CCSA

CCSA

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Curso de Serviço Social da UEPB prepara profissionais para promover cidadania e estimular conquista de direitos

16 de outubro de 2017

Com 51 anos de existência, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) tem empreendido esforços para alcançar o nível de excelência dos seus cursos de graduação. Um desses cursos, nascidos praticamente no mesmo tempo de criação da Instituição, é o Bacharelado em Serviço Social. O curso, instalado no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), Câmpus de Campina Grande, forma profissionais habilitados com capacitação teórica, metodológica, ética e política, que permite uma ação crítico propositiva, investigativa e interventiva na realidade social. O Bacharelado oferece aos seus alunos ferramentas e conhecimentos que visam promover a cidadania e a qualidade de vida das pessoas, estimulando a conquista dos direitos sociais.

Desde o seu nascedouro até os dias atuais, Serviço Social tem procurado atender as exigências da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS) e do Ministério da Educação (MEC). Ao longo dos anos, o curso evoluiu seu conceito e passou a figurar entre os Indicadores de Qualidade da Educação Superior do país. Recentemente, foi um dos cinco cursos superiores da UEPB que receberam conceito 4 no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2016, em uma escala que possui 5 como nota máxima.

Também teve os esforços voltados para a qualidade da graduação reconhecidos pelo Guia do Estudante da Editora Abril. Dos 37 cursos da UEPB avaliados pelo Guia com “três”, “quatro” e “cinco” estrelas, Serviço Social esteve entre eles, ganhando quatro estrelas e ficando muito próximo de atingir a pontuação máxima. Os bons resultados, colhidos em tempos difíceis, foram comemorados por professores, técnicos e estudantes do curso.

A chefe do Departamento, professora Thereza Karla de Souza Melo, destacou que o bom desempenho atestado no Enade e no Guia do Estudante é um reconhecimento a todo esforço da Instituição. Para ela, um conjunto de fatores contribuiu para o curso avançar na busca pela excelência. “Na verdade, nosso curso funciona na sua parte pedagógica orientado pelas Diretrizes Nacionais, segundo as propostas da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social”, observa.

No entendimento da professora Thereza Karla, o resultado do Enade sinaliza que a formação em Serviço Social da UEPB está em consonância com as diretrizes nacionais. Com as novas propostas pedagógicas da Universidade, o curso avançou ainda mais nesse campo, aperfeiçoando sua grade curricular. “Esses resultados indicam que em termos de conteúdos programáticos, de ementas, dos componentes curriculares, essa formação para além das disciplinas em eventos promovidos pela instituição mostram a nossa excelência”, frisa.

A boa estruturação da graduação favoreceu a criação de um Mestrado na área. A Pós-Graduação em Serviço Social tem como finalidade desenvolver e aprofundar a formação adquirida nos cursos de graduação e a formação de pesquisadores de alto nível para atuarem em instituições de ensino superior e/ou junto a órgãos públicos e privados. Ao fazer um prognóstico para o futuro, a professora Thereza afirma que os professores e alunos do curso já começam a sonhar com a implantação de um Doutorado. No entanto, na graduação, o desafio é conseguir envolver mais estuantes nos projetos de pesquisa e extensão.

A coordenadora do curso, professora Patrícia Crispim Moreira, ressalta que os dois resultados traduzem a realidade do curso e são resultado de todo um processo de maturação e formação acadêmica. Ela lembra que, recentemente, o Bacharelado finalizou seu novo projeto pedagógico. No entanto, algumas das mudanças já estavam sendo implantadas gradativamente. Segundo a coordenadora, a reforma pedagógica foi construída por muitas “mãos”, tendo sido finalizada este ano.

Patrícia também atribui os resultados favoráveis no Enade e no Guia do Estudante ao esforço do corpo docente, altamente qualificado, e ao esforço dos estudantes. Os diversos grupos de estudos existentes no curso também contribuíram para elevar a nota. Ela destaca o perfil dos discentes de Serviço Social e ressalta que, geralmente, são alunos resistentes, perseverantes e obstinados. “Já tive aluno agricultor, que saía de madrugada de sua casa para estudar e não desistiu do curso”, salienta. Outro termômetro apresentado pela professora e que mede a qualidade do curso é o elevado índice de aprovação dos alunos de Serviço Social em concorridos concursos e seleções de todo o país.

Atualmente, o curso conta com 357 alunos matriculados, seno 164 no turno diurno e 193 no noturno. O corpo docente é formado por 25 professores, entre efetivos e substitutos. Destes, 12 são doutores os demais mestres. O Bacharelado conta ainda com mais de 15 projetos de pesquisa e extensão em pleno funcionamento, movimentando discentes e docentes.

Na coletânea “O Curso de Serviço Social da UEPB: Elementos para uma análise histórica e teórico-metodológica”, organizada pelas professoras Adriana Freire Pereira Férriz, Lúcia Maria Patriota e Sandra Amélia Sampaio Silveira, o curso é tratado como um dos mais antigos e colaboradores do processo histórico da Instituição.

 

Texto: Severino Lopes

O post Curso de Serviço Social da UEPB prepara profissionais para promover cidadania e estimular conquista de direitos apareceu primeiro em UEPB.