CCBSA

CCBSA

Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas

UEPB em parceria com a ESMA discute a criação do mestrado profissional em Relações Internacionais

8 de fevereiro de 2019

Em reunião realizada entre o vice-reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Flávio Romero, a diretora do Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas, professora Jacqueline Echeverría Barrancos, a coordenadora-adjunta do Mestrado em Relações Internacionais, professora Cristina Pacheco, os coordenadores eleitos para o biênio 2019-2020 do Mestrado em Relações Internacionais, professores Paulo Kuhlmann e Andréa Pacheco Pacífico, e a diretora-adjunta da Escola Superior da Magistratura (Esma) do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Rosimeire Ventura Leite, foram definidos os detalhes da parceria que permitirá a abertura do Mestrado Profissional em Relações Internacionais.

Com um Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais (PPGRI), em nível de mestrado acadêmico, em funcionamento desde março de 2009, tendo sido pioneiro nas regiões norte-nordeste nessa modalidade, o PPGRI prepara-se para, novamente, ser um precursor com a criação do Mestrado Profissional em Relações Internacionais.

De acordo com o professor Flávio Romero a elaboração desse curso e de outras formações que estão sendo delineadas trata-se de uma agenda propositiva da UEPB e instituições parceiras com o objetivo de apresentar projetos voltados, sobretudo, à pós-graduação.

“Fomos procurados pela ESMA, que já tem uma parceria conosco há alguns anos, com a proposta de oferecermos um mestrado profissional em Relações Internacionais com área de concentração em direito internacional para atender à magistratura estadual. A partir dessa perspectiva, estamos discutindo a possibilidade de ofertar essa formação para um público mais amplo, que contemple a magistratura federal e ministério público. Além disso, iremos propor ao Governo do Estado a continuidade do Mestrado em Educação, que já foi ofertado anteriormente aos professores da rede estadual de ensino, e lançaremos outras propostas nas áreas de gestão pública e saúde”, explicou o vice-reitor.

Durante a reunião foram definidos os componentes curriculares que integrarão a proposta a ser encaminhada para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), corpo docente, linhas de pesquisa, cronograma de oferta de disciplinas, entre outros detalhes. A perspectiva é que, após o encaminhamento da proposta e aprovação de funcionamento pela Capes, o curso tenha início em 2020, em João Pessoa, contando com docentes do quadro de professores do PPGRI do Campus V e do curso de direito do Campus I da UEPB.

Texto e foto: Juliana Marques