CCJ

CCJ

Centro de Ciências Jurídicas

Eventos

Em construção.

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I

Array ( [post_title] => Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I [post_content] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em nome de toda a comunidade acadêmica, lamenta com o mais profundo pesar o falecimento do estudante do 8º período do Curso de Direito, Jucerlândio Alves de Assis, ocorrido na última sexta-feira (12), vítima de infarto fulminante.

Sua partida precoce deixa um profundo pesar em todos que o conheceram e que desfrutaram do seu convívio. Jucerlândio deixa um legado de amor pela família, bom caráter e dedicação em tudo o que fazia. Enlutada, a Instituição presta condolências a familiares e amigos por tão dolorosa perda.

O post Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em nome de toda a comunidade acadêmica, lamenta com o mais profundo pesar o falecimento do estudante do 8º período do Curso de Direito, Jucerlândio Alves de Assis, ocorrido na última sexta-feira (12), vítima de infarto fulminante. Sua partida precoce deixa um profundo pesar em todos Leia Mais...

O post Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-10-16 13:29:10 [post_date] => 2018-10-16 10:29:10 [post_modified_gmt] => 2018-10-16 13:29:10 [post_modified] => 2018-10-16 10:29:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=44004 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 1a7f0a218fa2aeb8e506afe6773f2d45 [1] => e68e59dce0229d3b346f8f3c33086923 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I

Array ( [post_title] => Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I [post_content] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em nome de toda a comunidade acadêmica, lamenta com o mais profundo pesar o falecimento do estudante do 8º período do Curso de Direito, Jucerlândio Alves de Assis, ocorrido na última sexta-feira (12), vítima de infarto fulminante.

Sua partida precoce deixa um profundo pesar em todos que o conheceram e que desfrutaram do seu convívio. Jucerlândio deixa um legado de amor pela família, bom caráter e dedicação em tudo o que fazia. Enlutada, a Instituição presta condolências a familiares e amigos por tão dolorosa perda.

O post Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em nome de toda a comunidade acadêmica, lamenta com o mais profundo pesar o falecimento do estudante do 8º período do Curso de Direito, Jucerlândio Alves de Assis, ocorrido na última sexta-feira (12), vítima de infarto fulminante. Sua partida precoce deixa um profundo pesar em todos Leia Mais...

O post Universidade Estadual da Paraíba lamenta falecimento de estudante do Curso de Direito do Câmpus I apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-10-16 13:29:10 [post_date] => 2018-10-16 10:29:10 [post_modified_gmt] => 2018-10-16 13:29:10 [post_modified] => 2018-10-16 10:29:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=44004 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 1a7f0a218fa2aeb8e506afe6773f2d45 [1] => e68e59dce0229d3b346f8f3c33086923 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => universidade-estadual-da-paraiba-lamenta-falecimento-de-estudante-do-curso-de-direito-do-campus-i )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher

Array ( [post_title] => Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher [post_content] =>

“Debatendo a violência contra a mulher: um olhar preventivo, repressivo e processual” será o tema do evento promovido pelo Centro Acadêmico Sobral Pinto, do Curso de Direito do Câmpus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no próximo dia 23 de agosto, no Auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Instituição. As atividades do evento serão desenvolvidas nos turnos tarde e noite.

Minicurso e palestras fazem parte dos debates. Para participar, os interessados devem efetuar inscrição através de formulário online. A proposta do evento surgiu para celebrar os 12 anos da Lei Maria da Penha, bem como pela preocupação com os índices de feminicídio no país, que vem crescendo nos últimos anos. As palestrantes serão profissionais da área do Direito, da Segurança Pública e da Assistência Social.

De acordo com a programação,  a professora Ana Alice Ramos Tejo Salgado abordará “Os aspectos processuais da Lei Maria da Penha e da Lei do Feminicídio”, durante o minicurso. A advogada e assistente social Regina Coeli tratará do tema Viana da Silva “Os aspectos penais da Lei Maria da Penha e da Lei do Feminicídio”. Já a presidente da Comissão de Combate a Violência e Impunidade contra a Mulher, da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraíba (OAB/PB), Katiele Marques, ministrará a palestra “Aspectos combativos e repressivos no tocante a violência contra e mulher”.

Haverá ainda a participação da delegada da Mulher, Renata Matias, que fará uma abordagem sobre “Aplicação de medidas protetivas no combate à violência contra a mulher”. E a subcomandante do 15º Batalhão da Polícia Militar da Paraíba (BPM), Major Luciana Firme, abordará o tema “Aspectos preventivos e primeiro atendimento à mulher vítima de violência”. Os participantes receberão certificado com carga de 5 horas/aula. Após a inscrição online, os interessados devem confirmar a participação no evento mediante o pagamento de R$ 5,00 e a entrega de 1Kg de alimento não perecível, durante o credenciamento, na abertura das atividades.

Texto: Tatiana Brandão

 

O post Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

“Debatendo a violência contra a mulher: um olhar preventivo, repressivo e processual” será o tema do evento promovido pelo Centro Acadêmico Sobral Pinto, do Curso de Direito do Câmpus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no próximo dia 23 de agosto, no Auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Instituição. As atividades do Leia Mais...

O post Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-08-14 17:27:19 [post_date] => 2018-08-14 14:27:19 [post_modified_gmt] => 2018-08-14 17:27:19 [post_modified] => 2018-08-14 14:27:19 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=42731 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => fc3224280fca3ff5b63a33c22c456fac [1] => 3456beb265142e237161f348acdc714a ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher

Array ( [post_title] => Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher [post_content] =>

“Debatendo a violência contra a mulher: um olhar preventivo, repressivo e processual” será o tema do evento promovido pelo Centro Acadêmico Sobral Pinto, do Curso de Direito do Câmpus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no próximo dia 23 de agosto, no Auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Instituição. As atividades do evento serão desenvolvidas nos turnos tarde e noite.

Minicurso e palestras fazem parte dos debates. Para participar, os interessados devem efetuar inscrição através de formulário online. A proposta do evento surgiu para celebrar os 12 anos da Lei Maria da Penha, bem como pela preocupação com os índices de feminicídio no país, que vem crescendo nos últimos anos. As palestrantes serão profissionais da área do Direito, da Segurança Pública e da Assistência Social.

De acordo com a programação,  a professora Ana Alice Ramos Tejo Salgado abordará “Os aspectos processuais da Lei Maria da Penha e da Lei do Feminicídio”, durante o minicurso. A advogada e assistente social Regina Coeli tratará do tema Viana da Silva “Os aspectos penais da Lei Maria da Penha e da Lei do Feminicídio”. Já a presidente da Comissão de Combate a Violência e Impunidade contra a Mulher, da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraíba (OAB/PB), Katiele Marques, ministrará a palestra “Aspectos combativos e repressivos no tocante a violência contra e mulher”.

Haverá ainda a participação da delegada da Mulher, Renata Matias, que fará uma abordagem sobre “Aplicação de medidas protetivas no combate à violência contra a mulher”. E a subcomandante do 15º Batalhão da Polícia Militar da Paraíba (BPM), Major Luciana Firme, abordará o tema “Aspectos preventivos e primeiro atendimento à mulher vítima de violência”. Os participantes receberão certificado com carga de 5 horas/aula. Após a inscrição online, os interessados devem confirmar a participação no evento mediante o pagamento de R$ 5,00 e a entrega de 1Kg de alimento não perecível, durante o credenciamento, na abertura das atividades.

Texto: Tatiana Brandão

 

O post Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

“Debatendo a violência contra a mulher: um olhar preventivo, repressivo e processual” será o tema do evento promovido pelo Centro Acadêmico Sobral Pinto, do Curso de Direito do Câmpus I da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), no próximo dia 23 de agosto, no Auditório do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Instituição. As atividades do Leia Mais...

O post Centro Acadêmico de Direito do Câmpus I da UEPB promove debate sobre a violência contra a mulher apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-08-14 17:27:19 [post_date] => 2018-08-14 14:27:19 [post_modified_gmt] => 2018-08-14 17:27:19 [post_modified] => 2018-08-14 14:27:19 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=42731 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => fc3224280fca3ff5b63a33c22c456fac [1] => 3456beb265142e237161f348acdc714a ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-academico-de-direito-do-campus-i-da-uepb-promove-debate-sobre-a-violencia-contra-a-mulher )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas

Array ( [post_title] => Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas [post_content] => Clique para exibir o slide.

Dentro das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, transcorrido nesta terça-feira (5) e que este ano tem como tema “#AcabeComAPoluiçãoPlástica”, o Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizou o plantio de 21 mudas de árvores em seu espaço.

As mudas de espécies como ipê branco, roxo e amarelo foram produzidas pelo programa de extensão “Adote uma Árvore”. A primeira muda, na cor branca, e que simbolicamente representou a cultura de paz, foi plantada em um ato que reuniu professores, técnicos administrativos e estudantes. Aluna do 5º período de Direito, Magda Franklin foi escolhida para fazer o plantio simbólico em nome da comunidade acadêmica do CCJ.

Idealizador da iniciativa, o diretor do Centro, professor Laplace Guedes, explicou que além de contribuir para a arborização do espaço, o plantio de mudas teve como marco estimular a implantação de uma cultura de paz no CCJ. Laplace ressaltou que o Brasil, o mundo e todos os ambientes necessitam trabalhar para construir a paz e um mundo melhor harmonicamente.

Plantar uma árvore na cor branca, segundo ele, revela o desejo de todos os que fazem o CCJ. “Nossa pretensão, com esse gesto, é despertar o sentimento de paz entre os três segmentos, não apenas do CCJ, mas de toda UEPB. É importante, nesse momento, celebrarmos a paz”, frisou.

O diretor adjunto, professor Amílton de França; o representante dos técnicos administrativos, Heriberto Melo; e o representante do Centro Acadêmico, o discente Lucyen Crhistyen também fizeram uso da palavra e enalteceram a iniciativa. Presente no ato, o professor Luciano Nascimento também considerou importante aproveitar a passagem do Dia Mundial do Meio Ambiente para plantar nos corações das pessoas um sentimento de paz.

Após o plantio da primeira muda, professores, técnicos e estudantes formaram um círculo e rezaram o Pai Nosso como clamor pela paz. As demais mudas foram plantadas ao longo de todo estacionamento do CCJ. Criado em 2006, mas só iniciado as atividades como projeto de extensão em 2007, transformado em programa em 2010 e institucionalizado em 2012, o programa “Adote uma Árvore” tem proporcionado ar puro, clima agradável e muita sombra nos locais onde realiza ação.

O programa, idealizado pelo professor e biólogo Ivan Coelho Dantas, já cultivou e distribuiu mais de 300 mil mudas, contribuindo para diminuir o déficit de árvores na cidade de Campina Grande e regiões circunvizinhas, bem como colaborar com o meio ambiente paraibano. As mudas são produzidas e distribuídas nos viveiros Horto Lauro Xavier e Psicultura Arthur Freire, instalados nas margens do Açude de Bodocongó, no Câmpus de Campina Grande, bem como no horto que funciona no Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA), em Lagoa Seca.

São cultivadas, nesses três viveiros, plantas como ipê amarelo, rosa, branco e roxo, ipê de jardim, aroeira, craibeira, jasmim, flamboyant mirim, palmeira mexicana, pata-de-vaca, madeira nova, entre outras espécies.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Dentro das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, transcorrido nesta terça-feira (5) e que este ano tem como tema “#AcabeComAPoluiçãoPlástica”, o Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizou o plantio de 21 mudas de árvores em seu espaço. As mudas de espécies como ipê branco, roxo e amarelo foram Leia Mais...

O post Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-06-05 16:59:01 [post_date] => 2018-06-05 13:59:01 [post_modified_gmt] => 2018-06-05 16:59:01 [post_modified] => 2018-06-05 13:59:01 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=41105 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 70d3fbab943f044ecabdd9f28244dd74 [1] => 4f6b9362af0bc505f9e96dd2ec0e6726 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 [2] => 38 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas

Array ( [post_title] => Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas [post_content] => Clique para exibir o slide.

Dentro das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, transcorrido nesta terça-feira (5) e que este ano tem como tema “#AcabeComAPoluiçãoPlástica”, o Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizou o plantio de 21 mudas de árvores em seu espaço.

As mudas de espécies como ipê branco, roxo e amarelo foram produzidas pelo programa de extensão “Adote uma Árvore”. A primeira muda, na cor branca, e que simbolicamente representou a cultura de paz, foi plantada em um ato que reuniu professores, técnicos administrativos e estudantes. Aluna do 5º período de Direito, Magda Franklin foi escolhida para fazer o plantio simbólico em nome da comunidade acadêmica do CCJ.

Idealizador da iniciativa, o diretor do Centro, professor Laplace Guedes, explicou que além de contribuir para a arborização do espaço, o plantio de mudas teve como marco estimular a implantação de uma cultura de paz no CCJ. Laplace ressaltou que o Brasil, o mundo e todos os ambientes necessitam trabalhar para construir a paz e um mundo melhor harmonicamente.

Plantar uma árvore na cor branca, segundo ele, revela o desejo de todos os que fazem o CCJ. “Nossa pretensão, com esse gesto, é despertar o sentimento de paz entre os três segmentos, não apenas do CCJ, mas de toda UEPB. É importante, nesse momento, celebrarmos a paz”, frisou.

O diretor adjunto, professor Amílton de França; o representante dos técnicos administrativos, Heriberto Melo; e o representante do Centro Acadêmico, o discente Lucyen Crhistyen também fizeram uso da palavra e enalteceram a iniciativa. Presente no ato, o professor Luciano Nascimento também considerou importante aproveitar a passagem do Dia Mundial do Meio Ambiente para plantar nos corações das pessoas um sentimento de paz.

Após o plantio da primeira muda, professores, técnicos e estudantes formaram um círculo e rezaram o Pai Nosso como clamor pela paz. As demais mudas foram plantadas ao longo de todo estacionamento do CCJ. Criado em 2006, mas só iniciado as atividades como projeto de extensão em 2007, transformado em programa em 2010 e institucionalizado em 2012, o programa “Adote uma Árvore” tem proporcionado ar puro, clima agradável e muita sombra nos locais onde realiza ação.

O programa, idealizado pelo professor e biólogo Ivan Coelho Dantas, já cultivou e distribuiu mais de 300 mil mudas, contribuindo para diminuir o déficit de árvores na cidade de Campina Grande e regiões circunvizinhas, bem como colaborar com o meio ambiente paraibano. As mudas são produzidas e distribuídas nos viveiros Horto Lauro Xavier e Psicultura Arthur Freire, instalados nas margens do Açude de Bodocongó, no Câmpus de Campina Grande, bem como no horto que funciona no Centro de Ciências Agrárias e Ambientais (CCAA), em Lagoa Seca.

São cultivadas, nesses três viveiros, plantas como ipê amarelo, rosa, branco e roxo, ipê de jardim, aroeira, craibeira, jasmim, flamboyant mirim, palmeira mexicana, pata-de-vaca, madeira nova, entre outras espécies.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Dentro das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, transcorrido nesta terça-feira (5) e que este ano tem como tema “#AcabeComAPoluiçãoPlástica”, o Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizou o plantio de 21 mudas de árvores em seu espaço. As mudas de espécies como ipê branco, roxo e amarelo foram Leia Mais...

O post Centro de Ciências Jurídicas se integra ao Dia Mundial do Meio Ambiente e realiza plantio de mudas apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-06-05 16:59:01 [post_date] => 2018-06-05 13:59:01 [post_modified_gmt] => 2018-06-05 16:59:01 [post_modified] => 2018-06-05 13:59:01 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=41105 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 70d3fbab943f044ecabdd9f28244dd74 [1] => 4f6b9362af0bc505f9e96dd2ec0e6726 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 [2] => 38 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-de-ciencias-juridicas-se-integra-ao-dia-mundial-do-meio-ambiente-e-realiza-plantio-de-mudas )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito

Array ( [post_title] => Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito [post_content] => Clique para exibir o slide.

A solenidade de posse da nova direção do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), bem como dos novos coordenadores dos cursos de Direito Público e Direito Privado da Instituição, foi realizada na manhã desta sexta-feira (6), no Auditório do CCJ. Na oportunidade, o reitor Rangel Junior empossou os professores Laplace Guedes e Amilton de França, como diretor e diretor adjunto do Centro, respectivamente, além dos professores Mônica Cavalcanti e Alexandre Salema, a primeira como coordenadora e o segundo como coordenador adjunto do curso de Direito Público, e ainda as professoras Raíssa de Lima e Andréa de Lacerda, como coordenadora e coordenadora adjunta do curso de Direito Privado.

O professor Laplace Guedes celebrou a oportunidade de estar à frente do Centro de Ciências Jurídicas da UEPB reafirmando seu empenho e do diretor adjunto, professor Amilton de França, em cumprir todas as propostas apresentadas na carta programa apresentada durante o processo eleitoral. Ele também disse que buscará apresentar demandas para a Reitoria no sentido de qualificar ainda mais a formação dos alunos do CCJ, além de melhorar as condições estruturais do Centro.

“Nosso objetivo é buscar a união do CCJ. Vamos continuar dialogando com todos os segmentos para encontrar alternativas que tragam melhorias não somente no campo acadêmico, mas também na estrutura do nosso Centro. Vamos nos empenhar em melhorar o índice de aprovação dos nossos alunos no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e sempre apresentar para a Administração Central da UEPB propostas de investimentos para o CCJ”, disse o novo diretor.

O reitor Rangel Junior parabenizou todos os professores empossados na solenidade e disse que este momento remete sempre a um sentimento de esperança movida pela renovação. Segundo ele, novas pessoas apresentam a perspectiva de novas possibilidades, novo fôlego dentro da Instituição, o que é algo positivo para o desenvolvimento das atividades acadêmicas da UEPB. “A mensagem que deixo é que eles cobrem da Reitoria todas as demandas que são necessárias para o Centro. Vamos buscar educar pelo exemplo. Para melhorar as condições, vamos focar nas pessoas para prepará-las para a vida em sociedade. Que todos façam uma boa gestão”, afirmou o reitor Rangel Junior.

Participaram ainda da solenidade os advogados Bruno Veloso, membro do Conselho Federal da OAB, e Glauco Gonçalves, representante da OAB Pernambuco, além da pró-reitora Estudantil, professora Núbia Nascimento; a pró-reitora de Gestão Financeira, Giovana Pires; a pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, professora Maria José Lima; a pró-reitora de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância, professora Eliana de Moura; o pró-reitor de Cultura, professor José Cristóvão de Andrade; a pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; a pró-reitora adjunta de Administração. Kerry Vasconcelos; a pró-reitora adjunta de Extensão, professora Socorro Barbosa; o coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação, Carlos Alberto Chaves, e ainda professores, técnicos administrativos, alunos e ex-alunos do CCJ.

O relatório completo da Comissão Eleitoral sobre o pleito do CCJ pode ser conferido clicando AQUI.

Texto e fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A solenidade de posse da nova direção do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), bem como dos novos coordenadores dos cursos de Direito Público e Direito Privado da Instituição, foi realizada na manhã desta sexta-feira (6), no Auditório do CCJ. Na oportunidade, o reitor Rangel Junior empossou os professores Laplace Leia Mais...

O post Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-04-06 17:31:59 [post_date] => 2018-04-06 14:31:59 [post_modified_gmt] => 2018-04-06 17:31:59 [post_modified] => 2018-04-06 14:31:59 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39545 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitor-empossa-nova-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitor-empossa-nova-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitor-empossa-nova-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a35b39c3271b75dff7e6971f93f5e703 [1] => 4b1fd9fd0e04206c2ced519fbfb8804c [2] => 57bad686b551f9ec9ff12599ab500daf [3] => 57bad686b551f9ec9ff12599ab500daf [4] => 4d5001d0193950c9bdb26146c2a72e9c [5] => ac5208e73df0f5a64ba658f7e1fa5a13 [6] => 0357068eef25de3af2dee1ad612d73ac ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 [2] => 14 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitor-empossa-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito

Array ( [post_title] => Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito [post_content] => Clique para exibir o slide.

A solenidade de posse da nova direção do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), bem como dos novos coordenadores dos cursos de Direito Público e Direito Privado da Instituição, foi realizada na manhã desta sexta-feira (6), no Auditório do CCJ. Na oportunidade, o reitor Rangel Junior empossou os professores Laplace Guedes e Amilton de França, como diretor e diretor adjunto do Centro, respectivamente, além dos professores Mônica Cavalcanti e Alexandre Salema, a primeira como coordenadora e o segundo como coordenador adjunto do curso de Direito Público, e ainda as professoras Raíssa de Lima e Andréa de Lacerda, como coordenadora e coordenadora adjunta do curso de Direito Privado.

O professor Laplace Guedes celebrou a oportunidade de estar à frente do Centro de Ciências Jurídicas da UEPB reafirmando seu empenho e do diretor adjunto, professor Amilton de França, em cumprir todas as propostas apresentadas na carta programa apresentada durante o processo eleitoral. Ele também disse que buscará apresentar demandas para a Reitoria no sentido de qualificar ainda mais a formação dos alunos do CCJ, além de melhorar as condições estruturais do Centro.

“Nosso objetivo é buscar a união do CCJ. Vamos continuar dialogando com todos os segmentos para encontrar alternativas que tragam melhorias não somente no campo acadêmico, mas também na estrutura do nosso Centro. Vamos nos empenhar em melhorar o índice de aprovação dos nossos alunos no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e sempre apresentar para a Administração Central da UEPB propostas de investimentos para o CCJ”, disse o novo diretor.

O reitor Rangel Junior parabenizou todos os professores empossados na solenidade e disse que este momento remete sempre a um sentimento de esperança movida pela renovação. Segundo ele, novas pessoas apresentam a perspectiva de novas possibilidades, novo fôlego dentro da Instituição, o que é algo positivo para o desenvolvimento das atividades acadêmicas da UEPB. “A mensagem que deixo é que eles cobrem da Reitoria todas as demandas que são necessárias para o Centro. Vamos buscar educar pelo exemplo. Para melhorar as condições, vamos focar nas pessoas para prepará-las para a vida em sociedade. Que todos façam uma boa gestão”, afirmou o reitor Rangel Junior.

Participaram ainda da solenidade os advogados Bruno Veloso, membro do Conselho Federal da OAB, e Glauco Gonçalves, representante da OAB Pernambuco, além da pró-reitora Estudantil, professora Núbia Nascimento; a pró-reitora de Gestão Financeira, Giovana Pires; a pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, professora Maria José Lima; a pró-reitora de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância, professora Eliana de Moura; o pró-reitor de Cultura, professor José Cristóvão de Andrade; a pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; a pró-reitora adjunta de Administração. Kerry Vasconcelos; a pró-reitora adjunta de Extensão, professora Socorro Barbosa; o coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação, Carlos Alberto Chaves, e ainda professores, técnicos administrativos, alunos e ex-alunos do CCJ.

O relatório completo da Comissão Eleitoral sobre o pleito do CCJ pode ser conferido clicando AQUI.

Texto e fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A solenidade de posse da nova direção do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), bem como dos novos coordenadores dos cursos de Direito Público e Direito Privado da Instituição, foi realizada na manhã desta sexta-feira (6), no Auditório do CCJ. Na oportunidade, o reitor Rangel Junior empossou os professores Laplace Leia Mais...

O post Reitor empossa nova direção do Centro de Ciências Jurídicas e novos coordenadores do curso de Direito apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-04-06 17:31:59 [post_date] => 2018-04-06 14:31:59 [post_modified_gmt] => 2018-04-06 17:31:59 [post_modified] => 2018-04-06 14:31:59 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39545 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitor-empossa-nova-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitor-empossa-nova-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitor-empossa-nova-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a35b39c3271b75dff7e6971f93f5e703 [1] => 4b1fd9fd0e04206c2ced519fbfb8804c [2] => 57bad686b551f9ec9ff12599ab500daf [3] => 57bad686b551f9ec9ff12599ab500daf [4] => 4d5001d0193950c9bdb26146c2a72e9c [5] => ac5208e73df0f5a64ba658f7e1fa5a13 [6] => 0357068eef25de3af2dee1ad612d73ac ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 [2] => 14 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitor-empossa-direcao-do-centro-de-ciencias-juridicas-e-novos-coordenadores-do-curso-de-direito )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência

Array ( [post_title] => Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência [post_content] => Clique para exibir o slide.

Conforme os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil ocupa a 5a posição como o país onde as mulheres mais sofrem violência. A informação alarmante foi umas das questões discutidas durante o 1º Encontro dos Núcleos de Prática Jurídica, realizado na manhã desta segunda-feira (19), no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande.

O evento, que contou com a parceria de representantes dos Núcleos de Prática Jurídica da UEPB, UNESC, Uninassau, Cesrei e Facisa, teve início com a palestra “Lei Maria da Penha e a desconstrução da cultura de violência”, ministrada pela professora Regina Coeli Viana da Silva. Logo em seguida, foi aberta uma mesa redonda com a participação de Renata Vilarim, José Júnior Flor (Uninassau), Herta de França Costa (Unesc) e Aline Leite, coordenadora nacional do Movimento pelas Mulheres Olga Benário.

A professora Regina Coeli iniciou sua fala com um resgate histórico a respeito da construção da violência contra as mulheres em todo o mundo, com relatos sobre a milenar cultura do desrespeito e feminicídio, ou seja, a banalização da morte de mulheres em crimes de ódio motivados pela condição de gênero.

Lei Maria da Penha

Até que uma lei de defesa feminina fosse aprovada em 2006, Maria da Penha Maia Fernandes, mulher que deu início a luta pela lei que leva o seu nome – e que viria coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher – percorreu um longo caminho de sofrimentos impostos pelo seu marido. Durante 23 anos de casamento, além da perseguição cotidiana, ela sofreu duas tentativas de assassinato e assistiu a três julgamentos, sem visualizar nenhuma sentença que condenasse o algoz. Em 1994 ela publicou um livro sobre sua história e conseguiu levar o caso à Comissão Interamericana de Direitos Humanos e à Organização dos Estados Americanos (OEA), que cobraram do Brasil uma ação efetiva.

“Atualmente no país matam-se mais mulheres no contexto familiar; 70% são assassinadas dentro de casa, por parceiros e ex-parceiros e as causas que levam às mortes geralmente são o rompimento das vítimas com o papel que lhes é atribuído, seja como mãe, esposa, cuidadora do lar ou exemplo moral”, disse Regina Coeli, acrescentando que estes dados culturais de subjugação feminina devem ser quebrados.

“É importante discutir este tema nas comunidades, nas universidades e para um público diversificado, não apenas feminino, pois quando discutimos violência contra a mulher, estamos debatendo a violência no Brasil de um modo geral, por isso que é importante a presença de todos”, assegurou a palestrante.

Trazendo à tona o recente episódio do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco, morta a tiros no último 14 de março no Rio de Janeiro, a convidada Aline Leite ratificou o assédio que muitas mulheres continuam sofrendo por parte dos homens. “A cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil; a cada hora uma é assassinada e, na Paraíba, 77 mulheres foram mortas em feminicídio em 2017. Isso é gritante!”.

A coordenadora expressou que as mulheres continuam morrendo porque o Estado, de um modo geral, não coloca uma política de enfrentamento correta e nem todas as delegacias, seja da Paraíba ou do Brasil, funcionam 24 horas, nem nos fins de semana, períodos em que realmente ocorrem esses crimes.

“Precisamos mostrar para as crianças e os jovens que as mulheres têm valor e devem ser respeitadas. É difícil incentivá-las a fazer denúncias porque culturalmente elas não são preparadas para isso – seja por medo ou falta de apoio – e não contam com uma estrutura que facilite”, finalizou.

A programação do 1º Encontro dos Núcleos de Prática Jurídica se repete no turno da noite, no auditório do CCJ, às 19h.

Texto e fotos: Giuliana Rodrigues

O post Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Conforme os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil ocupa a 5a posição como o país onde as mulheres mais sofrem violência. A informação alarmante foi umas das questões discutidas durante o 1º Encontro dos Núcleos de Prática Jurídica, realizado na manhã desta segunda-feira (19), no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) Leia Mais...

O post Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-19 19:51:17 [post_date] => 2018-03-19 16:51:17 [post_modified_gmt] => 2018-03-19 19:51:17 [post_modified] => 2018-03-19 16:51:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39179 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 460b53bc8bb5746b1c47070a74eeb471 [1] => e774c969123f09d823530cc205f54ca2 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 [2] => 33 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência

Array ( [post_title] => Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência [post_content] => Clique para exibir o slide.

Conforme os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil ocupa a 5a posição como o país onde as mulheres mais sofrem violência. A informação alarmante foi umas das questões discutidas durante o 1º Encontro dos Núcleos de Prática Jurídica, realizado na manhã desta segunda-feira (19), no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Campina Grande.

O evento, que contou com a parceria de representantes dos Núcleos de Prática Jurídica da UEPB, UNESC, Uninassau, Cesrei e Facisa, teve início com a palestra “Lei Maria da Penha e a desconstrução da cultura de violência”, ministrada pela professora Regina Coeli Viana da Silva. Logo em seguida, foi aberta uma mesa redonda com a participação de Renata Vilarim, José Júnior Flor (Uninassau), Herta de França Costa (Unesc) e Aline Leite, coordenadora nacional do Movimento pelas Mulheres Olga Benário.

A professora Regina Coeli iniciou sua fala com um resgate histórico a respeito da construção da violência contra as mulheres em todo o mundo, com relatos sobre a milenar cultura do desrespeito e feminicídio, ou seja, a banalização da morte de mulheres em crimes de ódio motivados pela condição de gênero.

Lei Maria da Penha

Até que uma lei de defesa feminina fosse aprovada em 2006, Maria da Penha Maia Fernandes, mulher que deu início a luta pela lei que leva o seu nome – e que viria coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher – percorreu um longo caminho de sofrimentos impostos pelo seu marido. Durante 23 anos de casamento, além da perseguição cotidiana, ela sofreu duas tentativas de assassinato e assistiu a três julgamentos, sem visualizar nenhuma sentença que condenasse o algoz. Em 1994 ela publicou um livro sobre sua história e conseguiu levar o caso à Comissão Interamericana de Direitos Humanos e à Organização dos Estados Americanos (OEA), que cobraram do Brasil uma ação efetiva.

“Atualmente no país matam-se mais mulheres no contexto familiar; 70% são assassinadas dentro de casa, por parceiros e ex-parceiros e as causas que levam às mortes geralmente são o rompimento das vítimas com o papel que lhes é atribuído, seja como mãe, esposa, cuidadora do lar ou exemplo moral”, disse Regina Coeli, acrescentando que estes dados culturais de subjugação feminina devem ser quebrados.

“É importante discutir este tema nas comunidades, nas universidades e para um público diversificado, não apenas feminino, pois quando discutimos violência contra a mulher, estamos debatendo a violência no Brasil de um modo geral, por isso que é importante a presença de todos”, assegurou a palestrante.

Trazendo à tona o recente episódio do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco, morta a tiros no último 14 de março no Rio de Janeiro, a convidada Aline Leite ratificou o assédio que muitas mulheres continuam sofrendo por parte dos homens. “A cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil; a cada hora uma é assassinada e, na Paraíba, 77 mulheres foram mortas em feminicídio em 2017. Isso é gritante!”.

A coordenadora expressou que as mulheres continuam morrendo porque o Estado, de um modo geral, não coloca uma política de enfrentamento correta e nem todas as delegacias, seja da Paraíba ou do Brasil, funcionam 24 horas, nem nos fins de semana, períodos em que realmente ocorrem esses crimes.

“Precisamos mostrar para as crianças e os jovens que as mulheres têm valor e devem ser respeitadas. É difícil incentivá-las a fazer denúncias porque culturalmente elas não são preparadas para isso – seja por medo ou falta de apoio – e não contam com uma estrutura que facilite”, finalizou.

A programação do 1º Encontro dos Núcleos de Prática Jurídica se repete no turno da noite, no auditório do CCJ, às 19h.

Texto e fotos: Giuliana Rodrigues

O post Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Conforme os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil ocupa a 5a posição como o país onde as mulheres mais sofrem violência. A informação alarmante foi umas das questões discutidas durante o 1º Encontro dos Núcleos de Prática Jurídica, realizado na manhã desta segunda-feira (19), no Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) Leia Mais...

O post Núcleos de Prática Jurídica realizam debate sobre a Lei Maria da Penha e a desconstrução da violência apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2018-03-19 19:51:17 [post_date] => 2018-03-19 16:51:17 [post_modified_gmt] => 2018-03-19 19:51:17 [post_modified] => 2018-03-19 16:51:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=39179 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 460b53bc8bb5746b1c47070a74eeb471 [1] => e774c969123f09d823530cc205f54ca2 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 [2] => 33 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => nucleos-de-pratica-juridica-realizam-debate-sobre-a-lei-maria-da-penha-e-a-desconstrucao-da-violencia )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais

Array ( [post_title] => Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais [post_content] => Clique para exibir o slide.

Uma obra de grande alcance social, nascida da inquietude do seu autor e que procura dar dignidade e regatar da “invisibilidade” e indiferença da sociedade com os catadores de lixo. O livro “Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais”, do professor do curso de Direito, do Centro de Ciências e Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Marconi do Ó Catão, foi lançado na manhã desta no Auditório do CCJ.

O lançamento reuniu professores, juristas, estudantes e familiares do autor. A apresentação foi feita pelo vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero Guimarães. O diretor do Centro, professor Amilton França; o chefe do Departamento, professor Ednaldo Agra; e a coordenadora do curso de Direito, professora Raísa Lima de Melo também prestigiaram o lançamento e destacaram a grande contribuição que dá à sociedade.

Incumbido da missão de apresentar o livro aos convidados, o professor Flávio Romero teceu comentários sobre o conteúdo da obra, destacou sua importância para promover a dignidade dos catadores de materiais recicláveis e traçou um perfil do autor, que além de professor de Direito é formado em Medicina, tendo aprofundado os estudos em seu Mestrado e em dois doutorados. Flávio disse que o professor Catão, ao escrever o livro, não se restringiu a esfera disciplinar, mas dialogou com outras ciências, dando uma contribuição positiva para a sociedade. Ele enfatizou que o ponto central da obra é apresentar um olhar diferenciado e crítico do autor à Política Nacional dos Resíduos Sólidos.

O vice-reitor destacou que o professor Marconi foi muito além do que está escrito na lei e fez um estudo detalhado sobre a temática, baseado em diversas teorias, com o objetivo de resgatar a dignidade dos catadores, como a Teoria da Necessidade. “O professor Catão rompe com alguns paradigmas que a sociedade tem e mostra qual é a contribuição que os catadores proporcionam para a construção da cidadania. A sociedade trata os catadores com discriminação. O professor Marconi, valorizou essa categoria. Sobretudo, ele faz uma discussão sobre a invisibilidade social dos catadores de lixo. Na minha perspectiva, a grande contribuição deste livro não é somente tratar a Lei Nacional de Resíduos Sólidos dentro da compreensão teórica e científica, mas apresentar um trabalho que tira esses catadores da invisibilidade social”, enfatizou.

Para escrever o livro, o professor Marconi realizou um trabalho de campo, tendo visitado pelo menos quatro lixões e vivenciado a rotina sofrida dos catadores. O autor reiterou que o livro consiste em um dispositivo de aprimorar e complementar a Lei 12.305/2010, que trata da Política Nacional dos Resíduos Sólidos. Ele reafirmou que, do ponto de vista da aplicabilidade material, essa Lei deixa a desejar, visto que muitos municípios brasileiros ainda não acabaram com os seus lixões. “A discussão sobre gestão compartilhada, logística reversa e a coleta seletiva por si só não basta. É necessário que o Ministério Público provoque os poderes constituídos, notadamente o poder Judiciário, para a partir daí o Executivo dar continuidade às ações de inclusão social, de emancipação financeira e uma vida digna aos catadores”, destacou. A proposta é converter a Teoria das Necessidades Humanas em princípio.

O diretor do CCJ, professor Amilton França, também destacou a contribuição da obra para a sociedade e disse que a iniciativa do professor Marconi incentiva outros professores a também enveredarem pelo mesmo caminho. “Além de ser uma contribuição social para a sociedade, é um ponta-pé inicial de um projeto que temos no CCJ de aumentar a produção científica de nossos professores. É um incentivo para que outros professores comecem a aumentar a sua produção nesse campo que nós temos necessidade”, salientou.

Publicado pela editora Multifoco, que tem o selo de excelência “Agra 21”, a obra consiste em um estudo no âmbito interdisciplinar sobre a aplicação da Teoria das Necessidades Humanas Fundamentais no contexto dos mecanismos jurídicos previstos na Política Nacional de Resíduos Sólidos para integração dos catadores de materiais recicláveis na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, objetivando a inclusão social, emancipação financeira e reconhecimento social e ambiental desse grupo social.

O livro de 439 páginas nasceu da tese de Doutorado do autor em “Direito da Cidade” e está dividido em três partes: “Modernidade, Cidade e Política Nacional de Resíduos Sólidos”; “Sociedade Contemporânea e Iniquidade s Sociais”; “Teoria Justificadoras da Otimização, Satisfação de Necessidades Humanas” e “Política Nacional de Resíduos Sólidos, Desafios e Possibilidades”. Este é o terceiro livro do professor Marconi do Ó Catão. Ele também é autor das obras “Biodireito: Direito de Personalidade” e “Genealogia do Direito à Saúde”.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Edvânia Barbosa

O post Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma obra de grande alcance social, nascida da inquietude do seu autor e que procura dar dignidade e regatar da “invisibilidade” e indiferença da sociedade com os catadores de lixo. O livro “Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais”, do professor do curso de Direito, do Centro de Ciências e Jurídicas (CCJ) da Universidade Leia Mais...

O post Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-12-21 22:03:17 [post_date] => 2017-12-21 19:03:17 [post_modified_gmt] => 2017-12-21 22:03:17 [post_modified] => 2017-12-21 19:03:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=38065 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 74a30b67673ba5860115937931e7f48e [1] => dc4dc3f091563203c207cc05a0037756 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais

Array ( [post_title] => Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais [post_content] => Clique para exibir o slide.

Uma obra de grande alcance social, nascida da inquietude do seu autor e que procura dar dignidade e regatar da “invisibilidade” e indiferença da sociedade com os catadores de lixo. O livro “Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais”, do professor do curso de Direito, do Centro de Ciências e Jurídicas (CCJ) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Marconi do Ó Catão, foi lançado na manhã desta no Auditório do CCJ.

O lançamento reuniu professores, juristas, estudantes e familiares do autor. A apresentação foi feita pelo vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero Guimarães. O diretor do Centro, professor Amilton França; o chefe do Departamento, professor Ednaldo Agra; e a coordenadora do curso de Direito, professora Raísa Lima de Melo também prestigiaram o lançamento e destacaram a grande contribuição que dá à sociedade.

Incumbido da missão de apresentar o livro aos convidados, o professor Flávio Romero teceu comentários sobre o conteúdo da obra, destacou sua importância para promover a dignidade dos catadores de materiais recicláveis e traçou um perfil do autor, que além de professor de Direito é formado em Medicina, tendo aprofundado os estudos em seu Mestrado e em dois doutorados. Flávio disse que o professor Catão, ao escrever o livro, não se restringiu a esfera disciplinar, mas dialogou com outras ciências, dando uma contribuição positiva para a sociedade. Ele enfatizou que o ponto central da obra é apresentar um olhar diferenciado e crítico do autor à Política Nacional dos Resíduos Sólidos.

O vice-reitor destacou que o professor Marconi foi muito além do que está escrito na lei e fez um estudo detalhado sobre a temática, baseado em diversas teorias, com o objetivo de resgatar a dignidade dos catadores, como a Teoria da Necessidade. “O professor Catão rompe com alguns paradigmas que a sociedade tem e mostra qual é a contribuição que os catadores proporcionam para a construção da cidadania. A sociedade trata os catadores com discriminação. O professor Marconi, valorizou essa categoria. Sobretudo, ele faz uma discussão sobre a invisibilidade social dos catadores de lixo. Na minha perspectiva, a grande contribuição deste livro não é somente tratar a Lei Nacional de Resíduos Sólidos dentro da compreensão teórica e científica, mas apresentar um trabalho que tira esses catadores da invisibilidade social”, enfatizou.

Para escrever o livro, o professor Marconi realizou um trabalho de campo, tendo visitado pelo menos quatro lixões e vivenciado a rotina sofrida dos catadores. O autor reiterou que o livro consiste em um dispositivo de aprimorar e complementar a Lei 12.305/2010, que trata da Política Nacional dos Resíduos Sólidos. Ele reafirmou que, do ponto de vista da aplicabilidade material, essa Lei deixa a desejar, visto que muitos municípios brasileiros ainda não acabaram com os seus lixões. “A discussão sobre gestão compartilhada, logística reversa e a coleta seletiva por si só não basta. É necessário que o Ministério Público provoque os poderes constituídos, notadamente o poder Judiciário, para a partir daí o Executivo dar continuidade às ações de inclusão social, de emancipação financeira e uma vida digna aos catadores”, destacou. A proposta é converter a Teoria das Necessidades Humanas em princípio.

O diretor do CCJ, professor Amilton França, também destacou a contribuição da obra para a sociedade e disse que a iniciativa do professor Marconi incentiva outros professores a também enveredarem pelo mesmo caminho. “Além de ser uma contribuição social para a sociedade, é um ponta-pé inicial de um projeto que temos no CCJ de aumentar a produção científica de nossos professores. É um incentivo para que outros professores comecem a aumentar a sua produção nesse campo que nós temos necessidade”, salientou.

Publicado pela editora Multifoco, que tem o selo de excelência “Agra 21”, a obra consiste em um estudo no âmbito interdisciplinar sobre a aplicação da Teoria das Necessidades Humanas Fundamentais no contexto dos mecanismos jurídicos previstos na Política Nacional de Resíduos Sólidos para integração dos catadores de materiais recicláveis na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, objetivando a inclusão social, emancipação financeira e reconhecimento social e ambiental desse grupo social.

O livro de 439 páginas nasceu da tese de Doutorado do autor em “Direito da Cidade” e está dividido em três partes: “Modernidade, Cidade e Política Nacional de Resíduos Sólidos”; “Sociedade Contemporânea e Iniquidade s Sociais”; “Teoria Justificadoras da Otimização, Satisfação de Necessidades Humanas” e “Política Nacional de Resíduos Sólidos, Desafios e Possibilidades”. Este é o terceiro livro do professor Marconi do Ó Catão. Ele também é autor das obras “Biodireito: Direito de Personalidade” e “Genealogia do Direito à Saúde”.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Edvânia Barbosa

O post Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma obra de grande alcance social, nascida da inquietude do seu autor e que procura dar dignidade e regatar da “invisibilidade” e indiferença da sociedade com os catadores de lixo. O livro “Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais”, do professor do curso de Direito, do Centro de Ciências e Jurídicas (CCJ) da Universidade Leia Mais...

O post Lançado livro de professor de Direito sobre Política Nacional de Resíduos Sólidos e necessidades fundamentais apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-12-21 22:03:17 [post_date] => 2017-12-21 19:03:17 [post_modified_gmt] => 2017-12-21 22:03:17 [post_modified] => 2017-12-21 19:03:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=38065 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 74a30b67673ba5860115937931e7f48e [1] => dc4dc3f091563203c207cc05a0037756 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => lancado-livro-de-professor-de-direito-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-e-necessidades-fundamentais )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB

Array ( [post_title] => Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB [post_content] => Clique para exibir o slide.

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da presidente da Comissão Permanente de Concursos, professora Analice Sobreira; e do coordenador de Comunicação Institucional, jornalista Hipólito Lucena.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa, no hall do Prédio Administrativo, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande, o reitor explicou que o concurso será realizado para suprir, essencialmente, as vagas deixadas por aposentados, falecidos e servidores efetivos que saíram da Universidade, o que não vai resultar em impacto na folha de pessoal, especialmente porque a maior demanda é nas áreas de níveis fundamentais e médio.

“Estamos entrando em uma fase extremamente crítica de redução do quadro de trabalhadores efetivos da Universidade. Temos hoje, entre terceirizados e trabalhadores temporários, mais de 500 pessoas trabalhando na Universidade que não são do quadro efetivo. Essa é uma tentativa de diminuir esse problema. Devemos entrar no ano de 2018 com os aprovados neste concurso, se não já contratados, mas já convocados para que nos primeiros meses do ano estejam se incorporando ao trabalho na UEPB”, destacou Rangel.

Ele ressaltou a escolha da Comissão Permanente de Concursos (CPCON) para a organização do concurso. “Inovamos na prova do concurso. Está é uma das razões pela qual a CPCON irá organizar o processo e nós confiamos muito na Comissão. Essa estrutura criou uma expertise para a realização de concursos, com uma estrutura e credibilidade que não é de agora e credenciou a UEPB a realizar concursos até fora do Estado. A novidade para este concurso é que nós retomamos a prova de produção textual e colocamos algo bem específico para a UEPB, uma vez que queremos que as pessoas que sejam aprovadas no concurso cheguem aqui conhecendo a Universidade, para que na sua preparação do concurso estudem o que é a UEPB, como ela foi criada, as leis, a legislação federal e estadual sobre a educação superior, enfim, todo um estudo que os capacite para que no dia que chegarem na Universidade, já conheçam a UEPB”, enfatizou.

As inscrições do concurso ocorrem de 9 a 29 de outubro, através do endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br/, no qual o candidato preencherá seus dados e fará a emissão do boleto para pagamento. A taxa de inscrição é de R$ 60,00 para nível fundamental; R$ 80,00 para nível médio e R$ 100,00 para nível superior. O pagamento do boleto bancário pode ser feito até o dia 30 de outubro.

Conforme o edital, as vagas para nível fundamental são para os cargos de auxiliar administrativo (92 vagas) e auxiliar de laboratório de análise físico-químicas (3 vagas). Para o nível médio as vagas são para os cargos de almoxarife (5 vagas), assistente técnico (86 vagas), técnico de segurança do trabalho (1 vaga) e desenhista projetista (2 vagas). Já para nível superior as vagas são para os cargos de administrador (1 vaga), advogado (1 vaga), pedagogo (2 vagas), economista (1 vaga), psicólogo (1 vaga), farmacêutico industrial (1 vaga) e secretário executivo (1 vaga).

De acordo com o cronograma do edital, no dia 3 de novembro será divulgada a relação das inscrições homologadas e não homologadas. No dia 23 de novembro serão divulgados os locais das provas, que serão aplicadas no dia 3 de dezembro. Todos os candidatos farão provas na cidade de Campina Grande. No dia 12 de dezembro será divulgado o resultado preliminar da prova escrita objetiva e no dia 21 do mesmo mês o resultado da prova de produção textual. O resultado final do concurso será publicado no dia 29 de dezembro.

Todos os detalhes do concurso, como prazos, quadro de vagas, conteúdo programático e demais informações podem ser conferidas no edital, disponível no endereço http://cpcon.uepb.edu.br/.

 

Texto: Tatiana Brandão
Fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da Leia Mais...

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_date] => 2017-10-02 13:37:02 [post_modified_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_modified] => 2017-10-02 13:37:02 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35831 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 2ce82eb552e5bd0601f57912cb0ee876 [1] => e59a18badac16ac0b467f7c20bcb0de2 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 16 [1] => 18 [2] => 19 [3] => 21 [4] => 23 [5] => 24 [6] => 10 [7] => 11 [8] => 26 [9] => 27 [10] => 28 [11] => 31 [12] => 4 [13] => 44 [14] => 46 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB

Array ( [post_title] => Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB [post_content] => Clique para exibir o slide.

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da presidente da Comissão Permanente de Concursos, professora Analice Sobreira; e do coordenador de Comunicação Institucional, jornalista Hipólito Lucena.

Em entrevista coletiva concedida à imprensa, no hall do Prédio Administrativo, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande, o reitor explicou que o concurso será realizado para suprir, essencialmente, as vagas deixadas por aposentados, falecidos e servidores efetivos que saíram da Universidade, o que não vai resultar em impacto na folha de pessoal, especialmente porque a maior demanda é nas áreas de níveis fundamentais e médio.

“Estamos entrando em uma fase extremamente crítica de redução do quadro de trabalhadores efetivos da Universidade. Temos hoje, entre terceirizados e trabalhadores temporários, mais de 500 pessoas trabalhando na Universidade que não são do quadro efetivo. Essa é uma tentativa de diminuir esse problema. Devemos entrar no ano de 2018 com os aprovados neste concurso, se não já contratados, mas já convocados para que nos primeiros meses do ano estejam se incorporando ao trabalho na UEPB”, destacou Rangel.

Ele ressaltou a escolha da Comissão Permanente de Concursos (CPCON) para a organização do concurso. “Inovamos na prova do concurso. Está é uma das razões pela qual a CPCON irá organizar o processo e nós confiamos muito na Comissão. Essa estrutura criou uma expertise para a realização de concursos, com uma estrutura e credibilidade que não é de agora e credenciou a UEPB a realizar concursos até fora do Estado. A novidade para este concurso é que nós retomamos a prova de produção textual e colocamos algo bem específico para a UEPB, uma vez que queremos que as pessoas que sejam aprovadas no concurso cheguem aqui conhecendo a Universidade, para que na sua preparação do concurso estudem o que é a UEPB, como ela foi criada, as leis, a legislação federal e estadual sobre a educação superior, enfim, todo um estudo que os capacite para que no dia que chegarem na Universidade, já conheçam a UEPB”, enfatizou.

As inscrições do concurso ocorrem de 9 a 29 de outubro, através do endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br/, no qual o candidato preencherá seus dados e fará a emissão do boleto para pagamento. A taxa de inscrição é de R$ 60,00 para nível fundamental; R$ 80,00 para nível médio e R$ 100,00 para nível superior. O pagamento do boleto bancário pode ser feito até o dia 30 de outubro.

Conforme o edital, as vagas para nível fundamental são para os cargos de auxiliar administrativo (92 vagas) e auxiliar de laboratório de análise físico-químicas (3 vagas). Para o nível médio as vagas são para os cargos de almoxarife (5 vagas), assistente técnico (86 vagas), técnico de segurança do trabalho (1 vaga) e desenhista projetista (2 vagas). Já para nível superior as vagas são para os cargos de administrador (1 vaga), advogado (1 vaga), pedagogo (2 vagas), economista (1 vaga), psicólogo (1 vaga), farmacêutico industrial (1 vaga) e secretário executivo (1 vaga).

De acordo com o cronograma do edital, no dia 3 de novembro será divulgada a relação das inscrições homologadas e não homologadas. No dia 23 de novembro serão divulgados os locais das provas, que serão aplicadas no dia 3 de dezembro. Todos os candidatos farão provas na cidade de Campina Grande. No dia 12 de dezembro será divulgado o resultado preliminar da prova escrita objetiva e no dia 21 do mesmo mês o resultado da prova de produção textual. O resultado final do concurso será publicado no dia 29 de dezembro.

Todos os detalhes do concurso, como prazos, quadro de vagas, conteúdo programático e demais informações podem ser conferidas no edital, disponível no endereço http://cpcon.uepb.edu.br/.

 

Texto: Tatiana Brandão
Fotos: Givaldo Cavalcanti

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) lançou nesta segunda-feira (2) o edital com oferta de 197 vagas para servidores técnicos administrativos da Instituição. O lançamento contou com a presença do reitor Rangel Junior; da pró-reitora adjunta de Gestão de Pessoas, Marina Torres; do pró-reitor de Planejamento e Orçamento, professor Luciano Albino; da Leia Mais...

O post Lançado edital do concurso público com 197 vagas para servidores técnicos administrativos da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_date] => 2017-10-02 13:37:02 [post_modified_gmt] => 2017-10-02 16:37:02 [post_modified] => 2017-10-02 13:37:02 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35831 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 2ce82eb552e5bd0601f57912cb0ee876 [1] => e59a18badac16ac0b467f7c20bcb0de2 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 16 [1] => 18 [2] => 19 [3] => 21 [4] => 23 [5] => 24 [6] => 10 [7] => 11 [8] => 26 [9] => 27 [10] => 28 [11] => 31 [12] => 4 [13] => 44 [14] => 46 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => lancado-edital-do-concurso-publico-com-197-vagas-para-servidores-tecnicos-administrativos-da-uepb )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

“Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos

Array ( [post_title] => “Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos [post_content] =>

Com o objetivo de proporcionar aos profissionais, acadêmicos e aplicadores do direito uma visão ampliada sobre os interesses difusos e suas repercussões no campo social será realizado no Centro de Convenções Raymundo Asfora – Garden Hotel, em Campina Grande, nos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2017, o 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos (CONIDIF).

Na sociedade atual, de contexto massificado, os interesses coletivos ganharam grande repercussão. Em alguns momentos chegam a ser mais importantes que os direitos individuais. Nesse cenário, a defesa dos direitos difusos torna-se um dos grandes desafios das instituições jurídicas do Estado moderno. E o CONIDIF se propõe a discutir as vulnerabilidades e a proteção jurídica, compreendendo a vulnerabilidade como característica intrínseca e ao mesmo tempo como o próprio fundamento da formulação das leis protetivas no campo dos direitos difusos.

A programação do congresso contará com atividades interativas nos mais diversos campos do Direito, envolvendo as temáticas: direito do consumidor, direito ambiental, bens culturais e proteção à crença, ao culto e às práticas religiosas, direito da criança e do adolescente, proteção do idoso, direito e gênero, políticas públicas e interesses difusos, defesa dos interesses difusos em juízo, direito e mobilizações sociais, interdisciplinaridade e direito.

O congresso é uma realização do Centro Multidisciplinar de Estudos e Pesquisas (CEMEP) e conta com o apoio institucional da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Procon Paraíba, Fórum dos Procons da Região Nordeste, WATERLAT GOBACIT, OAB – Subseção Campina Grande, Secretaria Nacional do Consumidor, Ministério da Justiça e Segurança Pública, Governo Federal, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Universidade Aberta à Maturidade (UAMA), Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho e Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP).

Outras informações através do endereço eletrônico www.conidif.com.br ou pelo telefone (83) 3322-3222.

 

Colaboração: Realize Eventos

O post “Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Com o objetivo de proporcionar aos profissionais, acadêmicos e aplicadores do direito uma visão ampliada sobre os interesses difusos e suas repercussões no campo social será realizado no Centro de Convenções Raymundo Asfora – Garden Hotel, em Campina Grande, nos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2017, o 1º Congresso Internacional de Direitos Leia Mais...

O post “Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-07-24 13:17:47 [post_date] => 2017-07-24 10:17:47 [post_modified_gmt] => 2017-07-24 13:17:47 [post_modified] => 2017-07-24 10:17:47 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34058 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 47365f74888ab2af9d6bd56fb018d570 [1] => e539673c353967253fb22d2b099cab27 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :“Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos

Array ( [post_title] => “Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos [post_content] =>

Com o objetivo de proporcionar aos profissionais, acadêmicos e aplicadores do direito uma visão ampliada sobre os interesses difusos e suas repercussões no campo social será realizado no Centro de Convenções Raymundo Asfora – Garden Hotel, em Campina Grande, nos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2017, o 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos (CONIDIF).

Na sociedade atual, de contexto massificado, os interesses coletivos ganharam grande repercussão. Em alguns momentos chegam a ser mais importantes que os direitos individuais. Nesse cenário, a defesa dos direitos difusos torna-se um dos grandes desafios das instituições jurídicas do Estado moderno. E o CONIDIF se propõe a discutir as vulnerabilidades e a proteção jurídica, compreendendo a vulnerabilidade como característica intrínseca e ao mesmo tempo como o próprio fundamento da formulação das leis protetivas no campo dos direitos difusos.

A programação do congresso contará com atividades interativas nos mais diversos campos do Direito, envolvendo as temáticas: direito do consumidor, direito ambiental, bens culturais e proteção à crença, ao culto e às práticas religiosas, direito da criança e do adolescente, proteção do idoso, direito e gênero, políticas públicas e interesses difusos, defesa dos interesses difusos em juízo, direito e mobilizações sociais, interdisciplinaridade e direito.

O congresso é uma realização do Centro Multidisciplinar de Estudos e Pesquisas (CEMEP) e conta com o apoio institucional da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Procon Paraíba, Fórum dos Procons da Região Nordeste, WATERLAT GOBACIT, OAB – Subseção Campina Grande, Secretaria Nacional do Consumidor, Ministério da Justiça e Segurança Pública, Governo Federal, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Universidade Aberta à Maturidade (UAMA), Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho e Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP).

Outras informações através do endereço eletrônico www.conidif.com.br ou pelo telefone (83) 3322-3222.

 

Colaboração: Realize Eventos

O post “Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Com o objetivo de proporcionar aos profissionais, acadêmicos e aplicadores do direito uma visão ampliada sobre os interesses difusos e suas repercussões no campo social será realizado no Centro de Convenções Raymundo Asfora – Garden Hotel, em Campina Grande, nos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2017, o 1º Congresso Internacional de Direitos Leia Mais...

O post “Vulnerabilidades e Proteção Jurídica” será tema do 1º Congresso Internacional de Direitos Difusos apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-07-24 13:17:47 [post_date] => 2017-07-24 10:17:47 [post_modified_gmt] => 2017-07-24 13:17:47 [post_modified] => 2017-07-24 10:17:47 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34058 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCJ – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccj/feed/ [syndication_feed_id] => 13 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 47365f74888ab2af9d6bd56fb018d570 [1] => e539673c353967253fb22d2b099cab27 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 10 [1] => 4 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => vulnerabilidades-e-protecao-juridica-sera-tema-do-1o-congresso-internacional-de-direitos-difusos )