CEDUC

CEDUC

Centro de Educação

Projeto de Iniciação à Docência aproxima alunos do Ensino Médio aos conceitos das artes erudita e popular

11 de setembro de 2017
Clique para exibir o slide.

Despertar o desejo pela leitura e aproximar jovens estudantes aos conceitos e ao mundo de conhecimento que têm a arte erudita e popular são alguns dos aspectos que movem um Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em ação na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor Raul Córdula, em Campina Grande. “Cultura, Literatura e Criatividade: do erudito ao popular (CLIC)” reúne alunos do Ensino Médio dos 14 aos 18 anos para dialogarem sobre autores, obras e personagens do mundo das artes.

Em desenvolvimento desde 2011, já passaram pelo programa mais de 600 alunos, entre eles muitos que romperam a barreira da sala de aula como estudante secundarista e desembarcaram como universitários do curso de Letras da UEPB, se formando como professores de Língua Portuguesa ou Literatura. Segundo a supervisora da Escola Raul Córdula, professora Diana Nunes, esta é apenas uma das oportunidades que o Clic oferece, em tempo que ele estimula os participantes a mergulharem fundo no universo do conhecimento.

“Nós trabalhamos de forma bem dinâmica com os alunos para que eles se sintam à vontade em participar e dialogar conosco. Aqui, aproveitamos que eles estudam acerca da cultura clássica, como a Literatura, por exemplo, e focamos nosso trabalho nos conceitos da literatura popular, no cordel, com autores que não estão presentes nos livros didáticos, e principalmente nos outros tipos de arte, como o cinema”, explicou a professora Diana.

No último dia 6 de setembro foram iniciadas as atividades do semestre. Para isso, o tema escolhido foi “Cinema: Luz, Clic e Ação – a reciprocidade cultural entre a literatura e a arte cinematográfica”. Atualmente participam quatro alunos do curso de Letras/Português da UEPB como instrutores e mediadores das ações desenvolvidas com os jovens. Nathália Pinta, do 8º período, aponta esta experiência na sala de aula como fundamental para o aprimoramento de sua formação enquanto estudante universitária.

“Trazemos a nossa experiência na formação superior para a Educação Básica, o que é de grande valia para nós. Acreditar na educação como produto final de qualidade para esses alunos tem sido de grande importância. A nossa ambientação é um atrativo aos alunos, a dinâmica da aula é um elemento motivador também, além de desenvolvermos a oralidade a partir do conhecimento dos alunos”, destacou Nathália.

Ewerton Luiz Pereira, 18 anos, aluno do 3º do Ensino Médio, está há três anos no Clic e foi no programa onde ele aperfeiçoou um hábito que até então não desenvolvia com frequência. “Eu não gostava de ler. Mas a partir do momento que fui participando mais, fui deixando a timidez de lado, descobri o quanto é bom e faz toda a diferença ter o hábito de ler. A dinâmica aqui é bem diferente e isso nos estimula mais a pensar no nosso futuro”, afirmou o jovem.

Como funciona o Clic?

Financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o “Cultura, Literatura e Criatividade: do erudito ao popular (CLIC)” oferece aulas às quartas e quintas-feiras, das 14h às 16h, na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor Raul Córdula, para todos os alunos matriculados no Ensino Médio, sejam das turmas da manhã ou noite. Sob a coordenação da professora Magliana Rodrigues, o programa ainda tem como alunos bolsistas, além de Nathália, Artur Velázques (3º período Letras/Português), Ana Daniele Félix (7º período Letras/Português) e Andréia Medeiros (5º período Letras/Português).

Ainda segundo a professora Diana Nunes, a presença do programa na escola fez com que os alunos mudassem de opinião acerca do interesse em Literatura e nas Artes de forma geral. De acordo com ela, a fuga da aula tradicional, incrementando elementos visuais, roda de conversas e outras possibilidades chamaram a atenção dos alunos que passaram a ter um novo olhar sobre os estudos.

“Nós conseguimos despertar neles o gosto pela Literatura. Percebemos um aumento no processo ensino-aprendizagem e da desenvoltura dos alunos na sala de aula, visto que os outros professores já percebem que os que estão integrados no Clic passaram a ter uma postura diferenciada em sala de aula”, acrescentou a supervisora do Rual Córdula.

Além das atividades desenvolvidas em sala de aula, os participantes do Clic interagem a partir das redes sociais em uma página no Facebook, além de alimentarem e contarem suas experiências em um blog na Internet. Para saber mais sobre o programa, basta acessar http://clicletras.blogspot.com.br/p/o-projeto-cultura-literatura-e.html.

 

Texto e fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Projeto de Iniciação à Docência aproxima alunos do Ensino Médio aos conceitos das artes erudita e popular apareceu primeiro em UEPB.