CEDUC

CEDUC

Centro de Educação

Encontro promovido pelo CEDUC apresenta resultados de projeto voltado para formação de idosos

1 de outubro de 2018
Clique para exibir o slide.

Como parte do projeto de extensão “Práticas de letramento de pessoas idosas no cotidiano: trocando letras, escupindo textos” e do projeto de Iniciação Científica “Narrativas de Idosos e aprendizagem interacional da escuta rascunho as palavras escupidas em textos”, desenvolvido pelo Centro de Educação (CEDUC) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), foi aberto nesta segunda-feira, 1º de outubro, o 1º Encontro Interlocução Universidade, Comunidade, Escola: Narrativas intergeracionais e aprendizagem continuada.

O evento, realizado no Dia Internacional do Idoso, no Auditório III da Central de Integração Acadêmica, Câmpus de Bodocongó, tem mostrado os resultados concreto dos dois projetos desenvolvidos por estudantes de Letras na Escola Municipal de Ensino Fundamental Rivanildo Sandro Arcoverde, no Presidente Médici e no clube de Mães Nossa Senhora Rosa Mística, no bairro do Cruzeiro. Mesas redondas, painéis temáticos, roda de conversa e apresentação culturais integram a programação.

A ideia da iniciativa é proporcionar a interlocução entre a universidade e a comunidade por meio de troca de saberes acadêmicos e intergeracionais protagonizados por idosos da comunidade e estudantes da Instituição. A abertura foi feita pela professora do Departamento de Letras e coordenadora dos projetos, Zélia Maria de Arruda Santiago, que deu as boas vindas aos participantes e destacou a importância da iniciativa da Universidade, que leva conhecimento e cidadania às crianças e pessoas da terceira idade.

Zélia Maria de Arruda explicou que o projeto já está em funcionamento há um ano, trabalhando na comunidade, com os idosos e crianças, desenvolvendo atividades como oficinas que abordam temas como brinquedos e brincadeiras, meio ambiente, entre outros. A professora lembrou que a UEPB forma docentes que necessitam de um olhar especial voltado para o idoso e para as novas gerações, conforme as exigências dos novos tempos. Ela ressaltou que muitos estudantes da Licenciaturas vão trabalhar na Educação de Jovens e Adultos (EJA) e precisam da formação adequada para esse desafio.

A diretora do CEDUC, professora Marta Lúcia de Souza Celino, disse que a UEPB, através dos projetos desenvolvidos na Instituição, sabe da necessidade de promover reflexão sobre a condição do idoso em um país carente de políticas públicas voltada para esse segmento. “Esse evento visa dialogar com os estudos que retratam a realidade das pessoas idosas e, com isso, despertar o interesse dos estudiosos para desenvolver mais pesquisas nessa área, em uma troca de experiência”, frisou.

O Encontro teve início com a apresentação do Coral Intergeracional, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). A mesa de abertura, “Aprendizagem Continuada”, foi comandada pelas professoras Maria do Carmo Eulálio e Fabíola de Araújo Leite Medeiros, sob a mediação da professora Zélia Maria de Araújo. Em sua exposição, a professora Maria do Carmo abordou principalmente a necessidade que a Universidade tem nos cursos de Educação de ter algo voltado à população mais idosa.

Ela ressaltou que os diversos cursos da área de Saúde da UEPB já desenvolvem trabalhos com os idosos e os cursos de Educação também têm avançado nessa área. “Quanto mais estamos ligados ao processo de aprendizado, você proporciona saúde para o cérebro. Sem contar que com esse aprendizado se caracteriza uma troca de experiência”, salientou. A professora Fabíola de Araújo falou sobre a heterogeneidade populacional dos idosos. Isso, porque, segundo ela, quando um professor vai educar um idoso precisa saber as individualidades e especificidades de cada pessoa em relação às condições econômicas, etnias, saúde e gênero.

Daiane Xavier é estudante de Letras e integrante do projeto. Ela revelou que a experiência de trabalhar com crianças e idosos fora do ambiente de sala de aula tem sido enriquecedora e fundamental para a sua formação profissional. O Encotnro ainda debaterá temas como “Beleza na terceira idade”, “Memórias, protagonismo e intergeracionalidade em comunidades populares urbanas”, “Ensinando e aprendendo com os idosos da UAMA” e “Jogos numéricos e estímulo”. O evento conta com o apoio do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática (PPGECEM).

Texto: Severino Lopes
Fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Encontro promovido pelo CEDUC apresenta resultados de projeto voltado para formação de idosos apareceu primeiro em UEPB.