CEDUC

CEDUC

Centro de Educação

Ideia de golpe como projeto de uma classe social será debatida durante Simpósio Nacional

6 de fevereiro de 2018

Este Simpósio Nacional, Golpismos no Brasil: uma questão de Classe, tem como objetivo promover o debate em torno da leitura crítica sobre a ideia de golpe como projeto de uma classe social, a burguesia, desde os tempos oligárquicos do século XIX. Para isso, buscamos no processo histórico, as mudanças significativas no Brasil, a presença da oligarquia e posteriormente da burguesia nos golpes. Os períodos investigados têm início com a Independência do Brasil em 1822, depois com Maioridade de D. Pedro II, em 1840, Proclamação da República em 1889, o Tenentismo e a Revolução de 1930, o Golpe do Estado Novo em 1937, O Suicídio de Getúlio Vargas em 1954, o Golpe Militar de 1964 e o Golpe de 2016.

A proposta é fazer um grande debate com produções e publicações de alto nível para ecoar nacionalmente. Dentro da temática do golpismo, cabe uma pergunta: do lado de quem ficaram a música, o cinema, as forças armadas, as igrejas, os partidos políticos, a maçonaria, o movimento sindical, a educação e a produção acadêmica? Para compreender esse processo existem os GTs abertos para recepcionar as produções que relacionem a temática acima descrita a luz do conceito de classe social preconizado e difundido por Karl Marx. Cabe ressaltar que nesse evento não cabe questões relacionadas à subjetividades.

Site do evento: https://www.even3.com.br/golpismosnobrasil