CCBSA

CCBSA

Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas

Obras do bloco de salas que beneficiam Campus V da UEPB estão na fase final e são vistoriadas por Governador do Estado

8 de fevereiro de 2019

Com as obras do bloco de salas de aula que integram o Complexo Educacional José Lins do Rêgo em fase de acabamento a comunidade acadêmica do Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas (CCBSA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vislumbra a perspectiva de novos espaços e locais adequados para atender às demandas dos cursos de graduação, pós-graduação e do Núcleo de Línguas. Nesta sexta-feira (8) estiveram presentes no local para vistoriar a construção o Governador do Estado da Paraíba, João Azevêdo; a vice-governadora Lígia Feliciano; a diretora da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (SUPLAN), a engenheira Simone Guimarães; a diretora do CCBSA, professora Jacqueline Echeverría Barrancos; o diretor-adjunto do CCBSA, Ênio Wocyli Dantas e representantes da Link Engenharia, que é a empresa responsável pela obra.

A obra, que conta com um investimento de mais de 9 milhões de reais por parte do Governo do Estado, está na fase de instalação de cerâmica, forros de gesso, pintura e acabamentos finais. A previsão é que até o fim do primeiro semestre de 2019 o prédio seja entregue.

Na oportunidade, o Governador do Estado destacou a importância desse complexo educacional para proporcionar melhores condições de funcionamento para o Campus V da UEPB. “Essa é uma grande obra que demandou um esforço financeiro do Governo para ser executada mas, que eu não tenho dúvida que possibilitará ao Campus da UEPB em João Pessoa melhores condições para seus alunos, professores e técnicos-administrativos”, avaliou João Azevêdo.

A responsável pela SUPLAN, engenheira Simone Guimarães, lembrou que a obra está seguindo o cronograma planejado e a entrega do bloco de salas para a comunidade acadêmica da UEPB está sendo programada para agosto de 2019. “Fizemos algumas adaptações no projeto porque no ato da licitação alguns itens ficaram de fora, a exemplo da urbanização e iluminação da área externa, devido a isso o valor da obra aumentou para aproximadamente 9 milhões. Com essa obra buscamos melhorar a vida de todo o corpo docente e discente que aqui vai se instalar, oferecer condições de salubridade, bem-estar para todos que usufruírem dessas instalações. Ficamos felizes em poder fazer parte disso e estamos programando um grande evento na inauguração em agosto, quando vamos fazer a entrega para a comunidade da UEPB que merece essa alegria”, avalia Simone.

A diretora do CCBSA, professora Jacqueline Echeverría Barrancos, destaca a importância da obra para a otimização dos espaços de pesquisa, extensão e práticas de ensino, além de possibilitar a expansão do Câmpus V. “Desde o início da nossa gestão buscamos soluções para essa dificuldade que o Câmpus V enfrenta, relacionada à falta de um espaço próprio. Atendendo a uma demanda da comunidade acadêmica, participamos da audiência do Orçamento Democrático do Estado, quando nos foi ofertada a possibilidade de construção do bloco de salas de aulas e consolidação definitiva do Câmpus V nas atuais instalações. Após dialogar com a comunidade acadêmica foi iniciado o processo licitatório por parte do Governo do Estado, seguindo os trâmites burocráticos necessários na administração pública. Estamos acompanhando o encaminhamento dessa iniciativa com a perspectiva de contar com espaços mais adequados para abrigar nossas atividades de ensino e nossos projetos de pesquisa e de extensão. Também poderemos, a partir da conquista desse novo espaço, consolidar o espaço físico do mestrado em Arquivologia, que em breve deverá estar em funcionamento, melhorar as acomodações da biblioteca, laboratórios, enfim, atenderemos demandas há tempos solicitadas pelos nossos estudantes, professores e técnicos-administrativos”, planejou a diretora.

De acordo com a professora Jacqueline, a direção de Centro e o setor de infraestrutura do Câmpus V têm procurado acompanhar o andamento da obra e buscado estabelecer um diálogo com a empresa responsável pela execução para facilitar a adequação do novo espaço à realidade da instituição. Porém, a diretora enfatiza que não há participação de nenhum servidor da UEPB nessa construção do bloco de salas de aula e todo o investimento de capital financeiro e responsabilidade pela execução são do Governo do Estado, por meio da Suplan e Link Engenharia, aprovada em edital de licitação.

Texto e fotos: Juliana Marques