CCJ

CCJ

Centro de Ciências Jurídicas

Equipe de estudantes dos cursos de Computação e Direito é finalista do 3º HackFest Contra a Corrupção

12 de junho de 2017
Clique para exibir o slide.

Cinco estudantes do curso de Ciências da Computação e um de Direito da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) formam a equipe que é uma das dez finalistas da 3ª edição do HackFest Contra a Corrupção, evento promovido pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). A competição foi realizada entre sexta-feira (9) e domingo (11), no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, e contou com a participação de jovens estudantes de várias universidades paraibanas.

Ao todo, a UEPB foi representada por dois times, mas apenas a equipe PaCIENTE foi classificada para a grande final que será realizada no próximo dia 18 de agosto. Os estudantes Amanda Guedes, Manuella Dantas, Rubem Ribeiro, Yasser Nascimento, Marcelo Trajano, Fábio Dantas e Leonardo Câmara desenvolveram um aplicativo voltado para relatar a qualidade dos serviços nos postos de saúde, em particular a atividade dos médicos, infraestrutura, procedimentos e tempo de espera em fila, entre outros quesitos relevantes à avaliação do serviço de Saúde.

De acordo com o professor Paulo Eduardo Barbosa, coordenador das equipes participantes do evento, esta foi a primeira vez que a UEPB conseguiu montar equipes para participar do concurso. Ele explicou que esta primeira fase foi voltada à montagem do aplicativo e apresentação da proposta. Com a classificação para a final da disputa, os alunos terão que finalizar o projeto para entregarem as aplicações tecnológicas já finalizadas. “Foi uma longa maratona onde esses alunos se superaram bastante. O nível de competitividade é alto e essa participação mostra como está sendo importante o trabalho feito na UEPB”, destacou.

Todos os alunos da UEPB que participaram do HackFest Contra a Corrupção são integrantes de projetos e programas que são desenvolvidos no Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba. Nessas atividades os alunos desenvolvem sistemas, aplicativos e outras ferramentas digitais que auxiliam na expansão de várias tarefas, seja na esfera acadêmica ou não. O aplicativo desenvolvido pela equipe PaCIENTE entra agora em sua fase de conclusão para ser apresentado no dia da final do concurso.

O 3º HackFest distribuirá R$ 60 mil em premiação, além de promover o financiamento para desenvolver o aplicativo vencedor. A solenidade de entrega dos prêmios ocorrerá no Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). Todos os aplicativos vencedores estarão à disposição da sociedade no site www.eufiscal.org.

 

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Divulgação