CCSA

CCSA

Centro de Ciências Sociais Aplicadas

Cineclube Machado Bittencourt leva exibições de filmes paraibanos para bairros de Campina Grande

10 de maio de 2018
Clique para exibir o slide.

Com 12 anos de existência divulgando a sétima arte, o Cineclube Machado Bittencourt, projeto de extensão do Departamento de Comunicação (DECOM) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) foi ampliado e, agora, é itinerante. A proposta é levar exibições de filmes aos principais bairros de Campina Grande, despertando na comunidade o gosto pelo cinema. A iniciativa consiste em exibições mensais de curtas rodados na Paraíba, de segunda a sexta-feira, sempre à noite.

O projeto “Cinema de Bairro: difusão da produção audiovisual da Paraíba” vai percorrer, na primeira etapa, 22 bairros da cidade. Para isso, o idealizador do projeto, professor e jornalista Rômulo Azevedo, já fez o contato com a União Campinense das Equipes Sociais (UCES), que congrega mais de 80 Sociedades de Amigos de Bairros (SABs) de Campina Grande.

O projeto será lançado oficialmente neste sábado (12), às 15h, na sede da União Campinense das Equipes Sociais, na Rua Padre Ibiapina, 144, Centro, com a presença do professor Rômulo Azevedo, do presidente da UCES Fernando Jordão e dos presidentes de várias associações de moradores da cidade, incluindo SABs e Clubes de Mães.

As exibições nos bairros começam oficialmente na próxima segunda-feira (14), às 19h30, na SAB do Jardim Borborema. Nessa primeira etapa, o Cine Clube Machado Bittencourt percorrerá ainda os bairros do Jardim Continental (dia 15), Centenário (dia 16), Monte Castelo (dia 17), Catolé (dia 18), Tambor (dia 23), Conceição (dia 24) e Bodocongó (dia 25). O calendário com o restante da programação das demais SABs contempladas pelo projeto será definido em breve.

O professor Rômulo Azevedo explicou que, nesse primeiro momento, o Cineclube priorizou as associações de moradores que têm sede própria, mas outras SABs podem solicitar posteriormente o projeto para o seu bairro. A proposta é que as exibições durem 1 hora, sendo que, após cada sessão, haja um debate com os moradores dos bairros sobre os conteúdos das produções. Futuramente, a coordenação do projeto pretende realizar oficinas de cinema com os moradores de cada bairro visitado, incentivando-os a participar como atores, produtores, diretores e cenógrafos. Para isso, os participantes receberão treinamento ministrado pela equipe do projeto. No total, cinco estudantes de jornalismo, bolsistas, vão participar da iniciativa.

Rômulo Azevedo destacou que a Paraíba é o terceiro Estado do Nordeste que mais produz filmes de curta metragem, perdendo apenas para Pernambuco e Bahia. A maioria dos filmes produzidos na Paraíba, segundo ele, é patrocinado com verbas públicas, através de editais que são alicerçados em renúncia fiscal. Apesar de “financiar” as produções, o povo não tem acesso aos filmes e muitas vezes nem sabe que eles existem, porque os curtas geralmente são exibidos em sala fechada, nos festivais ou em outros circuitos. “Então, tivemos a ideia de criar um projeto para apresentar para o povo, através do Cine Clube, os filmes que são produzidos por eles mesmos”, destacou.

O Cineclube Machado Bitencourt foi criado em abril de 2006, no Departamento de Comunicação da UEPB, tendo à frente o professor Rômulo Azevedo. O projeto tem como objetivo exibir filmes nacionais e internacionais que estão fora do mercado, produções independentes e clássicos do cinema. As exibições acontecem em uma das salas da Central de Integração Acadêmica, no Câmpus de Bodocongó. Além disso, visa formar novas plateias, educar cinematograficamente os amantes da sétima arte, bem como incentivar a criação de um núcleo de cinema no DECOM para estudo e análise de filmes e tendências cinematográficas da contemporaneidade.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Cineclube Machado Bittencourt leva exibições de filmes paraibanos para bairros de Campina Grande apareceu primeiro em UEPB.