CH

CH

Centro de Humanidades

UEPB e Prefeitura de Guarabira celebram convênio para concessão de estágios voltados a estudantes de graduação

11 de Maio de 2018

Com o objetivo de melhorar a formação profissional dos discentes e alargar a oferta dos serviços públicos prestados à sociedade, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e a Prefeitura Municipal de Guarabira (PMG) celebraram mais um convênio de mútua colaboração, que entrou em vigou na última quarta-feira (9), quando houve a assinatura de formalização da parceria, no Centro de Humanidades (CH). Trata-se do Estágio Multidisciplinar Interiorizado (EMI), uma modalidade de concessão de estágios curriculares obrigatórios e não obrigatórios voltados para estudantes dos diversos cursos ofertados pela Instituição.

As atividades serão desempenhadas, sobretudo, em escolas, creches, instituições públicas e em unidades básicas da saúde. O primeiro grupo de universitários a participar do projeto será oriundo do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Campus I da UEPB.  A iniciativa funcionará da seguinte maneira: o discente em fase formativa de realização de estágio atuará nas dependências das repartições municipais, somando a essa tarefa o desenvolvimento de ações educativas nas unidades escolares, dando, assim, os passos fundamentais na edificação de sua profissão. Os estagiários não receberão bolsa, mas, em contrapartida, serão amparados por toda uma infraestrutura custeada pela Prefeitura, tais como: hospedagem, alimentação e transporte.

Segundo o reitor Antônio Guedes Rangel Junior, o EMI é direcionado ao aprendizado do estudante, que contará, ao mesmo tempo, com o apoio de professores da UEPB e de profissionais do próprio município. “Já estabelecemos parcerias com várias cidades nesse sentido. Aos moldes dos projetos Universidade Solidária e Rondon, esse é um tipo de estágio no qual um grupo de alunos sai de Campina Grande, por exemplo, em direção a localidade onde os estágios serão realizados, nelas permanecendo por um período, atuando nas mais diversas frentes: saúde, educação, direito, engenharia” explicou.

Para o reitor, o convênio entre universidades e prefeituras é de suma relevância, pois contribui significativamente para o crescimento da qualidade do trabalho promovido pelas instituições de ensino superior. “Campos para estagiar é uma necessidade constante, seja no setor público, seja no privado”, frisou. No caso específico do Centro de Humanidades, localizado em Guarabira, um centro voltado para a formação de professores, com exceção do Curso de Direito, os alunos poderão, em breve, participar do programa.

“É fundamental que tenhamos no âmbito do município de Guarabira e, posteriormente, em municípios vizinhos, condições eficazes para a realização de estágios regulares, exercidos na rede básica de ensino. Também estamos debatendo a possibilidade de implantar residências pedagógicas, projeto que será desenvolvido mais adiante, como ampliação da parceira em foco. Para a UEPB, é extremamente importante a prática do estágio multidisciplinar interiorizado, bem como a oferta de espaços de atuação para que estágios curriculares não obrigatórios também possam ser abertos para os estudantes, contribuindo, de tal maneira, para a formação discente e o crescimento do próprio município. É uma via de mão dupla. Todos ganham, e a sociedade ganha muito mais”, explicou Rangel Júnior.

O prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, considera a parceria benéfica tanto para o município quanto para a UEPB. “Iniciaremos o estágio abrangendo 30 alunos da área de saúde do Campus de Campina Grande, vinculados aos cursos de Fisioterapia, Farmácia, Psicologia, Odontologia e Enfermagem. Para isso, montamos uma casa para atender os universitários, que por meio do estágio prestarão um serviço de boa qualidade à população, dispondo de orientação de professores da UEPB e de profissionais que atuam no município”, relatou o prefeito.

Em relação aos estágios no setor da Educação, que serão direcionados aos estudantes dos cursos de licenciatura do Campus III, Zenóbio relatou que esta é próxima etapa a ser executada pelo convênio. “O aluno do cursos de Pedagogia, Letras, História ou Geografia estabelecerá um contato direto com a escola, com a realidade que deverá se defrontar quando concluir sua formação. É um processo enriquecedor. Enquanto os estagiários do Câmpus de Campina Grande serão beneficiados por toda uma infraestrutura, os do Centro de Humanidades deverão ser contemplados com bolsas de incentivo à docência”, enfatizou.

Atualmente, além de Guarabira, os municípios de Puxinanã, Queimadas, Lagoa Seca e o Distrito de Galante, situado em Campina Grande, são parceiros da modalidade de Estágio Multidisciplinar Interiorizado, que segue a formalização exigida pela Lei 11.788/2008, conhecida como Lei do Estágio, e a legislação da UEPB, respeitando os direitos e deveres da parte concedente e do estagiário.

Os estudantes matriculados no EMI são submetidos a um sorteio, por meio do qual será definido o município de realização do estágio, com carga de 160 horas. Para os demais estagiários, os municípios conveniados indicarão a área de necessidade do estágio e as coordenações de curso farão a seleção dos graduandos.  Segundo o reitor, em algumas situações, a própria prefeitura poderá ofertar vagas e publicar editais. Em relação à remuneração do estágio, Rangel esclareceu que no caso em que houver a possibilidade de bolsa, esta deverá ser custeada pelo poder público municipal.

 

 

Simone Bezerrill/Ascom-CH

Foto: Paizinha Lemos