CH

CH

Centro de Humanidades

Pedagogia

Coisas de negros (as), Coisas de brasileiros (as)


Área de abrangência: História e Educação

Área temática: Educação Étnicorracial

Linha de pesquisa: História e Cultura Afro-brasileira/Educação Quilombola

Público alvo: Professores (as) e estudantes da rede pública de ensino

Duração: agosto de 2012 a agosto de 2013

Coordenadores:

Profº Dr. Waldeci Ferreira Chagas
Profª Drª Ivonildes da Silva Fonseca
Profª MS. Betânia Maria Lira.

Sobre o projeto

Consiste em possibilitar aos (as) professores (as), gestores (as) e estudantes da educação básica vivenciar, valorizar e respeitar as práticas culturais das pessoas negras, de modo a efetivar na escola a educação para a igualdade racial, enfrentar e combater o preconceito racial em conformidade com a lei 10.639/03, com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Etnicorraciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana, bem como com o Plano Nacional de Implementação de tais diretrizes. O projeto está sendo desenvolvido nas escolas Firmo Santino da Silva, na comunidade quilombola Caiana dos Crioulos-Alagoa Grande – PB e Escola Frei Benjamim, Comunidade Quilombola do Matias, Serra Redonda-PB.

Objetivos:

  • Desenvolver junto aos (as) professores (as) e estudantes da educação básica atividades que os possibilitem desconstruir as “imagens” negativas acerca das práticas culturais das pessoas negras, de modo a tornar a sala de aula e a escola espaços pluricultural, portanto, de inclusão;
  • Possibilitar professores (as) e estudantes da educação básica conhecer a cultura local e regional e nela identificar as expressões e manifestações das populações negras;
  • Desenvolver na escola atividades coletivas de caráter cultural e pedagógico com relação à história e cultura afro-brasileira e africana;
  • Identificar e valorizar personalidades negras paraibanas presentes no contexto da história do Brasil.

Importância para os participantes:

Os estudantes participantes do projeto aprendem a desenvolver atividades de enfrentamento ao racismo na escola e de valorização da cultura afro-brasileira, assim como passam a conhecer o acervo cultural afro-brasileiro, sobretudo, as referências paraibanas. Antes das atividades serem desenvolvidos nas escolas, os participantes do projeto vivenciam os conteúdos através das oficinas preparadas coletivamente

Estudantes Participantes:

  • Camila da Silva Nascimento
  • Cícero Camilo de Sena Azevedo
  • Cilene de Sousa Agostinho
  • Damião Cavalcante do Nascimento
  • Daniel de Oliveira
  • Djanira Meneses da Silva
  • Edilene de Castro Santos
  • Ellen Hortência Silva Santos
  • Fernando Domingos de Aguiar
  • Jedicleison Pereira da Silva
  • Júlio Cesar Pereira dos santos
  • Leonardo Sousa da silva
  • Lidineide Vieira da Costa
  • Luís Carlos Oliveira
  • Maria de Fátima de Sales Silva
  • Patrícia Ferreira da Silva
  • Renata Lúcio de Oliveira
  • Rodrigo da Silva Gomes
  • Tania Cistina Ferreira de Macedo
  • Tiago Salvador

 

Cronograma/ Atividade Semanal

Módulos Professor responsável CH Data
1) Encontros afro-pedagógicos. O projeto será iniciado com a realização de 04 encontros pedagógicos, sendo 01 por cada grupo de escolas. Waldeci Ferreira Chagas e Betânia Maria Lira 32h Segunda
2) Sextas Negras. Na última sexta-feira de cada mês será realizada na escola uma atividade artístico-cultural e pedagógica. Waldeci Ferreira Chagas, Ivonildes da Silva Fonseca e Betânia Maria Lira. 40h

Sexta

3) Cine Negro. Serão exibidos na escola filmes nacionais e estrangeiros do conhecimento ou não da comunidade escolar, cujo conteúdo verse sobre a história e cultura afro-brasileira e africana. Waldeci Ferreira Chagas; Ivonildes da Silva Fonseca e Betânia Maria Lira. 30h Segunda
4) Expedição científica Pesquisa de campo? De onde viemos? Levar estudantes e professores (as) aconheceros espaços e territórios tradicionais de expressão, manifestação e vivência da cultura afro-brasileira, a exemplo de terreiros (jurema, umbanda ou candomblé) e comunidades remanescentes quilombolas. Waldeci Ferreira Chagas e Betânia Maria Lira Segunda
5) Oficinas: Escrita do outro, imagens de mim. Estimular professores (as) e estudantes da educação básica a produção do conhecimento sobre a história e cultura afro-brasileira e africana. Para tanto, serão realizadas oficinas de leituras e discussões, e depois oficinas de escritas pertinentes a tais conteúdos. Waldeci Ferreira Chagas e Betânia Maria Lira 40h Segunda

DIÁLOGOS AFRO-BRASILEIROS: ancestrais, antepassados e comunidades paraibanas


Área de abrangência: Educação e Diversidade Cultural

Área temática: Diversidade Religiosa

Linha de pesquisa: Educação e representações afro-brasileiras

Público alvo: LIVRE (qualquer pessoa interessada na temática)

Duração: 1 (um) ano (até agosto 2013)

Coordenadora: Ivonildes da Silva Fonseca

Sobre o projeto

Visa levar informações científicas, combinadas com linguagens artísticas, acerca da cultura afro-brasileira com ênfase nas religiões afro-brasileiras em consonância com as leis 10.639/03 e 11.645/08, às comunidades paraibanas formadas por estudantes universitários e secundaristas, professoras e professores, capoeiristas, praticantes das religiões afro-brasileiras e arte educadoras/es.

Cronograma

Módulos Professor responsável Carga horária Data
Educação e diversidade religiosa Ivonildes da Silva Fonseca; Flaviana Barbosa; Jaciely Palmeira; Paula Maria Fernandes 8h Nov/2012
A religiosidade como dimensão humana e a religião como construção social. Genivaldo Monteiro; Emília Barros; Ivonildes da Silva Fonseca 14h Fev-Mar 2013
As mesas de cura e as religiões afro-brasileiras na Paraíba Ivonildes da Silva Fonseca; Paula Maria Fernandes 8h Abril/2013
O campo das religiões afro-brasileiras na Paraíba Ivonildes da Silva Fonseca; 8h Maio/2013
A escola e as crianças e adolescentes de terreiros Waldeci Ferreira Chagas; Paula Maria Fernandes 8h Junho/2013