CCHA

CCHA

Centro de Ciências Humanas e Agrárias

Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2

21 de março de 2018
Clique para exibir o slide.

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados a cirurgia do garoto João Lucas, de 2 anos, que reside na cidade de Jardim de Piranhas (RN). A cirurgia está avaliada em R$ 130 mil, e a família não tem condições de arcar com a despesa. Desde os 8 anos de vida, João Lucas luta contra uma má deformação no crânio, e precisará se submeter a cirurgia para ficar curado.

Os estudantes do CCHA abraçaram a causa e aproveitaram o reinicio das aulas do semestre letivo 2017.2 para abordar os alunos feras e veteranos para pedirem ajuda a população para a cirurgia. Eles também pintaram o rosto e realizaram um pedágio para arrecadar recursos no centro da cidade. No total, foram arrecadados cerca de R$ 700.

O diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edvan Silva Nunes Júnior, elogiou a iniciativa e disse que o gesto dos estudantes reforça a corrente de solidariedade que deve existir no ambiente universitário. “Iniciativas como essa são sempre apoiadas pela direção do Centro. Por isso, acatamos imediatamente essa solicitação do trote solidário”, destacou o professor Edivan.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania

Array ( [post_title] => 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania [post_content] => Clique para exibir o slide.

Os desafios vivenciados por todos os agentes envolvidos com a Educação brasileira vêm, ao longo dos anos, implicando várias discussões sobre as alternativas possíveis para a equalização de problemas nessa área. Seja pela necessidade de valorização do professor, investimento em tecnologia, universalização dos serviços, construção de carreira, práticas pedagógicas ou até a formação continuada, são muitos os quesitos que remetem uma reflexão baseada em princípios que visam alcançar esse objetivo.

Com a proposta de discutir educação e cidadania, a 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), iniciada nesta terça (25), está reunindo estudantes, professores e pesquisadores que dialogam sobre assuntos relacionados ao tema central “Discutindo educação, a prática e a cidadania”. A palestra de abertura foi proferida pelo reitor da UEPB, professor Rangel Junior, e abordou a temática “Os desafios atuais na formação docente”.

Segundo o reitor, o Brasil ainda não conseguiu resolver questões básicas na Educação, como garantir que 100% dos jovens concluam o ensino superior – já que, segundo dado apontado por ele, esse número atinge, em média, apenas a metade dos jovens – bem como que cada professor sinta que sua carreira seja valorizada, com garantia de sustendo para ele e sua família. Rangel Junior também apontou como dever do Estado a tarefa na formação de educadores, como também apontou que as melhorias visadas por professores não são inatingíveis.

“Mais caro que a Educação é a ignorância. A Educação no sentido mais puro, é pautada no respeito e na formação para a vida. Precisamos construir uma nação desenvolvida do ponto de vista social, para que a sala de aula seja um local de troca de experiências, de saberes, onde o estudante seja apaixonado pelo conhecimento. Acredito que tudo isso não seja inatingível. É preciso ter comprometimento para que possamos construir uma profissão atrativa, dignificada, para que cada jovem se veja e se realize profissionalmente”, destacou Rangel.

Sobre a proposta da 5ª Semana Acadêmica do CCHA, a diretora do Centro, professora Vaneide Lima Silva, destacou o empenho de todos os professores, servidores e estudantes envolvidos, além de ressaltar a contribuição que o evento oferece para o desenvolvimento do pensar pedagógico. Ela destacou as mesas redondas, palestras, oficinas, atividades culturais e minicursos oferecidos, uma vez que durante essas atividades é possível construir novas maneiras de pensar a Educação.

“Nosso objetivo é integrar todos os alunos do Centro, técnicos administrativos, professores e pesquisadores. Esse evento é uma demonstração de resistência, uma vez que sabemos das dificuldades que a UEPB vem enfrentando nos últimos anos, mas se não fosse o trabalho de todos os envolvidos nós não teríamos conseguido realizar esta 5ª Semana Acadêmica. Integramos os trabalhos do CCHA com a Escola Agrotécnica do Cajueiro e o resultado foi esse evento ousado, com uma proposta de reunir a discussão teórica, pedagógica, a arte e muitas outras áreas”, disse Vaneide.

Também participaram da abertura da 5ª Semana Acadêmica do CCHA, o diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Silva Nunes; o chefe do Departamento de Agrárias e Exatas, professor Josemir Moura; a coordenadora do PARFOR, professora Benedita Ferreira Arnald; o diretor do IFPB de Catolé do Rocha, professor Caetano José de Lima; a gerente da 8ª Região de Ensino, Socorro Muniz; bem como o professor Jairo Bezerra Silva, que coordenou a apresentação do trecho do espetáculo “Os Saltimbancos”, com alunos dos cursos de Letras e Ciências Agrárias.

As atividades do evento seguem nesta quinta-feira (27), às 8h30, com a palestra “Literatura e ensino”: limites e perspectivas”, e às 9h30 com a conferência de encerramento, que terá como tema “Oportunidades do agronegócio no Brasil e na região Nordeste”. Também serão realizadas apresentações culturais a partir das 10h30, e atividades esportivas das 16h às 18h, e a partir das 7h30 na sexta-feira (28).

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos

O post 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Os desafios vivenciados por todos os agentes envolvidos com a Educação brasileira vêm, ao longo dos anos, implicando várias discussões sobre as alternativas possíveis para a equalização de problemas nessa área. Seja pela necessidade de valorização do professor, investimento em tecnologia, universalização dos serviços, construção de carreira, práticas pedagógicas ou até a formação continuada, são Leia Mais...

O post 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-09-26 20:09:28 [post_date] => 2018-09-26 20:09:28 [post_modified_gmt] => 2018-09-26 20:09:28 [post_modified] => 2018-09-26 20:09:28 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=43709 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 98ae969ae35116583f83c76a6612c454 [1] => e100d2764a8ae1e3a93d78211dc34c92 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => 5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania

Array ( [post_title] => 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania [post_content] => Clique para exibir o slide.

Os desafios vivenciados por todos os agentes envolvidos com a Educação brasileira vêm, ao longo dos anos, implicando várias discussões sobre as alternativas possíveis para a equalização de problemas nessa área. Seja pela necessidade de valorização do professor, investimento em tecnologia, universalização dos serviços, construção de carreira, práticas pedagógicas ou até a formação continuada, são muitos os quesitos que remetem uma reflexão baseada em princípios que visam alcançar esse objetivo.

Com a proposta de discutir educação e cidadania, a 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), iniciada nesta terça (25), está reunindo estudantes, professores e pesquisadores que dialogam sobre assuntos relacionados ao tema central “Discutindo educação, a prática e a cidadania”. A palestra de abertura foi proferida pelo reitor da UEPB, professor Rangel Junior, e abordou a temática “Os desafios atuais na formação docente”.

Segundo o reitor, o Brasil ainda não conseguiu resolver questões básicas na Educação, como garantir que 100% dos jovens concluam o ensino superior – já que, segundo dado apontado por ele, esse número atinge, em média, apenas a metade dos jovens – bem como que cada professor sinta que sua carreira seja valorizada, com garantia de sustendo para ele e sua família. Rangel Junior também apontou como dever do Estado a tarefa na formação de educadores, como também apontou que as melhorias visadas por professores não são inatingíveis.

“Mais caro que a Educação é a ignorância. A Educação no sentido mais puro, é pautada no respeito e na formação para a vida. Precisamos construir uma nação desenvolvida do ponto de vista social, para que a sala de aula seja um local de troca de experiências, de saberes, onde o estudante seja apaixonado pelo conhecimento. Acredito que tudo isso não seja inatingível. É preciso ter comprometimento para que possamos construir uma profissão atrativa, dignificada, para que cada jovem se veja e se realize profissionalmente”, destacou Rangel.

Sobre a proposta da 5ª Semana Acadêmica do CCHA, a diretora do Centro, professora Vaneide Lima Silva, destacou o empenho de todos os professores, servidores e estudantes envolvidos, além de ressaltar a contribuição que o evento oferece para o desenvolvimento do pensar pedagógico. Ela destacou as mesas redondas, palestras, oficinas, atividades culturais e minicursos oferecidos, uma vez que durante essas atividades é possível construir novas maneiras de pensar a Educação.

“Nosso objetivo é integrar todos os alunos do Centro, técnicos administrativos, professores e pesquisadores. Esse evento é uma demonstração de resistência, uma vez que sabemos das dificuldades que a UEPB vem enfrentando nos últimos anos, mas se não fosse o trabalho de todos os envolvidos nós não teríamos conseguido realizar esta 5ª Semana Acadêmica. Integramos os trabalhos do CCHA com a Escola Agrotécnica do Cajueiro e o resultado foi esse evento ousado, com uma proposta de reunir a discussão teórica, pedagógica, a arte e muitas outras áreas”, disse Vaneide.

Também participaram da abertura da 5ª Semana Acadêmica do CCHA, o diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Silva Nunes; o chefe do Departamento de Agrárias e Exatas, professor Josemir Moura; a coordenadora do PARFOR, professora Benedita Ferreira Arnald; o diretor do IFPB de Catolé do Rocha, professor Caetano José de Lima; a gerente da 8ª Região de Ensino, Socorro Muniz; bem como o professor Jairo Bezerra Silva, que coordenou a apresentação do trecho do espetáculo “Os Saltimbancos”, com alunos dos cursos de Letras e Ciências Agrárias.

As atividades do evento seguem nesta quinta-feira (27), às 8h30, com a palestra “Literatura e ensino”: limites e perspectivas”, e às 9h30 com a conferência de encerramento, que terá como tema “Oportunidades do agronegócio no Brasil e na região Nordeste”. Também serão realizadas apresentações culturais a partir das 10h30, e atividades esportivas das 16h às 18h, e a partir das 7h30 na sexta-feira (28).

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos

O post 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Os desafios vivenciados por todos os agentes envolvidos com a Educação brasileira vêm, ao longo dos anos, implicando várias discussões sobre as alternativas possíveis para a equalização de problemas nessa área. Seja pela necessidade de valorização do professor, investimento em tecnologia, universalização dos serviços, construção de carreira, práticas pedagógicas ou até a formação continuada, são Leia Mais...

O post 5ª Semana Acadêmica do Centro de Ciências Humanas e Agrárias discute Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-09-26 20:09:28 [post_date] => 2018-09-26 20:09:28 [post_modified_gmt] => 2018-09-26 20:09:28 [post_modified] => 2018-09-26 20:09:28 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=43709 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 98ae969ae35116583f83c76a6612c454 [1] => e100d2764a8ae1e3a93d78211dc34c92 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => 5a-semana-academica-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-discute-educacao-e-cidadania )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania

Array ( [post_title] => 5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania [post_content] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, realiza a partir desta terça-feira (25) até a próxima quinta (27), a sua 5ª Semana Acadêmica, que abordará a temática “Discutindo a Educação, a Prática e a Cidadania”. Trata-se de um evento tradicional na região de Catolé do Rocha, que visa reunir professores, estudantes e técnicos administrativos com o objetivo de integrar a comunidade acadêmica, ampliando a formação dos estudantes e a interação com profissionais da região.

As atividades são voltadas aos estudantes, professores e técnicos administrativos do Câmpus IV e conta com palestras, mesas redondas, oficinas e minicursos, além de atividades culturais e esportivas. Também podem participar profissionais da Educação interessados na renovação de seus conhecimentos, bem como pessoas da comunidade local.

De acordo com a professora Vaneide Lima Silva, uma das organizadoras da Semana, o encontro objetiva discutir os desafios atuais da formação docente, debater a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), refletir o lugar e a importância do Estágio Supervisionado nos cursos de licenciatura, bem como apontar novas possibilidades para a melhoria da metodologia de ensino nos cursos de formação de professores.

A Semana Acadêmica possibilita aos participantes estabelecer contato com experiências extracurriculares no campo do conhecimento, favorecer a interação entre toda a comunidade acadêmica e ofertar produtos científicos e culturais que dão visibilidade aos trabalhos acadêmicos desenvolvidos no Câmpus IV. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail cchauepbcampusiv@gmail.com ou pelos telefones (83) 3441-1366 / 3441-2632.

 

Texto: Giuliana Rodrigues

O post 5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, realiza a partir desta terça-feira (25) até a próxima quinta (27), a sua 5ª Semana Acadêmica, que abordará a temática “Discutindo a Educação, a Prática e a Cidadania”. Trata-se de um evento tradicional Leia Mais...

O post 5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-09-24 13:43:17 [post_date] => 2018-09-24 13:43:17 [post_modified_gmt] => 2018-09-24 13:43:17 [post_modified] => 2018-09-24 13:43:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=43084 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-ccha-tem-inicio-nesta-terca-dia-25-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-ccha-tem-inicio-nesta-terca-dia-25-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-ccha-tem-inicio-nesta-terca-dia-25-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 5b8997bbf7d798647a6cf1b4b6131d1a [1] => 521302032f14513d7d40f1bddba7d36f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => campus-de-catole-do-rocha-promove-5a-semana-academica-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania-2 )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania

Array ( [post_title] => 5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania [post_content] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, realiza a partir desta terça-feira (25) até a próxima quinta (27), a sua 5ª Semana Acadêmica, que abordará a temática “Discutindo a Educação, a Prática e a Cidadania”. Trata-se de um evento tradicional na região de Catolé do Rocha, que visa reunir professores, estudantes e técnicos administrativos com o objetivo de integrar a comunidade acadêmica, ampliando a formação dos estudantes e a interação com profissionais da região.

As atividades são voltadas aos estudantes, professores e técnicos administrativos do Câmpus IV e conta com palestras, mesas redondas, oficinas e minicursos, além de atividades culturais e esportivas. Também podem participar profissionais da Educação interessados na renovação de seus conhecimentos, bem como pessoas da comunidade local.

De acordo com a professora Vaneide Lima Silva, uma das organizadoras da Semana, o encontro objetiva discutir os desafios atuais da formação docente, debater a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), refletir o lugar e a importância do Estágio Supervisionado nos cursos de licenciatura, bem como apontar novas possibilidades para a melhoria da metodologia de ensino nos cursos de formação de professores.

A Semana Acadêmica possibilita aos participantes estabelecer contato com experiências extracurriculares no campo do conhecimento, favorecer a interação entre toda a comunidade acadêmica e ofertar produtos científicos e culturais que dão visibilidade aos trabalhos acadêmicos desenvolvidos no Câmpus IV. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail cchauepbcampusiv@gmail.com ou pelos telefones (83) 3441-1366 / 3441-2632.

 

Texto: Giuliana Rodrigues

O post 5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, realiza a partir desta terça-feira (25) até a próxima quinta (27), a sua 5ª Semana Acadêmica, que abordará a temática “Discutindo a Educação, a Prática e a Cidadania”. Trata-se de um evento tradicional Leia Mais...

O post 5ª Semana Acadêmica do CCHA tem início nesta terça, dia 25, com debate sobre Educação e Cidadania apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-09-24 13:43:17 [post_date] => 2018-09-24 13:43:17 [post_modified_gmt] => 2018-09-24 13:43:17 [post_modified] => 2018-09-24 13:43:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=43084 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-ccha-tem-inicio-nesta-terca-dia-25-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-ccha-tem-inicio-nesta-terca-dia-25-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/5a-semana-academica-do-ccha-tem-inicio-nesta-terca-dia-25-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 5b8997bbf7d798647a6cf1b4b6131d1a [1] => 521302032f14513d7d40f1bddba7d36f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => campus-de-catole-do-rocha-promove-5a-semana-academica-com-debate-sobre-educacao-e-cidadania-2 )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva

Array ( [post_title] => Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva [post_content] => Clique para exibir o slide.

Atendendo demanda da comunidade acadêmica, a direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, inaugurou na noite desta terça-feira (21) um novo equipamento esportivo no Centro. Trata-se de uma quadra de areia, construída com recursos próprios e que vai servir para a prática esportiva dos professores, técnicos e estudantes da graduação e da Escola Agrotécnica do Cajueiro, além dos moradores da região.

Os serviços de construção da quadra foram realizados graças a um trabalho conjunto envolvendo a Pró-Reitoria de Infraestrutura (PROINFRA) e a Pró-Reitoria de Gestão Administrativa (PROAD). A solenidade de inauguração foi marcada pela realização de um torneio esportivo de vôlei e futevôlei. A diretora do Centro, professora Vaneide Lima Silva, e o diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Nunes, participaram da inauguração, que também contou com a presença da pró-reitora Estudantil, Núbia Nascimento; do pró-reitor de Extensão, José Pereira; do coordenador de Esportes e Lazer, Eugênio Eloi; bem como técnicos e estudantes do CCHA.

A diretora da CCHA, professora Vaneide Lima, disse que o equipamento foi uma importante conquista do Centro e terá grande utilidade no Câmpus e para a comunidade em geral. Ela enfatizou que o espaço será usado por estudantes e pela população que reside ao redor do Centro, que a partir de agora poderá praticar atividades esportivas na quadra. Vaneide informou, ainda, que já manteve contato com o novo professor de Educação Física do Câmpus, professor Tabira Cortez, para suporte nas atividades extensionistas. “É um equipamento fundamental para o Câmpus e vai nos ajudar a ampliar as atividades de extensão, além de proporcionar momentos agradáveis à população”, frisou.

Professor Edivan lembrou que o equipamento foi um sonho iniciado na gestão passada e concluído graças ao esforço e empenho da professora Vaneide Lima, atual diretora. “Além de servir para a realização de práticas esportivas de toda a comunidade universitária, a quadra também será utilizada pela comunidade em geral, com o objetivo de aproximar ainda mais o Câmpus de Catolé do Rocha com a sociedade”, destacou o professor.

Núbia Nascimento, pró-reitora Estudantil, esteve presente na inauguração e também destacou a importância do equipamento tanto para a comunidade universitária como para a sociedade, que poderá usufruir da quadra. “Essa quadra é de grande importância, porque também vai contemplar a comunidade externa, através dos diversos projetos de extensão. Podemos perceber no semblante das pessoas a satisfação em ganhar uma quadra de areia para suas atividades. Ouvimos diversos depoimentos de professores e estudantes parabenizando a UEPB e, particularmente, os diretores do Centro e da Escola Agrotécnica pela iniciativa”, salientou.

Coordenador de Esportes e Lazer da UEPB, o professor Eugênio Eloi disse que ficou impressionado com o depoimento da comunidade que terá acesso gratuito ao novo equipamento. Segundo o professor, a construção da quadra de areia aproxima ainda mais a Universidade da sociedade, consistindo em um espaço que o Centro não tinha e que há muito tempo sonhava com sua realização. “A proposta inicial era atender a comunidade acadêmica, já que o campo existente no Câmpus de Catolé do Rocha estava sem condições de uso. Mas, a partir de agora, a comunidade terá acesso à quadra, um espaço valoroso”, frisou.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Atendendo demanda da comunidade acadêmica, a direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, inaugurou na noite desta terça-feira (21) um novo equipamento esportivo no Centro. Trata-se de uma quadra de areia, construída com recursos próprios e que vai servir Leia Mais...

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-08-22 17:26:03 [post_date] => 2018-08-22 17:26:03 [post_modified_gmt] => 2018-08-22 17:26:03 [post_modified] => 2018-08-22 17:26:03 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=42899 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 600efa9208dc181d28b34583e9d8ba76 [1] => 5ac0264afacce0446ba02e6f21866107 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 46 [2] => 2 [3] => 35 [4] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva

Array ( [post_title] => Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva [post_content] => Clique para exibir o slide.

Atendendo demanda da comunidade acadêmica, a direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, inaugurou na noite desta terça-feira (21) um novo equipamento esportivo no Centro. Trata-se de uma quadra de areia, construída com recursos próprios e que vai servir para a prática esportiva dos professores, técnicos e estudantes da graduação e da Escola Agrotécnica do Cajueiro, além dos moradores da região.

Os serviços de construção da quadra foram realizados graças a um trabalho conjunto envolvendo a Pró-Reitoria de Infraestrutura (PROINFRA) e a Pró-Reitoria de Gestão Administrativa (PROAD). A solenidade de inauguração foi marcada pela realização de um torneio esportivo de vôlei e futevôlei. A diretora do Centro, professora Vaneide Lima Silva, e o diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Nunes, participaram da inauguração, que também contou com a presença da pró-reitora Estudantil, Núbia Nascimento; do pró-reitor de Extensão, José Pereira; do coordenador de Esportes e Lazer, Eugênio Eloi; bem como técnicos e estudantes do CCHA.

A diretora da CCHA, professora Vaneide Lima, disse que o equipamento foi uma importante conquista do Centro e terá grande utilidade no Câmpus e para a comunidade em geral. Ela enfatizou que o espaço será usado por estudantes e pela população que reside ao redor do Centro, que a partir de agora poderá praticar atividades esportivas na quadra. Vaneide informou, ainda, que já manteve contato com o novo professor de Educação Física do Câmpus, professor Tabira Cortez, para suporte nas atividades extensionistas. “É um equipamento fundamental para o Câmpus e vai nos ajudar a ampliar as atividades de extensão, além de proporcionar momentos agradáveis à população”, frisou.

Professor Edivan lembrou que o equipamento foi um sonho iniciado na gestão passada e concluído graças ao esforço e empenho da professora Vaneide Lima, atual diretora. “Além de servir para a realização de práticas esportivas de toda a comunidade universitária, a quadra também será utilizada pela comunidade em geral, com o objetivo de aproximar ainda mais o Câmpus de Catolé do Rocha com a sociedade”, destacou o professor.

Núbia Nascimento, pró-reitora Estudantil, esteve presente na inauguração e também destacou a importância do equipamento tanto para a comunidade universitária como para a sociedade, que poderá usufruir da quadra. “Essa quadra é de grande importância, porque também vai contemplar a comunidade externa, através dos diversos projetos de extensão. Podemos perceber no semblante das pessoas a satisfação em ganhar uma quadra de areia para suas atividades. Ouvimos diversos depoimentos de professores e estudantes parabenizando a UEPB e, particularmente, os diretores do Centro e da Escola Agrotécnica pela iniciativa”, salientou.

Coordenador de Esportes e Lazer da UEPB, o professor Eugênio Eloi disse que ficou impressionado com o depoimento da comunidade que terá acesso gratuito ao novo equipamento. Segundo o professor, a construção da quadra de areia aproxima ainda mais a Universidade da sociedade, consistindo em um espaço que o Centro não tinha e que há muito tempo sonhava com sua realização. “A proposta inicial era atender a comunidade acadêmica, já que o campo existente no Câmpus de Catolé do Rocha estava sem condições de uso. Mas, a partir de agora, a comunidade terá acesso à quadra, um espaço valoroso”, frisou.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Atendendo demanda da comunidade acadêmica, a direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, inaugurou na noite desta terça-feira (21) um novo equipamento esportivo no Centro. Trata-se de uma quadra de areia, construída com recursos próprios e que vai servir Leia Mais...

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias da UEPB inaugura quadra de areia para prática esportiva apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-08-22 17:26:03 [post_date] => 2018-08-22 17:26:03 [post_modified_gmt] => 2018-08-22 17:26:03 [post_modified] => 2018-08-22 17:26:03 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=42899 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 600efa9208dc181d28b34583e9d8ba76 [1] => 5ac0264afacce0446ba02e6f21866107 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 46 [2] => 2 [3] => 35 [4] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-da-uepb-inaugura-quadra-de-areia-para-pratica-esportiva )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Uma pesquisa desenvolvida por alunos e professores do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no Câmpus IV, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), tem ajudado na restauração da horticultura na Microrregião de Catolé do Rocha. A pesquisa “Solaplant”, liderada pelo professor Evandro Franklin de Mesquita, coordenador do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da UEPB, visa potencializar culturas típicas da região, a exemplo do quiabo, da melancia, batata-doce, entre outras.

Os primeiros resultados da pesquisa já forneceram dados relevantes para a região. Atualmente, o grupo está desenvolvendo um projeto de pesquisa com a cultura da abobrinha. A pesquisa estuda o efeito dos nutrientes minerais nitrogênio e silício, objetivando contribuir cientificamente para a obtenção de uma maior produtividade com qualidade de frutos de abobrinha, além de fornecer informações científicas para agricultura familiar local. De acordo com o professor Evandro, no Brasil, especificamente na região Nordeste, concentram-se os maiores produtores desta cultura, agrupando também os maiores estados consumidores, como Pernambuco, Piauí, Maranhão e Bahia.

Apesar de fazer parte do semiárido nordestino, no município de Catolé do Rocha não há indícios desta cultura com importante valor de mercado para a região. Professor Evandro Franklin explica que o estudo desta cultura tem comprovado a eficiência de utilizá-la de maneira racional para que possa ser mais uma fonte de renda para os agricultores desta microrregião

Segundo o pesquisador, o teor de matéria orgânica dos solos locais é geralmente baixo e, com isso, há a necessidade da adubação nitrogenada. O silício é um elemento mineral que tem despertado interesse por parte dos pesquisadores devido aos benefícios que este elemento traz a algumas culturas agrícolas. Porém, necessita de estudos para averiguar sua importância e essencialidade para a nutrição mineral da abobrinha em regiões semiáridas.

O método de irrigação utilizado é o localizado, com sistema por gotejamento. Este sistema se caracteriza pela eficiência do uso da água e consiste em aplicar água no solo próximo ao sistema radicular da cultura, em pequenas pressões e vazões, mas com elevada frequência. Numa região em que a evaporação de referência pode chegar até 12 milímetros por dia, o uso da irrigação localizada é uma necessidade para a agricultura, o que significa menor quantidade de água evaporada da superfície do solo.

Além do professor Evandro, integram a equipe os professores pesquisadores Francisco Pinheiro, Irinaldo Pereira e Irton Miranda, da UEPB; Lourival Ferreira, da UFPB; e Roberto Cleiton, da UFCG; bem como os alunos da Licenciatura em Ciências Agrárias da UEPB, Daniel da Silva Ferreira, Caio da Silva Souza, Jackson de Mesquita Alves, Maria Rayanne da Silva, Géssica Martins de Figueiredo, Dayara Cezário da Silva, Sefora Cordeiro Suassuna, Fernando Nóbrega Targino e Luisa Silva de Queiroz; os doutorandos da UFPB, Danila Lima de Araújo, Lucimara Ferreira de Figueiredo e Rosinaldo de Souza Ferreira; e os mestrandos da UFCG Cezenildo de Figueiredo Suassuna e Albanisa Pereira de Lima.

Realizada pelos alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da UEPB e dos cursos de Pós-Graduação em Horticultura Tropical e em Agronomia da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), respectivamente, a pesquisa tem aumentado significativamente o ingresso dos graduados da Estadual em programas de pós-graduação.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma pesquisa desenvolvida por alunos e professores do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no Câmpus IV, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), tem ajudado na restauração da horticultura na Microrregião de Catolé do Rocha. A pesquisa Leia Mais...

O post Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-07-17 14:13:10 [post_date] => 2018-07-17 14:13:10 [post_modified_gmt] => 2018-07-17 14:13:10 [post_modified] => 2018-07-17 14:13:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=42073 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 77d764f174f7e34f4bab65fe3a4d8f84 [1] => b1342ac4ea9786a965f2e3dbfd2d2141 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Uma pesquisa desenvolvida por alunos e professores do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no Câmpus IV, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), tem ajudado na restauração da horticultura na Microrregião de Catolé do Rocha. A pesquisa “Solaplant”, liderada pelo professor Evandro Franklin de Mesquita, coordenador do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da UEPB, visa potencializar culturas típicas da região, a exemplo do quiabo, da melancia, batata-doce, entre outras.

Os primeiros resultados da pesquisa já forneceram dados relevantes para a região. Atualmente, o grupo está desenvolvendo um projeto de pesquisa com a cultura da abobrinha. A pesquisa estuda o efeito dos nutrientes minerais nitrogênio e silício, objetivando contribuir cientificamente para a obtenção de uma maior produtividade com qualidade de frutos de abobrinha, além de fornecer informações científicas para agricultura familiar local. De acordo com o professor Evandro, no Brasil, especificamente na região Nordeste, concentram-se os maiores produtores desta cultura, agrupando também os maiores estados consumidores, como Pernambuco, Piauí, Maranhão e Bahia.

Apesar de fazer parte do semiárido nordestino, no município de Catolé do Rocha não há indícios desta cultura com importante valor de mercado para a região. Professor Evandro Franklin explica que o estudo desta cultura tem comprovado a eficiência de utilizá-la de maneira racional para que possa ser mais uma fonte de renda para os agricultores desta microrregião

Segundo o pesquisador, o teor de matéria orgânica dos solos locais é geralmente baixo e, com isso, há a necessidade da adubação nitrogenada. O silício é um elemento mineral que tem despertado interesse por parte dos pesquisadores devido aos benefícios que este elemento traz a algumas culturas agrícolas. Porém, necessita de estudos para averiguar sua importância e essencialidade para a nutrição mineral da abobrinha em regiões semiáridas.

O método de irrigação utilizado é o localizado, com sistema por gotejamento. Este sistema se caracteriza pela eficiência do uso da água e consiste em aplicar água no solo próximo ao sistema radicular da cultura, em pequenas pressões e vazões, mas com elevada frequência. Numa região em que a evaporação de referência pode chegar até 12 milímetros por dia, o uso da irrigação localizada é uma necessidade para a agricultura, o que significa menor quantidade de água evaporada da superfície do solo.

Além do professor Evandro, integram a equipe os professores pesquisadores Francisco Pinheiro, Irinaldo Pereira e Irton Miranda, da UEPB; Lourival Ferreira, da UFPB; e Roberto Cleiton, da UFCG; bem como os alunos da Licenciatura em Ciências Agrárias da UEPB, Daniel da Silva Ferreira, Caio da Silva Souza, Jackson de Mesquita Alves, Maria Rayanne da Silva, Géssica Martins de Figueiredo, Dayara Cezário da Silva, Sefora Cordeiro Suassuna, Fernando Nóbrega Targino e Luisa Silva de Queiroz; os doutorandos da UFPB, Danila Lima de Araújo, Lucimara Ferreira de Figueiredo e Rosinaldo de Souza Ferreira; e os mestrandos da UFCG Cezenildo de Figueiredo Suassuna e Albanisa Pereira de Lima.

Realizada pelos alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da UEPB e dos cursos de Pós-Graduação em Horticultura Tropical e em Agronomia da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), respectivamente, a pesquisa tem aumentado significativamente o ingresso dos graduados da Estadual em programas de pós-graduação.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma pesquisa desenvolvida por alunos e professores do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no Câmpus IV, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), tem ajudado na restauração da horticultura na Microrregião de Catolé do Rocha. A pesquisa Leia Mais...

O post Pesquisa da UEPB e instituições parceiras potencializa culturas típicas da Microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-07-17 14:13:10 [post_date] => 2018-07-17 14:13:10 [post_modified_gmt] => 2018-07-17 14:13:10 [post_modified] => 2018-07-17 14:13:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=42073 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 77d764f174f7e34f4bab65fe3a4d8f84 [1] => b1342ac4ea9786a965f2e3dbfd2d2141 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => pesquisa-da-uepb-e-instituicoes-parceiras-potencializa-culturas-tipicas-da-microrregiao-de-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias

Array ( [post_title] => Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias [post_content] => Clique para exibir o slide.

O auditório do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, recebeu, na noite desta quinta-feira (12) a solenidade de Colação de Grau período 2017.2 do Câmpus IV. A cerimônia confirmou a conclusão do curso dos alunos das licenciaturas em Letras e Ciências Agrárias que, a partir de então, estão aptos a ingressar no mercado de trabalho como profissionais formados. Além dos agora graduados, familiares, amigos, servidores e professores prestigiaram o momento marcado por muita emoção.

A formanda responsável por prestar o juramento foi Ana Caroline Soares Pereira, do curso de Licenciatura em Letras. Após a realização deste ato, o aluno do curso de Letras, Izaías Serafim de Lima Neto, Orador Oficial das turmas, proferiu seu discurso sintetizando a saga dos estudantes nestes últimos anos e destacando o que devem enfrentar a partir desta nova etapa. Utilizando algumas peculiaridades da poesia, o jovem falou sobre sonhos e sonhadores, destacou as conquistas que todos obtiveram e não poupou agradecimentos aos pais, professores, servidores e todos aqueles que estiveram presentes ao longo da graduação.

“Em tempos tão obscuros, é uma ousadia tremenda ser professor. Ser docente nesse país é, de fato, um sonho. Um sonho áspero que fere a pele, mas eu creio que sara profundamente a alma. Quanta audácia essa nossa em sermos professores. E cada um, no campo ou na cidade, vamos ao mundo levar os nossos sonhos. Quanta ousadia tivemos ao findar uma graduação. Muitos pobres, pretos, à margem dos luxos, mas conquistamos com suor cada pequena coisa que constrói o nosso agora. Quanta honra poder dizer que, enfim, a porta se abre e essa mesma luz que vem dela, um dia poderemos doar aos nossos alunos”, destacou o formando Izaías Serafim.

Escolhida como Paraninfa Geral das turmas 2017.2 do CCHA, a professora Mauriene Freitas agradeceu a homenagem e destacou a responsabilidade que tem em emprestar seu nome a um momento tão importante como a cerimônia de Colação de Grau. “Foi com muita surpresa e honradez que recebi o convite para que eu fosse a paraninfa destas turmas. E me pus a refletir sobre o meu fazer docente, minha atuação política no Câmpus e a influência das minhas ações na vida dos meus alunos. Ser paraninfa, para além dos protocolos, é proferir o último conselho. O que poderia ensinar nesses últimos cinco minutos de encontro nessa Colação de Grau? Ensinar, mais nada. Mas posso relembrar que o momento histórico em que vivemos pede mais coletividade e menos individualidade. Menos eu e mais nós. Vivemos em tempo de subtração, de direitos retirados, tempos de nos reorganizar e lutar. Lutar por nosso país, por nossa Universidade, que é pública, gratuita e de qualidade”, destacou Mauriene.

Já na conferência do grau acadêmico, o formando Ramires Vieira Gomes, representou seus colegas e recebeu o grau conferido pela professora Joana Áurea Cordeiro Barbosa, coordenadora adjunta do curso de Letras. O aluno Danieres Francisco de Sousa, concluinte do curso de Ciências Agrárias, recebeu o grau acadêmico conferido pela professora Maria do Socorro de Caldas Pinto, diretora adjunta do Câmpus IV. Após este momento, excepcionalmente foi realizada uma homenagem aos servidores técnicos administrativos do Centro de Ciências Humanas e Agrárias. O formando Ramires Vieira Gomes leu um texto dedicado aos trabalhadores que, segundo o aluno, contribuíram bastante para a conquista de todos os estudantes.

Presidente desta solenidade, o vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero, parabenizou todos os alunos pela formatura, estendeu os parabéns aos familiares e amigos dos formandos e reforçou a satisfação da escolha da professora Mauriene Freitas como paraninfa das turmas. Professor Flávio também apontou questões importantes que a Universidade vem enfrentando nos últimos anos, como crise financeira, corte de orçamento, mas não poupou elogios ao trabalho de qualidade que vem sendo feito na formação e preparação dos alunos para o mercado.

“Quero desde já parabenizar a escolha da paraninfa das turmas por tudo que representa esse momento e também dizer que o sonho o qual o orador tanto destacou em sua fala, eu acredito que ele se alimenta de esperança. E todos nós devemos ter esperança. Aqui na UEPB se aprende valores. Mesmo com todas as dificuldades que estamos enfrentando, nada disso é capaz de ser maior que nossa esperança e vontade de vencer. E a história mostra isso. A história da UEPB é de resistência, de enfrentar as dificuldades e vencê-las. Por isso digo aos formandos: a partir de agora contribuam com a sua profissão. A ética é fundamental para isso, para que vocês sejam profissionais íntegros, e lembrem-se de acima de tudo promover o respeito à cidadania”, destacou o vice-retor.

Participaram da solenidade de Colação de Grau do Câmpus IV, compondo a mesa solene, a professora Vaniede Lima Silva, diretora do CCHA; o pró-reitor adjunto de Graduação da UEPB, professor Altamir Souto Dias; o chefe de gabinete da UEPB, professor Ricardo Soares; a professora Maria do Socorro de Caldas Pinto, diretoria adjunta do CCHA; a professora Joana Áurea Cordeiro Barbosa, coordenadora adjunta do curso de Letras; e o professor Auríbio Farias Conceição, chefe do Departamento de Letras.

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos

O post Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O auditório do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, recebeu, na noite desta quinta-feira (12) a solenidade de Colação de Grau período 2017.2 do Câmpus IV. A cerimônia confirmou a conclusão do curso dos alunos das licenciaturas em Letras e Ciências Agrárias que, Leia Mais...

O post Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-07-13 14:43:02 [post_date] => 2018-07-13 14:43:02 [post_modified_gmt] => 2018-07-13 14:43:02 [post_modified] => 2018-07-13 14:43:02 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=41989 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => f7cd073eed526b4f2f78bb42ce2f9576 [1] => 249fd77026d3ec89041a2d87a17a9410 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias

Array ( [post_title] => Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias [post_content] => Clique para exibir o slide.

O auditório do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, recebeu, na noite desta quinta-feira (12) a solenidade de Colação de Grau período 2017.2 do Câmpus IV. A cerimônia confirmou a conclusão do curso dos alunos das licenciaturas em Letras e Ciências Agrárias que, a partir de então, estão aptos a ingressar no mercado de trabalho como profissionais formados. Além dos agora graduados, familiares, amigos, servidores e professores prestigiaram o momento marcado por muita emoção.

A formanda responsável por prestar o juramento foi Ana Caroline Soares Pereira, do curso de Licenciatura em Letras. Após a realização deste ato, o aluno do curso de Letras, Izaías Serafim de Lima Neto, Orador Oficial das turmas, proferiu seu discurso sintetizando a saga dos estudantes nestes últimos anos e destacando o que devem enfrentar a partir desta nova etapa. Utilizando algumas peculiaridades da poesia, o jovem falou sobre sonhos e sonhadores, destacou as conquistas que todos obtiveram e não poupou agradecimentos aos pais, professores, servidores e todos aqueles que estiveram presentes ao longo da graduação.

“Em tempos tão obscuros, é uma ousadia tremenda ser professor. Ser docente nesse país é, de fato, um sonho. Um sonho áspero que fere a pele, mas eu creio que sara profundamente a alma. Quanta audácia essa nossa em sermos professores. E cada um, no campo ou na cidade, vamos ao mundo levar os nossos sonhos. Quanta ousadia tivemos ao findar uma graduação. Muitos pobres, pretos, à margem dos luxos, mas conquistamos com suor cada pequena coisa que constrói o nosso agora. Quanta honra poder dizer que, enfim, a porta se abre e essa mesma luz que vem dela, um dia poderemos doar aos nossos alunos”, destacou o formando Izaías Serafim.

Escolhida como Paraninfa Geral das turmas 2017.2 do CCHA, a professora Mauriene Freitas agradeceu a homenagem e destacou a responsabilidade que tem em emprestar seu nome a um momento tão importante como a cerimônia de Colação de Grau. “Foi com muita surpresa e honradez que recebi o convite para que eu fosse a paraninfa destas turmas. E me pus a refletir sobre o meu fazer docente, minha atuação política no Câmpus e a influência das minhas ações na vida dos meus alunos. Ser paraninfa, para além dos protocolos, é proferir o último conselho. O que poderia ensinar nesses últimos cinco minutos de encontro nessa Colação de Grau? Ensinar, mais nada. Mas posso relembrar que o momento histórico em que vivemos pede mais coletividade e menos individualidade. Menos eu e mais nós. Vivemos em tempo de subtração, de direitos retirados, tempos de nos reorganizar e lutar. Lutar por nosso país, por nossa Universidade, que é pública, gratuita e de qualidade”, destacou Mauriene.

Já na conferência do grau acadêmico, o formando Ramires Vieira Gomes, representou seus colegas e recebeu o grau conferido pela professora Joana Áurea Cordeiro Barbosa, coordenadora adjunta do curso de Letras. O aluno Danieres Francisco de Sousa, concluinte do curso de Ciências Agrárias, recebeu o grau acadêmico conferido pela professora Maria do Socorro de Caldas Pinto, diretora adjunta do Câmpus IV. Após este momento, excepcionalmente foi realizada uma homenagem aos servidores técnicos administrativos do Centro de Ciências Humanas e Agrárias. O formando Ramires Vieira Gomes leu um texto dedicado aos trabalhadores que, segundo o aluno, contribuíram bastante para a conquista de todos os estudantes.

Presidente desta solenidade, o vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero, parabenizou todos os alunos pela formatura, estendeu os parabéns aos familiares e amigos dos formandos e reforçou a satisfação da escolha da professora Mauriene Freitas como paraninfa das turmas. Professor Flávio também apontou questões importantes que a Universidade vem enfrentando nos últimos anos, como crise financeira, corte de orçamento, mas não poupou elogios ao trabalho de qualidade que vem sendo feito na formação e preparação dos alunos para o mercado.

“Quero desde já parabenizar a escolha da paraninfa das turmas por tudo que representa esse momento e também dizer que o sonho o qual o orador tanto destacou em sua fala, eu acredito que ele se alimenta de esperança. E todos nós devemos ter esperança. Aqui na UEPB se aprende valores. Mesmo com todas as dificuldades que estamos enfrentando, nada disso é capaz de ser maior que nossa esperança e vontade de vencer. E a história mostra isso. A história da UEPB é de resistência, de enfrentar as dificuldades e vencê-las. Por isso digo aos formandos: a partir de agora contribuam com a sua profissão. A ética é fundamental para isso, para que vocês sejam profissionais íntegros, e lembrem-se de acima de tudo promover o respeito à cidadania”, destacou o vice-retor.

Participaram da solenidade de Colação de Grau do Câmpus IV, compondo a mesa solene, a professora Vaniede Lima Silva, diretora do CCHA; o pró-reitor adjunto de Graduação da UEPB, professor Altamir Souto Dias; o chefe de gabinete da UEPB, professor Ricardo Soares; a professora Maria do Socorro de Caldas Pinto, diretoria adjunta do CCHA; a professora Joana Áurea Cordeiro Barbosa, coordenadora adjunta do curso de Letras; e o professor Auríbio Farias Conceição, chefe do Departamento de Letras.

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos

O post Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O auditório do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, recebeu, na noite desta quinta-feira (12) a solenidade de Colação de Grau período 2017.2 do Câmpus IV. A cerimônia confirmou a conclusão do curso dos alunos das licenciaturas em Letras e Ciências Agrárias que, Leia Mais...

O post Câmpus de Catolé do Rocha forma novos profissionais nas áreas de Letras e Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-07-13 14:43:02 [post_date] => 2018-07-13 14:43:02 [post_modified_gmt] => 2018-07-13 14:43:02 [post_modified] => 2018-07-13 14:43:02 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=41989 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => f7cd073eed526b4f2f78bb42ce2f9576 [1] => 249fd77026d3ec89041a2d87a17a9410 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => campus-de-catole-do-rocha-forma-novos-profissionais-nas-areas-de-letras-e-ciencias-agrarias )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão

Array ( [post_title] => Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto de pesquisa desenvolvido pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está produzindo uvas em alto padrão, sem uso de agrotóxico e mostrado que o cultivo do produto pode ser adaptado ao semiárido e às altas temperaturas do Sertão. A sétima poda da primeira colheita da uva orgânica da variedade Isabel já está sendo feita e a perspectiva de produção é de quatro toneladas por hectare.

Parte da produção da videira será destinada para pequisa no Câmpus, sendo que a proposta é, futuramente, colocar a tecnologia a disposição dos produtores da região. Algumas das uvas colhidas também serão transformadas em polpas e distribuídas gratuitamente nas creches da cidade e entre a comunidade universitária.

A produção orgânica de uvas no Câmpus IV, com uso de biofertilizantes, vem sendo feita com sucesso desde 2011, graças a um projeto coordenado pelo professor José Geraldo. A iniciativa foi conduzida pelos estudantes Alex Serafim de Lima, Francisca Lacerda da Silva, Joicy Maria Simões Vieira e Jéssica da Mota Santos, alunos da Licenciatura Plena em Ciências Agrárias. A pesquisa, que foi desenvolvida na Estação Experimental Agroecológica, teve como objetivo estudar os efeitos de doses de biofertilizante e de intervalos de aplicação na produção e na qualidade da produção da videira Isabel.

Diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, o professor Edivan Nunes explicou que a ideia é, futuramente, beneficiar os produtores da região, gerando renda e aquecendo a economia local. Edivan observou que, historicamente, Catolé do Rocha não tem o costume de cultivar uva, por entender que a cultura não é adequada ao clima quente do Sertão paraibano. No entanto, a pequisa desenvolvida pela UEPB tem mostrado que o cultivo de uva na região é viável, desde que se aplicada a tecnologia correta.

Além de produzir uva orgânica, um dos diferenciais da pequisa é que todo o trabalho foi feito sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas, em pequenas quantidades. O projeto, vinculado ao curso de Ciências Agrárias, existe há sete anos e. além de proporcionar a cultura da uva, ainda é capaz de avaliar a qualidade da produção da fruta e a escala de pH (que indica se o meio é ácido, básico ou neutro).

Ao todo, o cultivo conta com 210 plantas na videira, a maioria experimentais, com uma produção média de 18 quilos de uva por planta. As uvas cultivadas no Câmpus IV, pela característica própria de sua criação, apresentam um paladar diferenciado em relação a mesma fruta cultivada em outros locais. Segundo o professor José Geraldo, a uva é bem mais doce do que as disponíveis normalmente no mercado. Pela forma como é cultivada, tem uma concentração de açúcar maior. O próximo passo do projeto será o cultivo de outros tipos de frutas a partir da mesma metodologia. José Geraldo afirmou que o plantio de uvas pode gerar até duas colheitas por ano.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto de pesquisa desenvolvido pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está produzindo uvas em alto padrão, sem uso de agrotóxico e mostrado que o cultivo do produto pode ser adaptado ao Leia Mais...

O post Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-06-15 17:53:35 [post_date] => 2018-06-15 17:53:35 [post_modified_gmt] => 2018-06-15 17:53:35 [post_modified] => 2018-06-15 17:53:35 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=41458 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => bf5eca54a300d384ee9ddda6a2a2e91a [1] => c37455f6a26e277eea5e5ba71ea3e73f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão

Array ( [post_title] => Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto de pesquisa desenvolvido pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está produzindo uvas em alto padrão, sem uso de agrotóxico e mostrado que o cultivo do produto pode ser adaptado ao semiárido e às altas temperaturas do Sertão. A sétima poda da primeira colheita da uva orgânica da variedade Isabel já está sendo feita e a perspectiva de produção é de quatro toneladas por hectare.

Parte da produção da videira será destinada para pequisa no Câmpus, sendo que a proposta é, futuramente, colocar a tecnologia a disposição dos produtores da região. Algumas das uvas colhidas também serão transformadas em polpas e distribuídas gratuitamente nas creches da cidade e entre a comunidade universitária.

A produção orgânica de uvas no Câmpus IV, com uso de biofertilizantes, vem sendo feita com sucesso desde 2011, graças a um projeto coordenado pelo professor José Geraldo. A iniciativa foi conduzida pelos estudantes Alex Serafim de Lima, Francisca Lacerda da Silva, Joicy Maria Simões Vieira e Jéssica da Mota Santos, alunos da Licenciatura Plena em Ciências Agrárias. A pesquisa, que foi desenvolvida na Estação Experimental Agroecológica, teve como objetivo estudar os efeitos de doses de biofertilizante e de intervalos de aplicação na produção e na qualidade da produção da videira Isabel.

Diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, o professor Edivan Nunes explicou que a ideia é, futuramente, beneficiar os produtores da região, gerando renda e aquecendo a economia local. Edivan observou que, historicamente, Catolé do Rocha não tem o costume de cultivar uva, por entender que a cultura não é adequada ao clima quente do Sertão paraibano. No entanto, a pequisa desenvolvida pela UEPB tem mostrado que o cultivo de uva na região é viável, desde que se aplicada a tecnologia correta.

Além de produzir uva orgânica, um dos diferenciais da pequisa é que todo o trabalho foi feito sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas, em pequenas quantidades. O projeto, vinculado ao curso de Ciências Agrárias, existe há sete anos e. além de proporcionar a cultura da uva, ainda é capaz de avaliar a qualidade da produção da fruta e a escala de pH (que indica se o meio é ácido, básico ou neutro).

Ao todo, o cultivo conta com 210 plantas na videira, a maioria experimentais, com uma produção média de 18 quilos de uva por planta. As uvas cultivadas no Câmpus IV, pela característica própria de sua criação, apresentam um paladar diferenciado em relação a mesma fruta cultivada em outros locais. Segundo o professor José Geraldo, a uva é bem mais doce do que as disponíveis normalmente no mercado. Pela forma como é cultivada, tem uma concentração de açúcar maior. O próximo passo do projeto será o cultivo de outros tipos de frutas a partir da mesma metodologia. José Geraldo afirmou que o plantio de uvas pode gerar até duas colheitas por ano.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto de pesquisa desenvolvido pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está produzindo uvas em alto padrão, sem uso de agrotóxico e mostrado que o cultivo do produto pode ser adaptado ao Leia Mais...

O post Projeto do Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza primeira colheita de uvas orgânicas de alto padrão apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-06-15 17:53:35 [post_date] => 2018-06-15 17:53:35 [post_modified_gmt] => 2018-06-15 17:53:35 [post_modified] => 2018-06-15 17:53:35 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=41458 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => bf5eca54a300d384ee9ddda6a2a2e91a [1] => c37455f6a26e277eea5e5ba71ea3e73f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-do-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-realiza-primeira-colheita-de-uvas-organicas-de-alto-padrao )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos

Array ( [post_title] => Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos [post_content] => Clique para exibir o slide.

Os caminhoneiros pararam o Brasil, mas não pararam a comitiva da Pró-Reitoria de Cultura (Procult) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que seguiu rumo a Catolé do Rocha, na última sexta-feira (25) para a realização do 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos. A quarta etapa da iniciativa, efetivada pela UEPB por meio da Procult, deu-se em parceria com a direção do Câmpus IV e com a Prefeitura Municipal, inserida na programação oficial dos 83 anos de emancipação política da cidade.

As atividades do evento iniciaram logo na entrada do Câmpus IV, com a apresentação dos emboladores de coco, Will e Canário, e presença marcante do público. Seguindo com a programação do período da tarde, o Encontro teve como sede o Projeto XiqueXique – Espaço Aberto de Aprendizagem Comunitária. Idealizado pelo professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Pedro Nunes, o XiqueXique é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sem fins lucrativos, situado no Sítio das Pedras – Cajueiro, município de Catolé do Rocha. Instalado naquela área rural do Alto Sertão da Paraíba, o projeto conta com diversos espaços de exposição e de desenvolvimento de atividades culturais, trilhas para caminhadas, incluindo Parque Temático das Pedras e Museu de Memória Local, entre outros.

Na sede do XiqueXique, o Encontro foi aberto pelo coordenador local, professor Marcelo Vieira, que também coordena o Núcleo de Arte e Cultura do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). Marcelo destacou a alegria, em nome de todos do Câmpus IV, por fazer parte do evento, ressaltando a natureza da iniciativa, de fortalecimento à música de raiz e de impulsionar a expressão artística da Paraíba. Acompanhado pela diretora do CCHA, Vaneide Lima e pelo diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Edivan da Silva Nunes Júnior, Marcelo deu as boas vindas aos integrantes do Encontro. “É nosso desejo que aproveitem bastante as atividades propostas e possam conhecer melhor o talento desses artistas que representam tão bem a qualidade da nossa música”, disse.

O pró-reitor de Cultura da UEPB, José Cristóvão de Andrade, pontuou que este Encontro ficará na história. “Na prática, mostramos a importância da cultura na mobilização do povo, seu papel de mudança e de transformação da sociedade. O Encontro tem esta ampla sintonia com a arte regional, anda de mãos dadas com a manifestação popular”, frisou.

Em seguida, começou a aula espetáculo com Luizinho Calixto. Em sua preleção, Luizinho apontou algumas estratégias usadas por ele, no manual que escreveu ensinando os detalhes da execução de excelência na sanfona de oito baixos, bem como da afinação do instrumento. Da aula também participaram João e Marcelo Calixto, além dos professores do Centro Artístico Cultural da UEPB, Erivan Ferreira e João Batista. Mais tarde começaram as apresentações dos inscritos, havendo ainda declamações de José Ferreira Neto e do poeta Lino Sapo, mestre de cerimônias da segunda edição do Encontro.

Rock e Forró com Assis Rosa

Na parte da noite, o 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos da Paraíba se juntou a programação dos 83 anos de emancipação política de Catolé do Rocha, abrindo o evento Rock na Praça, que acontece anualmente nesse período, na Praça Prefeito Sérgio Maia. Homenageado do Encontro, Assis Rosa encantou os presentes, desfiando na sanfona sucessos memoráveis do cancioneiro nordestino.

Nascido em 21 de maio de 1951, José Rosa da Silva Filho nasceu em Riacho dos Cavalos (PB). Começou seu caminho musical em 1971, tocando em festas de aniversário e da padroeira, casamentos, festas juninas e em encontros com amigos. No ano passado, foi agraciado com o título de cidadão catoleense pela Câmara Municipal de Catolé do Rocha. Para ele, um verdadeiro presente que veio oficializar a relação de pertencimento que já dispunha com a cidade.

O primeiro instrumento de Assis foi uma gaita, aos 12 anos. Devido às dificuldades financeiras enfrentadas pela família, somente cinco anos mais tarde conseguiu adquirir uma sanfona. Atualmente, o artista reside no Bairro Tancredo Neves, em Catolé, e goza de renome no município quando se fala em música, resistência e regionalidade.

Texto: Oziella Inocêncio
Fotos: Hugo Tabosa e Uirá Agra

O post Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Os caminhoneiros pararam o Brasil, mas não pararam a comitiva da Pró-Reitoria de Cultura (Procult) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que seguiu rumo a Catolé do Rocha, na última sexta-feira (25) para a realização do 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos. A quarta etapa da iniciativa, efetivada pela UEPB Leia Mais...

O post Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-05-28 17:15:45 [post_date] => 2018-05-28 17:15:45 [post_modified_gmt] => 2018-05-28 17:15:45 [post_modified] => 2018-05-28 17:15:45 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=40917 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 4715ce708c639607eac46c913bca64fb [1] => 393aeba75b9d22cec44bbfa2a435cf04 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos

Array ( [post_title] => Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos [post_content] => Clique para exibir o slide.

Os caminhoneiros pararam o Brasil, mas não pararam a comitiva da Pró-Reitoria de Cultura (Procult) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que seguiu rumo a Catolé do Rocha, na última sexta-feira (25) para a realização do 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos. A quarta etapa da iniciativa, efetivada pela UEPB por meio da Procult, deu-se em parceria com a direção do Câmpus IV e com a Prefeitura Municipal, inserida na programação oficial dos 83 anos de emancipação política da cidade.

As atividades do evento iniciaram logo na entrada do Câmpus IV, com a apresentação dos emboladores de coco, Will e Canário, e presença marcante do público. Seguindo com a programação do período da tarde, o Encontro teve como sede o Projeto XiqueXique – Espaço Aberto de Aprendizagem Comunitária. Idealizado pelo professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Pedro Nunes, o XiqueXique é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sem fins lucrativos, situado no Sítio das Pedras – Cajueiro, município de Catolé do Rocha. Instalado naquela área rural do Alto Sertão da Paraíba, o projeto conta com diversos espaços de exposição e de desenvolvimento de atividades culturais, trilhas para caminhadas, incluindo Parque Temático das Pedras e Museu de Memória Local, entre outros.

Na sede do XiqueXique, o Encontro foi aberto pelo coordenador local, professor Marcelo Vieira, que também coordena o Núcleo de Arte e Cultura do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). Marcelo destacou a alegria, em nome de todos do Câmpus IV, por fazer parte do evento, ressaltando a natureza da iniciativa, de fortalecimento à música de raiz e de impulsionar a expressão artística da Paraíba. Acompanhado pela diretora do CCHA, Vaneide Lima e pelo diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Edivan da Silva Nunes Júnior, Marcelo deu as boas vindas aos integrantes do Encontro. “É nosso desejo que aproveitem bastante as atividades propostas e possam conhecer melhor o talento desses artistas que representam tão bem a qualidade da nossa música”, disse.

O pró-reitor de Cultura da UEPB, José Cristóvão de Andrade, pontuou que este Encontro ficará na história. “Na prática, mostramos a importância da cultura na mobilização do povo, seu papel de mudança e de transformação da sociedade. O Encontro tem esta ampla sintonia com a arte regional, anda de mãos dadas com a manifestação popular”, frisou.

Em seguida, começou a aula espetáculo com Luizinho Calixto. Em sua preleção, Luizinho apontou algumas estratégias usadas por ele, no manual que escreveu ensinando os detalhes da execução de excelência na sanfona de oito baixos, bem como da afinação do instrumento. Da aula também participaram João e Marcelo Calixto, além dos professores do Centro Artístico Cultural da UEPB, Erivan Ferreira e João Batista. Mais tarde começaram as apresentações dos inscritos, havendo ainda declamações de José Ferreira Neto e do poeta Lino Sapo, mestre de cerimônias da segunda edição do Encontro.

Rock e Forró com Assis Rosa

Na parte da noite, o 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos da Paraíba se juntou a programação dos 83 anos de emancipação política de Catolé do Rocha, abrindo o evento Rock na Praça, que acontece anualmente nesse período, na Praça Prefeito Sérgio Maia. Homenageado do Encontro, Assis Rosa encantou os presentes, desfiando na sanfona sucessos memoráveis do cancioneiro nordestino.

Nascido em 21 de maio de 1951, José Rosa da Silva Filho nasceu em Riacho dos Cavalos (PB). Começou seu caminho musical em 1971, tocando em festas de aniversário e da padroeira, casamentos, festas juninas e em encontros com amigos. No ano passado, foi agraciado com o título de cidadão catoleense pela Câmara Municipal de Catolé do Rocha. Para ele, um verdadeiro presente que veio oficializar a relação de pertencimento que já dispunha com a cidade.

O primeiro instrumento de Assis foi uma gaita, aos 12 anos. Devido às dificuldades financeiras enfrentadas pela família, somente cinco anos mais tarde conseguiu adquirir uma sanfona. Atualmente, o artista reside no Bairro Tancredo Neves, em Catolé, e goza de renome no município quando se fala em música, resistência e regionalidade.

Texto: Oziella Inocêncio
Fotos: Hugo Tabosa e Uirá Agra

O post Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Os caminhoneiros pararam o Brasil, mas não pararam a comitiva da Pró-Reitoria de Cultura (Procult) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que seguiu rumo a Catolé do Rocha, na última sexta-feira (25) para a realização do 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos. A quarta etapa da iniciativa, efetivada pela UEPB Leia Mais...

O post Câmpus de Catolé de Rocha recebe etapa do 2° Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-05-28 17:15:45 [post_date] => 2018-05-28 17:15:45 [post_modified_gmt] => 2018-05-28 17:15:45 [post_modified] => 2018-05-28 17:15:45 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=40917 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 4715ce708c639607eac46c913bca64fb [1] => 393aeba75b9d22cec44bbfa2a435cf04 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => campus-de-catole-de-rocha-recebe-etapa-do-2-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-fole-de-oito-baixos )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro

Array ( [post_title] => Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro [post_content] => Clique para exibir o slide.

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (6), no Auditório do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado na cidade de Catolé do Rocha, a posse das novas direções do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) e da Escola Agrotécnica do Cajueiro. Foram eleitos para os respectivos cargos as professoras Vaneide Lima Silva, diretora do Centro, e Maria do Socorro de Caldas Pinto, diretoria adjunta; além do professor Edivan da Silva Nunes Júnior, diretor da Escola, e a professora Kelina Bernardo Silva, diretora adjunta.

A solenidade foi presidida pelo reitor da UEPB, professor Rangel Junior, que parabenizou os docentes pela vitória, além de ter valorizado a participação de toda a comunidade acadêmica do Câmpus IV pela tranquilidade do processo de eleição e valoração dos princípios da democracia. “Este é um momento muito importante para as atividades no Câmpus, por isso espero que os novos diretores continuem fazendo um excelente trabalho, tanto na direção de Centro como também na da Escola. Conseguimos avançar em muitas questões aqui em Catolé do Rocha, principalmente na melhoria na estrutura física dos prédios”, afirmou Rangel.

Lotada no Departamento de Letras do CCHA, a professora Vaneide Lima Silva se tornou a primeira mulher a ter a responsabilidade de dirigir o Centro de Ciências Humanas e Agrárias. Ela lembrou desta conquista em seu discurso de posse, ao mesmo tempo que se colocou a inteira disposição para contribuir com todas as questões necessárias para o avanço das atividades administrativas e docentes do câmpus. “Tivemos uma aceitação de cerca de 70% dos votos na eleição e isso, ao mesmo tempo que nos deixa muito feliz, aumenta também nossa responsabilidade de continuar fazendo um grande trabalho”, disse a professa Vaniede.

Já o professor Edivan Nunes, que terminou seu mandato como diretor do CCHA e assumiu a direção da Escola Agrotécnica do Cajueiro, fez muitos agradecimentos pelo trabalho e empenho da equipe de técnicos administrativos e docentes do Centro, além de ter aproveitado a oportunidade para exibir um vídeo que mostrou como está atualmente a estrutura do Câmpus IV. “Nesse momento, só temos o que agradecer pela ajuda de todos. Conseguimos avançar em muitas coisas, construção da passarela coberta, instalação de aparelhos de ar condicionado, laboratórios, áreas de convivência, perfuração de poço e tantas outras obras”, elencou Edivan.

Além do reitor Rangel Junior e dos professores empossados, a solenidade ainda contou com a participação dos servidores do Câmpus IV, alunos do CCHA e da Escola do Cajueiro. Também esteve presente o professor Ari Lima, representando o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) em Catolé do Rocha; o pró-reitor de Infraestrutura da UEPB, professor Álvaro Farias, e a pró-reitora adjunta de Infraestrutura, professora Cheyenne Ribeiro.

Texto e fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (6), no Auditório do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado na cidade de Catolé do Rocha, a posse das novas direções do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) e da Escola Agrotécnica do Cajueiro. Foram eleitos para os respectivos cargos as professoras Vaneide Lima Silva, Leia Mais...

O post Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-04-06 12:13:01 [post_date] => 2018-04-06 12:13:01 [post_modified_gmt] => 2018-04-06 12:13:01 [post_modified] => 2018-04-06 12:13:01 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39502 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => e0ba5c081b458612d76b38a8909f8846 [1] => 445415fb27bbda19d960818329b9b82a ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro

Array ( [post_title] => Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro [post_content] => Clique para exibir o slide.

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (6), no Auditório do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado na cidade de Catolé do Rocha, a posse das novas direções do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) e da Escola Agrotécnica do Cajueiro. Foram eleitos para os respectivos cargos as professoras Vaneide Lima Silva, diretora do Centro, e Maria do Socorro de Caldas Pinto, diretoria adjunta; além do professor Edivan da Silva Nunes Júnior, diretor da Escola, e a professora Kelina Bernardo Silva, diretora adjunta.

A solenidade foi presidida pelo reitor da UEPB, professor Rangel Junior, que parabenizou os docentes pela vitória, além de ter valorizado a participação de toda a comunidade acadêmica do Câmpus IV pela tranquilidade do processo de eleição e valoração dos princípios da democracia. “Este é um momento muito importante para as atividades no Câmpus, por isso espero que os novos diretores continuem fazendo um excelente trabalho, tanto na direção de Centro como também na da Escola. Conseguimos avançar em muitas questões aqui em Catolé do Rocha, principalmente na melhoria na estrutura física dos prédios”, afirmou Rangel.

Lotada no Departamento de Letras do CCHA, a professora Vaneide Lima Silva se tornou a primeira mulher a ter a responsabilidade de dirigir o Centro de Ciências Humanas e Agrárias. Ela lembrou desta conquista em seu discurso de posse, ao mesmo tempo que se colocou a inteira disposição para contribuir com todas as questões necessárias para o avanço das atividades administrativas e docentes do câmpus. “Tivemos uma aceitação de cerca de 70% dos votos na eleição e isso, ao mesmo tempo que nos deixa muito feliz, aumenta também nossa responsabilidade de continuar fazendo um grande trabalho”, disse a professa Vaniede.

Já o professor Edivan Nunes, que terminou seu mandato como diretor do CCHA e assumiu a direção da Escola Agrotécnica do Cajueiro, fez muitos agradecimentos pelo trabalho e empenho da equipe de técnicos administrativos e docentes do Centro, além de ter aproveitado a oportunidade para exibir um vídeo que mostrou como está atualmente a estrutura do Câmpus IV. “Nesse momento, só temos o que agradecer pela ajuda de todos. Conseguimos avançar em muitas coisas, construção da passarela coberta, instalação de aparelhos de ar condicionado, laboratórios, áreas de convivência, perfuração de poço e tantas outras obras”, elencou Edivan.

Além do reitor Rangel Junior e dos professores empossados, a solenidade ainda contou com a participação dos servidores do Câmpus IV, alunos do CCHA e da Escola do Cajueiro. Também esteve presente o professor Ari Lima, representando o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) em Catolé do Rocha; o pró-reitor de Infraestrutura da UEPB, professor Álvaro Farias, e a pró-reitora adjunta de Infraestrutura, professora Cheyenne Ribeiro.

Texto e fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (6), no Auditório do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado na cidade de Catolé do Rocha, a posse das novas direções do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) e da Escola Agrotécnica do Cajueiro. Foram eleitos para os respectivos cargos as professoras Vaneide Lima Silva, Leia Mais...

O post Empossados novos gestores Centro de Ciências Humanas e Agrárias e da Escola Agrotécnica do Cajueiro apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-04-06 12:13:01 [post_date] => 2018-04-06 12:13:01 [post_modified_gmt] => 2018-04-06 12:13:01 [post_modified] => 2018-04-06 12:13:01 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39502 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => e0ba5c081b458612d76b38a8909f8846 [1] => 445415fb27bbda19d960818329b9b82a ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => empossados-novos-gestores-centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-e-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2

Array ( [post_title] => Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 [post_content] => Clique para exibir o slide.

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados a cirurgia do garoto João Lucas, de 2 anos, que reside na cidade de Jardim de Piranhas (RN). A cirurgia custa R$ 130 mil e a família não tem condições de arcar com a despesa. Desde os 2 anos, João Lucas luta contra uma má deformação no crânio e precisará se submeter a cirurgia para ficar curado.

Os estudantes do CCHA abraçaram a causa e aproveitaram o reinício das aulas do semestre letivo 2017.2 para abordar os alunos feras e veteranos para pedirem ajuda a população para a cirurgia. Eles também pintaram o rosto e realizaram um pedágio para arrecadar recursos no Centro da cidade. No total, foram arrecadados cerca de R$ 700.

O diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Silva Nunes Júnior, elogiou a iniciativa e disse que o gesto dos estudantes reforça a corrente de solidariedade que deve existir no ambiente universitário. “Iniciativas como essa são sempre apoiadas pela direção do Centro. Por isso, acatamos imediatamente essa solicitação do trote solidário”, destacou o professor Edivan.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados Leia Mais...

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_date] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified] => 2018-03-21 13:24:28 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39228 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9b63741f053102781c1db40aa9a0724c [1] => 72fdb181ccbcdc2840582f2b3173b794 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 21 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2 )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2

Array ( [post_title] => Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 [post_content] => Clique para exibir o slide.

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados a cirurgia do garoto João Lucas, de 2 anos, que reside na cidade de Jardim de Piranhas (RN). A cirurgia custa R$ 130 mil e a família não tem condições de arcar com a despesa. Desde os 2 anos, João Lucas luta contra uma má deformação no crânio e precisará se submeter a cirurgia para ficar curado.

Os estudantes do CCHA abraçaram a causa e aproveitaram o reinício das aulas do semestre letivo 2017.2 para abordar os alunos feras e veteranos para pedirem ajuda a população para a cirurgia. Eles também pintaram o rosto e realizaram um pedágio para arrecadar recursos no Centro da cidade. No total, foram arrecadados cerca de R$ 700.

O diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Silva Nunes Júnior, elogiou a iniciativa e disse que o gesto dos estudantes reforça a corrente de solidariedade que deve existir no ambiente universitário. “Iniciativas como essa são sempre apoiadas pela direção do Centro. Por isso, acatamos imediatamente essa solicitação do trote solidário”, destacou o professor Edivan.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados Leia Mais...

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_date] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified] => 2018-03-21 13:24:28 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39228 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9b63741f053102781c1db40aa9a0724c [1] => 72fdb181ccbcdc2840582f2b3173b794 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 21 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2 )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da região, está sendo implantado graças a uma parceria entre a UEPB e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Essa semana, o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Marlos Alves Bezerra, e o pesquisador da empresa, Antônio Teixeira Cavalcante Júnior, fizeram nova visita ao Câmpus IV e acertaram os detalhes de implantação do projeto. Nessa quarta-feira (7), os técnicos plantaram os primeiros seis genótipos da cultura. No total, 66 mudas de caju foram plantadas. Todo o trabalho foi acompanhado por professores e estudantes do Câmpus sertanejo.

Nesse primeiro momento, o jardim clonal é composto por mudas de Cajueiro Anão Enxertado das variedades CCP 76, CCP 09, Embrapa 51, BRS 189, BRS 226 e BRS 275. Eles serão cultivados a partir da retirada de novos clones da planta. A perspectiva é de que em um prazo de um ano e meio a dois anos, o CCHA já tenha condições de produzir o caju orgânico em larga escala e distribuir as mudas para os produtores da região. As mudas foram cultivadas pela Embrapa Agroindústria Tropical, sediada em Fortaleza, e plantadas nas áreas destinadas, na Escola Agrotécnica do Cajueiro.

O diretor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias e um dos articulares da iniciativa, professor Edivan Silva Nunes Júnior, comemorou o início da execução do projeto. Ele afirmou que no Estado da Paraíba nenhuma instituição pública ou empresa privada tem esse material genético reunidos em um só pomar. A UEPB, segundo ele, será pioneira nesse tipo de parceria e iniciativa que, futuramente, poderá impulsionar a economia do Sertão paraibano.

A pretensão dos professores da UEPB e dos técnicos da Embrapa é criar as condições favoráveis para fazer o cruzamento das clonagens de tipos como o caju anão vermelho CCP 76 e o clone de outras espécies, melhorando a qualidade das variedades. Além do jardim clonal, o CCHA implantará posteriormente o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. A parceria entre a UEPB e a Embrapa começou a ser firmada em dezembro de 2016, quando o professor Edivan; a diretora adjunta da Escola, Maria do Socorro Caldas Pinto; e a professora Eliane Rech, responsável pelo setor de fruticultura do Câmpus, se reuniram com diretores da empresa em Fortaleza.

Em março do ano passado, como forma de agilizar a parceria, os diretores da Embrapa conheceram a Escola Agrotécnica do Cajueiro e definiram as três áreas onde seria implantado o jardim clonal. Professor Edivan reforçou que o jardim clonal vai fortalecer a cultura do caju em Catolé do Rocha e ajudar a enriquecer os conhecimentos dos estudantes do curso de Ciências Agrárias. A pretensão da UEPB é criar um viveiro para a produção e distribuição da cultura do caju, para fazer com que a Paraíba se torne referência da fruta na região.

O jardim clonal de caju também deve ser implantado na Escola Agrícola Assis Chateaubriand, que funciona no Centro de Ciências Agrárias Ambientais (CCAA), do Câmpus de Lagoa Seca. Para isso, o professor Edivan vem mantendo contato com o diretor da EAAC, professor José Félix, que se interessou pelo projeto.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da Leia Mais...

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_date] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified] => 2018-03-08 11:35:24 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=38812 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 478f86623e40b13f994b10699af7f489 [1] => 5e14be5041d65927e3174fe0495e29e1 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da região, está sendo implantado graças a uma parceria entre a UEPB e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Essa semana, o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Marlos Alves Bezerra, e o pesquisador da empresa, Antônio Teixeira Cavalcante Júnior, fizeram nova visita ao Câmpus IV e acertaram os detalhes de implantação do projeto. Nessa quarta-feira (7), os técnicos plantaram os primeiros seis genótipos da cultura. No total, 66 mudas de caju foram plantadas. Todo o trabalho foi acompanhado por professores e estudantes do Câmpus sertanejo.

Nesse primeiro momento, o jardim clonal é composto por mudas de Cajueiro Anão Enxertado das variedades CCP 76, CCP 09, Embrapa 51, BRS 189, BRS 226 e BRS 275. Eles serão cultivados a partir da retirada de novos clones da planta. A perspectiva é de que em um prazo de um ano e meio a dois anos, o CCHA já tenha condições de produzir o caju orgânico em larga escala e distribuir as mudas para os produtores da região. As mudas foram cultivadas pela Embrapa Agroindústria Tropical, sediada em Fortaleza, e plantadas nas áreas destinadas, na Escola Agrotécnica do Cajueiro.

O diretor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias e um dos articulares da iniciativa, professor Edivan Silva Nunes Júnior, comemorou o início da execução do projeto. Ele afirmou que no Estado da Paraíba nenhuma instituição pública ou empresa privada tem esse material genético reunidos em um só pomar. A UEPB, segundo ele, será pioneira nesse tipo de parceria e iniciativa que, futuramente, poderá impulsionar a economia do Sertão paraibano.

A pretensão dos professores da UEPB e dos técnicos da Embrapa é criar as condições favoráveis para fazer o cruzamento das clonagens de tipos como o caju anão vermelho CCP 76 e o clone de outras espécies, melhorando a qualidade das variedades. Além do jardim clonal, o CCHA implantará posteriormente o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. A parceria entre a UEPB e a Embrapa começou a ser firmada em dezembro de 2016, quando o professor Edivan; a diretora adjunta da Escola, Maria do Socorro Caldas Pinto; e a professora Eliane Rech, responsável pelo setor de fruticultura do Câmpus, se reuniram com diretores da empresa em Fortaleza.

Em março do ano passado, como forma de agilizar a parceria, os diretores da Embrapa conheceram a Escola Agrotécnica do Cajueiro e definiram as três áreas onde seria implantado o jardim clonal. Professor Edivan reforçou que o jardim clonal vai fortalecer a cultura do caju em Catolé do Rocha e ajudar a enriquecer os conhecimentos dos estudantes do curso de Ciências Agrárias. A pretensão da UEPB é criar um viveiro para a produção e distribuição da cultura do caju, para fazer com que a Paraíba se torne referência da fruta na região.

O jardim clonal de caju também deve ser implantado na Escola Agrícola Assis Chateaubriand, que funciona no Centro de Ciências Agrárias Ambientais (CCAA), do Câmpus de Lagoa Seca. Para isso, o professor Edivan vem mantendo contato com o diretor da EAAC, professor José Félix, que se interessou pelo projeto.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da Leia Mais...

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_date] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified] => 2018-03-08 11:35:24 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=38812 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 478f86623e40b13f994b10699af7f489 [1] => 5e14be5041d65927e3174fe0495e29e1 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha )