçoar a formação dos discentes e dinamizar a produção de conhecimento na graduação. Em 1999, mediante a Resolução UEPB/CONCEP/90/97 foi efetivada uma Reforma Curricular do Curso de História, que possibilitou a realização do sistema seriado. Seguindo as diretrizes do MEC e dos órgãos competentes que regem as Instituições de Ensino Superior, em 2009 o Projeto Político Pedagógico foi elaborado a partir de debates realizados junto ao corpo docente do Curso de História e dos referenciais teórico-metodológicos atualizados, que norteiam os objetivos e a prática educativa do Curso de Licenciatura Plena em História da UEPB. Tal reformulação visa ampliar as contribuições relativas ao ensino e a pesquisa na História, visando o aperfeiçoamento do curso.

 

– OBJETIVO DO CURSO:

O perfil do curso de história se articula aos novos paradigmas teóricos da área, para possibilitar aos educandos e educadores a inserção na maquinaria que engendra o próprio conhecimento histórico. Entendendo que esse conhecimento não está dado para ninguém, e diante da impossibilidade de ser arquivado e “repassado” em sala de aula, ele deve ser problematizado em sua própria materialidade, atentando-se para seu lugar de constituição, para o olhar teórico que o engendra e lhe oferece autoridade. Enfim, temos uma produção de conhecimento profundamente comprometida em desnaturalizar noções de acontecimento, de verdade, de documento e do próprio sujeito histórico.

Essa forma dos educandos e educadores se inscreverem no campo da história, anuncia que a produção do conhecimento histórico não deve estar, portanto, desvinculada de um olhar mais amplo para o seu tempo, para a sociedade que partilham, mas estar apta a problematizar os problemas emergentes no presente. É com base nesses princípios gerais que o curso se norteia pelos seguintes objetivos:

– Propiciar a articulação entre ensino-pesquisa-extensão, de maneira que seja possível ao graduando inserir-se plenamente no campo de atuação prático da História, ao mesmo tempo, conectados aos anseios da sociedade.

– Possibilitar aos educandos as diversas concepções teórico-metodológicas que validam categorias de análise e orientam as produções no campo de saber histórico.

– Problematizar as produções de subjetividades e de identidades em suas relações com as múltiplas dimensões do tempo e do espaço.

– produzir um conhecimento comprometido com práticas política e ética, voltadas para as relações de alteridade, de respeito aos grupos sócio-culturais e étnicos.

 

– INFORMAÇÕES GERAIS

 

Modalidade/Habilitação: Licenciatura Plena em História;

Titulação do Egresso: Licenciado em História;

Criação do Curso: Resolução nº. 16 de 28 de julho de 1974 – Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – Fundação Universidade Regional do Nordeste (FURNe);

Reconhecimento: Portaria ministerial Nº 196 de 02 de junho de 1982;

Código do Curso: 2950;

Regime de Matrícula: Semestral;

Regime de Funcionamento: Semestral;

Turnos de Funcionamentos: Diurno e Noturno.

Duração Mínima:

Diurno: 03 anos e meio (07 Semestres);

Noturno: 04 anos e meio (09 semestres);

Duração Máxima:

Diurno: 06 anos  (12 Semestres);

Noturno: 07 anos (14 semestres);

Estágio Supervisionado: 360 h/a (04 componentes);

Atividades Acadêmico-Científico-Culturais: 200 h/a.

 

Corpo Docente


SEQ. NOME CAT. PROFISSIONAL TITULAÇÃO
001 Adonhiran Ribeiro dos Santos EFETIVO ESPECIALISTA
002 Alberto Edvanildo Sobreira Coura EFETIVO MESTRE
003 Aline Praxedes de Araújo SUBSTITUTO MESTRE
004 Anselmo Ronsard Cavalcanti EFETIVO MESTRE
005 Aparecida Barbosa da Silva SUBSTITUTO MESTRE
006 Auricélia Lopes Pereira EFETIVO DOUTOR
007 Bruno  Rafael de A. Gaudêncio SUBSTITUTO MESTRE
008 Flávio Carreiro de Santana SUBSTITUTO DOUTOR
009 Gilbergues Santos Soares EFETIVO MESTRE
010 Iordan Queiroz Gomes SUBSTITUTO MESTRE
011 Jefferson Nunes Ferreira EFETIVO MESTRE
012 José Adilson Filho EFETIVO DOUTOR
013 José Benjamim Pereira Filho EFETIVO ESPECIALISTA
014 José do Egito Negreiros Pereira SUBSTITUTO MESTRE
015 José Pereira de Sousa Júnior SUBSTITUTO DOUTOR
016 Luíra Freire Monteiro EFETIVO DOUTOR
017 Maria de Lourdes Lôpo Ramos EFETIVO MESTRE
018 Maria do Socorro Cipriano EFETIVO DOUTOR
019 Maria Lindaci Gomes de Souza EFETIVO DOUTOR
020 Matusalém Alves de Oliveira EFETIVO MESTRE
021 Ofélia Mª. De Barros EFETIVO DOUTOR
022 Patrícia Cristina de Aragão Araújo EFETIVO DOUTOR
023 Roberto Silva Muniz SUBSTITUTO MESTRE

Chefias


Chefe do Departamento: Profª. Ms. Maria de Lourdes Lôpo Ramos

E-mail: hebreia@uol.com.br

Chefe Adjunta do Departamento: Profª. Dra. Luíra Freire Montenegro

E-mail: luirafreire@oi.com.br

Coordenador do Curso: Prof. Ms. Matusalém Alves de Oliveira

E-mail: matusala@terra.com.br

Coordenador Adjunto do Curso: Prof. Dr. Jefferson Nunes Ferreira

E-mail: jeffn@terra.com.br

Secretários


– Alana Ramos Alves (Licença Gestante);

– Aline Martins Leite de Sousa;

– Arleide Vicente da Silva.

Horário de Funcionamento


De 07h. às 12h., e de 18:30h., às 21:30h.