CCBSA

CCBSA

Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas

Comissão Provisória do Arquivo Público da Paraíba é nomeada com a participação de docentes e arquivista do Campus V da UEPB

5 de março de 2018

Um marco histórico para a arquivística paraibana que conta com o envolvimento direto do curso de Arquivologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), por meio de docentes e uma profissional do referido bacharelado, a nomeação da Comissão Provisória do Arquivo Público da Paraíba (CPAP), publicada no Diário Oficial do Estado da Paraíba, no dia 19 de fevereiro, contribuirá para que ocorra uma mudança de realidade e melhorias no que diz respeito à gestão da informação organizacional do Governo do Estado da Paraíba. A primeira reunião da CPAP após a nomeação ocorreu na última sexta-feira (2).

Com um total de treze membros entre pesquisadores da UEPB, Universidade Federal da Paraíba, Associação dos Arquivistas da Paraíba (AAPB), Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ), Secretaria de Estado da Administração (SEAD/PB), Companhia de Processamento de Dados do Estado da Paraíba (CODATA), Fundação Casa de José Américo e Procuradoria do Estado, a comissão tem o objetivo de elaborar um novo marco legal para regrar o funcionamento do Arquivo Público do Estado, bem como de toda documentação dos Memoriais e do Arquivo dos Governadores. Caberá à Fundação Casa de José Américo prover a CPAP de recursos técnicos e administrativos para o seu adequado funcionamento. 

Fazem parte da referida comissão a coordenadora do curso de Arquivologia da UEPB, professora Esmeralda Porfírio de Sales; o professor Josemar Henrique de Melo e a arquivista Hilza Costa Cavalcante, ambos vinculados ao curso de Arquivologia da UEPB. De acordo com a professora Esmeralda, desde 2011 o grupo vem se reunindo buscando discutir aspectos relacionados à criação do Arquivo Público do Estado da Paraíba. “Com dois cursos de Arquivologia sediados em nossa capital achamos importante prestarmos essa colaboração à sociedade através da gestão desses documentos que atualmente encontram-se descentralizados. Nesse sentido viemos amadurecendo as discussões que agora são legitimadas com a nomeação dessa comissão”, avalia.

Texto: Juliana Marques

Foto: Krol Jânio Remígio