CCHA

CCHA

Centro de Ciências Humanas e Agrárias

Notícias

Clique para exibir o slide. Foi realizada na manhã desta quinta-feira (6), no Auditório do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado na cidade de...
Dentro da proposta de descentralizar as atividades esportivas na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), a Pró-Reitoria Estudantil (PROEST), através da Coordenadoria de...
Clique para exibir o slide. Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade...
Clique para exibir o slide. Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em...

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2

Array ( [post_title] => Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 [post_content] => Clique para exibir o slide.

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados a cirurgia do garoto João Lucas, de 2 anos, que reside na cidade de Jardim de Piranhas (RN). A cirurgia custa R$ 130 mil e a família não tem condições de arcar com a despesa. Desde os 2 anos, João Lucas luta contra uma má deformação no crânio e precisará se submeter a cirurgia para ficar curado.

Os estudantes do CCHA abraçaram a causa e aproveitaram o reinício das aulas do semestre letivo 2017.2 para abordar os alunos feras e veteranos para pedirem ajuda a população para a cirurgia. Eles também pintaram o rosto e realizaram um pedágio para arrecadar recursos no Centro da cidade. No total, foram arrecadados cerca de R$ 700.

O diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Silva Nunes Júnior, elogiou a iniciativa e disse que o gesto dos estudantes reforça a corrente de solidariedade que deve existir no ambiente universitário. “Iniciativas como essa são sempre apoiadas pela direção do Centro. Por isso, acatamos imediatamente essa solicitação do trote solidário”, destacou o professor Edivan.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados Leia Mais...

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_date] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified] => 2018-03-21 13:24:28 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39228 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9b63741f053102781c1db40aa9a0724c [1] => ad66ef58c1f0c6b2f64a989c77095055 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 21 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2 )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2

Array ( [post_title] => Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 [post_content] => Clique para exibir o slide.

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados a cirurgia do garoto João Lucas, de 2 anos, que reside na cidade de Jardim de Piranhas (RN). A cirurgia custa R$ 130 mil e a família não tem condições de arcar com a despesa. Desde os 2 anos, João Lucas luta contra uma má deformação no crânio e precisará se submeter a cirurgia para ficar curado.

Os estudantes do CCHA abraçaram a causa e aproveitaram o reinício das aulas do semestre letivo 2017.2 para abordar os alunos feras e veteranos para pedirem ajuda a população para a cirurgia. Eles também pintaram o rosto e realizaram um pedágio para arrecadar recursos no Centro da cidade. No total, foram arrecadados cerca de R$ 700.

O diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Silva Nunes Júnior, elogiou a iniciativa e disse que o gesto dos estudantes reforça a corrente de solidariedade que deve existir no ambiente universitário. “Iniciativas como essa são sempre apoiadas pela direção do Centro. Por isso, acatamos imediatamente essa solicitação do trote solidário”, destacou o professor Edivan.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Estudantes do 2º e 6º períodos do curso de Ciência Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), Câmpus IV, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, organizaram um “trote” diferente que estimula a solidariedade. Na volta das aulas, as duas turmas promoveram uma campanha para arrecadar recursos a serem destinados Leia Mais...

O post Estudantes de Ciências Agrárias participam de trote solidário na abertura do semestre letivo 2017.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_date] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified_gmt] => 2018-03-21 13:24:28 [post_modified] => 2018-03-21 13:24:28 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39228 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9b63741f053102781c1db40aa9a0724c [1] => ad66ef58c1f0c6b2f64a989c77095055 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 21 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => estudantes-de-ciencias-agrarias-participam-de-trote-solidario-na-abertura-do-semestre-letivo-2017-2 )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da região, está sendo implantado graças a uma parceria entre a UEPB e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Essa semana, o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Marlos Alves Bezerra, e o pesquisador da empresa, Antônio Teixeira Cavalcante Júnior, fizeram nova visita ao Câmpus IV e acertaram os detalhes de implantação do projeto. Nessa quarta-feira (7), os técnicos plantaram os primeiros seis genótipos da cultura. No total, 66 mudas de caju foram plantadas. Todo o trabalho foi acompanhado por professores e estudantes do Câmpus sertanejo.

Nesse primeiro momento, o jardim clonal é composto por mudas de Cajueiro Anão Enxertado das variedades CCP 76, CCP 09, Embrapa 51, BRS 189, BRS 226 e BRS 275. Eles serão cultivados a partir da retirada de novos clones da planta. A perspectiva é de que em um prazo de um ano e meio a dois anos, o CCHA já tenha condições de produzir o caju orgânico em larga escala e distribuir as mudas para os produtores da região. As mudas foram cultivadas pela Embrapa Agroindústria Tropical, sediada em Fortaleza, e plantadas nas áreas destinadas, na Escola Agrotécnica do Cajueiro.

O diretor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias e um dos articulares da iniciativa, professor Edivan Silva Nunes Júnior, comemorou o início da execução do projeto. Ele afirmou que no Estado da Paraíba nenhuma instituição pública ou empresa privada tem esse material genético reunidos em um só pomar. A UEPB, segundo ele, será pioneira nesse tipo de parceria e iniciativa que, futuramente, poderá impulsionar a economia do Sertão paraibano.

A pretensão dos professores da UEPB e dos técnicos da Embrapa é criar as condições favoráveis para fazer o cruzamento das clonagens de tipos como o caju anão vermelho CCP 76 e o clone de outras espécies, melhorando a qualidade das variedades. Além do jardim clonal, o CCHA implantará posteriormente o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. A parceria entre a UEPB e a Embrapa começou a ser firmada em dezembro de 2016, quando o professor Edivan; a diretora adjunta da Escola, Maria do Socorro Caldas Pinto; e a professora Eliane Rech, responsável pelo setor de fruticultura do Câmpus, se reuniram com diretores da empresa em Fortaleza.

Em março do ano passado, como forma de agilizar a parceria, os diretores da Embrapa conheceram a Escola Agrotécnica do Cajueiro e definiram as três áreas onde seria implantado o jardim clonal. Professor Edivan reforçou que o jardim clonal vai fortalecer a cultura do caju em Catolé do Rocha e ajudar a enriquecer os conhecimentos dos estudantes do curso de Ciências Agrárias. A pretensão da UEPB é criar um viveiro para a produção e distribuição da cultura do caju, para fazer com que a Paraíba se torne referência da fruta na região.

O jardim clonal de caju também deve ser implantado na Escola Agrícola Assis Chateaubriand, que funciona no Centro de Ciências Agrárias Ambientais (CCAA), do Câmpus de Lagoa Seca. Para isso, o professor Edivan vem mantendo contato com o diretor da EAAC, professor José Félix, que se interessou pelo projeto.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da Leia Mais...

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_date] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified] => 2018-03-08 11:35:24 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=38812 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 478f86623e40b13f994b10699af7f489 [1] => 04071d47971ee6706638b3a4ad30b443 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da região, está sendo implantado graças a uma parceria entre a UEPB e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Essa semana, o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa, Marlos Alves Bezerra, e o pesquisador da empresa, Antônio Teixeira Cavalcante Júnior, fizeram nova visita ao Câmpus IV e acertaram os detalhes de implantação do projeto. Nessa quarta-feira (7), os técnicos plantaram os primeiros seis genótipos da cultura. No total, 66 mudas de caju foram plantadas. Todo o trabalho foi acompanhado por professores e estudantes do Câmpus sertanejo.

Nesse primeiro momento, o jardim clonal é composto por mudas de Cajueiro Anão Enxertado das variedades CCP 76, CCP 09, Embrapa 51, BRS 189, BRS 226 e BRS 275. Eles serão cultivados a partir da retirada de novos clones da planta. A perspectiva é de que em um prazo de um ano e meio a dois anos, o CCHA já tenha condições de produzir o caju orgânico em larga escala e distribuir as mudas para os produtores da região. As mudas foram cultivadas pela Embrapa Agroindústria Tropical, sediada em Fortaleza, e plantadas nas áreas destinadas, na Escola Agrotécnica do Cajueiro.

O diretor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias e um dos articulares da iniciativa, professor Edivan Silva Nunes Júnior, comemorou o início da execução do projeto. Ele afirmou que no Estado da Paraíba nenhuma instituição pública ou empresa privada tem esse material genético reunidos em um só pomar. A UEPB, segundo ele, será pioneira nesse tipo de parceria e iniciativa que, futuramente, poderá impulsionar a economia do Sertão paraibano.

A pretensão dos professores da UEPB e dos técnicos da Embrapa é criar as condições favoráveis para fazer o cruzamento das clonagens de tipos como o caju anão vermelho CCP 76 e o clone de outras espécies, melhorando a qualidade das variedades. Além do jardim clonal, o CCHA implantará posteriormente o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. A parceria entre a UEPB e a Embrapa começou a ser firmada em dezembro de 2016, quando o professor Edivan; a diretora adjunta da Escola, Maria do Socorro Caldas Pinto; e a professora Eliane Rech, responsável pelo setor de fruticultura do Câmpus, se reuniram com diretores da empresa em Fortaleza.

Em março do ano passado, como forma de agilizar a parceria, os diretores da Embrapa conheceram a Escola Agrotécnica do Cajueiro e definiram as três áreas onde seria implantado o jardim clonal. Professor Edivan reforçou que o jardim clonal vai fortalecer a cultura do caju em Catolé do Rocha e ajudar a enriquecer os conhecimentos dos estudantes do curso de Ciências Agrárias. A pretensão da UEPB é criar um viveiro para a produção e distribuição da cultura do caju, para fazer com que a Paraíba se torne referência da fruta na região.

O jardim clonal de caju também deve ser implantado na Escola Agrícola Assis Chateaubriand, que funciona no Centro de Ciências Agrárias Ambientais (CCAA), do Câmpus de Lagoa Seca. Para isso, o professor Edivan vem mantendo contato com o diretor da EAAC, professor José Félix, que se interessou pelo projeto.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Em uma iniciativa inédita na Paraíba, o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, iniciou efetivamente a implantação do jardim clonal para cultura do caju. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da Leia Mais...

O post Jardim clonal para cultura de caju começa a ser implantado no Câmpus IV da UEPB, em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_date] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified_gmt] => 2018-03-08 11:35:24 [post_modified] => 2018-03-08 11:35:24 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=38812 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 478f86623e40b13f994b10699af7f489 [1] => 04071d47971ee6706638b3a4ad30b443 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => jardim-clonal-para-cultura-de-caju-comeca-a-ser-implantado-no-campus-iv-da-uepb-em-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições

Array ( [post_title] => Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições [post_content] =>

A Comissão Organizadora do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas, evento realizado em parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, divulgou a programação completa do evento e abriu o período de inscrição para os interessados. Podem confirmar a participação estudantes de graduação e pós-graduação, bem como professores de Educação Básica e Ensino Superior, até o dia 20 de novembro, através do site http://erespp.com.br/index.php.

Nesta primeira edição, o encontro tem como tema “Recursos Hídricos e Programas Sociais no Território do Semiárido”, com a proposta de apresentar e discutir estudos relacionados ao Semiárido e programas de transferência de renda, contribuindo para a construção de um espaço de diálogos referentes à melhoria do acesso e de uso sustentável da água na região semiárida. Estarão à disposição dos participantes atividades de debate, como palestras e conferências, além de minicursos.

De acordo com um dos organizadores do evento, professor Jairo Bezerra Silva, do Câmpus IV da UEPB, poderão participar alunos, professores e pesquisadores que desenvolvam qualquer tipo de atividade nas áreas de recursos hídricos e de programas de transferência de renda na região do Semiárido. Ele salientou que a realização do Encontro Regional na cidade Pau dos Ferros foi estratégica por abrigar o maior número de agentes que atuam nessas duas frentes de atuação.

Outras informações podem ser obtidas através do telefone (83) 3322-3222 ou pelo e-mail contato@erespp.com.br.

Confira a programação abaixo:

1º dia (05/12)
8h – Credenciamento
8h30 – Solenidade de abertura
9h30 – Conferência: Diretrizes do Desenvolvimento Regional no Território de Semiárido
11h10 – Lançamento de livros
14h – Apresentação de GTs
19h – Conferência: Programas sociais no Semiárido brasileiro: os programas de transferência de renda

2º dia (06/12)
8h – Conferência: As formas de acesso e uso sustentável aos recursos hídricos no Semiárido
14h – Apresentação de GTs
17h – Encerramento

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

 

O post Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Comissão Organizadora do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas, evento realizado em parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, divulgou a programação completa do evento e Leia Mais...

O post Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-25 13:31:22 [post_date] => 2017-10-25 13:31:22 [post_modified_gmt] => 2017-10-25 13:31:22 [post_modified] => 2017-10-25 13:31:22 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=36417 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-periodo-de-inscricao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-periodo-de-inscricao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-periodo-de-inscricao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => aa7091f29b82a1792513cd00ee163102 [1] => c2f8ab1c62b5b0513eea21fe868daf36 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-inscricoes )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições

Array ( [post_title] => Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições [post_content] =>

A Comissão Organizadora do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas, evento realizado em parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, divulgou a programação completa do evento e abriu o período de inscrição para os interessados. Podem confirmar a participação estudantes de graduação e pós-graduação, bem como professores de Educação Básica e Ensino Superior, até o dia 20 de novembro, através do site http://erespp.com.br/index.php.

Nesta primeira edição, o encontro tem como tema “Recursos Hídricos e Programas Sociais no Território do Semiárido”, com a proposta de apresentar e discutir estudos relacionados ao Semiárido e programas de transferência de renda, contribuindo para a construção de um espaço de diálogos referentes à melhoria do acesso e de uso sustentável da água na região semiárida. Estarão à disposição dos participantes atividades de debate, como palestras e conferências, além de minicursos.

De acordo com um dos organizadores do evento, professor Jairo Bezerra Silva, do Câmpus IV da UEPB, poderão participar alunos, professores e pesquisadores que desenvolvam qualquer tipo de atividade nas áreas de recursos hídricos e de programas de transferência de renda na região do Semiárido. Ele salientou que a realização do Encontro Regional na cidade Pau dos Ferros foi estratégica por abrigar o maior número de agentes que atuam nessas duas frentes de atuação.

Outras informações podem ser obtidas através do telefone (83) 3322-3222 ou pelo e-mail contato@erespp.com.br.

Confira a programação abaixo:

1º dia (05/12)
8h – Credenciamento
8h30 – Solenidade de abertura
9h30 – Conferência: Diretrizes do Desenvolvimento Regional no Território de Semiárido
11h10 – Lançamento de livros
14h – Apresentação de GTs
19h – Conferência: Programas sociais no Semiárido brasileiro: os programas de transferência de renda

2º dia (06/12)
8h – Conferência: As formas de acesso e uso sustentável aos recursos hídricos no Semiárido
14h – Apresentação de GTs
17h – Encerramento

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

 

O post Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Comissão Organizadora do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas, evento realizado em parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, divulgou a programação completa do evento e Leia Mais...

O post Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas divulga programação e abre inscrições apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-25 13:31:22 [post_date] => 2017-10-25 13:31:22 [post_modified_gmt] => 2017-10-25 13:31:22 [post_modified] => 2017-10-25 13:31:22 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=36417 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-periodo-de-inscricao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-periodo-de-inscricao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-periodo-de-inscricao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => aa7091f29b82a1792513cd00ee163102 [1] => c2f8ab1c62b5b0513eea21fe868daf36 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-regional-de-sustentabilidade-e-politicas-publicas-divulga-programacao-e-abre-inscricoes )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Como parte das atividades acadêmicas do curso de Licenciatura em Pedagogia, alunas da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), oriundas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor/Capes), sob a responsabilidade da Pró-Reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância (PROEAD), apresentaram na manhã de terça-feira (17), no município de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano, o projeto de intervenção “Família e Gestão Escolar: a importância da parceria para o processo socioeducacional do aluno”.

Como parte das atividades do componente curricular Estágio Supervisionado, a atividade destacou a importância de se observar os fatores externos à escola que podem influenciar na (des)organização da gestão escolar, acarretando no êxito ou no fracasso do processo de ensino-aprendizagem do alunado.

A atividade, supervisionada pela professora Maria Fernandes de Andrade Praxedes, do Câmpus IV, destacou a importância das atividades in loco como forma de aproximar a teoria desenvolvida em sala de aula, com a realidade da prática docente. Segundo a professora da UEPB, “o estágio é o momento em que o aluno mantém o contato com essa realidade, momento em que ele pensa essa relação teoria e prática e, sobretudo, colabora com a gestão e organização escolar. O estágio é uma experiência fundante para a vida profissional”.

Todos os anos a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulga o calendário de atividades, com prazos e atividades que são de responsabilidade das secretarias de Educação dos municípios, dos estados e do Distrito Federal. Para concorrer às vagas e cursos ofertados, os professores devem realizar uma pré-inscrição na Plataforma Freire, estarem cadastrados no Educacenso e ter sua pré-inscrição validada pela Secretaria de Educação.

Encontram-se abertas as inscrições até o dia 1º de dezembro de 2017 para cadastro do currículo pelos professores e solicitação de vagas nos cursos de Licenciatura, segunda Licenciatura e formação pedagógica. A Capes também está com vagas abertas para a Especialização em Educação Infantil e Alfabetização para professores dos anos iniciais, além de Português e Matemática, para professores dos anos finais.

Maiores informações podem ser obtidas pelo email freire@capes.gov.br, pelo telefone 0800-616161 (Opção 7) ou no endereço eletrônico http://freire.capes.gov.br/index/index.

 

Texto e fotos: Carolina Cavalcanti Bezerra

O post Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Como parte das atividades acadêmicas do curso de Licenciatura em Pedagogia, alunas da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), oriundas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor/Capes), sob a responsabilidade da Pró-Reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância (PROEAD), apresentaram na manhã de terça-feira (17), no município de Catolé do Leia Mais...

O post Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-19 13:22:33 [post_date] => 2017-10-19 13:22:33 [post_modified_gmt] => 2017-10-19 13:22:33 [post_modified] => 2017-10-19 13:22:33 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=36278 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 8f85338362df94007589bc5553d066e7 [1] => 8575f35cf88c0b6fd14f5b0477271f16 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 19 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Como parte das atividades acadêmicas do curso de Licenciatura em Pedagogia, alunas da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), oriundas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor/Capes), sob a responsabilidade da Pró-Reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância (PROEAD), apresentaram na manhã de terça-feira (17), no município de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano, o projeto de intervenção “Família e Gestão Escolar: a importância da parceria para o processo socioeducacional do aluno”.

Como parte das atividades do componente curricular Estágio Supervisionado, a atividade destacou a importância de se observar os fatores externos à escola que podem influenciar na (des)organização da gestão escolar, acarretando no êxito ou no fracasso do processo de ensino-aprendizagem do alunado.

A atividade, supervisionada pela professora Maria Fernandes de Andrade Praxedes, do Câmpus IV, destacou a importância das atividades in loco como forma de aproximar a teoria desenvolvida em sala de aula, com a realidade da prática docente. Segundo a professora da UEPB, “o estágio é o momento em que o aluno mantém o contato com essa realidade, momento em que ele pensa essa relação teoria e prática e, sobretudo, colabora com a gestão e organização escolar. O estágio é uma experiência fundante para a vida profissional”.

Todos os anos a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulga o calendário de atividades, com prazos e atividades que são de responsabilidade das secretarias de Educação dos municípios, dos estados e do Distrito Federal. Para concorrer às vagas e cursos ofertados, os professores devem realizar uma pré-inscrição na Plataforma Freire, estarem cadastrados no Educacenso e ter sua pré-inscrição validada pela Secretaria de Educação.

Encontram-se abertas as inscrições até o dia 1º de dezembro de 2017 para cadastro do currículo pelos professores e solicitação de vagas nos cursos de Licenciatura, segunda Licenciatura e formação pedagógica. A Capes também está com vagas abertas para a Especialização em Educação Infantil e Alfabetização para professores dos anos iniciais, além de Português e Matemática, para professores dos anos finais.

Maiores informações podem ser obtidas pelo email freire@capes.gov.br, pelo telefone 0800-616161 (Opção 7) ou no endereço eletrônico http://freire.capes.gov.br/index/index.

 

Texto e fotos: Carolina Cavalcanti Bezerra

O post Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Como parte das atividades acadêmicas do curso de Licenciatura em Pedagogia, alunas da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), oriundas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor/Capes), sob a responsabilidade da Pró-Reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância (PROEAD), apresentaram na manhã de terça-feira (17), no município de Catolé do Leia Mais...

O post Ações do Parfor aproximam estudantes da Universidade Estadual da prática pedagógica em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-19 13:22:33 [post_date] => 2017-10-19 13:22:33 [post_modified_gmt] => 2017-10-19 13:22:33 [post_modified] => 2017-10-19 13:22:33 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=36278 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 8f85338362df94007589bc5553d066e7 [1] => 8575f35cf88c0b6fd14f5b0477271f16 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 19 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => acoes-do-parfor-aproximam-estudantes-da-universidade-estadual-da-pratica-pedagogica-em-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB

Array ( [post_title] => Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB [post_content] => Clique para exibir o slide.

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da presidente da Comissão Permanente de Concursos, professora Analice Sobreira; e do coordenador de Comunicação Institucional, jornalista Hipólito Lucena.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa, no hall do Prédio Administrativo, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande, o reitor explicou que o concurso será realizado para suprir, essencialmente, as vagas deixadas por aposentados, falecidos e servidores efetivos que saíram da Universidade, o que não vai resultar em impacto na folha de pessoal, especialmente porque a maior demanda é nas áreas de níveis fundamentais e médio.

“Estamos entrando em uma fase extremamente crítica de redução do quadro de trabalhadores efetivos da Universidade. Temos hoje, entre terceirizados e trabalhadores temporários, mais de 500 pessoas trabalhando na Universidade que não são do quadro efetivo. Essa é uma tentativa de diminuir esse problema. Devemos entrar no ano de 2018 com os aprovados neste concurso, se não já contratados, mas já convocados para que nos primeiros meses do ano estejam se incorporando ao trabalho na UEPB”, destacou Rangel.

Ele ressaltou a escolha da Comissão Permanente de Concursos (CPCON) para a organização do concurso. “Inovamos na prova do concurso. Está é uma das razões pela qual a CPCON irá organizar o processo e nós confiamos muito na Comissão. Essa estrutura criou uma expertise para a realização de concursos, com uma estrutura e credibilidade que não é de agora e credenciou a UEPB a realizar concursos até fora do Estado. A novidade para este concurso é que nós retomamos a prova de produção textual e colocamos algo bem específico para a UEPB, uma vez que queremos que as pessoas que sejam aprovadas no concurso cheguem aqui conhecendo a Universidade, para que na sua preparação do concurso estudem o que é a UEPB, como ela foi criada, as leis, a legislação federal e estadual sobre a educação superior, enfim, todo um estudo que os capacite para que no dia que chegarem na Universidade, já conheçam a UEPB”, enfatizou.

As inscrições do concurso ocorrem de 9 a 29 de outubro, através do endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br/, no qual o candidato preencherá seus dados e fará a emissão do boleto para pagamento. A taxa de inscrição é de R$ 60,00 para nível fundamental; R$ 80,00 para nível médio e R$ 100,00 para nível superior. O pagamento do boleto bancário pode ser feito até o dia 30 de outubro.

Conforme o edital, as vagas para nível fundamental são para os cargos de auxiliar administrativo (92 vagas) e auxiliar de laboratório de análise físico-químicas (3 vagas). Para o nível médio as vagas são para os cargos de almoxarife (5 vagas), assistente técnico (86 vagas), técnico de segurança do trabalho (1 vaga) e desenhista projetista (2 vagas). Já para nível superior as vagas são para os cargos de administrador (1 vaga), advogado (1 vaga), pedagogo (2 vagas), economista (1 vaga), psicólogo (1 vaga), farmacêutico industrial (1 vaga) e secretário executivo (1 vaga).

De acordo com o cronograma do edital, no dia 3 de novembro será divulgada a relação das inscrições homologadas e não homologadas. No dia 23 de novembro serão divulgados os locais das provas, que serão aplicadas no dia 3 de dezembro. Todos os candidatos farão provas na cidade de Campina Grande. No dia 12 de dezembro será divulgado o resultado preliminar da prova escrita objetiva e no dia 21 do mesmo mês o resultado da prova de produção textual. O resultado final do concurso será publicado no dia 29 de dezembro.

Todos os detalhes do concurso, como prazos, quadro de vagas, conteúdo programático e demais informações podem ser conferidas no edital, disponível no endereço http://cpcon.uepb.edu.br/.

 

Texto: Tatiana Brandão
Fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da Leia Mais...

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_date] => 2017-10-02 16:37:02 [post_modified_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_modified] => 2017-10-02 16:37:02 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35831 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 2ce82eb552e5bd0601f57912cb0ee876 [1] => 7d7f83e1996e77c36bd409fa20dd90c8 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 [13] => 38 [14] => 39 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB

Array ( [post_title] => Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB [post_content] => Clique para exibir o slide.

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da presidente da Comissão Permanente de Concursos, professora Analice Sobreira; e do coordenador de Comunicação Institucional, jornalista Hipólito Lucena.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa, no hall do Prédio Administrativo, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande, o reitor explicou que o concurso será realizado para suprir, essencialmente, as vagas deixadas por aposentados, falecidos e servidores efetivos que saíram da Universidade, o que não vai resultar em impacto na folha de pessoal, especialmente porque a maior demanda é nas áreas de níveis fundamentais e médio.

“Estamos entrando em uma fase extremamente crítica de redução do quadro de trabalhadores efetivos da Universidade. Temos hoje, entre terceirizados e trabalhadores temporários, mais de 500 pessoas trabalhando na Universidade que não são do quadro efetivo. Essa é uma tentativa de diminuir esse problema. Devemos entrar no ano de 2018 com os aprovados neste concurso, se não já contratados, mas já convocados para que nos primeiros meses do ano estejam se incorporando ao trabalho na UEPB”, destacou Rangel.

Ele ressaltou a escolha da Comissão Permanente de Concursos (CPCON) para a organização do concurso. “Inovamos na prova do concurso. Está é uma das razões pela qual a CPCON irá organizar o processo e nós confiamos muito na Comissão. Essa estrutura criou uma expertise para a realização de concursos, com uma estrutura e credibilidade que não é de agora e credenciou a UEPB a realizar concursos até fora do Estado. A novidade para este concurso é que nós retomamos a prova de produção textual e colocamos algo bem específico para a UEPB, uma vez que queremos que as pessoas que sejam aprovadas no concurso cheguem aqui conhecendo a Universidade, para que na sua preparação do concurso estudem o que é a UEPB, como ela foi criada, as leis, a legislação federal e estadual sobre a educação superior, enfim, todo um estudo que os capacite para que no dia que chegarem na Universidade, já conheçam a UEPB”, enfatizou.

As inscrições do concurso ocorrem de 9 a 29 de outubro, através do endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br/, no qual o candidato preencherá seus dados e fará a emissão do boleto para pagamento. A taxa de inscrição é de R$ 60,00 para nível fundamental; R$ 80,00 para nível médio e R$ 100,00 para nível superior. O pagamento do boleto bancário pode ser feito até o dia 30 de outubro.

Conforme o edital, as vagas para nível fundamental são para os cargos de auxiliar administrativo (92 vagas) e auxiliar de laboratório de análise físico-químicas (3 vagas). Para o nível médio as vagas são para os cargos de almoxarife (5 vagas), assistente técnico (86 vagas), técnico de segurança do trabalho (1 vaga) e desenhista projetista (2 vagas). Já para nível superior as vagas são para os cargos de administrador (1 vaga), advogado (1 vaga), pedagogo (2 vagas), economista (1 vaga), psicólogo (1 vaga), farmacêutico industrial (1 vaga) e secretário executivo (1 vaga).

De acordo com o cronograma do edital, no dia 3 de novembro será divulgada a relação das inscrições homologadas e não homologadas. No dia 23 de novembro serão divulgados os locais das provas, que serão aplicadas no dia 3 de dezembro. Todos os candidatos farão provas na cidade de Campina Grande. No dia 12 de dezembro será divulgado o resultado preliminar da prova escrita objetiva e no dia 21 do mesmo mês o resultado da prova de produção textual. O resultado final do concurso será publicado no dia 29 de dezembro.

Todos os detalhes do concurso, como prazos, quadro de vagas, conteúdo programático e demais informações podem ser conferidas no edital, disponível no endereço http://cpcon.uepb.edu.br/.

 

Texto: Tatiana Brandão
Fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da Leia Mais...

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_date] => 2017-10-02 16:37:02 [post_modified_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_modified] => 2017-10-02 16:37:02 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35831 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 2ce82eb552e5bd0601f57912cb0ee876 [1] => 7d7f83e1996e77c36bd409fa20dd90c8 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 [13] => 38 [14] => 39 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce

Array ( [post_title] => Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce [post_content] => Clique para exibir o slide.

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, distribuiu nesta terça-feira (5), 100 mudas da planta para moradores de comunidades rurais da cidade de Brejo dos Santos, localizada no Sertão do Estado.

Esta é a primeira distribuição feita pelo projeto, coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues, e que tem parceria com a Emater/Paraíba. Há quatro meses o projeto teve início com a seleção das castanhas e aos poucos vai ampliando suas atividades para atingir a microrregião de Catolé do Rocha. “Nós estamos trabalhando para levar essas mudas para 10 cidades da região. São produtores que ganharão mais uma opção no desenvolvimento da agricultura familiar”, explicou José Geraldo.

A escolha pelo cajueiro anão-precoce vem pelo seu desenvolvimento ser considerado rápido. Segundo acrescentou o coordenador do projeto, a planta tem a capacidade de produzir os primeiros frutos em seis meses, o que, segundo ele, é um fator predominante para que as colheitas aconteçam de forma mais rápida. “A partir de seis meses eles já oferecem os primeiros frutos. Em um ano já estão bem desenvolvidos por se adaptarem bastante à região mais quente e seca, como é o Sertão”, disse o professor.

Após a entrega dessas 100 mudas, mais 200 estão sendo preparadas para serem também distribuídas na região. Sendo que, dessas últimas, 50 já têm destino certo: a zona rural da cidade de São Bento. “Vamos preparar a próxima entrega e buscar ampliar o número de mudas para cada família. Queremos chegar a um número de cinco mudas para cada produtor familiar, para que eles tenham condições de se desenvolverem bem”, afirmou professor Geraldo.

O projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” conta com o apoio da direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da UEPB e ainda trabalha em parceria com o laboratório da Embrapa para o desenvolvimento de mudas.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Edivan Nunes

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso Leia Mais...

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_date] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified] => 2017-09-05 19:45:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35115 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b3c7c6fae9a835bed7aa51e7b1a7573c [1] => 062800e75762d3aa872ac4dda94171b6 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce

Array ( [post_title] => Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce [post_content] => Clique para exibir o slide.

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, distribuiu nesta terça-feira (5), 100 mudas da planta para moradores de comunidades rurais da cidade de Brejo dos Santos, localizada no Sertão do Estado.

Esta é a primeira distribuição feita pelo projeto, coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues, e que tem parceria com a Emater/Paraíba. Há quatro meses o projeto teve início com a seleção das castanhas e aos poucos vai ampliando suas atividades para atingir a microrregião de Catolé do Rocha. “Nós estamos trabalhando para levar essas mudas para 10 cidades da região. São produtores que ganharão mais uma opção no desenvolvimento da agricultura familiar”, explicou José Geraldo.

A escolha pelo cajueiro anão-precoce vem pelo seu desenvolvimento ser considerado rápido. Segundo acrescentou o coordenador do projeto, a planta tem a capacidade de produzir os primeiros frutos em seis meses, o que, segundo ele, é um fator predominante para que as colheitas aconteçam de forma mais rápida. “A partir de seis meses eles já oferecem os primeiros frutos. Em um ano já estão bem desenvolvidos por se adaptarem bastante à região mais quente e seca, como é o Sertão”, disse o professor.

Após a entrega dessas 100 mudas, mais 200 estão sendo preparadas para serem também distribuídas na região. Sendo que, dessas últimas, 50 já têm destino certo: a zona rural da cidade de São Bento. “Vamos preparar a próxima entrega e buscar ampliar o número de mudas para cada família. Queremos chegar a um número de cinco mudas para cada produtor familiar, para que eles tenham condições de se desenvolverem bem”, afirmou professor Geraldo.

O projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” conta com o apoio da direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da UEPB e ainda trabalha em parceria com o laboratório da Embrapa para o desenvolvimento de mudas.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Edivan Nunes

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso Leia Mais...

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_date] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified] => 2017-09-05 19:45:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35115 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b3c7c6fae9a835bed7aa51e7b1a7573c [1] => 062800e75762d3aa872ac4dda94171b6 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central inaugurou o Auditório do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA), no Câmpus VII, instalado na cidade de Patos, e a passarela coberta que liga a Escola Agrotécnica do Cajueiro ao Departamento de Letras e Humanidade do Câmpus IV, em Catolé do Rocha.

Além do auditório, que leva o nome do economista Celso Furtado, o Câmpus VII ainda foi contemplado com a construção de cinco novas salas de aula que oferecem melhor estrutura física aos alunos e amplia as possibilidades de atividades acadêmicas para os discentes dos cursos. De acordo com o professor Adriano Homero, diretor do CCEA, o novo local é uma conquista de todos que compõem o Câmpus, uma vez que ele oferece condições para a realização de eventos e atividades corriqueiras dos cursos ofertados pelo Centro.

“Conseguimos construir um espaço que tem capacidade para abrigar 320 pessoas sentadas. O ambiente é todo climatizado. Dessa forma, acredito que a partir de agora temos um local muito apropriado para realizarmos eventos acadêmicos, bem como outras atividades. Antes de começarmos a construção, consultamos os alunos para saber se eles aprovavam essa ideia de termos um auditório e cinco salas e a resposta deles foi totalmente positiva. Assim, o que está sendo entregue hoje é uma conquista coletiva, por isso todos que fazem o Câmpus VII estão de parabéns”, afirmou Adriano.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, destacou a vontade da comunidade do Câmpus VII em conquistar um espaço desse gênero, parabenizou a direção do Centro pela determinação e relembrou as dificuldades que sempre foram vencidas ao longo dos 11 anos de existência do CCEA. “Tudo que temos aqui no Câmpus VII vem de um resultado de muita luta. Ao virmos para este local, lembro da necessidade de instalação de ar-condicionado nas salas, as melhoras que foram feitas na área da cantina e de convivência e outros locais. E, hoje, esse auditório é resultado disso. Uma alternativa construída dentro do que podemos fazer, mas com as melhores condições possíveis. O importante é poder compartilhar, buscando alternativas com criatividade, diálogo e projetos que possam servir para melhorar ainda mais a formação de nossos alunos”, disse o reitor.

Participaram do momento de descerramento da placa do Auditório Celso Furtado, o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCEA, professor Adriano Homero; e o vice-prefeito de Patos, Bonifácio Rocha. Já para o descerramento da fita, além das autoridades já citadas, também foram convidados o diretor adjunto do CCEA, professor Odilon Avelino; e Santiago Jácome, aluno do curso de Bacharelado em Administração do CCEA.

Após a inauguração do Auditório Celso Furtado e das cinco novas salas de aula do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas, o professor Adriano Homero realizou a entrega de placas para homenagear pessoas que deram sua contribuição para que esses novos espaços pudessem se tornar realidade. Além do reitor e do vice-reitor da UEPB, da pró-reitora adjunta de Infraestrutura, professora Cheyenne Ribeiro, e da coordenadora do Cerimonial da UEPB, Mariene Braz Cavalcante, foram lembrados servidores técnicos administrativos do Câmpus VII e profissionais que trabalharam na obra.

Receberam a homenagem as seguintes pessoas: Bismark de Medeiros, Vanderli Silva, José Gomes, Francinildo Ferreira, Ayslan Kelvin, Catarina Medeiros, Rogério Henrique, Moisés Montinegro, Dinaihara Torres, Mariene Braz Cavalcante, Cheyenne Ribeiro, Flávio Romero e Rangel Junior.

Câmpus IV ganha passarela coberta para interligar Escola Agrícola e Departamento

Clique para exibir o slide.

As características climáticas da cidade de Catolé do Rocha, situada no Sertão da Paraíba, tornavam a locomoção de estudantes, professores, servidores e toda a comunidade do Câmpus IV bastante difícil. A alta temperatura era um obstáculo a mais para todos no deslocamento entre as dependências da Escola Agrotécnica do Cajueiro e o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). Mas isso, agora, faz parte do passado, uma vez que foi inaugurada a passarela coberta que interliga as áreas de aulas do Câmpus.

A estrutura baseia-se numa área de 72 metros com sombra, facilitando a ida e vinda principalmente de estudantes e professores. Segundo o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes, essa passarela integrou ainda mais a Instituição, além de trazer os benefícios próprios no que diz respeito à proteção ao sol que todos passam a ter a partir de então.

“Essa é a maior bem feitoria que poderíamos fazer nesse momento, já que a intenção é melhorar o conforto de todos. Foi muito positivo pelas questões climáticas e vamos continuar trabalhando para melhorar o conforto. Estamos passando por um momento de limitações financeiras, mas não deixaremos de fazer o melhor e não vamos desistir de tornar o Câmpus IV melhor para os estudantes, professores e servidores”, destacou o professor Edivan.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, parabenizou a todos pela conquista e afirmou que outras obras ainda serão realizadas no Câmpus. “Com certeza ainda temos muito a fazer, uma vez que o projeto inicial era, para além dessa passarela, outros espaços que vão melhorar ainda mais as atividades desempenhadas tanto na Escola Agrotécnica como também nos departamentos de Letras e Agrárias”, pontuou o reitor.

Foram convidados para o descerramento da placa da passarela o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes; e a diretora adjunta da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Maria do Socorro de Caldas Pinto. Já para o descerramento da fita inaugural, além das autoridades citadas também participaram o diretor adjunto do CCHA, professor Rômulo César de Araújo Lima; e o estudante Henrique Cavalcante Diniz, aluno do 2º ano Médio da Escola do Cajueiro.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Hipólito Lucena e Luciellen Lima

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central Leia Mais...

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_date] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified] => 2017-08-29 20:04:27 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34925 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => d3badec5eee09f338f906182bf91a6f7 [1] => f82d560871ec06ffa57fdff163bd309b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 14 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 22 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central inaugurou o Auditório do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA), no Câmpus VII, instalado na cidade de Patos, e a passarela coberta que liga a Escola Agrotécnica do Cajueiro ao Departamento de Letras e Humanidade do Câmpus IV, em Catolé do Rocha.

Além do auditório, que leva o nome do economista Celso Furtado, o Câmpus VII ainda foi contemplado com a construção de cinco novas salas de aula que oferecem melhor estrutura física aos alunos e amplia as possibilidades de atividades acadêmicas para os discentes dos cursos. De acordo com o professor Adriano Homero, diretor do CCEA, o novo local é uma conquista de todos que compõem o Câmpus, uma vez que ele oferece condições para a realização de eventos e atividades corriqueiras dos cursos ofertados pelo Centro.

“Conseguimos construir um espaço que tem capacidade para abrigar 320 pessoas sentadas. O ambiente é todo climatizado. Dessa forma, acredito que a partir de agora temos um local muito apropriado para realizarmos eventos acadêmicos, bem como outras atividades. Antes de começarmos a construção, consultamos os alunos para saber se eles aprovavam essa ideia de termos um auditório e cinco salas e a resposta deles foi totalmente positiva. Assim, o que está sendo entregue hoje é uma conquista coletiva, por isso todos que fazem o Câmpus VII estão de parabéns”, afirmou Adriano.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, destacou a vontade da comunidade do Câmpus VII em conquistar um espaço desse gênero, parabenizou a direção do Centro pela determinação e relembrou as dificuldades que sempre foram vencidas ao longo dos 11 anos de existência do CCEA. “Tudo que temos aqui no Câmpus VII vem de um resultado de muita luta. Ao virmos para este local, lembro da necessidade de instalação de ar-condicionado nas salas, as melhoras que foram feitas na área da cantina e de convivência e outros locais. E, hoje, esse auditório é resultado disso. Uma alternativa construída dentro do que podemos fazer, mas com as melhores condições possíveis. O importante é poder compartilhar, buscando alternativas com criatividade, diálogo e projetos que possam servir para melhorar ainda mais a formação de nossos alunos”, disse o reitor.

Participaram do momento de descerramento da placa do Auditório Celso Furtado, o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCEA, professor Adriano Homero; e o vice-prefeito de Patos, Bonifácio Rocha. Já para o descerramento da fita, além das autoridades já citadas, também foram convidados o diretor adjunto do CCEA, professor Odilon Avelino; e Santiago Jácome, aluno do curso de Bacharelado em Administração do CCEA.

Após a inauguração do Auditório Celso Furtado e das cinco novas salas de aula do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas, o professor Adriano Homero realizou a entrega de placas para homenagear pessoas que deram sua contribuição para que esses novos espaços pudessem se tornar realidade. Além do reitor e do vice-reitor da UEPB, da pró-reitora adjunta de Infraestrutura, professora Cheyenne Ribeiro, e da coordenadora do Cerimonial da UEPB, Mariene Braz Cavalcante, foram lembrados servidores técnicos administrativos do Câmpus VII e profissionais que trabalharam na obra.

Receberam a homenagem as seguintes pessoas: Bismark de Medeiros, Vanderli Silva, José Gomes, Francinildo Ferreira, Ayslan Kelvin, Catarina Medeiros, Rogério Henrique, Moisés Montinegro, Dinaihara Torres, Mariene Braz Cavalcante, Cheyenne Ribeiro, Flávio Romero e Rangel Junior.

Câmpus IV ganha passarela coberta para interligar Escola Agrícola e Departamento

Clique para exibir o slide.

As características climáticas da cidade de Catolé do Rocha, situada no Sertão da Paraíba, tornavam a locomoção de estudantes, professores, servidores e toda a comunidade do Câmpus IV bastante difícil. A alta temperatura era um obstáculo a mais para todos no deslocamento entre as dependências da Escola Agrotécnica do Cajueiro e o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). Mas isso, agora, faz parte do passado, uma vez que foi inaugurada a passarela coberta que interliga as áreas de aulas do Câmpus.

A estrutura baseia-se numa área de 72 metros com sombra, facilitando a ida e vinda principalmente de estudantes e professores. Segundo o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes, essa passarela integrou ainda mais a Instituição, além de trazer os benefícios próprios no que diz respeito à proteção ao sol que todos passam a ter a partir de então.

“Essa é a maior bem feitoria que poderíamos fazer nesse momento, já que a intenção é melhorar o conforto de todos. Foi muito positivo pelas questões climáticas e vamos continuar trabalhando para melhorar o conforto. Estamos passando por um momento de limitações financeiras, mas não deixaremos de fazer o melhor e não vamos desistir de tornar o Câmpus IV melhor para os estudantes, professores e servidores”, destacou o professor Edivan.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, parabenizou a todos pela conquista e afirmou que outras obras ainda serão realizadas no Câmpus. “Com certeza ainda temos muito a fazer, uma vez que o projeto inicial era, para além dessa passarela, outros espaços que vão melhorar ainda mais as atividades desempenhadas tanto na Escola Agrotécnica como também nos departamentos de Letras e Agrárias”, pontuou o reitor.

Foram convidados para o descerramento da placa da passarela o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes; e a diretora adjunta da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Maria do Socorro de Caldas Pinto. Já para o descerramento da fita inaugural, além das autoridades citadas também participaram o diretor adjunto do CCHA, professor Rômulo César de Araújo Lima; e o estudante Henrique Cavalcante Diniz, aluno do 2º ano Médio da Escola do Cajueiro.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Hipólito Lucena e Luciellen Lima

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central Leia Mais...

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_date] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified] => 2017-08-29 20:04:27 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34925 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => d3badec5eee09f338f906182bf91a6f7 [1] => f82d560871ec06ffa57fdff163bd309b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 14 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 22 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido

Array ( [post_title] => Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido [post_content] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. O evento terá como sede a unidade potiguar, com realização prevista para a primeira quinzena do mês de outubro, com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Estarão à disposição dos participantes seis atividades de debate, sendo quatro palestras e duas conferências, além de seis minicursos. As áreas de atuação desses últimos serão divulgadas posteriormente pela coordenação do evento. Para participarem os interessados devem entrar em contato com os coordenadores do encontro ligados ao Câmpus da UEPB em Catolé do Rocha e ao da UERN em Pau dos Ferros. Também serão disponibilizadas inscrições para apresentação de trabalhos científicos.

De acordo com o professor Jairo Bezerra Silva, do Câmpus IV da UEPB, poderão participar alunos, professores e pesquisadores que desenvolvam qualquer tipo de atividade nas áreas de recursos hídricos e de programas de transferência de renda na região do Semiárido. Ele salientou que a realização do Encontro Regional na cidade Pau dos Ferros foi estratégica por abrigar o maior número de agentes que atuam nessas duas frentes de atuação.

“Vivemos em uma região na qual a água é de difícil disponibilização. Encontramos diversos problemas e limitações, mas isso não impede de desenvolvermos projetos e ações que tenham o objetivo de construir e implementar ações de políticas públicas numa efetiva interação com professores e pesquisadores ou grupos de trabalho que tenham como foco atividades de acesso e uso satisfatório da água na perspectiva do desenvolvimento sustentável”, explicou o professor Jairo, um dos coordenadores do evento.

O 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido é o primeiro evento do gênero na região e deve atrair participantes não apenas da Paraíba e do Rio Grande do Norte, mas também de outros estados brasileiros que lidam com estudos relacionados ao Semiárido e programas de transferência de renda. Ainda segundo o professor Jairo Bezerra, tendo em vista a necessidade de integração de universidades e de programas de pós-graduação que discutam as questões do Semiárido, o evento visa contribuir para a construção de um espaço de diálogos referentes à melhoria do acesso e de uso sustentável da água na região semiárida.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. Leia Mais...

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_date] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified] => 2017-08-16 11:54:25 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34532 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a50fd8e8d1897d0d24d3d6581d1df0f0 [1] => 41bfc7a03a36719fa1886d760206ede8 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido

Array ( [post_title] => Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido [post_content] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. O evento terá como sede a unidade potiguar, com realização prevista para a primeira quinzena do mês de outubro, com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Estarão à disposição dos participantes seis atividades de debate, sendo quatro palestras e duas conferências, além de seis minicursos. As áreas de atuação desses últimos serão divulgadas posteriormente pela coordenação do evento. Para participarem os interessados devem entrar em contato com os coordenadores do encontro ligados ao Câmpus da UEPB em Catolé do Rocha e ao da UERN em Pau dos Ferros. Também serão disponibilizadas inscrições para apresentação de trabalhos científicos.

De acordo com o professor Jairo Bezerra Silva, do Câmpus IV da UEPB, poderão participar alunos, professores e pesquisadores que desenvolvam qualquer tipo de atividade nas áreas de recursos hídricos e de programas de transferência de renda na região do Semiárido. Ele salientou que a realização do Encontro Regional na cidade Pau dos Ferros foi estratégica por abrigar o maior número de agentes que atuam nessas duas frentes de atuação.

“Vivemos em uma região na qual a água é de difícil disponibilização. Encontramos diversos problemas e limitações, mas isso não impede de desenvolvermos projetos e ações que tenham o objetivo de construir e implementar ações de políticas públicas numa efetiva interação com professores e pesquisadores ou grupos de trabalho que tenham como foco atividades de acesso e uso satisfatório da água na perspectiva do desenvolvimento sustentável”, explicou o professor Jairo, um dos coordenadores do evento.

O 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido é o primeiro evento do gênero na região e deve atrair participantes não apenas da Paraíba e do Rio Grande do Norte, mas também de outros estados brasileiros que lidam com estudos relacionados ao Semiárido e programas de transferência de renda. Ainda segundo o professor Jairo Bezerra, tendo em vista a necessidade de integração de universidades e de programas de pós-graduação que discutam as questões do Semiárido, o evento visa contribuir para a construção de um espaço de diálogos referentes à melhoria do acesso e de uso sustentável da água na região semiárida.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. Leia Mais...

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_date] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified] => 2017-08-16 11:54:25 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34532 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a50fd8e8d1897d0d24d3d6581d1df0f0 [1] => 41bfc7a03a36719fa1886d760206ede8 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado

Array ( [post_title] => Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado [post_content] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia e Agricultura Familiar, tendo como linhas de pesquisa “Energias Renováveis e Biocombustíveis”, “Agricultura Familiar e Sustentabilidade” e “Biotecnologia e Melhoramento Vegetal”. Ao todo serão oferecidas 48 vagas.

Para se inscrever o candidato deve entregar na Secretaria do programa, localizada na Central de Integração Acadêmica, Rua Baraúnas, 351, 3º andar, Sala 310, a ficha de inscrição; cópia da Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Certificado de Reservista, diploma ou certidão de conclusão de curso de graduação; uma fotografia 3×4 recente; histórico acadêmico e RDM atualizado, além de uma cópia do Currículo Lattes.

As vagas oferecidas estão distribuídas da seguinte forma: Bioinformática – 10 vagas; Agricultura Familiar e Sustentabilidade – 10 vagas; Fixação Biológica de Nitrogênio – 5 vagas; Aspectos da produção da cana-de-açúcar – 10 vagas; Genética Quantitativa – 3 vagas; Tópicos Especiais: Instrumentação em Estresse Abiótico de Plantas Cultivadas – 10 vagas; Tópicos Especiais: Recursos Genéticos de Culturas Bioenergéticas para o Semiárido Nordestino – 3 vagas. Outras informações podem ser obtidas no edital da seleção clicando AQUI.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

 

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia Leia Mais...

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_date] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified] => 2017-08-11 15:10:37 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34495 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a0549a1896b6c89a3fdccb6ab870b676 [1] => af088813b5f217dec72ce8f3b100ba6c ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado

Array ( [post_title] => Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado [post_content] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia e Agricultura Familiar, tendo como linhas de pesquisa “Energias Renováveis e Biocombustíveis”, “Agricultura Familiar e Sustentabilidade” e “Biotecnologia e Melhoramento Vegetal”. Ao todo serão oferecidas 48 vagas.

Para se inscrever o candidato deve entregar na Secretaria do programa, localizada na Central de Integração Acadêmica, Rua Baraúnas, 351, 3º andar, Sala 310, a ficha de inscrição; cópia da Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Certificado de Reservista, diploma ou certidão de conclusão de curso de graduação; uma fotografia 3×4 recente; histórico acadêmico e RDM atualizado, além de uma cópia do Currículo Lattes.

As vagas oferecidas estão distribuídas da seguinte forma: Bioinformática – 10 vagas; Agricultura Familiar e Sustentabilidade – 10 vagas; Fixação Biológica de Nitrogênio – 5 vagas; Aspectos da produção da cana-de-açúcar – 10 vagas; Genética Quantitativa – 3 vagas; Tópicos Especiais: Instrumentação em Estresse Abiótico de Plantas Cultivadas – 10 vagas; Tópicos Especiais: Recursos Genéticos de Culturas Bioenergéticas para o Semiárido Nordestino – 3 vagas. Outras informações podem ser obtidas no edital da seleção clicando AQUI.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

 

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia Leia Mais...

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_date] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified] => 2017-08-11 15:10:37 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34495 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a0549a1896b6c89a3fdccb6ab870b676 [1] => af088813b5f217dec72ce8f3b100ba6c ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo de batata doce na região.

O foco do projeto é a cultura da batata doce cientificamente conhecida como “Ipomoea batatas”, que está sendo implantada no Sertão paraibano com a finalidade de restaurar essa olerícola, tão importante para a microrregião de Catolé do Rocha. Para disseminar a cultura, ramos sementes de batata doce das variedades “Granfina de pele branca” e “Paraíba de pele vermelha” estão sendo distribuídos para alguns pequenos produtores locais, visando incentivar o cultivo na região.

Coordenador do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias e um dos responsáveis pelo experimento, o professor Evandro Franklin de Mesquita explica que o trabalho contribuirá para a reabilitação da cultura de batata doce na região de Catolé do Rocha. Para desenvolver o projeto foi adotado o método de irrigação localizada, em que água é aplicada diretamente na área radicular em pequenas intensidades e alta frequência, mantendo o solo úmido por maior período de tempo, com irrigação diária.

Essa condição, segundo o professor Evandro, propicia o desenvolvimento e rendimento da cultura que possui sistema radicular formado por raízes superficiais com maior concentração até 10 cm de profundidade e uma raiz principal que chega a atingir até 90 cm de profundidade no solo. Dentre as vantagens deste sistema de irrigação destaca-se a possibilidade de adequação do cultivo da batata doce à realidade local, que convive com escassez de água.

A adoção de técnicas que possibilitem a maximização da eficiência do uso de água e da adubação nitrogenada pela cultura de batata doce é de extrema importância para aumentar a produtividade e qualidade da cultura. Para isso, paralelamente, uma pesquisa também está sendo desenvolvida para estudar os efeitos de cinco doses de nitrogênio aos níveis de 0, 30, 60, 90 e 120 kg de nitrogênio por hectare, com duas lâminas de irrigação de 50% e 100% Etc (Evapotranspiração) da cultura, ou seja, metade das plantas está sendo cultivadas sem déficit hídrico e a outra metade com déficit hídrico.

Ao todo, duas mil plantas de batata doce estão sendo cultivadas em uma área de 800 metros quadrados do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). No cultivo, metade das plantas está sendo irrigada com 1,2 litros de água por dia e a outra metade com 600 mililitros. Este é o primeiro plantio utilizando este sistema e os pesquisadores esperam que, comparado com as demais formas de cultivo utilizadas na região, seja possível registrar um aumento de 40% a 50% na produção da batata doce com um consumo de água menor do que o utilizado até então.

Os ramos sementes estão com pouco mais de 20 dias de plantados e a previsão é de que a colheita seja feita em até 150 dias. Após a colheita e análise dos dados será possível definir a dose de nitrogênio mais eficiente, a lâmina de irrigação que possa ser aplicada com viabilidade de aumentar a produção, a variedade mais produtiva e a de maior preferência pelo consumidor.

A pesquisa envolve dois estudantes de iniciação científica do CCHA e um de Doutorado da UFPB, sob a orientação em parceria dos professores Evandro Franklin de Mesquita e Lourival Ferreira Cavalcante. As atividades do projeto contam com a colaboração de 15 alunos do Curso de Ciências Agrárias da UEPB, integrantes do Grupo de Pesquisa SOLAPLANT, e dos pesquisadores Anailson de Sousa Alves, Lucimara Ferreira de Figueredo, Rosinaldo de Sousa Ferreira, Danila Lima de Araújo, Irton Mirando dos Anjos, Irinaldo Pereira da Silva Filho e Francisco Pinheiro da Silva.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo Leia Mais...

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_date] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified] => 2017-07-05 11:57:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33767 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b9fe3c789aa86535920c021a356e4d02 [1] => 1c58dd6ce7619a19b1af7b4ad137e95f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo de batata doce na região.

O foco do projeto é a cultura da batata doce cientificamente conhecida como “Ipomoea batatas”, que está sendo implantada no Sertão paraibano com a finalidade de restaurar essa olerícola, tão importante para a microrregião de Catolé do Rocha. Para disseminar a cultura, ramos sementes de batata doce das variedades “Granfina de pele branca” e “Paraíba de pele vermelha” estão sendo distribuídos para alguns pequenos produtores locais, visando incentivar o cultivo na região.

Coordenador do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias e um dos responsáveis pelo experimento, o professor Evandro Franklin de Mesquita explica que o trabalho contribuirá para a reabilitação da cultura de batata doce na região de Catolé do Rocha. Para desenvolver o projeto foi adotado o método de irrigação localizada, em que água é aplicada diretamente na área radicular em pequenas intensidades e alta frequência, mantendo o solo úmido por maior período de tempo, com irrigação diária.

Essa condição, segundo o professor Evandro, propicia o desenvolvimento e rendimento da cultura que possui sistema radicular formado por raízes superficiais com maior concentração até 10 cm de profundidade e uma raiz principal que chega a atingir até 90 cm de profundidade no solo. Dentre as vantagens deste sistema de irrigação destaca-se a possibilidade de adequação do cultivo da batata doce à realidade local, que convive com escassez de água.

A adoção de técnicas que possibilitem a maximização da eficiência do uso de água e da adubação nitrogenada pela cultura de batata doce é de extrema importância para aumentar a produtividade e qualidade da cultura. Para isso, paralelamente, uma pesquisa também está sendo desenvolvida para estudar os efeitos de cinco doses de nitrogênio aos níveis de 0, 30, 60, 90 e 120 kg de nitrogênio por hectare, com duas lâminas de irrigação de 50% e 100% Etc (Evapotranspiração) da cultura, ou seja, metade das plantas está sendo cultivadas sem déficit hídrico e a outra metade com déficit hídrico.

Ao todo, duas mil plantas de batata doce estão sendo cultivadas em uma área de 800 metros quadrados do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). No cultivo, metade das plantas está sendo irrigada com 1,2 litros de água por dia e a outra metade com 600 mililitros. Este é o primeiro plantio utilizando este sistema e os pesquisadores esperam que, comparado com as demais formas de cultivo utilizadas na região, seja possível registrar um aumento de 40% a 50% na produção da batata doce com um consumo de água menor do que o utilizado até então.

Os ramos sementes estão com pouco mais de 20 dias de plantados e a previsão é de que a colheita seja feita em até 150 dias. Após a colheita e análise dos dados será possível definir a dose de nitrogênio mais eficiente, a lâmina de irrigação que possa ser aplicada com viabilidade de aumentar a produção, a variedade mais produtiva e a de maior preferência pelo consumidor.

A pesquisa envolve dois estudantes de iniciação científica do CCHA e um de Doutorado da UFPB, sob a orientação em parceria dos professores Evandro Franklin de Mesquita e Lourival Ferreira Cavalcante. As atividades do projeto contam com a colaboração de 15 alunos do Curso de Ciências Agrárias da UEPB, integrantes do Grupo de Pesquisa SOLAPLANT, e dos pesquisadores Anailson de Sousa Alves, Lucimara Ferreira de Figueredo, Rosinaldo de Sousa Ferreira, Danila Lima de Araújo, Irton Mirando dos Anjos, Irinaldo Pereira da Silva Filho e Francisco Pinheiro da Silva.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo Leia Mais...

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_date] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified] => 2017-07-05 11:57:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33767 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b9fe3c789aa86535920c021a356e4d02 [1] => 1c58dd6ce7619a19b1af7b4ad137e95f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão

Array ( [post_title] => Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado de “Produção de abacaxi orgânico”, o projeto é coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, que também desenvolveu ação semelhante no Câmpus IV com a plantação de uva e vem conseguido alterar a geografia local com estes cultivos.

Para repetir a experiência com outra cultura, uma área experimental de quase um hectare foi reservada para o plantio. No total, foram plantadas 510 mudas de abacaxi com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes e ferti-irrigação. José Geraldo explica que todo o projeto está sendo desenvolvido sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas. No próximo mês, será aplicada uma dose de adubo na área plantada.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, envolve os estudantes de graduação Jéssica da Mota Santos, Joyce Maria Simões, Alex Serafim de Lima e Francisca Lacerda da Silva, além do estudante da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Ígor Figueiredo da Silva. Professor Geraldo explica que ainda é cedo para atestar a viabilidade econômica do projeto, uma vez que o tempo para colheita do abacaxi chega até a 17 meses a partir do plantio. Como as mudas foram plantadas há dois meses, a perspectiva é que a colheita aconteça somente em setembro de 2018.

Só após esse período, é que poderá ser atestatada a viabilidade econômica do projeto e descobrir se o abacaxi conseguiu ser adaptado ao solo do semiárido e ao clima do Sertão paraibano, caracterizado por altas temperaturas. Segundo o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá e mamão. O diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Junior, destaca que a direção do CCHA dá total apoio aos projetos, que servem para mostrar o potencial do Câmpus, além de contribuir no processo de formação dos futuros profissionais da área.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado Leia Mais...

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_date] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified] => 2017-06-21 16:06:13 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33624 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 47df755fe099baf449b20f0b136a8a0f [1] => bcddead313e1db1c90d978edaa4c712d ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão

Array ( [post_title] => Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado de “Produção de abacaxi orgânico”, o projeto é coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, que também desenvolveu ação semelhante no Câmpus IV com a plantação de uva e vem conseguido alterar a geografia local com estes cultivos.

Para repetir a experiência com outra cultura, uma área experimental de quase um hectare foi reservada para o plantio. No total, foram plantadas 510 mudas de abacaxi com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes e ferti-irrigação. José Geraldo explica que todo o projeto está sendo desenvolvido sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas. No próximo mês, será aplicada uma dose de adubo na área plantada.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, envolve os estudantes de graduação Jéssica da Mota Santos, Joyce Maria Simões, Alex Serafim de Lima e Francisca Lacerda da Silva, além do estudante da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Ígor Figueiredo da Silva. Professor Geraldo explica que ainda é cedo para atestar a viabilidade econômica do projeto, uma vez que o tempo para colheita do abacaxi chega até a 17 meses a partir do plantio. Como as mudas foram plantadas há dois meses, a perspectiva é que a colheita aconteça somente em setembro de 2018.

Só após esse período, é que poderá ser atestatada a viabilidade econômica do projeto e descobrir se o abacaxi conseguiu ser adaptado ao solo do semiárido e ao clima do Sertão paraibano, caracterizado por altas temperaturas. Segundo o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá e mamão. O diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Junior, destaca que a direção do CCHA dá total apoio aos projetos, que servem para mostrar o potencial do Câmpus, além de contribuir no processo de formação dos futuros profissionais da área.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado Leia Mais...

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_date] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified] => 2017-06-21 16:06:13 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33624 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 47df755fe099baf449b20f0b136a8a0f [1] => bcddead313e1db1c90d978edaa4c712d ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano

Array ( [post_title] => Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano [post_content] => Clique para exibir o slide.

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área de 2.500 metros quadrados, no meio da seca, foi formado um “oásis” de videiras com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes para o cultivo da uva Isabel Roxa.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, existe desde 2011 e, além de proporcionar a cultura da uva no local, ainda é capaz de avaliar a qualidade da produção da fruta e analisar a escala de pH (que indica se o meio é ácido, básico ou neutro). De acordo com o professor José Geraldo, coordenador do projeto, tudo é feito sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas, em pequenas quantidades, porém durante um longo período de tempo.

“Ao longo desses anos temos conseguido importantes resultados. Esse projeto vem sendo desenvolvido na Escola Agrotécnica do Cajueiro com a aplicação de biofertilizante a partir do uso de esterco. É um tipo de agricultura que não usa nenhum tipo de produto tóxico. Como a uva ainda é nova, nós enfrentamos à vezes algumas dificuldades, mas temos conseguido realizar duas podas por ano, o que nos proporciona colher a fruta tanto para estudo, como também para consumo interno na escola e distribuição junto a comunidade acadêmica e moradores da região”, diz.

Ao todo, o cultivo conta com 216 plantas na videira com uma produção média de 18 quilos de uva por planta. As uvas cultivadas no Câmpus IV, pela característica própria de sua criação, apresentam um paladar diferenciado em relação a mesma fruta cultivada em outros locais. “A nossa uva é bem mais doce do que as que normalmente existem no mercado. Pela forma como cultivamos, ela tem uma concentração de açúcar maior. Tudo que fazemos aqui é com base ecológica, orgânica, e isso é justamente o diferencial do projeto”, acrescenta o professor Geraldo.

Com o uso da irrigação localizada a partir da construção de poços nos arredores do Câmpus, o próximo passo do projeto será o cultivo de outros tipos de frutas a partir da mesma metodologia. Segundo explica o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá, mamão e abacaxi. Contudo, um convênio assinado com a Embrapa de Fortaleza (CE) possibilitará o uso de uma área reservada para o plantio de mudas de cajueiro e outro espaço onde será desenvolvida a multiplicação dos clones desta fruta.

“Pretendemos transformar essa região com outras fruteiras. Já avançamos no cultivo do abacaxi e temos a possibilidade de trabalhar a pesquisa junto com a Embrapa de Fortaleza a partir desse convênio. Até bem pouco tempo não existia a irrigação com biofertilizante e nós conseguimos desenvolver algo que tem o poder de aprimorar o desenvolvimento e o cultivo de vários tipos de frutas”, ressalta José Geraldo.

 

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Divulgação

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área Leia Mais...

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_date] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified] => 2017-05-23 16:07:41 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33226 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3dfc61143fda87aeb836a1e0517853b2 [1] => 51e512d239bb3320cfee49fe2525888b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano

Array ( [post_title] => Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano [post_content] => Clique para exibir o slide.

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área de 2.500 metros quadrados, no meio da seca, foi formado um “oásis” de videiras com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes para o cultivo da uva Isabel Roxa.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, existe desde 2011 e, além de proporcionar a cultura da uva no local, ainda é capaz de avaliar a qualidade da produção da fruta e analisar a escala de pH (que indica se o meio é ácido, básico ou neutro). De acordo com o professor José Geraldo, coordenador do projeto, tudo é feito sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas, em pequenas quantidades, porém durante um longo período de tempo.

“Ao longo desses anos temos conseguido importantes resultados. Esse projeto vem sendo desenvolvido na Escola Agrotécnica do Cajueiro com a aplicação de biofertilizante a partir do uso de esterco. É um tipo de agricultura que não usa nenhum tipo de produto tóxico. Como a uva ainda é nova, nós enfrentamos à vezes algumas dificuldades, mas temos conseguido realizar duas podas por ano, o que nos proporciona colher a fruta tanto para estudo, como também para consumo interno na escola e distribuição junto a comunidade acadêmica e moradores da região”, diz.

Ao todo, o cultivo conta com 216 plantas na videira com uma produção média de 18 quilos de uva por planta. As uvas cultivadas no Câmpus IV, pela característica própria de sua criação, apresentam um paladar diferenciado em relação a mesma fruta cultivada em outros locais. “A nossa uva é bem mais doce do que as que normalmente existem no mercado. Pela forma como cultivamos, ela tem uma concentração de açúcar maior. Tudo que fazemos aqui é com base ecológica, orgânica, e isso é justamente o diferencial do projeto”, acrescenta o professor Geraldo.

Com o uso da irrigação localizada a partir da construção de poços nos arredores do Câmpus, o próximo passo do projeto será o cultivo de outros tipos de frutas a partir da mesma metodologia. Segundo explica o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá, mamão e abacaxi. Contudo, um convênio assinado com a Embrapa de Fortaleza (CE) possibilitará o uso de uma área reservada para o plantio de mudas de cajueiro e outro espaço onde será desenvolvida a multiplicação dos clones desta fruta.

“Pretendemos transformar essa região com outras fruteiras. Já avançamos no cultivo do abacaxi e temos a possibilidade de trabalhar a pesquisa junto com a Embrapa de Fortaleza a partir desse convênio. Até bem pouco tempo não existia a irrigação com biofertilizante e nós conseguimos desenvolver algo que tem o poder de aprimorar o desenvolvimento e o cultivo de vários tipos de frutas”, ressalta José Geraldo.

 

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Divulgação

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área Leia Mais...

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_date] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified] => 2017-05-23 16:07:41 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33226 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3dfc61143fda87aeb836a1e0517853b2 [1] => 51e512d239bb3320cfee49fe2525888b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano )