CCTS

CCTS

Centro de Ciências, Tecnologia e Saúde

5ª Jornada Interdisciplinar de Odontologia da UEPB apresenta novas técnicas de tratamento bucal

5 de abril de 2018
Clique para exibir o slide.

Os avanços tecnológicos têm trazido inúmeras vantagens para a saúde bucal. A Odontologia tem sido uma das áreas que mais tem aperfeiçoado seus tratamentos, com empregos de técnicas modernas e inovadoras que prometem revolucionar o tratamento de pacientes. As cirurgias de implantes estão cada vez mais eficazes e os recursos modernos e equipamentos sofisticados asseguram a eficiência nas cirurgias.

Os futuros odontólogos formados pelo curso de Odontologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em funcionamento no Centro de Ciências, Tecnologia e Saúde (CCTS), Câmpus VIII, na cidade de Araruna, têm acesso a essas tecnologias e ao que existe de mais atual no campo da Odontologia.

Algumas dessas técnicas estão sendo apresentadas e revistas na 5ª Jornada Interdisciplinar de Odontologia (Interodonto). Realizada pela 6ª turma do 10º período do curso de Odontologia do CCTS, a jornada aborda a temática “Estética orofacial: os desafios da Odontologia atual”. O evento engloba palestras, exposições de painéis e workshops, tendo em vista o aperfeiçoamento, o compartilhamento de conhecimentos e a capacitação profissional dos estudantes de Odontologia.

Um dos minicursos, “Técnicas de cimentação de pinos de fibra de vidro: da teoria à prática”, foi ministrado na manhã desta quinta-feira (5), na pré-clínica do curso, pelo professor Marcelo Vasconcelos Gadelha. Ele apresentou técnicas modernas de cimentação de pinos de fibra de vidros com diversos materiais que existem no mercado. A ideia foi mostrar como os futuros odontólogos poderão usar a tecnologia empregada no CCTS para fazer restaurações com eficiência e segurança.

O minicurso foi dividido em duas etapas, onde, na parte teórica, o professor fez uma explanação detalhada dos passos clínicos e, posteriormente, os alunos trabalharam a parte prática usando dentes naturais, utilizando os diversos recursos de cimentação. “O aluno pratica e já sai daqui com certa segurança para a clínica. Hoje, as técnicas são modernas e dão segurança. A restauração é efetiva e não existe comprometimento nenhum, desde que o odontólogo utilize o protocolo correto para cada cimento”, explicou.

Estudante do 10º período, Ana Vitória Leite Lino disse que as informações obtidas no minicurso enriqueceram ainda mais seus conhecimentos, deixando-a ainda mais segura para futuramente encarar o mercado de trabalho. “Esse é um tipo de evento que auxilia tanto a gente que está concluindo o curso como os novatos que estão chegando. Obtemos ricas informações sobre a Odontologia, que é abrangente e linda”, frisou. Ela ressaltou que, cada vez mais, o curso de Odontologia da UEPB utiliza materiais adequados com nova tecnologia, deixando o tratamento com a perfeição e melhor estética de funcionamento.

O curso, que já desponta como centro de excelência na formação dos futuros profissionais da área, realiza nesta sexta-feira, pela primeira vez na região, uma cirurgia de reconstrução alveolar, transmitida ao vivo. Chefiada pelo cirurgião e professor Pedro Heverton Marques Góes, e auxiliado pelo professor Eduardo Montenegro, o procedimento será uma inovação no CCTS. Antes da cirurgia, o professor fará uma explanação sobre implantodontia. No caso, será feito uma exodontia, que é a remoção cirúrgica de um elemento dentário sem retalho e com o mínimo de trauma ao paciente.

“Após esse procedimento, conduziremos a reconstrução do local com enxertos de membranas e com tudo o que tem de melhor hoje para que, no futuro, seja feito o procedimento de implantodontia”, detalhou professor Pedro Heverton. Enquanto o professor estiver em ambiente clínico, uma equipe estará filmando todo o procedimento que será assistido ao vivo pelos alunos, no Auditório no Câmpus. O paciente foi devidamente preparado com a realização das consultas prévias e planejamento.

A outra cirurgia será periodontal, que consiste em uma correção de sorriso gengival, através da gengivoplastia, a ser conduzida pela professora Karina Menezes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. (UFRN). A estudante Kalilley Frazão está no último ano do curso e disse que a jornada tem sido um momento rico e de aprendizado. Ela destacou que o curso de Araruna procurou trazer para essa semana o que existe de mais novo na Odontologia.

Cirurgião dentista e diretor do Câmpus VIII, o professor Manuel Antônio Gordón Nunez, destacou o nível do Interodonto e a capacidade dos alunos em promover um evento que dá visibilidade ao curso. Ele ressaltou o nível de qualidade dos trabalhos apresentados, sempre utilizando recursos atuais e modernos. O destaque é o emprego da tecnologia no tratamento dentário. Um dos trabalhos, “Tumores odontogênios odontomo”, utiliza uma tecnologia cara e ainda inacessível a saúde pública, mas que já pode ser utilizada nas clínicas da UEPB. “É uma tecnologia cara, mas a UEPB já está ofertando à sociedade no Hospital de Trauma de Campina Grande. As tecnologias apresentadas aqui mostram que a nossa Universidade está dando um salto no tempo e avançando”, frisou.

A 5ª Jornada Interdisciplinar de Odontologia da UEPB está reunido até esta sexta-feira (6) mais de 200 pessoas entre estudantes e professores de diversas instituições. Ao todo são 14 palestras com especialistas de diversas universidades do Nordeste, três minicursos e duas cirurgias transmitidas ao vivo, que têm contribuído para o aperfeiçoamento dos conhecimentos dos futuros odontólogos.

Um dos espaços do Câmpus foi reservado para exposição de painéis, retratando projetos e pesquisas dos estudantes nas diversas áreas da Odontologia. No total, 42 painéis foram expostos e avaliados por professores do curso. Entre os trabalhos, destaque para “Novas tecnologias para manejo de comportamento em Odontopediatria”, desenvolvido pela estudante Laise Roda de Araújo.

A abertura oficial do evento aconteceu na noite da quarta-feira (4), com a palestra “Laminados e cerâmicos: uma alternativa estética conservadora para a reabilitação de dentes anteriores”, que foi ministrada pelo professor Robinsom Montenegro, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). “Jornadas como essas são importantes para a gente compartilhar conhecimentos. Tentamos trazer profissionais de várias áreas, cada um com vasta experiência na sua especialidade. A ideia é passar o que tem de mais novo. A Odontologia está em constante mudanças”, destacou o professor Pedro Góes, coordenador geral do evento.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Ísis Coelho

O post 5ª Jornada Interdisciplinar de Odontologia da UEPB apresenta novas técnicas de tratamento bucal apareceu primeiro em UEPB.