CCHA

CCHA

Centro de Ciências Humanas e Agrárias

PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2

19 de abril de 2017

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) informa à comunidade acadêmica em geral sobre a suspensão temporária das Colações de Grau do período 2016.2 da Instituição, originariamente agendadas para o período 22 a 31 de maio de 2017.

Tal deliberação, veiculada através da Portaria 002/2017/PROGRAD/UEPB, foi motivada pelo fato de que o somatório dos dias paralisados pelos docentes no mês corrente já compromete a exigência mínima de 100 dias de trabalho acadêmico efetivo por período exigidos pelo MEC (Lei 9.394/1996, art. 47), bem como o cumprimento da carga horária dos componentes curriculares e a observância de período específico para a realização de reposições, exames finais, correção de provas, registro de notas e integralização curricular.

Por fim, a PROGRAD comunica a todos que, com o restabelecimento da normalidade das atividades na Instituição, novas datas para as Colações de Grau serão aprovadas e divulgadas, em conformidade com novo Calendário Acadêmico a ser publicizado quando do término do movimento grevista docente.

Outras informações: (83) 3315-3350.

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias

Array ( [post_title] => Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias [post_content] =>

A Coordenação do Curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 7 e 10 de novembro, a 8 ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias (SEMLICA), com a temática “Desafios do campo de trabalho para os licenciados em Ciências Agrárias e potencialidades agropecuárias no Semiárido”. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por meio de preenchimento de formulário on-line, no site do evento http://congresso.uepb.edu.br/semlica/inscricoes/.

Durante quatro dias, os participantes da oitava edição da SEMLICA poderão discutir os caminhos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, bem como a sua identidade, perfil e as possibilidades para os futuros profissionais. Na ocasião, discentes, docentes e egressos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias e do curso técnico em Agropecuária deverão expor suas pesquisas e atividades práticas e acadêmicas desenvolvidas.

Os interessados em submeter seus trabalhos terão duas opções de áreas temáticas distintas: a primeira, “Potencialidades Agropecuárias no Semiárido”, possibilita a abordagem de temas como Fisiologia Vegetal, Relação água-solo-planta-atmosfera, Sistemas de produção animal, Tecnologia de produtos agropecuários, entre outros. Já a segunda, “Educação, Currículo e Ensino”, tratará dos problemas e possíveis soluções que envolvem as políticas públicas educacionais, formação docente e currículo, Educação ambiental, Educação, diversidade e inclusão, projetos e experiências educacionais inovadores, além de relatos de Estágios Supervisionados.

A abertura acontece no dia 7 de novembro, no Auditório do Câmpus IV, em Catolé do Rocha, e dará início a uma série de atividades compostas por palestras, minicursos, mesas redondas, workshops, apresentações orais de trabalhos acadêmicos e ações culturais, como mostras audiovisuais e lançamentos de livros. Outras informações podem ser obtidas através dos telefones (83) 3441-1366 / 3441-2632 / 99660-4127 ou pelo e-mail viiisemlica@gmail.com.

 

Texto: Giuliana Rodrigues

O post Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Coordenação do Curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 7 e 10 de novembro, a 8 ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias (SEMLICA), com a temática “Desafios do campo de trabalho Leia Mais...

O post Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-09-14 16:41:53 [post_date] => 2017-09-14 16:41:53 [post_modified_gmt] => 2017-09-14 16:41:53 [post_modified] => 2017-09-14 16:41:53 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35311 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 2d93374e687abac07b84cdb43e57d57a [1] => dec88adf125b0348abbca77840b9c4e5 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 49 [1] => 9 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias

Array ( [post_title] => Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias [post_content] =>

A Coordenação do Curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 7 e 10 de novembro, a 8 ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias (SEMLICA), com a temática “Desafios do campo de trabalho para os licenciados em Ciências Agrárias e potencialidades agropecuárias no Semiárido”. As inscrições estão abertas e podem ser feitas por meio de preenchimento de formulário on-line, no site do evento http://congresso.uepb.edu.br/semlica/inscricoes/.

Durante quatro dias, os participantes da oitava edição da SEMLICA poderão discutir os caminhos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, bem como a sua identidade, perfil e as possibilidades para os futuros profissionais. Na ocasião, discentes, docentes e egressos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias e do curso técnico em Agropecuária deverão expor suas pesquisas e atividades práticas e acadêmicas desenvolvidas.

Os interessados em submeter seus trabalhos terão duas opções de áreas temáticas distintas: a primeira, “Potencialidades Agropecuárias no Semiárido”, possibilita a abordagem de temas como Fisiologia Vegetal, Relação água-solo-planta-atmosfera, Sistemas de produção animal, Tecnologia de produtos agropecuários, entre outros. Já a segunda, “Educação, Currículo e Ensino”, tratará dos problemas e possíveis soluções que envolvem as políticas públicas educacionais, formação docente e currículo, Educação ambiental, Educação, diversidade e inclusão, projetos e experiências educacionais inovadores, além de relatos de Estágios Supervisionados.

A abertura acontece no dia 7 de novembro, no Auditório do Câmpus IV, em Catolé do Rocha, e dará início a uma série de atividades compostas por palestras, minicursos, mesas redondas, workshops, apresentações orais de trabalhos acadêmicos e ações culturais, como mostras audiovisuais e lançamentos de livros. Outras informações podem ser obtidas através dos telefones (83) 3441-1366 / 3441-2632 / 99660-4127 ou pelo e-mail viiisemlica@gmail.com.

 

Texto: Giuliana Rodrigues

O post Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Coordenação do Curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), instalado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 7 e 10 de novembro, a 8 ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias (SEMLICA), com a temática “Desafios do campo de trabalho Leia Mais...

O post Em novembro: Câmpus de Catolé do Rocha promove 8ª Semana de Licenciatura em Ciências Agrárias apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-09-14 16:41:53 [post_date] => 2017-09-14 16:41:53 [post_modified_gmt] => 2017-09-14 16:41:53 [post_modified] => 2017-09-14 16:41:53 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35311 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 2d93374e687abac07b84cdb43e57d57a [1] => dec88adf125b0348abbca77840b9c4e5 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 49 [1] => 9 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => em-novembro-campus-de-catole-do-rocha-promove-8a-semana-de-licenciatura-em-ciencias-agrarias )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce

Array ( [post_title] => Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce [post_content] => Clique para exibir o slide.

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, distribuiu nesta terça-feira (5), 100 mudas da planta para moradores de comunidades rurais da cidade de Brejo dos Santos, localizada no Sertão do Estado.

Esta é a primeira distribuição feita pelo projeto, coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues, e que tem parceria com a Emater/Paraíba. Há quatro meses o projeto teve início com a seleção das castanhas e aos poucos vai ampliando suas atividades para atingir a microrregião de Catolé do Rocha. “Nós estamos trabalhando para levar essas mudas para 10 cidades da região. São produtores que ganharão mais uma opção no desenvolvimento da agricultura familiar”, explicou José Geraldo.

A escolha pelo cajueiro anão-precoce vem pelo seu desenvolvimento ser considerado rápido. Segundo acrescentou o coordenador do projeto, a planta tem a capacidade de produzir os primeiros frutos em seis meses, o que, segundo ele, é um fator predominante para que as colheitas aconteçam de forma mais rápida. “A partir de seis meses eles já oferecem os primeiros frutos. Em um ano já estão bem desenvolvidos por se adaptarem bastante à região mais quente e seca, como é o Sertão”, disse o professor.

Após a entrega dessas 100 mudas, mais 200 estão sendo preparadas para serem também distribuídas na região. Sendo que, dessas últimas, 50 já têm destino certo: a zona rural da cidade de São Bento. “Vamos preparar a próxima entrega e buscar ampliar o número de mudas para cada família. Queremos chegar a um número de cinco mudas para cada produtor familiar, para que eles tenham condições de se desenvolverem bem”, afirmou professor Geraldo.

O projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” conta com o apoio da direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da UEPB e ainda trabalha em parceria com o laboratório da Embrapa para o desenvolvimento de mudas.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Edivan Nunes

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso Leia Mais...

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_date] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified] => 2017-09-05 19:45:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35115 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b3c7c6fae9a835bed7aa51e7b1a7573c [1] => 94f136c6eceac063a8ffcedc56480825 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce

Array ( [post_title] => Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce [post_content] => Clique para exibir o slide.

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus IV, em Catolé do Rocha, distribuiu nesta terça-feira (5), 100 mudas da planta para moradores de comunidades rurais da cidade de Brejo dos Santos, localizada no Sertão do Estado.

Esta é a primeira distribuição feita pelo projeto, coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues, e que tem parceria com a Emater/Paraíba. Há quatro meses o projeto teve início com a seleção das castanhas e aos poucos vai ampliando suas atividades para atingir a microrregião de Catolé do Rocha. “Nós estamos trabalhando para levar essas mudas para 10 cidades da região. São produtores que ganharão mais uma opção no desenvolvimento da agricultura familiar”, explicou José Geraldo.

A escolha pelo cajueiro anão-precoce vem pelo seu desenvolvimento ser considerado rápido. Segundo acrescentou o coordenador do projeto, a planta tem a capacidade de produzir os primeiros frutos em seis meses, o que, segundo ele, é um fator predominante para que as colheitas aconteçam de forma mais rápida. “A partir de seis meses eles já oferecem os primeiros frutos. Em um ano já estão bem desenvolvidos por se adaptarem bastante à região mais quente e seca, como é o Sertão”, disse o professor.

Após a entrega dessas 100 mudas, mais 200 estão sendo preparadas para serem também distribuídas na região. Sendo que, dessas últimas, 50 já têm destino certo: a zona rural da cidade de São Bento. “Vamos preparar a próxima entrega e buscar ampliar o número de mudas para cada família. Queremos chegar a um número de cinco mudas para cada produtor familiar, para que eles tenham condições de se desenvolverem bem”, afirmou professor Geraldo.

O projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” conta com o apoio da direção do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da UEPB e ainda trabalha em parceria com o laboratório da Embrapa para o desenvolvimento de mudas.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Edivan Nunes

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Nas regiões mais secas do Brasil ele é conhecido como o “pequeno notável”. Resistente às pragas e doenças, o cajueiro anão-precoce é uma das melhores opções para agricultores familiares que plantam em suas propriedades mudas frutíferas para consumo próprio. Dessa forma, o projeto de extensão “Produção de mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce” vinculado ao curso Leia Mais...

O post Projeto de extensão do Câmpus de Catolé do Rocha distribui mudas orgânicas de cajueiro anão-precoce apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_date] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified_gmt] => 2017-09-05 19:45:17 [post_modified] => 2017-09-05 19:45:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=35115 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b3c7c6fae9a835bed7aa51e7b1a7573c [1] => 94f136c6eceac063a8ffcedc56480825 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-de-extensao-do-campus-de-catole-do-rocha-distribui-mudas-organicas-de-cajueiro-anao-precoce )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central inaugurou o Auditório do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA), no Câmpus VII, instalado na cidade de Patos, e a passarela coberta que liga a Escola Agrotécnica do Cajueiro ao Departamento de Letras e Humanidade do Câmpus IV, em Catolé do Rocha.

Além do auditório, que leva o nome do economista Celso Furtado, o Câmpus VII ainda foi contemplado com a construção de cinco novas salas de aula que oferecem melhor estrutura física aos alunos e amplia as possibilidades de atividades acadêmicas para os discentes dos cursos. De acordo com o professor Adriano Homero, diretor do CCEA, o novo local é uma conquista de todos que compõem o Câmpus, uma vez que ele oferece condições para a realização de eventos e atividades corriqueiras dos cursos ofertados pelo Centro.

“Conseguimos construir um espaço que tem capacidade para abrigar 320 pessoas sentadas. O ambiente é todo climatizado. Dessa forma, acredito que a partir de agora temos um local muito apropriado para realizarmos eventos acadêmicos, bem como outras atividades. Antes de começarmos a construção, consultamos os alunos para saber se eles aprovavam essa ideia de termos um auditório e cinco salas e a resposta deles foi totalmente positiva. Assim, o que está sendo entregue hoje é uma conquista coletiva, por isso todos que fazem o Câmpus VII estão de parabéns”, afirmou Adriano.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, destacou a vontade da comunidade do Câmpus VII em conquistar um espaço desse gênero, parabenizou a direção do Centro pela determinação e relembrou as dificuldades que sempre foram vencidas ao longo dos 11 anos de existência do CCEA. “Tudo que temos aqui no Câmpus VII vem de um resultado de muita luta. Ao virmos para este local, lembro da necessidade de instalação de ar-condicionado nas salas, as melhoras que foram feitas na área da cantina e de convivência e outros locais. E, hoje, esse auditório é resultado disso. Uma alternativa construída dentro do que podemos fazer, mas com as melhores condições possíveis. O importante é poder compartilhar, buscando alternativas com criatividade, diálogo e projetos que possam servir para melhorar ainda mais a formação de nossos alunos”, disse o reitor.

Participaram do momento de descerramento da placa do Auditório Celso Furtado, o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCEA, professor Adriano Homero; e o vice-prefeito de Patos, Bonifácio Rocha. Já para o descerramento da fita, além das autoridades já citadas, também foram convidados o diretor adjunto do CCEA, professor Odilon Avelino; e Santiago Jácome, aluno do curso de Bacharelado em Administração do CCEA.

Após a inauguração do Auditório Celso Furtado e das cinco novas salas de aula do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas, o professor Adriano Homero realizou a entrega de placas para homenagear pessoas que deram sua contribuição para que esses novos espaços pudessem se tornar realidade. Além do reitor e do vice-reitor da UEPB, da pró-reitora adjunta de Infraestrutura, professora Cheyenne Ribeiro, e da coordenadora do Cerimonial da UEPB, Mariene Braz Cavalcante, foram lembrados servidores técnicos administrativos do Câmpus VII e profissionais que trabalharam na obra.

Receberam a homenagem as seguintes pessoas: Bismark de Medeiros, Vanderli Silva, José Gomes, Francinildo Ferreira, Ayslan Kelvin, Catarina Medeiros, Rogério Henrique, Moisés Montinegro, Dinaihara Torres, Mariene Braz Cavalcante, Cheyenne Ribeiro, Flávio Romero e Rangel Junior.

Câmpus IV ganha passarela coberta para interligar Escola Agrícola e Departamento

Clique para exibir o slide.

As características climáticas da cidade de Catolé do Rocha, situada no Sertão da Paraíba, tornavam a locomoção de estudantes, professores, servidores e toda a comunidade do Câmpus IV bastante difícil. A alta temperatura era um obstáculo a mais para todos no deslocamento entre as dependências da Escola Agrotécnica do Cajueiro e o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). Mas isso, agora, faz parte do passado, uma vez que foi inaugurada a passarela coberta que interliga as áreas de aulas do Câmpus.

A estrutura baseia-se numa área de 72 metros com sombra, facilitando a ida e vinda principalmente de estudantes e professores. Segundo o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes, essa passarela integrou ainda mais a Instituição, além de trazer os benefícios próprios no que diz respeito à proteção ao sol que todos passam a ter a partir de então.

“Essa é a maior bem feitoria que poderíamos fazer nesse momento, já que a intenção é melhorar o conforto de todos. Foi muito positivo pelas questões climáticas e vamos continuar trabalhando para melhorar o conforto. Estamos passando por um momento de limitações financeiras, mas não deixaremos de fazer o melhor e não vamos desistir de tornar o Câmpus IV melhor para os estudantes, professores e servidores”, destacou o professor Edivan.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, parabenizou a todos pela conquista e afirmou que outras obras ainda serão realizadas no Câmpus. “Com certeza ainda temos muito a fazer, uma vez que o projeto inicial era, para além dessa passarela, outros espaços que vão melhorar ainda mais as atividades desempenhadas tanto na Escola Agrotécnica como também nos departamentos de Letras e Agrárias”, pontuou o reitor.

Foram convidados para o descerramento da placa da passarela o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes; e a diretora adjunta da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Maria do Socorro de Caldas Pinto. Já para o descerramento da fita inaugural, além das autoridades citadas também participaram o diretor adjunto do CCHA, professor Rômulo César de Araújo Lima; e o estudante Henrique Cavalcante Diniz, aluno do 2º ano Médio da Escola do Cajueiro.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Hipólito Lucena e Luciellen Lima

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central Leia Mais...

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_date] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified] => 2017-08-29 20:04:27 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34925 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => d3badec5eee09f338f906182bf91a6f7 [1] => a4322944bfb177821bfd0f629e9e5c4b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 14 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 22 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central inaugurou o Auditório do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA), no Câmpus VII, instalado na cidade de Patos, e a passarela coberta que liga a Escola Agrotécnica do Cajueiro ao Departamento de Letras e Humanidade do Câmpus IV, em Catolé do Rocha.

Além do auditório, que leva o nome do economista Celso Furtado, o Câmpus VII ainda foi contemplado com a construção de cinco novas salas de aula que oferecem melhor estrutura física aos alunos e amplia as possibilidades de atividades acadêmicas para os discentes dos cursos. De acordo com o professor Adriano Homero, diretor do CCEA, o novo local é uma conquista de todos que compõem o Câmpus, uma vez que ele oferece condições para a realização de eventos e atividades corriqueiras dos cursos ofertados pelo Centro.

“Conseguimos construir um espaço que tem capacidade para abrigar 320 pessoas sentadas. O ambiente é todo climatizado. Dessa forma, acredito que a partir de agora temos um local muito apropriado para realizarmos eventos acadêmicos, bem como outras atividades. Antes de começarmos a construção, consultamos os alunos para saber se eles aprovavam essa ideia de termos um auditório e cinco salas e a resposta deles foi totalmente positiva. Assim, o que está sendo entregue hoje é uma conquista coletiva, por isso todos que fazem o Câmpus VII estão de parabéns”, afirmou Adriano.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, destacou a vontade da comunidade do Câmpus VII em conquistar um espaço desse gênero, parabenizou a direção do Centro pela determinação e relembrou as dificuldades que sempre foram vencidas ao longo dos 11 anos de existência do CCEA. “Tudo que temos aqui no Câmpus VII vem de um resultado de muita luta. Ao virmos para este local, lembro da necessidade de instalação de ar-condicionado nas salas, as melhoras que foram feitas na área da cantina e de convivência e outros locais. E, hoje, esse auditório é resultado disso. Uma alternativa construída dentro do que podemos fazer, mas com as melhores condições possíveis. O importante é poder compartilhar, buscando alternativas com criatividade, diálogo e projetos que possam servir para melhorar ainda mais a formação de nossos alunos”, disse o reitor.

Participaram do momento de descerramento da placa do Auditório Celso Furtado, o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor da UEPB, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCEA, professor Adriano Homero; e o vice-prefeito de Patos, Bonifácio Rocha. Já para o descerramento da fita, além das autoridades já citadas, também foram convidados o diretor adjunto do CCEA, professor Odilon Avelino; e Santiago Jácome, aluno do curso de Bacharelado em Administração do CCEA.

Após a inauguração do Auditório Celso Furtado e das cinco novas salas de aula do Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas, o professor Adriano Homero realizou a entrega de placas para homenagear pessoas que deram sua contribuição para que esses novos espaços pudessem se tornar realidade. Além do reitor e do vice-reitor da UEPB, da pró-reitora adjunta de Infraestrutura, professora Cheyenne Ribeiro, e da coordenadora do Cerimonial da UEPB, Mariene Braz Cavalcante, foram lembrados servidores técnicos administrativos do Câmpus VII e profissionais que trabalharam na obra.

Receberam a homenagem as seguintes pessoas: Bismark de Medeiros, Vanderli Silva, José Gomes, Francinildo Ferreira, Ayslan Kelvin, Catarina Medeiros, Rogério Henrique, Moisés Montinegro, Dinaihara Torres, Mariene Braz Cavalcante, Cheyenne Ribeiro, Flávio Romero e Rangel Junior.

Câmpus IV ganha passarela coberta para interligar Escola Agrícola e Departamento

Clique para exibir o slide.

As características climáticas da cidade de Catolé do Rocha, situada no Sertão da Paraíba, tornavam a locomoção de estudantes, professores, servidores e toda a comunidade do Câmpus IV bastante difícil. A alta temperatura era um obstáculo a mais para todos no deslocamento entre as dependências da Escola Agrotécnica do Cajueiro e o Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). Mas isso, agora, faz parte do passado, uma vez que foi inaugurada a passarela coberta que interliga as áreas de aulas do Câmpus.

A estrutura baseia-se numa área de 72 metros com sombra, facilitando a ida e vinda principalmente de estudantes e professores. Segundo o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes, essa passarela integrou ainda mais a Instituição, além de trazer os benefícios próprios no que diz respeito à proteção ao sol que todos passam a ter a partir de então.

“Essa é a maior bem feitoria que poderíamos fazer nesse momento, já que a intenção é melhorar o conforto de todos. Foi muito positivo pelas questões climáticas e vamos continuar trabalhando para melhorar o conforto. Estamos passando por um momento de limitações financeiras, mas não deixaremos de fazer o melhor e não vamos desistir de tornar o Câmpus IV melhor para os estudantes, professores e servidores”, destacou o professor Edivan.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, parabenizou a todos pela conquista e afirmou que outras obras ainda serão realizadas no Câmpus. “Com certeza ainda temos muito a fazer, uma vez que o projeto inicial era, para além dessa passarela, outros espaços que vão melhorar ainda mais as atividades desempenhadas tanto na Escola Agrotécnica como também nos departamentos de Letras e Agrárias”, pontuou o reitor.

Foram convidados para o descerramento da placa da passarela o reitor da UEPB, professor Rangel Junior; o vice-reitor, professor Flávio Romero Guimarães; o diretor do CCHA, professor Edivan Nunes; e a diretora adjunta da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Maria do Socorro de Caldas Pinto. Já para o descerramento da fita inaugural, além das autoridades citadas também participaram o diretor adjunto do CCHA, professor Rômulo César de Araújo Lima; e o estudante Henrique Cavalcante Diniz, aluno do 2º ano Médio da Escola do Cajueiro.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Hipólito Lucena e Luciellen Lima

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O processo de melhorias em diversos setores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) continua com a construção de novos espaços, melhoramento em outros e a certeza de que o investimento no desenvolvimento dos câmpus da Instituição trará qualidade no convívio e ensino de toda a comunidade acadêmica. Dessa forma, nesta segunda-feira (28), a Administração Central Leia Mais...

O post Universidade Estadual da Paraíba inaugura novos espaços nos câmpus de Patos e Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_date] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified_gmt] => 2017-08-29 20:04:27 [post_modified] => 2017-08-29 20:04:27 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34925 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => d3badec5eee09f338f906182bf91a6f7 [1] => a4322944bfb177821bfd0f629e9e5c4b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 14 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 22 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => universidade-estadual-da-paraiba-inaugura-novos-espacos-nos-campus-de-patos-e-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido

Array ( [post_title] => Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido [post_content] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. O evento terá como sede a unidade potiguar, com realização prevista para a primeira quinzena do mês de outubro, com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Estarão à disposição dos participantes seis atividades de debate, sendo quatro palestras e duas conferências, além de seis minicursos. As áreas de atuação desses últimos serão divulgadas posteriormente pela coordenação do evento. Para participarem os interessados devem entrar em contato com os coordenadores do encontro ligados ao Câmpus da UEPB em Catolé do Rocha e ao da UERN em Pau dos Ferros. Também serão disponibilizadas inscrições para apresentação de trabalhos científicos.

De acordo com o professor Jairo Bezerra Silva, do Câmpus IV da UEPB, poderão participar alunos, professores e pesquisadores que desenvolvam qualquer tipo de atividade nas áreas de recursos hídricos e de programas de transferência de renda na região do Semiárido. Ele salientou que a realização do Encontro Regional na cidade Pau dos Ferros foi estratégica por abrigar o maior número de agentes que atuam nessas duas frentes de atuação.

“Vivemos em uma região na qual a água é de difícil disponibilização. Encontramos diversos problemas e limitações, mas isso não impede de desenvolvermos projetos e ações que tenham o objetivo de construir e implementar ações de políticas públicas numa efetiva interação com professores e pesquisadores ou grupos de trabalho que tenham como foco atividades de acesso e uso satisfatório da água na perspectiva do desenvolvimento sustentável”, explicou o professor Jairo, um dos coordenadores do evento.

O 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido é o primeiro evento do gênero na região e deve atrair participantes não apenas da Paraíba e do Rio Grande do Norte, mas também de outros estados brasileiros que lidam com estudos relacionados ao Semiárido e programas de transferência de renda. Ainda segundo o professor Jairo Bezerra, tendo em vista a necessidade de integração de universidades e de programas de pós-graduação que discutam as questões do Semiárido, o evento visa contribuir para a construção de um espaço de diálogos referentes à melhoria do acesso e de uso sustentável da água na região semiárida.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. Leia Mais...

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_date] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified] => 2017-08-16 11:54:25 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34532 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a50fd8e8d1897d0d24d3d6581d1df0f0 [1] => 41bfc7a03a36719fa1886d760206ede8 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido

Array ( [post_title] => Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido [post_content] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. O evento terá como sede a unidade potiguar, com realização prevista para a primeira quinzena do mês de outubro, com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Estarão à disposição dos participantes seis atividades de debate, sendo quatro palestras e duas conferências, além de seis minicursos. As áreas de atuação desses últimos serão divulgadas posteriormente pela coordenação do evento. Para participarem os interessados devem entrar em contato com os coordenadores do encontro ligados ao Câmpus da UEPB em Catolé do Rocha e ao da UERN em Pau dos Ferros. Também serão disponibilizadas inscrições para apresentação de trabalhos científicos.

De acordo com o professor Jairo Bezerra Silva, do Câmpus IV da UEPB, poderão participar alunos, professores e pesquisadores que desenvolvam qualquer tipo de atividade nas áreas de recursos hídricos e de programas de transferência de renda na região do Semiárido. Ele salientou que a realização do Encontro Regional na cidade Pau dos Ferros foi estratégica por abrigar o maior número de agentes que atuam nessas duas frentes de atuação.

“Vivemos em uma região na qual a água é de difícil disponibilização. Encontramos diversos problemas e limitações, mas isso não impede de desenvolvermos projetos e ações que tenham o objetivo de construir e implementar ações de políticas públicas numa efetiva interação com professores e pesquisadores ou grupos de trabalho que tenham como foco atividades de acesso e uso satisfatório da água na perspectiva do desenvolvimento sustentável”, explicou o professor Jairo, um dos coordenadores do evento.

O 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido é o primeiro evento do gênero na região e deve atrair participantes não apenas da Paraíba e do Rio Grande do Norte, mas também de outros estados brasileiros que lidam com estudos relacionados ao Semiárido e programas de transferência de renda. Ainda segundo o professor Jairo Bezerra, tendo em vista a necessidade de integração de universidades e de programas de pós-graduação que discutam as questões do Semiárido, o evento visa contribuir para a construção de um espaço de diálogos referentes à melhoria do acesso e de uso sustentável da água na região semiárida.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Uma parceria entre o Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), situado na cidade de Catolé do Rocha, e a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Câmpus de Pau dos Ferros, concretizou a realização do 1º Encontro Regional de Sustentabilidade e Políticas Públicas: recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido. Leia Mais...

O post Encontro Regional de Sustentabilidade discutirá recursos hídricos e programas sociais no território do Semiárido apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_date] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified_gmt] => 2017-08-16 11:54:25 [post_modified] => 2017-08-16 11:54:25 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34532 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a50fd8e8d1897d0d24d3d6581d1df0f0 [1] => 41bfc7a03a36719fa1886d760206ede8 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-regional-de-sustentabilidade-discutira-recursos-hidricos-e-programas-sociais-no-territorio-do-semiarido )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado

Array ( [post_title] => Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado [post_content] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia e Agricultura Familiar, tendo como linhas de pesquisa “Energias Renováveis e Biocombustíveis”, “Agricultura Familiar e Sustentabilidade” e “Biotecnologia e Melhoramento Vegetal”. Ao todo serão oferecidas 48 vagas.

Para se inscrever o candidato deve entregar na Secretaria do programa, localizada na Central de Integração Acadêmica, Rua Baraúnas, 351, 3º andar, Sala 310, a ficha de inscrição; cópia da Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Certificado de Reservista, diploma ou certidão de conclusão de curso de graduação; uma fotografia 3×4 recente; histórico acadêmico e RDM atualizado, além de uma cópia do Currículo Lattes.

As vagas oferecidas estão distribuídas da seguinte forma: Bioinformática – 10 vagas; Agricultura Familiar e Sustentabilidade – 10 vagas; Fixação Biológica de Nitrogênio – 5 vagas; Aspectos da produção da cana-de-açúcar – 10 vagas; Genética Quantitativa – 3 vagas; Tópicos Especiais: Instrumentação em Estresse Abiótico de Plantas Cultivadas – 10 vagas; Tópicos Especiais: Recursos Genéticos de Culturas Bioenergéticas para o Semiárido Nordestino – 3 vagas. Outras informações podem ser obtidas no edital da seleção clicando AQUI.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

 

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia Leia Mais...

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_date] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified] => 2017-08-11 15:10:37 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34495 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a0549a1896b6c89a3fdccb6ab870b676 [1] => af088813b5f217dec72ce8f3b100ba6c ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado

Array ( [post_title] => Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado [post_content] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia e Agricultura Familiar, tendo como linhas de pesquisa “Energias Renováveis e Biocombustíveis”, “Agricultura Familiar e Sustentabilidade” e “Biotecnologia e Melhoramento Vegetal”. Ao todo serão oferecidas 48 vagas.

Para se inscrever o candidato deve entregar na Secretaria do programa, localizada na Central de Integração Acadêmica, Rua Baraúnas, 351, 3º andar, Sala 310, a ficha de inscrição; cópia da Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Certificado de Reservista, diploma ou certidão de conclusão de curso de graduação; uma fotografia 3×4 recente; histórico acadêmico e RDM atualizado, além de uma cópia do Currículo Lattes.

As vagas oferecidas estão distribuídas da seguinte forma: Bioinformática – 10 vagas; Agricultura Familiar e Sustentabilidade – 10 vagas; Fixação Biológica de Nitrogênio – 5 vagas; Aspectos da produção da cana-de-açúcar – 10 vagas; Genética Quantitativa – 3 vagas; Tópicos Especiais: Instrumentação em Estresse Abiótico de Plantas Cultivadas – 10 vagas; Tópicos Especiais: Recursos Genéticos de Culturas Bioenergéticas para o Semiárido Nordestino – 3 vagas. Outras informações podem ser obtidas no edital da seleção clicando AQUI.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

 

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias (PPGCA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou o edital de seleção para aluno especial do curso de Mestrado. As inscrições estarão abertas nos dias 16 e 17 de agosto, com resultado sendo publicado no dia 18 do mesmo mês. O curso tem área de concentração em Agrobioenergia Leia Mais...

O post Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias divulga seleção para aluno especial do Mestrado apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_date] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified_gmt] => 2017-08-11 15:10:37 [post_modified] => 2017-08-11 15:10:37 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=34495 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a0549a1896b6c89a3fdccb6ab870b676 [1] => af088813b5f217dec72ce8f3b100ba6c ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 9 [2] => 2 [3] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => programa-de-pos-graduacao-em-ciencias-agrarias-divulga-selecao-para-aluno-especial-do-mestrado )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo de batata doce na região.

O foco do projeto é a cultura da batata doce cientificamente conhecida como “Ipomoea batatas”, que está sendo implantada no Sertão paraibano com a finalidade de restaurar essa olerícola, tão importante para a microrregião de Catolé do Rocha. Para disseminar a cultura, ramos sementes de batata doce das variedades “Granfina de pele branca” e “Paraíba de pele vermelha” estão sendo distribuídos para alguns pequenos produtores locais, visando incentivar o cultivo na região.

Coordenador do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias e um dos responsáveis pelo experimento, o professor Evandro Franklin de Mesquita explica que o trabalho contribuirá para a reabilitação da cultura de batata doce na região de Catolé do Rocha. Para desenvolver o projeto foi adotado o método de irrigação localizada, em que água é aplicada diretamente na área radicular em pequenas intensidades e alta frequência, mantendo o solo úmido por maior período de tempo, com irrigação diária.

Essa condição, segundo o professor Evandro, propicia o desenvolvimento e rendimento da cultura que possui sistema radicular formado por raízes superficiais com maior concentração até 10 cm de profundidade e uma raiz principal que chega a atingir até 90 cm de profundidade no solo. Dentre as vantagens deste sistema de irrigação destaca-se a possibilidade de adequação do cultivo da batata doce à realidade local, que convive com escassez de água.

A adoção de técnicas que possibilitem a maximização da eficiência do uso de água e da adubação nitrogenada pela cultura de batata doce é de extrema importância para aumentar a produtividade e qualidade da cultura. Para isso, paralelamente, uma pesquisa também está sendo desenvolvida para estudar os efeitos de cinco doses de nitrogênio aos níveis de 0, 30, 60, 90 e 120 kg de nitrogênio por hectare, com duas lâminas de irrigação de 50% e 100% Etc (Evapotranspiração) da cultura, ou seja, metade das plantas está sendo cultivadas sem déficit hídrico e a outra metade com déficit hídrico.

Ao todo, duas mil plantas de batata doce estão sendo cultivadas em uma área de 800 metros quadrados do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). No cultivo, metade das plantas está sendo irrigada com 1,2 litros de água por dia e a outra metade com 600 mililitros. Este é o primeiro plantio utilizando este sistema e os pesquisadores esperam que, comparado com as demais formas de cultivo utilizadas na região, seja possível registrar um aumento de 40% a 50% na produção da batata doce com um consumo de água menor do que o utilizado até então.

Os ramos sementes estão com pouco mais de 20 dias de plantados e a previsão é de que a colheita seja feita em até 150 dias. Após a colheita e análise dos dados será possível definir a dose de nitrogênio mais eficiente, a lâmina de irrigação que possa ser aplicada com viabilidade de aumentar a produção, a variedade mais produtiva e a de maior preferência pelo consumidor.

A pesquisa envolve dois estudantes de iniciação científica do CCHA e um de Doutorado da UFPB, sob a orientação em parceria dos professores Evandro Franklin de Mesquita e Lourival Ferreira Cavalcante. As atividades do projeto contam com a colaboração de 15 alunos do Curso de Ciências Agrárias da UEPB, integrantes do Grupo de Pesquisa SOLAPLANT, e dos pesquisadores Anailson de Sousa Alves, Lucimara Ferreira de Figueredo, Rosinaldo de Sousa Ferreira, Danila Lima de Araújo, Irton Mirando dos Anjos, Irinaldo Pereira da Silva Filho e Francisco Pinheiro da Silva.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo Leia Mais...

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_date] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified] => 2017-07-05 11:57:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33767 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b9fe3c789aa86535920c021a356e4d02 [1] => 0bdf345cc65f4a638a1d8333514ce6fd ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo de batata doce na região.

O foco do projeto é a cultura da batata doce cientificamente conhecida como “Ipomoea batatas”, que está sendo implantada no Sertão paraibano com a finalidade de restaurar essa olerícola, tão importante para a microrregião de Catolé do Rocha. Para disseminar a cultura, ramos sementes de batata doce das variedades “Granfina de pele branca” e “Paraíba de pele vermelha” estão sendo distribuídos para alguns pequenos produtores locais, visando incentivar o cultivo na região.

Coordenador do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias e um dos responsáveis pelo experimento, o professor Evandro Franklin de Mesquita explica que o trabalho contribuirá para a reabilitação da cultura de batata doce na região de Catolé do Rocha. Para desenvolver o projeto foi adotado o método de irrigação localizada, em que água é aplicada diretamente na área radicular em pequenas intensidades e alta frequência, mantendo o solo úmido por maior período de tempo, com irrigação diária.

Essa condição, segundo o professor Evandro, propicia o desenvolvimento e rendimento da cultura que possui sistema radicular formado por raízes superficiais com maior concentração até 10 cm de profundidade e uma raiz principal que chega a atingir até 90 cm de profundidade no solo. Dentre as vantagens deste sistema de irrigação destaca-se a possibilidade de adequação do cultivo da batata doce à realidade local, que convive com escassez de água.

A adoção de técnicas que possibilitem a maximização da eficiência do uso de água e da adubação nitrogenada pela cultura de batata doce é de extrema importância para aumentar a produtividade e qualidade da cultura. Para isso, paralelamente, uma pesquisa também está sendo desenvolvida para estudar os efeitos de cinco doses de nitrogênio aos níveis de 0, 30, 60, 90 e 120 kg de nitrogênio por hectare, com duas lâminas de irrigação de 50% e 100% Etc (Evapotranspiração) da cultura, ou seja, metade das plantas está sendo cultivadas sem déficit hídrico e a outra metade com déficit hídrico.

Ao todo, duas mil plantas de batata doce estão sendo cultivadas em uma área de 800 metros quadrados do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA). No cultivo, metade das plantas está sendo irrigada com 1,2 litros de água por dia e a outra metade com 600 mililitros. Este é o primeiro plantio utilizando este sistema e os pesquisadores esperam que, comparado com as demais formas de cultivo utilizadas na região, seja possível registrar um aumento de 40% a 50% na produção da batata doce com um consumo de água menor do que o utilizado até então.

Os ramos sementes estão com pouco mais de 20 dias de plantados e a previsão é de que a colheita seja feita em até 150 dias. Após a colheita e análise dos dados será possível definir a dose de nitrogênio mais eficiente, a lâmina de irrigação que possa ser aplicada com viabilidade de aumentar a produção, a variedade mais produtiva e a de maior preferência pelo consumidor.

A pesquisa envolve dois estudantes de iniciação científica do CCHA e um de Doutorado da UFPB, sob a orientação em parceria dos professores Evandro Franklin de Mesquita e Lourival Ferreira Cavalcante. As atividades do projeto contam com a colaboração de 15 alunos do Curso de Ciências Agrárias da UEPB, integrantes do Grupo de Pesquisa SOLAPLANT, e dos pesquisadores Anailson de Sousa Alves, Lucimara Ferreira de Figueredo, Rosinaldo de Sousa Ferreira, Danila Lima de Araújo, Irton Mirando dos Anjos, Irinaldo Pereira da Silva Filho e Francisco Pinheiro da Silva.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto desenvolvido por alunos do curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, localizado no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tem buscado estimular a agricultura familiar no semiárido paraibano com a reabilitação do cultivo Leia Mais...

O post Projeto desenvolvido na UEPB visa reabilitação do cultivo da batata doce na microrregião de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_date] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified_gmt] => 2017-07-05 11:57:10 [post_modified] => 2017-07-05 11:57:10 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33767 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b9fe3c789aa86535920c021a356e4d02 [1] => 0bdf345cc65f4a638a1d8333514ce6fd ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-desenvolvido-na-uepb-visa-reabilitacao-do-cultivo-da-batata-doce-na-microrregiao-de-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão

Array ( [post_title] => Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado de “Produção de abacaxi orgânico”, o projeto é coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, que também desenvolveu ação semelhante no Câmpus IV com a plantação de uva e vem conseguido alterar a geografia local com estes cultivos.

Para repetir a experiência com outra cultura, uma área experimental de quase um hectare foi reservada para o plantio. No total, foram plantadas 510 mudas de abacaxi com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes e ferti-irrigação. José Geraldo explica que todo o projeto está sendo desenvolvido sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas. No próximo mês, será aplicada uma dose de adubo na área plantada.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, envolve os estudantes de graduação Jéssica da Mota Santos, Joyce Maria Simões, Alex Serafim de Lima e Francisca Lacerda da Silva, além do estudante da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Ígor Figueiredo da Silva. Professor Geraldo explica que ainda é cedo para atestar a viabilidade econômica do projeto, uma vez que o tempo para colheita do abacaxi chega até a 17 meses a partir do plantio. Como as mudas foram plantadas há dois meses, a perspectiva é que a colheita aconteça somente em setembro de 2018.

Só após esse período, é que poderá ser atestatada a viabilidade econômica do projeto e descobrir se o abacaxi conseguiu ser adaptado ao solo do semiárido e ao clima do Sertão paraibano, caracterizado por altas temperaturas. Segundo o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá e mamão. O diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Junior, destaca que a direção do CCHA dá total apoio aos projetos, que servem para mostrar o potencial do Câmpus, além de contribuir no processo de formação dos futuros profissionais da área.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado Leia Mais...

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_date] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified] => 2017-06-21 16:06:13 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33624 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 47df755fe099baf449b20f0b136a8a0f [1] => 1dac301af6439ef5bcf8207c86cdebfb ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão

Array ( [post_title] => Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão [post_content] => Clique para exibir o slide.

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado de “Produção de abacaxi orgânico”, o projeto é coordenado pelo professor José Geraldo Rodrigues dos Santos, que também desenvolveu ação semelhante no Câmpus IV com a plantação de uva e vem conseguido alterar a geografia local com estes cultivos.

Para repetir a experiência com outra cultura, uma área experimental de quase um hectare foi reservada para o plantio. No total, foram plantadas 510 mudas de abacaxi com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes e ferti-irrigação. José Geraldo explica que todo o projeto está sendo desenvolvido sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas. No próximo mês, será aplicada uma dose de adubo na área plantada.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, envolve os estudantes de graduação Jéssica da Mota Santos, Joyce Maria Simões, Alex Serafim de Lima e Francisca Lacerda da Silva, além do estudante da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Ígor Figueiredo da Silva. Professor Geraldo explica que ainda é cedo para atestar a viabilidade econômica do projeto, uma vez que o tempo para colheita do abacaxi chega até a 17 meses a partir do plantio. Como as mudas foram plantadas há dois meses, a perspectiva é que a colheita aconteça somente em setembro de 2018.

Só após esse período, é que poderá ser atestatada a viabilidade econômica do projeto e descobrir se o abacaxi conseguiu ser adaptado ao solo do semiárido e ao clima do Sertão paraibano, caracterizado por altas temperaturas. Segundo o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá e mamão. O diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Junior, destaca que a direção do CCHA dá total apoio aos projetos, que servem para mostrar o potencial do Câmpus, além de contribuir no processo de formação dos futuros profissionais da área.

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Um projeto de pesquisa desenvolvido por um professor do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado no Câmpus IV, em Catolé do Rocha, está tentando descobrir se o cultivo de abacaxi pode ser adaptado ao clima seco do sertão paraibano e assim contribuir para a economia local. Batizado Leia Mais...

O post Experimento de professor do Câmpus IV da UEPB analisa viabilidade para produção de abacaxi orgânico no Sertão apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_date] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified_gmt] => 2017-06-21 16:06:13 [post_modified] => 2017-06-21 16:06:13 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33624 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 47df755fe099baf449b20f0b136a8a0f [1] => 1dac301af6439ef5bcf8207c86cdebfb ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => experimento-de-professor-do-campus-iv-da-uepb-analisa-viabilidade-para-producao-de-abacaxi-organico-no-sertao )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano

Array ( [post_title] => Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano [post_content] => Clique para exibir o slide.

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área de 2.500 metros quadrados, no meio da seca, foi formado um “oásis” de videiras com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes para o cultivo da uva Isabel Roxa.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, existe desde 2011 e, além de proporcionar a cultura da uva no local, ainda é capaz de avaliar a qualidade da produção da fruta e analisar a escala de pH (que indica se o meio é ácido, básico ou neutro). De acordo com o professor José Geraldo, coordenador do projeto, tudo é feito sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas, em pequenas quantidades, porém durante um longo período de tempo.

“Ao longo desses anos temos conseguido importantes resultados. Esse projeto vem sendo desenvolvido na Escola Agrotécnica do Cajueiro com a aplicação de biofertilizante a partir do uso de esterco. É um tipo de agricultura que não usa nenhum tipo de produto tóxico. Como a uva ainda é nova, nós enfrentamos à vezes algumas dificuldades, mas temos conseguido realizar duas podas por ano, o que nos proporciona colher a fruta tanto para estudo, como também para consumo interno na escola e distribuição junto a comunidade acadêmica e moradores da região”, diz.

Ao todo, o cultivo conta com 216 plantas na videira com uma produção média de 18 quilos de uva por planta. As uvas cultivadas no Câmpus IV, pela característica própria de sua criação, apresentam um paladar diferenciado em relação a mesma fruta cultivada em outros locais. “A nossa uva é bem mais doce do que as que normalmente existem no mercado. Pela forma como cultivamos, ela tem uma concentração de açúcar maior. Tudo que fazemos aqui é com base ecológica, orgânica, e isso é justamente o diferencial do projeto”, acrescenta o professor Geraldo.

Com o uso da irrigação localizada a partir da construção de poços nos arredores do Câmpus, o próximo passo do projeto será o cultivo de outros tipos de frutas a partir da mesma metodologia. Segundo explica o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá, mamão e abacaxi. Contudo, um convênio assinado com a Embrapa de Fortaleza (CE) possibilitará o uso de uma área reservada para o plantio de mudas de cajueiro e outro espaço onde será desenvolvida a multiplicação dos clones desta fruta.

“Pretendemos transformar essa região com outras fruteiras. Já avançamos no cultivo do abacaxi e temos a possibilidade de trabalhar a pesquisa junto com a Embrapa de Fortaleza a partir desse convênio. Até bem pouco tempo não existia a irrigação com biofertilizante e nós conseguimos desenvolver algo que tem o poder de aprimorar o desenvolvimento e o cultivo de vários tipos de frutas”, ressalta José Geraldo.

 

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Divulgação

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área Leia Mais...

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_date] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified] => 2017-05-23 16:07:41 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33226 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3dfc61143fda87aeb836a1e0517853b2 [1] => f6ad2465d5a35389e811a33610ab8436 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano

Array ( [post_title] => Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano [post_content] => Clique para exibir o slide.

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área de 2.500 metros quadrados, no meio da seca, foi formado um “oásis” de videiras com base no trabalho de agricultura orgânica com uso de biofertilizantes para o cultivo da uva Isabel Roxa.

O projeto, vinculado ao curso de Licenciatura em Ciências Agrárias do Câmpus IV da UEPB, existe desde 2011 e, além de proporcionar a cultura da uva no local, ainda é capaz de avaliar a qualidade da produção da fruta e analisar a escala de pH (que indica se o meio é ácido, básico ou neutro). De acordo com o professor José Geraldo, coordenador do projeto, tudo é feito sem uso de agrotóxicos e com o desenvolvimento de uma irrigação localizada, que é a aplicação de água diretamente sobre a zona radicular das culturas, em pequenas quantidades, porém durante um longo período de tempo.

“Ao longo desses anos temos conseguido importantes resultados. Esse projeto vem sendo desenvolvido na Escola Agrotécnica do Cajueiro com a aplicação de biofertilizante a partir do uso de esterco. É um tipo de agricultura que não usa nenhum tipo de produto tóxico. Como a uva ainda é nova, nós enfrentamos à vezes algumas dificuldades, mas temos conseguido realizar duas podas por ano, o que nos proporciona colher a fruta tanto para estudo, como também para consumo interno na escola e distribuição junto a comunidade acadêmica e moradores da região”, diz.

Ao todo, o cultivo conta com 216 plantas na videira com uma produção média de 18 quilos de uva por planta. As uvas cultivadas no Câmpus IV, pela característica própria de sua criação, apresentam um paladar diferenciado em relação a mesma fruta cultivada em outros locais. “A nossa uva é bem mais doce do que as que normalmente existem no mercado. Pela forma como cultivamos, ela tem uma concentração de açúcar maior. Tudo que fazemos aqui é com base ecológica, orgânica, e isso é justamente o diferencial do projeto”, acrescenta o professor Geraldo.

Com o uso da irrigação localizada a partir da construção de poços nos arredores do Câmpus, o próximo passo do projeto será o cultivo de outros tipos de frutas a partir da mesma metodologia. Segundo explica o professor, também estão sendo plantadas mudas de coco, banana, maracujá, mamão e abacaxi. Contudo, um convênio assinado com a Embrapa de Fortaleza (CE) possibilitará o uso de uma área reservada para o plantio de mudas de cajueiro e outro espaço onde será desenvolvida a multiplicação dos clones desta fruta.

“Pretendemos transformar essa região com outras fruteiras. Já avançamos no cultivo do abacaxi e temos a possibilidade de trabalhar a pesquisa junto com a Embrapa de Fortaleza a partir desse convênio. Até bem pouco tempo não existia a irrigação com biofertilizante e nós conseguimos desenvolver algo que tem o poder de aprimorar o desenvolvimento e o cultivo de vários tipos de frutas”, ressalta José Geraldo.

 

 

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Divulgação

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A cidade de Catolé do Rocha, localizada no Sertão da Paraíba, caracterizada pelo clima semiárido e com altas temperaturas durante todo o ano, vem se transformando a partir do desenvolvimento de um projeto de pesquisa da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que alterou parte da geografia local com a plantação de uva. Em uma área Leia Mais...

O post Projeto da UEPB garante produção de uvas com alto padrão de qualidade em meio ao clima seco do Sertão paraibano apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_date] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified_gmt] => 2017-05-23 16:07:41 [post_modified] => 2017-05-23 16:07:41 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=33226 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3dfc61143fda87aeb836a1e0517853b2 [1] => f6ad2465d5a35389e811a33610ab8436 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 50 [2] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-da-uepb-garante-producao-de-uvas-com-alto-padrao-de-qualidade-em-meio-ao-clima-seco-do-sertao-paraibano )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, realizada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), por meio da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorreu na última quarta-feira (19), no Câmpus IV da Instituição, localizado em Catolé do Rocha. Inserido na 4ª Semana Acadêmica, o evento foi festejado pela comunidade da UEPB e bastante prestigiado pela população em geral.

Uma plateia animada recebeu a comitiva da Procult no Câmpus IV. A programação da manhã começou com uma apresentação cultural dos emboladores de coco Fredi Guimarães e Canário do Império. Divertida, a exibição trouxe motes que versavam sobre o próprio público fazendo-o interagir com os artistas, à maneira da típica improvisação dos emboladores.

A abertura oficial do Encontro se deu no Auditório e contou com a presença do diretor do Câmpus IV, Edivan Silva Nunes Júnior, e do diretor adjunto, Rômulo César Araújo Lima, do pró-reitor de Cultura, José Cristóvão de Andrade, e do pró-reitor adjunto de Cultura, José Benjamim Pereira Filho. Também estiveram na mesa de abertura a curadora da seção de Cordel do Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), professora Joseilda de Sousa Diniz, o diretor do Grupo de Tradições Populares Acauã da Serra, professor Agnaldo Barbosa, o professor do Centro Artístico-Cultural (CAC) da UEPB, Erivelton da Cunha, a cantora Gitana Pimentel, e o mestre da sanfona de oito baixos Luizinho Calixto, também docente do CAC.

Em sua fala, o pró-reitor de Cultura apontou que, através do Encontro, a UEPB assume e reafirma sua posição de vanguarda, mantendo-se sempre ao lado dos movimentos de resistência, de transformação social e de mudança, que habitualmente têm a arte como vetor principal. “Catolé é conhecida por ter um viés cultural muito forte e nós reconhecemos e valorizamos isso. Nosso desejo é contribuir para que as ações de caráter artístico sejam feitas permanentemente”, endossou José Cristóvão de Andrade.

Para ele, é a cultura popular o marcador que define a identidade de um povo. “Por isso, a exaltação dela é imprescindível, mas, mais que isso, também é a salvaguarda e difusão desse patrimônio que presenteia as gerações futuras com a nossa riqueza, esse grande painel cultural onde residem os nossos valores mais caros. É por meio da cultura popular que nos reconhecemos”, finalizou.

Já o pró-reitor adjunto começou a sua fala pedindo uma salva de palmas aos índios do Brasil. O professor Benjamim é membro e um dos fundadores do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEAB-Í) da UEPB. Tendo a data do Dia do Índio a ser comemorada neste mesmo dia, o docente ressaltou a importância da causa. “Como devemos aos índios nosso sangue, nosso jeito de ser, devemos aos sanfoneiros por terem preservado e propagado a nossa cultura. O sanfoneiro faz a melhor e maior festa junina, mas não recebe o merecido respeito, assim como são relegados os índios”, explicou.

O pró-reitor adjunto também comentou a respeito da conversa que teve com o cantor e compositor Flávio José, quando da execução da quarta etapa do Encontro, em Monteiro (PB). “Ele felicitou a UEPB pela iniciativa, pela Instituição tratar os sanfoneiros com todo carinho e admiração. A UEPB é popular e será cada vez mais, não é à toa que temos nossa vitoriosa escola de sanfona, que excede os 160 matriculados”, informou.

O diretor do Câmpus IV saudou a todos os integrantes do Encontro, classificando-o como um empreendimento de grande porte e bem sucedido. “É bonito ver a cultura se transmitindo, ganhando mais força, e a cidade de Catolé certamente fica muito feliz por fazer parte da celebração do talento desses artistas”, disse Edivan Silva Nunes Júnior. Já o diretor adjunto afirmou que apenas a arte é capaz de fazer o mundo mudar. “Hoje vivemos uma sociedade do ‘não pensar’ ou de simplesmente deixar que outros pensem por nós e a cultura é um antídoto para isso porque nos abre olhos, nos sensibiliza ao que de fato tem relevância”, ressaltou Rômulo César Araújo Lima.

A estrela do Encontro

Como não podia deixar de ser, a música foi a estrela maior na quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos. Por todo o dia, no Câmpus IV e também no Mirante, que sediou o evento no período noturno, aconteceram apresentações musicais com Fredi Guimarães e Canário do Império, Gitana Pimentel, Erivan Ferreira, Luan Costa, do Grupo Maracagrande, e Erivelton da Cunha.

Na programação da noite, que teve à frente como mestre de cerimônia Alberto Alves, um dos destaques foi a aula espetáculo com Luizinho Calixto, desfiando histórias diversas a respeito da linhagem sanfoneira de sua família e de vivências com Luiz Gonzaga e Rosil Cavalcante, entre outros grandes nomes do meio artístico.

​​Os sanfoneiros inscritos ​em Catolé do Rocha ​também se apresentaram por todo o dia com os músicos da Procult, escolhendo canções de sua preferência e ​mostrando composições autorais. ​Especialmente no Mirante, a população da cidade compareceu em número significativo, perfazendo um público animado e colorido, em que se uniram estudantes, professores e funcionários do Campus IV, aos admiradores do autêntico forró pé de serra.

U​m dos participantes do roteiro cultural da noite ​foi o poeta​, radialista e advogado​ Hildebrando Diniz​. “Fiz questão de participar do evento, é preciso prestigiar ações desse tipo, porque infelizmente rareiam. A UEPB está de parabéns por ​criar esse projeto maravilhoso​ e estimulante aos artistas e também à produção cultural nas cidades”, destacou. Hildebrando é autor do livro “Pensando Além do Óbvio” e planeja lançar ainda este ano outra obra.

​Cada ​inscrito na quinta etapa do evento​​ recebeu um certificado de participação e posteriormente estará na etapa final do Encontro, que ocorrerá em maio​,​ em Campina Grande, como uma forma de prévia aos festejos do Maior São João do Mundo.

Redenção pela sanfona

“Seu” Assis Rosa, como é conhecido o senhor José Rosa da Silva Filho, de 66 anos, começou a tocar sanfona na década de 70. Oriundo de Areial (PB), ele conciliava 16 horas diárias de trabalho no campo com o aprendizado do instrumento. Autodidata, Assis Rosa explicou que começou tocando “de ouvido” e aos poucos foi assimilando o básico da teoria musical.

Uma das maiores frustrações na vida do artista é que não teve a possibilidade de estudar e, sobretudo, de integrar uma universidade, que ele considera “o máximo”. “Se eu tivesse estudado seria professor, pois acho muito bonito quem lê, escreve bem, se expressa bem. Infelizmente, naquela época não existia essa facilidade que se tem hoje. Meu pai não me deixou estudar, dizia que o trabalho é que era importante”, contou emocionado.

O primeiro instrumento de Seu Assis foi uma gaita, recebida de presente aos 12 anos. Mais tarde, o avô orientou a seu pai que comprasse uma sanfona para o menino, posto que ele tinha jeito para a coisa. “Mas era caro demais, só pude ter uma 5 anos depois, porque meu pai fez uma troca. Foi preciso uma vaca, um silo de milho e uma espingarda soca soca para que eu tivesse a minha primeira sanfona. Fui buscá-la muito alegre, sozinho, num cavalo. Como eu era bastante franzino e o instrumento pesado, a cada trote do cavalo parecia que ela ia cair e eu com muito medo do prejuízo. Em um mês já sabia tocar”, destacou.

Hoje aposentado, Seu Assis explica que tem uma vida relativamente confortável, pois nada falta a sua família e a sanfona ajudou em muito para que tal se desse. “Espero ainda realizar um grande sonho, que é adquirir a casa própria. Já me mudei 23 vezes, acredita?”, perguntou, sorrindo e arrumando, na cabeça, um chapéu de couro lustroso, dado por um amigo e fã.

Sanfona X Política

Francisco Ferreira da Silva, 77, o chamado “Bichinho do Acordeon”, é oriundo do município de João Dias (RN), a 15 quilômetros de Catolé do Rocha. Há 35 anos é artista da sanfona, mas conta que seguramente teria mais tempo e dedicação na profissão não fosse ter ingressado na carreira política há alguns anos, fato que lamenta.

De 1993 a 1997, o menino de família pobre chegou a ser presidente da Câmara Municipal da cidade. “Deixei a sanfona de lado para entrar em um mundo que não conhecia, mas me arrependi. Foi uma lição porque fui vendo que aquele não era ambiente para mim. Vi muita corrupção, me decepcionei, e não quero mais conversa com política. Voltei para onde não devia ter saído”, relatou.

Dentre os pontos altos da carreira, Bichinho destacou uma apresentação no Cassino do Chacrinha, na Rede Globo, e uma participação na festa do Centenário de Luiz Gonzaga, sediada em Fortaleza (CE). “Também gravei um LP, pois tenho várias composições de minha autoria. Mesmo com as dificuldades, eu me sinto realizado porque sei que meu trabalho é reconhecido nas redondezas e não me faltam convites para me apresentar”, detalhou.

Geração diferente, problemas iguais

Antônio Cassimiro da Silva Neto, o “Netinho do Acordeon”, 31, oriundo de Belém do Brejo do Cruz (PB), é de uma geração diferente em relação a Assis Rosa e a Bichinho do Acordeon, mas concorda que mesmo sendo mais jovem que muitos de seus colegas que participaram do Encontro, algumas aspectos da profissão não mudaram. “Vivemos outra realidade, mas o ofício continua sendo pouco valorizado”, asseverou.

Como não consegue exclusivamente sobreviver por meio da sanfona, Netinho é instrutor numa autoescola e também faz apresentações de voz e violão em bares. “Procuro me adaptar, mas claro que seria um sonho, porque o que mais gosto mesmo é de tocar sanfona”, explicou.

Sobre o denominado “forró de plástico”, Netinho explica que prefere seguir a trilha de Luiz Gonzaga e Luizinho Calixto. “É o trabalho deles que me inspira e norteia. Gosto do que é tradicional e procuro aprimorar meu repertório, diversificá-lo também, porque há gente atualmente fazendo música boa, mas ele não pode perder a qualidade”, finalizou.

 

 

Texto: Oziella Inocêncio
Fotos: Natália de Oliveira Barros

 

 

O post Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, realizada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), por meio da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorreu na última quarta-feira (19), no Câmpus IV da Instituição, localizado em Catolé do Rocha. Inserido na 4ª Semana Acadêmica, o evento foi festejado pela comunidade da UEPB e Leia Mais...

O post Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-24 12:28:32 [post_date] => 2017-04-24 12:28:32 [post_modified_gmt] => 2017-04-24 12:28:32 [post_modified] => 2017-04-24 12:28:32 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32802 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha-na-semana-academica-do-campus-iv/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha-na-semana-academica-do-campus-iv/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha-na-semana-academica-do-campus-iv/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => ea4de056e8dba7605c9519660570dd46 [1] => e38742ee84a578de8c312b3b47d40526 ) ) [post_type] => post [post_author] => 26 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 34 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, realizada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), por meio da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorreu na última quarta-feira (19), no Câmpus IV da Instituição, localizado em Catolé do Rocha. Inserido na 4ª Semana Acadêmica, o evento foi festejado pela comunidade da UEPB e bastante prestigiado pela população em geral.

Uma plateia animada recebeu a comitiva da Procult no Câmpus IV. A programação da manhã começou com uma apresentação cultural dos emboladores de coco Fredi Guimarães e Canário do Império. Divertida, a exibição trouxe motes que versavam sobre o próprio público fazendo-o interagir com os artistas, à maneira da típica improvisação dos emboladores.

A abertura oficial do Encontro se deu no Auditório e contou com a presença do diretor do Câmpus IV, Edivan Silva Nunes Júnior, e do diretor adjunto, Rômulo César Araújo Lima, do pró-reitor de Cultura, José Cristóvão de Andrade, e do pró-reitor adjunto de Cultura, José Benjamim Pereira Filho. Também estiveram na mesa de abertura a curadora da seção de Cordel do Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP), professora Joseilda de Sousa Diniz, o diretor do Grupo de Tradições Populares Acauã da Serra, professor Agnaldo Barbosa, o professor do Centro Artístico-Cultural (CAC) da UEPB, Erivelton da Cunha, a cantora Gitana Pimentel, e o mestre da sanfona de oito baixos Luizinho Calixto, também docente do CAC.

Em sua fala, o pró-reitor de Cultura apontou que, através do Encontro, a UEPB assume e reafirma sua posição de vanguarda, mantendo-se sempre ao lado dos movimentos de resistência, de transformação social e de mudança, que habitualmente têm a arte como vetor principal. “Catolé é conhecida por ter um viés cultural muito forte e nós reconhecemos e valorizamos isso. Nosso desejo é contribuir para que as ações de caráter artístico sejam feitas permanentemente”, endossou José Cristóvão de Andrade.

Para ele, é a cultura popular o marcador que define a identidade de um povo. “Por isso, a exaltação dela é imprescindível, mas, mais que isso, também é a salvaguarda e difusão desse patrimônio que presenteia as gerações futuras com a nossa riqueza, esse grande painel cultural onde residem os nossos valores mais caros. É por meio da cultura popular que nos reconhecemos”, finalizou.

Já o pró-reitor adjunto começou a sua fala pedindo uma salva de palmas aos índios do Brasil. O professor Benjamim é membro e um dos fundadores do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEAB-Í) da UEPB. Tendo a data do Dia do Índio a ser comemorada neste mesmo dia, o docente ressaltou a importância da causa. “Como devemos aos índios nosso sangue, nosso jeito de ser, devemos aos sanfoneiros por terem preservado e propagado a nossa cultura. O sanfoneiro faz a melhor e maior festa junina, mas não recebe o merecido respeito, assim como são relegados os índios”, explicou.

O pró-reitor adjunto também comentou a respeito da conversa que teve com o cantor e compositor Flávio José, quando da execução da quarta etapa do Encontro, em Monteiro (PB). “Ele felicitou a UEPB pela iniciativa, pela Instituição tratar os sanfoneiros com todo carinho e admiração. A UEPB é popular e será cada vez mais, não é à toa que temos nossa vitoriosa escola de sanfona, que excede os 160 matriculados”, informou.

O diretor do Câmpus IV saudou a todos os integrantes do Encontro, classificando-o como um empreendimento de grande porte e bem sucedido. “É bonito ver a cultura se transmitindo, ganhando mais força, e a cidade de Catolé certamente fica muito feliz por fazer parte da celebração do talento desses artistas”, disse Edivan Silva Nunes Júnior. Já o diretor adjunto afirmou que apenas a arte é capaz de fazer o mundo mudar. “Hoje vivemos uma sociedade do ‘não pensar’ ou de simplesmente deixar que outros pensem por nós e a cultura é um antídoto para isso porque nos abre olhos, nos sensibiliza ao que de fato tem relevância”, ressaltou Rômulo César Araújo Lima.

A estrela do Encontro

Como não podia deixar de ser, a música foi a estrela maior na quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos. Por todo o dia, no Câmpus IV e também no Mirante, que sediou o evento no período noturno, aconteceram apresentações musicais com Fredi Guimarães e Canário do Império, Gitana Pimentel, Erivan Ferreira, Luan Costa, do Grupo Maracagrande, e Erivelton da Cunha.

Na programação da noite, que teve à frente como mestre de cerimônia Alberto Alves, um dos destaques foi a aula espetáculo com Luizinho Calixto, desfiando histórias diversas a respeito da linhagem sanfoneira de sua família e de vivências com Luiz Gonzaga e Rosil Cavalcante, entre outros grandes nomes do meio artístico.

​​Os sanfoneiros inscritos ​em Catolé do Rocha ​também se apresentaram por todo o dia com os músicos da Procult, escolhendo canções de sua preferência e ​mostrando composições autorais. ​Especialmente no Mirante, a população da cidade compareceu em número significativo, perfazendo um público animado e colorido, em que se uniram estudantes, professores e funcionários do Campus IV, aos admiradores do autêntico forró pé de serra.

U​m dos participantes do roteiro cultural da noite ​foi o poeta​, radialista e advogado​ Hildebrando Diniz​. “Fiz questão de participar do evento, é preciso prestigiar ações desse tipo, porque infelizmente rareiam. A UEPB está de parabéns por ​criar esse projeto maravilhoso​ e estimulante aos artistas e também à produção cultural nas cidades”, destacou. Hildebrando é autor do livro “Pensando Além do Óbvio” e planeja lançar ainda este ano outra obra.

​Cada ​inscrito na quinta etapa do evento​​ recebeu um certificado de participação e posteriormente estará na etapa final do Encontro, que ocorrerá em maio​,​ em Campina Grande, como uma forma de prévia aos festejos do Maior São João do Mundo.

Redenção pela sanfona

“Seu” Assis Rosa, como é conhecido o senhor José Rosa da Silva Filho, de 66 anos, começou a tocar sanfona na década de 70. Oriundo de Areial (PB), ele conciliava 16 horas diárias de trabalho no campo com o aprendizado do instrumento. Autodidata, Assis Rosa explicou que começou tocando “de ouvido” e aos poucos foi assimilando o básico da teoria musical.

Uma das maiores frustrações na vida do artista é que não teve a possibilidade de estudar e, sobretudo, de integrar uma universidade, que ele considera “o máximo”. “Se eu tivesse estudado seria professor, pois acho muito bonito quem lê, escreve bem, se expressa bem. Infelizmente, naquela época não existia essa facilidade que se tem hoje. Meu pai não me deixou estudar, dizia que o trabalho é que era importante”, contou emocionado.

O primeiro instrumento de Seu Assis foi uma gaita, recebida de presente aos 12 anos. Mais tarde, o avô orientou a seu pai que comprasse uma sanfona para o menino, posto que ele tinha jeito para a coisa. “Mas era caro demais, só pude ter uma 5 anos depois, porque meu pai fez uma troca. Foi preciso uma vaca, um silo de milho e uma espingarda soca soca para que eu tivesse a minha primeira sanfona. Fui buscá-la muito alegre, sozinho, num cavalo. Como eu era bastante franzino e o instrumento pesado, a cada trote do cavalo parecia que ela ia cair e eu com muito medo do prejuízo. Em um mês já sabia tocar”, destacou.

Hoje aposentado, Seu Assis explica que tem uma vida relativamente confortável, pois nada falta a sua família e a sanfona ajudou em muito para que tal se desse. “Espero ainda realizar um grande sonho, que é adquirir a casa própria. Já me mudei 23 vezes, acredita?”, perguntou, sorrindo e arrumando, na cabeça, um chapéu de couro lustroso, dado por um amigo e fã.

Sanfona X Política

Francisco Ferreira da Silva, 77, o chamado “Bichinho do Acordeon”, é oriundo do município de João Dias (RN), a 15 quilômetros de Catolé do Rocha. Há 35 anos é artista da sanfona, mas conta que seguramente teria mais tempo e dedicação na profissão não fosse ter ingressado na carreira política há alguns anos, fato que lamenta.

De 1993 a 1997, o menino de família pobre chegou a ser presidente da Câmara Municipal da cidade. “Deixei a sanfona de lado para entrar em um mundo que não conhecia, mas me arrependi. Foi uma lição porque fui vendo que aquele não era ambiente para mim. Vi muita corrupção, me decepcionei, e não quero mais conversa com política. Voltei para onde não devia ter saído”, relatou.

Dentre os pontos altos da carreira, Bichinho destacou uma apresentação no Cassino do Chacrinha, na Rede Globo, e uma participação na festa do Centenário de Luiz Gonzaga, sediada em Fortaleza (CE). “Também gravei um LP, pois tenho várias composições de minha autoria. Mesmo com as dificuldades, eu me sinto realizado porque sei que meu trabalho é reconhecido nas redondezas e não me faltam convites para me apresentar”, detalhou.

Geração diferente, problemas iguais

Antônio Cassimiro da Silva Neto, o “Netinho do Acordeon”, 31, oriundo de Belém do Brejo do Cruz (PB), é de uma geração diferente em relação a Assis Rosa e a Bichinho do Acordeon, mas concorda que mesmo sendo mais jovem que muitos de seus colegas que participaram do Encontro, algumas aspectos da profissão não mudaram. “Vivemos outra realidade, mas o ofício continua sendo pouco valorizado”, asseverou.

Como não consegue exclusivamente sobreviver por meio da sanfona, Netinho é instrutor numa autoescola e também faz apresentações de voz e violão em bares. “Procuro me adaptar, mas claro que seria um sonho, porque o que mais gosto mesmo é de tocar sanfona”, explicou.

Sobre o denominado “forró de plástico”, Netinho explica que prefere seguir a trilha de Luiz Gonzaga e Luizinho Calixto. “É o trabalho deles que me inspira e norteia. Gosto do que é tradicional e procuro aprimorar meu repertório, diversificá-lo também, porque há gente atualmente fazendo música boa, mas ele não pode perder a qualidade”, finalizou.

 

 

Texto: Oziella Inocêncio
Fotos: Natália de Oliveira Barros

 

 

O post Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, realizada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), por meio da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorreu na última quarta-feira (19), no Câmpus IV da Instituição, localizado em Catolé do Rocha. Inserido na 4ª Semana Acadêmica, o evento foi festejado pela comunidade da UEPB e Leia Mais...

O post Quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos é realizada em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-24 12:28:32 [post_date] => 2017-04-24 12:28:32 [post_modified_gmt] => 2017-04-24 12:28:32 [post_modified] => 2017-04-24 12:28:32 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32802 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha-na-semana-academica-do-campus-iv/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha-na-semana-academica-do-campus-iv/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha-na-semana-academica-do-campus-iv/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => ea4de056e8dba7605c9519660570dd46 [1] => e38742ee84a578de8c312b3b47d40526 ) ) [post_type] => post [post_author] => 26 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 34 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => quinta-etapa-do-encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-acontece-em-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2

Array ( [post_title] => PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2 [post_content] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) informa à comunidade acadêmica em geral sobre a suspensão temporária das Colações de Grau do período 2016.2 da Instituição, originariamente agendadas para o período 22 a 31 de maio de 2017.

Tal deliberação, veiculada através da Portaria 002/2017/PROGRAD/UEPB, foi motivada pelo fato de que o somatório dos dias paralisados pelos docentes no mês corrente já compromete a exigência mínima de 100 dias de trabalho acadêmico efetivo por período exigidos pelo MEC (Lei 9.394/1996, art. 47), bem como o cumprimento da carga horária dos componentes curriculares e a observância de período específico para a realização de reposições, exames finais, correção de provas, registro de notas e integralização curricular.

Por fim, a PROGRAD comunica a todos que, com o restabelecimento da normalidade das atividades na Instituição, novas datas para as Colações de Grau serão aprovadas e divulgadas, em conformidade com novo Calendário Acadêmico a ser publicizado quando do término do movimento grevista docente.

Outras informações: (83) 3315-3350.

O post PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) informa à comunidade acadêmica em geral sobre a suspensão temporária das Colações de Grau do período 2016.2 da Instituição, originariamente agendadas para o período 22 a 31 de maio de 2017. Tal deliberação, veiculada através da , foi motivada pelo fato de que o Leia Mais...

O post PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-19 14:39:49 [post_date] => 2017-04-19 14:39:49 [post_modified_gmt] => 2017-04-19 14:39:49 [post_modified] => 2017-04-19 14:39:49 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32769 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3093c2d32d133e4a9d0d8310ec31b760 [1] => db50f17e5f6fd466be158bbaa0cacd39 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 [13] => 21 [14] => 20 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2 )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2

Array ( [post_title] => PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2 [post_content] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) informa à comunidade acadêmica em geral sobre a suspensão temporária das Colações de Grau do período 2016.2 da Instituição, originariamente agendadas para o período 22 a 31 de maio de 2017.

Tal deliberação, veiculada através da Portaria 002/2017/PROGRAD/UEPB, foi motivada pelo fato de que o somatório dos dias paralisados pelos docentes no mês corrente já compromete a exigência mínima de 100 dias de trabalho acadêmico efetivo por período exigidos pelo MEC (Lei 9.394/1996, art. 47), bem como o cumprimento da carga horária dos componentes curriculares e a observância de período específico para a realização de reposições, exames finais, correção de provas, registro de notas e integralização curricular.

Por fim, a PROGRAD comunica a todos que, com o restabelecimento da normalidade das atividades na Instituição, novas datas para as Colações de Grau serão aprovadas e divulgadas, em conformidade com novo Calendário Acadêmico a ser publicizado quando do término do movimento grevista docente.

Outras informações: (83) 3315-3350.

O post PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) informa à comunidade acadêmica em geral sobre a suspensão temporária das Colações de Grau do período 2016.2 da Instituição, originariamente agendadas para o período 22 a 31 de maio de 2017. Tal deliberação, veiculada através da , foi motivada pelo fato de que o Leia Mais...

O post PROGRAD informa sobre suspensão temporária das solenidades de Colação de Grau do período 2016.2 apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-19 14:39:49 [post_date] => 2017-04-19 14:39:49 [post_modified_gmt] => 2017-04-19 14:39:49 [post_modified] => 2017-04-19 14:39:49 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32769 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3093c2d32d133e4a9d0d8310ec31b760 [1] => db50f17e5f6fd466be158bbaa0cacd39 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 [13] => 21 [14] => 20 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => prograd-informa-sobre-suspensao-temporaria-das-solenidades-de-colacao-de-grau-do-periodo-2016-2 )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas

Array ( [post_title] => CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas [post_content] =>

Estão abertas até o dia 19 de maio as inscrições de trabalhos para a Revista Eletrônica “Leituras Sociais Contemporâneas – LER”, periódico semestral organizado pela Coordenadoria de Comunicação (CODECOM) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em parceria com a Editora Universitária (EDUEPB). A revista é destinada à divulgação de produções relacionadas à visão transdisciplinar de caráter científico, acadêmico e artístico, abrangendo as áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Tecnologia, Saúde e Ciências Exatas.

A primeira edição da LER abordará a temática “Folkcomunicação e Cultura Popular” e dela poderão participar professores, técnicos administrativos e alunos da UEPB, de outras universidades e pessoas da comunidade em geral que tenham interesse em publicar ideias e análises sociais relacionadas com o tema. A cada edição uma nova temática será abordada.

Os conceitos, teorias e informações emitidas em cada trabalho são de inteira responsabilidade dos seus autores, que poderão escolher inscrever seus trabalhos em categorias distintas, quais sejam: Artigo Científico ou Memória Científica Original; Nota Prévia ou Publicação Provisória; Artigo de Revisão; Paper; Estudo de Caso ou Relato de Experiência; Ensaio Poético; Ensaio (de texto, fotografia, desenho, pintura ou gravura); Memória; Resenha ou Resenha Crítica.

As propostas deverão ser enviadas para o e-mail revistaler@uepb.edu.br, juntamente com os dados pessoais dos autores, link do Currículo Lattes, ofício solicitando a apreciação do original pela revista e uma autorização para a publicação, devidamente assinada pelos autores. Os modelos dos documentos podem ser conferidos no edital. Após o recebimento, os trabalhos serão submetidos à avaliação de especialistas na área pertinente à temática e aprovados pelo Conselho Editorial.

O lançamento da revista eletrônica LER está previsto para o início de junho, durante o 14º Seminário Os Festejos Juninos no Contexto da Folkcomunicação e da Cultura Popular, que será realizado entre os dias 31 de maio e 2 de junho, em Campina Grande. As normas para publicação dos artigos acadêmicos e científicos estão descritas no edital que pode ser conferido clicando AQUI. Outras informações podem ser adquiridas através dos telefones (83) 3315-3438 e 3315-3489.

 

Texto: Giuliana Rodrigues

O post CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Estão abertas até o dia 19 de maio as inscrições de trabalhos para a Revista Eletrônica “Leituras Sociais Contemporâneas – LER”, periódico semestral organizado pela Coordenadoria de Comunicação (CODECOM) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em parceria com a Editora Universitária (EDUEPB). A revista é destinada à divulgação de produções relacionadas à visão transdisciplinar de Leia Mais...

O post CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-18 14:44:33 [post_date] => 2017-04-18 14:44:33 [post_modified_gmt] => 2017-04-18 14:44:33 [post_modified] => 2017-04-18 14:44:33 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32745 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/coordenadoria-de-comunicacao-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/coordenadoria-de-comunicacao-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/coordenadoria-de-comunicacao-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9a2a3f16825f92b64a8d04372629e0ba [1] => 6b23f76aefff1b992cff2ae6a6262398 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => codecom-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas

Array ( [post_title] => CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas [post_content] =>

Estão abertas até o dia 19 de maio as inscrições de trabalhos para a Revista Eletrônica “Leituras Sociais Contemporâneas – LER”, periódico semestral organizado pela Coordenadoria de Comunicação (CODECOM) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em parceria com a Editora Universitária (EDUEPB). A revista é destinada à divulgação de produções relacionadas à visão transdisciplinar de caráter científico, acadêmico e artístico, abrangendo as áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Tecnologia, Saúde e Ciências Exatas.

A primeira edição da LER abordará a temática “Folkcomunicação e Cultura Popular” e dela poderão participar professores, técnicos administrativos e alunos da UEPB, de outras universidades e pessoas da comunidade em geral que tenham interesse em publicar ideias e análises sociais relacionadas com o tema. A cada edição uma nova temática será abordada.

Os conceitos, teorias e informações emitidas em cada trabalho são de inteira responsabilidade dos seus autores, que poderão escolher inscrever seus trabalhos em categorias distintas, quais sejam: Artigo Científico ou Memória Científica Original; Nota Prévia ou Publicação Provisória; Artigo de Revisão; Paper; Estudo de Caso ou Relato de Experiência; Ensaio Poético; Ensaio (de texto, fotografia, desenho, pintura ou gravura); Memória; Resenha ou Resenha Crítica.

As propostas deverão ser enviadas para o e-mail revistaler@uepb.edu.br, juntamente com os dados pessoais dos autores, link do Currículo Lattes, ofício solicitando a apreciação do original pela revista e uma autorização para a publicação, devidamente assinada pelos autores. Os modelos dos documentos podem ser conferidos no edital. Após o recebimento, os trabalhos serão submetidos à avaliação de especialistas na área pertinente à temática e aprovados pelo Conselho Editorial.

O lançamento da revista eletrônica LER está previsto para o início de junho, durante o 14º Seminário Os Festejos Juninos no Contexto da Folkcomunicação e da Cultura Popular, que será realizado entre os dias 31 de maio e 2 de junho, em Campina Grande. As normas para publicação dos artigos acadêmicos e científicos estão descritas no edital que pode ser conferido clicando AQUI. Outras informações podem ser adquiridas através dos telefones (83) 3315-3438 e 3315-3489.

 

Texto: Giuliana Rodrigues

O post CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Estão abertas até o dia 19 de maio as inscrições de trabalhos para a Revista Eletrônica “Leituras Sociais Contemporâneas – LER”, periódico semestral organizado pela Coordenadoria de Comunicação (CODECOM) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em parceria com a Editora Universitária (EDUEPB). A revista é destinada à divulgação de produções relacionadas à visão transdisciplinar de Leia Mais...

O post CODECOM da UEPB inscreve trabalhos para publicação na Revista Leituras Sociais Contemporâneas apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-18 14:44:33 [post_date] => 2017-04-18 14:44:33 [post_modified_gmt] => 2017-04-18 14:44:33 [post_modified] => 2017-04-18 14:44:33 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32745 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/coordenadoria-de-comunicacao-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/coordenadoria-de-comunicacao-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/coordenadoria-de-comunicacao-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9a2a3f16825f92b64a8d04372629e0ba [1] => 6b23f76aefff1b992cff2ae6a6262398 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => codecom-da-uepb-inscreve-trabalhos-para-publicacao-na-revista-leituras-sociais-contemporaneas )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV

Array ( [post_title] => Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV [post_content] =>

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, promovido pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorrerá na próxima quarta-feira (19), a partir das 14h30, inserida na programação da 4ª Semana Acadêmica do Câmpus de Catolé do Rocha.

A exemplo dos eventos anteriores, a programação disporá de vários momentos, contando com a participação de artistas e convidados da Procult. O Encontro começará com a parte de recepção e inscrições. Em seguida, haverá a abertura com as boas-vindas, a aula espetáculo e a oficina com Luizinho Calixto.

Participarão das preleções, músicos que integrarão a comitiva da Pró-Reitoria de Cultura. Nelas, diversos aspectos serão abordados, a exemplo da origem dos instrumentos, afinação, técnicas e experiências. Também seguindo o molde das edições que já ocorreram, o Encontro terá a apresentação de cada sanfoneiro participante e de um show coletivo no período da noite, no Mirante.

Estarão nessa etapa do Encontro o pró-reitor de Cultura, José Cristóvão Andrade, o pró-reitor adjunto, José Benjamim Pereira Filho, a cantora Gitana Pimentel, os músicos Sandrinho Dupan, João Batista, Erivan Ferreira, Erivelton da Cunha, Fredi Guimarães e Canário do Império, entre outros. O coordenador local do Encontro é o diretor adjunto do CÂmpus de Catolé do Rocha, professor Rômulo César Araújo Lima.

Avaliação

O Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos já ocorreu em Araruna, Lagoa Seca, Patos e Monteiro, com mais de 150 inscrições. Na avaliação da Pró-Reitoria de Cultura da UEPB, a iniciativa tem obtido grande sucesso em todas as localidades por onde passa, cumprindo a missão de celebrar o talento dos mestres sanfoneiros paraibanos, muitas vezes desvalorizados em sua profissão, e proporcionando espaço para a partilha de experiências entre os músicos.

A Semana

A 4ª Semana Acadêmica é realizada pelo Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), do Câmpus IV da UEPB, e ocorre entre os dias 18 e 21 de abril. Na programação, diversos minicursos, palestras e oficinas, sendo a maioria voltada para as artes. O encerramento da Semana acadêmica terá um show com o cantor e compositor catoleense, Chico César, no Salão PAX, no centro da cidade. Um dos objetivos desta edição é ajudar o Instituto Cultural Casa do Béradêro, que atualmente passa por crise financeira e foi criado pelo artista. Confira AQUI a programação completa.
Texto: Oziella Inocêncio

O post Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, promovido pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorrerá na próxima quarta-feira (19), a partir das 14h30, inserida na programação da 4ª Semana Acadêmica do Câmpus de Catolé do Rocha. A exemplo dos eventos anteriores, a programação disporá Leia Mais...

O post Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-17 19:52:25 [post_date] => 2017-04-17 19:52:25 [post_modified_gmt] => 2017-04-17 19:52:25 [post_modified] => 2017-04-17 19:52:25 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32739 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => f6c96b78f04efb180ea54d1c7e12c397 [1] => 3ee42aa8e39fb811d635b6e6c5053257 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV

Array ( [post_title] => Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV [post_content] =>

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, promovido pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorrerá na próxima quarta-feira (19), a partir das 14h30, inserida na programação da 4ª Semana Acadêmica do Câmpus de Catolé do Rocha.

A exemplo dos eventos anteriores, a programação disporá de vários momentos, contando com a participação de artistas e convidados da Procult. O Encontro começará com a parte de recepção e inscrições. Em seguida, haverá a abertura com as boas-vindas, a aula espetáculo e a oficina com Luizinho Calixto.

Participarão das preleções, músicos que integrarão a comitiva da Pró-Reitoria de Cultura. Nelas, diversos aspectos serão abordados, a exemplo da origem dos instrumentos, afinação, técnicas e experiências. Também seguindo o molde das edições que já ocorreram, o Encontro terá a apresentação de cada sanfoneiro participante e de um show coletivo no período da noite, no Mirante.

Estarão nessa etapa do Encontro o pró-reitor de Cultura, José Cristóvão Andrade, o pró-reitor adjunto, José Benjamim Pereira Filho, a cantora Gitana Pimentel, os músicos Sandrinho Dupan, João Batista, Erivan Ferreira, Erivelton da Cunha, Fredi Guimarães e Canário do Império, entre outros. O coordenador local do Encontro é o diretor adjunto do CÂmpus de Catolé do Rocha, professor Rômulo César Araújo Lima.

Avaliação

O Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos já ocorreu em Araruna, Lagoa Seca, Patos e Monteiro, com mais de 150 inscrições. Na avaliação da Pró-Reitoria de Cultura da UEPB, a iniciativa tem obtido grande sucesso em todas as localidades por onde passa, cumprindo a missão de celebrar o talento dos mestres sanfoneiros paraibanos, muitas vezes desvalorizados em sua profissão, e proporcionando espaço para a partilha de experiências entre os músicos.

A Semana

A 4ª Semana Acadêmica é realizada pelo Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), do Câmpus IV da UEPB, e ocorre entre os dias 18 e 21 de abril. Na programação, diversos minicursos, palestras e oficinas, sendo a maioria voltada para as artes. O encerramento da Semana acadêmica terá um show com o cantor e compositor catoleense, Chico César, no Salão PAX, no centro da cidade. Um dos objetivos desta edição é ajudar o Instituto Cultural Casa do Béradêro, que atualmente passa por crise financeira e foi criado pelo artista. Confira AQUI a programação completa.
Texto: Oziella Inocêncio

O post Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A quinta etapa do Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos, promovido pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), ocorrerá na próxima quarta-feira (19), a partir das 14h30, inserida na programação da 4ª Semana Acadêmica do Câmpus de Catolé do Rocha. A exemplo dos eventos anteriores, a programação disporá Leia Mais...

O post Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Oito Baixos ocorrerá durante 4ª Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-17 19:52:25 [post_date] => 2017-04-17 19:52:25 [post_modified_gmt] => 2017-04-17 19:52:25 [post_modified] => 2017-04-17 19:52:25 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32739 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => f6c96b78f04efb180ea54d1c7e12c397 [1] => 3ee42aa8e39fb811d635b6e6c5053257 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => encontro-de-sanfoneiros-e-tocadores-de-oito-baixos-ocorrera-durante-4a-semana-academica-do-campus-iv )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB

Array ( [post_title] => Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB [post_content] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) determinou nesta sexta-feira (7) a revogação, em sua totalidade, da Portaria UEPB/GR/246/2017 – que estabeleceu medidas de contenção de despesas no âmbito da Instituição – e a adoção de medidas legais junto ao Poder Judiciário, por parte da Procuradoria Geral da Universidade, objetivando a regularização dos repasses de duodécimo da Instituição.

No expediente em que revoga a portaria de restrições administrativas, o reitor Rangel Junior considerou que, apesar das medidas restritivas adotadas pela Reitoria no âmbito da aplicação dos recursos previstos no orçamento, o Governo do Estado da Paraíba vem executando cortes contínuos no repasse do duodécimo neste primeiro trimestre de 2017; bem como considerou que a situação financeira e orçamentária da UEPB tem se agravado sem que o Estado sinalize, até o presente momento, com qualquer medida saneadora do problema.

Em relação às medidas legais para garantir a regularização dos repasses do duodécimo da Instituição e o cumprimento da Lei 7.643/2004, que dispõe sobre a autonomia financeira da Universidade Estadual da Paraíba, foi considerada a necessidade urgente de adotar providências que garantam a execução do orçamento, nos termos em que foi aprovado, e a incongruência orçamentária e financeira entre a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Cronograma Mensal de Desembolso (CMD), publicado em 25 de janeiro de 2017.

O documento considerou, ainda, que a partir do repasse do primeiro duodécimo de 2017 o Governo do Estado vem executando, de forma contínua, inexplicáveis e sucessivos cortes nos valores definidos no CMD, o que tem causado sérios transtornos às atividades da Instituição; a falta de respostas por parte do Executivo Estadual aos inúmeros ofícios encaminhados pela Administração da UEPB, cobrando explicações para os sucessivos cortes; e a identificação de flagrante desrespeito, por parte do Executivo Estadual, aos ditames da Lei 7.643/2004.

Confira:

Portaria UEPB/GR/247/2017 – Adoção de medidas legais para regularização do repasse de duodécimo da UEPB
Portaria UEPB/GR/248/2017 – Revogação da Portaria emergencial de contenção de despesas

 

Texto: Tatiana Brandão

O post Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) determinou nesta sexta-feira (7) a revogação, em sua totalidade, da Portaria UEPB/GR/246/2017 – que estabeleceu medidas de contenção de despesas no âmbito da Instituição – e a adoção de medidas legais junto ao Poder Judiciário, por parte da Procuradoria Geral da Universidade, objetivando a regularização dos Leia Mais...

O post Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-07 11:46:06 [post_date] => 2017-04-07 11:46:06 [post_modified_gmt] => 2017-04-07 11:46:06 [post_modified] => 2017-04-07 11:46:06 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32621 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizacao-do-duodecimo-da-uepb/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizacao-do-duodecimo-da-uepb/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizacao-do-duodecimo-da-uepb/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3aa51448a39b073ef4a7d2908877b590 [1] => fc117ea17a0aa6048fafe404bbffc32b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 [13] => 21 [14] => 10 [15] => 23 [16] => 33 [17] => 34 [18] => 19 [19] => 35 [20] => 36 [21] => 37 [22] => 38 [23] => 20 [24] => 22 [25] => 39 [26] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizar-duodecimo-da-uepb )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB

Array ( [post_title] => Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB [post_content] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) determinou nesta sexta-feira (7) a revogação, em sua totalidade, da Portaria UEPB/GR/246/2017 – que estabeleceu medidas de contenção de despesas no âmbito da Instituição – e a adoção de medidas legais junto ao Poder Judiciário, por parte da Procuradoria Geral da Universidade, objetivando a regularização dos repasses de duodécimo da Instituição.

No expediente em que revoga a portaria de restrições administrativas, o reitor Rangel Junior considerou que, apesar das medidas restritivas adotadas pela Reitoria no âmbito da aplicação dos recursos previstos no orçamento, o Governo do Estado da Paraíba vem executando cortes contínuos no repasse do duodécimo neste primeiro trimestre de 2017; bem como considerou que a situação financeira e orçamentária da UEPB tem se agravado sem que o Estado sinalize, até o presente momento, com qualquer medida saneadora do problema.

Em relação às medidas legais para garantir a regularização dos repasses do duodécimo da Instituição e o cumprimento da Lei 7.643/2004, que dispõe sobre a autonomia financeira da Universidade Estadual da Paraíba, foi considerada a necessidade urgente de adotar providências que garantam a execução do orçamento, nos termos em que foi aprovado, e a incongruência orçamentária e financeira entre a Lei Orçamentária Anual (LOA) e o Cronograma Mensal de Desembolso (CMD), publicado em 25 de janeiro de 2017.

O documento considerou, ainda, que a partir do repasse do primeiro duodécimo de 2017 o Governo do Estado vem executando, de forma contínua, inexplicáveis e sucessivos cortes nos valores definidos no CMD, o que tem causado sérios transtornos às atividades da Instituição; a falta de respostas por parte do Executivo Estadual aos inúmeros ofícios encaminhados pela Administração da UEPB, cobrando explicações para os sucessivos cortes; e a identificação de flagrante desrespeito, por parte do Executivo Estadual, aos ditames da Lei 7.643/2004.

Confira:

Portaria UEPB/GR/247/2017 – Adoção de medidas legais para regularização do repasse de duodécimo da UEPB
Portaria UEPB/GR/248/2017 – Revogação da Portaria emergencial de contenção de despesas

 

Texto: Tatiana Brandão

O post Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) determinou nesta sexta-feira (7) a revogação, em sua totalidade, da Portaria UEPB/GR/246/2017 – que estabeleceu medidas de contenção de despesas no âmbito da Instituição – e a adoção de medidas legais junto ao Poder Judiciário, por parte da Procuradoria Geral da Universidade, objetivando a regularização dos Leia Mais...

O post Reitoria revoga portaria de contenção de despesas e adota medidas legais para regularizar duodécimo da UEPB apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-07 11:46:06 [post_date] => 2017-04-07 11:46:06 [post_modified_gmt] => 2017-04-07 11:46:06 [post_modified] => 2017-04-07 11:46:06 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32621 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizacao-do-duodecimo-da-uepb/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizacao-do-duodecimo-da-uepb/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizacao-do-duodecimo-da-uepb/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 3aa51448a39b073ef4a7d2908877b590 [1] => fc117ea17a0aa6048fafe404bbffc32b ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 [13] => 21 [14] => 10 [15] => 23 [16] => 33 [17] => 34 [18] => 19 [19] => 35 [20] => 36 [21] => 37 [22] => 38 [23] => 20 [24] => 22 [25] => 39 [26] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitoria-revoga-portaria-de-contencao-de-despesas-e-determina-adocao-de-medidas-legais-para-regularizar-duodecimo-da-uepb )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realizou no último dia 30 de março, o 2º Workshop da Saúde: Promoção da prevenção às violências e acidentes. O evento, que contou com a participação de cerca de 80 pessoas, entre estudantes e educadores, aconteceu na Escola Agrotécnica do Cajueiro (EAC) como parte das ações previstas no Projeto de Extensão “A saúde integral da juventude”, desenvolvido no CCHA com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) em parceira com diversas instituições e serviços locais.

Em sua segunda edição, o workshop teve como marco os diversos serviços realizados gratuitamente pelas equipes multiprofissionais dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS Regional e Municipal (compostas por advogados, psicólogos, assistentes sociais e pedagogos). O evento também contou com a participação da 2ª Cia Independente de Bombeiro Militar da Paraíba de Catolé do Rocha. Na ocasião, a psicóloga do CREAS Regional, Thallyssa Thannaka Guimarães, ministrou uma palestra abordando temas como a violência, suas causas, sinais e sintomas, suas consequências para a saúde e como fazer para prevenir tais ações violentas.

Em sua participação, o tenente Gustavo e o soldado Filho, do Corpo de Bombeiro Militar, trataram sobre a prevenção aos principais tipos de acidentes domésticos como quedas, queimaduras, asfixia, intoxicação, choque elétrico, cortes, mordidas e picadas de animais, além de afogamentos. Segundo o professor Marcelo Vieira, do Departamento de Letras e Humanidades, os estudantes e educadores interagiram com os palestrantes, participando ativamente das discussões.

Para o estudante Igor Figueiredo, do 2º ano médio da EAC, as apresentações foram muito interessantes, principalmente a dos Bombeiros, que mostraram como fazer os primeiros socorros e prevenir acidentes, além da apresentação do pessoal do CREAS, que falou sobre as violências. Segundo o estudante, é muito válido que a Escola venha trabalhando com essas atividades, pois elas ajudam os alunos e tiram várias de suas dúvidas.

Já o estudante Memucan Vieira, do 2º ano médio da EAC, destaca que a ação foi muito boa e educativa. Ele, que já possuia uma pequena base de conhecimentos sobre primeiros socorros e já tinha tido a oportunidade de usá-los, frisou que se já soubesse do que aprendeu no workshop, podia ter feito muito melhor. Memucan disse que gostou muito da iniciativa e apoia ações como essas, realizadas pelo projeto.

 

 

Texto e fotos: Divulgação

O post Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realizou no último dia 30 de março, o 2º Workshop da Saúde: Promoção da prevenção às violências e acidentes. O evento, que contou com a participação de cerca de 80 pessoas, entre estudantes Leia Mais...

O post Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-03 14:57:48 [post_date] => 2017-04-03 14:57:48 [post_modified_gmt] => 2017-04-03 14:57:48 [post_modified] => 2017-04-03 14:57:48 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32493 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 434fe6f5f4edad5adad3672603826e51 [1] => 6672ba02efb20d9d194b517a32ddb19f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realizou no último dia 30 de março, o 2º Workshop da Saúde: Promoção da prevenção às violências e acidentes. O evento, que contou com a participação de cerca de 80 pessoas, entre estudantes e educadores, aconteceu na Escola Agrotécnica do Cajueiro (EAC) como parte das ações previstas no Projeto de Extensão “A saúde integral da juventude”, desenvolvido no CCHA com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) em parceira com diversas instituições e serviços locais.

Em sua segunda edição, o workshop teve como marco os diversos serviços realizados gratuitamente pelas equipes multiprofissionais dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS Regional e Municipal (compostas por advogados, psicólogos, assistentes sociais e pedagogos). O evento também contou com a participação da 2ª Cia Independente de Bombeiro Militar da Paraíba de Catolé do Rocha. Na ocasião, a psicóloga do CREAS Regional, Thallyssa Thannaka Guimarães, ministrou uma palestra abordando temas como a violência, suas causas, sinais e sintomas, suas consequências para a saúde e como fazer para prevenir tais ações violentas.

Em sua participação, o tenente Gustavo e o soldado Filho, do Corpo de Bombeiro Militar, trataram sobre a prevenção aos principais tipos de acidentes domésticos como quedas, queimaduras, asfixia, intoxicação, choque elétrico, cortes, mordidas e picadas de animais, além de afogamentos. Segundo o professor Marcelo Vieira, do Departamento de Letras e Humanidades, os estudantes e educadores interagiram com os palestrantes, participando ativamente das discussões.

Para o estudante Igor Figueiredo, do 2º ano médio da EAC, as apresentações foram muito interessantes, principalmente a dos Bombeiros, que mostraram como fazer os primeiros socorros e prevenir acidentes, além da apresentação do pessoal do CREAS, que falou sobre as violências. Segundo o estudante, é muito válido que a Escola venha trabalhando com essas atividades, pois elas ajudam os alunos e tiram várias de suas dúvidas.

Já o estudante Memucan Vieira, do 2º ano médio da EAC, destaca que a ação foi muito boa e educativa. Ele, que já possuia uma pequena base de conhecimentos sobre primeiros socorros e já tinha tido a oportunidade de usá-los, frisou que se já soubesse do que aprendeu no workshop, podia ter feito muito melhor. Memucan disse que gostou muito da iniciativa e apoia ações como essas, realizadas pelo projeto.

 

 

Texto e fotos: Divulgação

O post Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realizou no último dia 30 de março, o 2º Workshop da Saúde: Promoção da prevenção às violências e acidentes. O evento, que contou com a participação de cerca de 80 pessoas, entre estudantes Leia Mais...

O post Projeto de Extensão da UEPB realiza ação de prevenção a violências e acidentes em Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-04-03 14:57:48 [post_date] => 2017-04-03 14:57:48 [post_modified_gmt] => 2017-04-03 14:57:48 [post_modified] => 2017-04-03 14:57:48 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32493 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 434fe6f5f4edad5adad3672603826e51 [1] => 6672ba02efb20d9d194b517a32ddb19f ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 36 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-de-extensao-da-uepb-realiza-acao-de-prevencao-a-violencias-e-acidentes-em-catole-do-rocha )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas

Array ( [post_title] => Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas [post_content] =>

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Rangel Junior, se reuniu na manhã desta quarta-feira (29), no Núcleo de Tecnologias e Estratégias em Saúde (Nutes), com todos os diretores dos Centros de Ensino da Instituição para tratar sobre as novas medidas administrativas em vigor na Universidade. O objetivo da reunião foi compartilhar com toda a equipe dados acerca do novo cenário no que diz respeito à contenção de despesas vivenciadas na Instituição.

De acordo com o reitor, esse momento foi muito importante para promover um diálogo entre todos que fazem parte da gestão da UEPB, para que cada um possa buscar um entendimento e dar sua parcela de contribuição nesse momento pelo qual a Universidade passa. Ele destacou a continuidade do trabalho em sintonia com a equipe, apesar dos cortes necessários que foram realizados ao longo de sua gestão.

“Em primeiro lugar é importante compartilhar com todos os gestores dos Centros da Universidade algumas questões que não estão postas em documentos, mas que têm que ser dialogadas em relação às medidas administrativas que vêm sendo tomadas. Nós precisamos de um diálogo olho no olho e essa reunião foi muito importante porque deixaram límpidas todas as dúvidas possíveis, facilitando a comunicação entre a Administração Central e os demais gestores, permitindo também uma busca de sintonia para a defesa dos interesses da UEPB”, explicou o reitor.

Durante o encontro, professor Rangel Junior abordou o conteúdo da Portaria UEPB/GR/0246/2017 que, em caráter de urgência, estabeleceu uma série de medidas administrativas de contenção. A reunião também foi positiva no que diz respeito em pensar nas saídas que a Instituição busca como, por exemplo, o diálogo com vários setores da sociedade para encontrar alternativas para o momento de dificuldade. “O que é necessário, e estamos fazendo, é a construção de um pensamento coletivo, de unidade política, com mais energia para a mobilização”, concluiu Rangel.
Texto: Givaldo Cavalcanti

Foto: Franklin Bonfim

O post Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Rangel Junior, se reuniu na manhã desta quarta-feira (29), no Núcleo de Tecnologias e Estratégias em Saúde (Nutes), com todos os diretores dos Centros de Ensino da Instituição para tratar sobre as novas medidas administrativas em vigor na Universidade. O objetivo da reunião foi compartilhar com Leia Mais...

O post Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-29 23:46:17 [post_date] => 2017-03-29 23:46:17 [post_modified_gmt] => 2017-03-29 23:46:17 [post_modified] => 2017-03-29 23:46:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32401 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-administrativas-de-contencao-de-despesas/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-administrativas-de-contencao-de-despesas/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-administrativas-de-contencao-de-despesas/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 50d7f7c0dda107c6f04412f53b9bc5df [1] => c7d1368d2e68658a70bedbc8a0d69573 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-de-contencao-de-despesas )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas

Array ( [post_title] => Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas [post_content] =>

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Rangel Junior, se reuniu na manhã desta quarta-feira (29), no Núcleo de Tecnologias e Estratégias em Saúde (Nutes), com todos os diretores dos Centros de Ensino da Instituição para tratar sobre as novas medidas administrativas em vigor na Universidade. O objetivo da reunião foi compartilhar com toda a equipe dados acerca do novo cenário no que diz respeito à contenção de despesas vivenciadas na Instituição.

De acordo com o reitor, esse momento foi muito importante para promover um diálogo entre todos que fazem parte da gestão da UEPB, para que cada um possa buscar um entendimento e dar sua parcela de contribuição nesse momento pelo qual a Universidade passa. Ele destacou a continuidade do trabalho em sintonia com a equipe, apesar dos cortes necessários que foram realizados ao longo de sua gestão.

“Em primeiro lugar é importante compartilhar com todos os gestores dos Centros da Universidade algumas questões que não estão postas em documentos, mas que têm que ser dialogadas em relação às medidas administrativas que vêm sendo tomadas. Nós precisamos de um diálogo olho no olho e essa reunião foi muito importante porque deixaram límpidas todas as dúvidas possíveis, facilitando a comunicação entre a Administração Central e os demais gestores, permitindo também uma busca de sintonia para a defesa dos interesses da UEPB”, explicou o reitor.

Durante o encontro, professor Rangel Junior abordou o conteúdo da Portaria UEPB/GR/0246/2017 que, em caráter de urgência, estabeleceu uma série de medidas administrativas de contenção. A reunião também foi positiva no que diz respeito em pensar nas saídas que a Instituição busca como, por exemplo, o diálogo com vários setores da sociedade para encontrar alternativas para o momento de dificuldade. “O que é necessário, e estamos fazendo, é a construção de um pensamento coletivo, de unidade política, com mais energia para a mobilização”, concluiu Rangel.
Texto: Givaldo Cavalcanti

Foto: Franklin Bonfim

O post Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), professor Rangel Junior, se reuniu na manhã desta quarta-feira (29), no Núcleo de Tecnologias e Estratégias em Saúde (Nutes), com todos os diretores dos Centros de Ensino da Instituição para tratar sobre as novas medidas administrativas em vigor na Universidade. O objetivo da reunião foi compartilhar com Leia Mais...

O post Reitor se reúne com diretores de Centros para discutir sobre medidas de contenção de despesas apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-29 23:46:17 [post_date] => 2017-03-29 23:46:17 [post_modified_gmt] => 2017-03-29 23:46:17 [post_modified] => 2017-03-29 23:46:17 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32401 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-administrativas-de-contencao-de-despesas/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-administrativas-de-contencao-de-despesas/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-administrativas-de-contencao-de-despesas/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 50d7f7c0dda107c6f04412f53b9bc5df [1] => c7d1368d2e68658a70bedbc8a0d69573 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitor-se-reune-com-diretores-de-centros-para-discutir-sobre-medidas-de-contencao-de-despesas )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

Array ( [post_title] => Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia [post_content] => Clique para exibir o slide.

Se a participação dos alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro, instalada no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), apontada como a maior feira de ciências e engenharia da América Latina, já era considerada uma vitória, imagine ser premiado duas vezes após a apresentação do projeto Destilador Solar Robotizado (DSR) no evento. Pois esse é o enredo da história da dupla de estudantes Luiz Dutra e Henrique Diniz, vencedores da categoria “Destaque Federação: melhor trabalho da Paraíba”, e 4º lugar do Brasil na categoria “Engenharia”.

Pela primeira vez classificados para participarem da FEBRACE, realizada entre 20 e 24 de março, em São Paulo, Luiz Dutra e Henrique Diniz, orientados pelo professor Josemir Maia, pelo técnico Poti Cortez e pelo mestrando em Ciências Agrárias, Jeneilson Alves, ainda têm mais um motivo para comemorar: além das premiações recebidas, o trabalho foi um dos 30 selecionados a partir da repercussão que teve na feira para participar da Great Scientific Discoveries, um dos congressos mais importantes do mundo nas áreas de ciências e engenharia, que será realizado no mês de agosto, em Londres, na Inglaterra.

Segundo o professor Josemir Maia, esse resultado foi uma conquista muito importante não só para a UEPB, mas para toda a Paraíba. Segundo ele explicou, a FEBRACE é uma feira que incentiva a pesquisa no Ensino Médio, e isso é muito importante para a formação científica dos alunos. “Essa foi a primeira vez da UEPB nesse evento e já conquistar um resultado assim nos deixa muito orgulhosos. Isso mostra que o que fazemos aqui é capaz de se destacar em qualquer parte do mundo”, afirmou o professor.

O Destilador Solar Robotizado (DSR) é um projeto que se destaca por causar impacto na dessalinização de água com inserção de processos eletrônicos e robóticos, redução de custos energéticos e aceleração do processo de produção. O equipamento foi desenvolvido para destilar água usando apenas energia solar. O protótipo é constituído por quatro partes: concentrador, absorvedor, sistema de rastreamento solar e condensadora.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Se a participação dos alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro, instalada no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), apontada como a maior feira de ciências e engenharia da América Latina, já era considerada uma vitória, imagine ser premiado duas vezes após a Leia Mais...

O post Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-28 19:14:33 [post_date] => 2017-03-28 19:14:33 [post_modified_gmt] => 2017-03-28 19:14:33 [post_modified] => 2017-03-28 19:14:33 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32335 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => edd5274a272c57adfbce7375b511eed9 [1] => 12639d3243b9c0b6acb99c80edcce0bb ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 21 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

Array ( [post_title] => Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia [post_content] => Clique para exibir o slide.

Se a participação dos alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro, instalada no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), apontada como a maior feira de ciências e engenharia da América Latina, já era considerada uma vitória, imagine ser premiado duas vezes após a apresentação do projeto Destilador Solar Robotizado (DSR) no evento. Pois esse é o enredo da história da dupla de estudantes Luiz Dutra e Henrique Diniz, vencedores da categoria “Destaque Federação: melhor trabalho da Paraíba”, e 4º lugar do Brasil na categoria “Engenharia”.

Pela primeira vez classificados para participarem da FEBRACE, realizada entre 20 e 24 de março, em São Paulo, Luiz Dutra e Henrique Diniz, orientados pelo professor Josemir Maia, pelo técnico Poti Cortez e pelo mestrando em Ciências Agrárias, Jeneilson Alves, ainda têm mais um motivo para comemorar: além das premiações recebidas, o trabalho foi um dos 30 selecionados a partir da repercussão que teve na feira para participar da Great Scientific Discoveries, um dos congressos mais importantes do mundo nas áreas de ciências e engenharia, que será realizado no mês de agosto, em Londres, na Inglaterra.

Segundo o professor Josemir Maia, esse resultado foi uma conquista muito importante não só para a UEPB, mas para toda a Paraíba. Segundo ele explicou, a FEBRACE é uma feira que incentiva a pesquisa no Ensino Médio, e isso é muito importante para a formação científica dos alunos. “Essa foi a primeira vez da UEPB nesse evento e já conquistar um resultado assim nos deixa muito orgulhosos. Isso mostra que o que fazemos aqui é capaz de se destacar em qualquer parte do mundo”, afirmou o professor.

O Destilador Solar Robotizado (DSR) é um projeto que se destaca por causar impacto na dessalinização de água com inserção de processos eletrônicos e robóticos, redução de custos energéticos e aceleração do processo de produção. O equipamento foi desenvolvido para destilar água usando apenas energia solar. O protótipo é constituído por quatro partes: concentrador, absorvedor, sistema de rastreamento solar e condensadora.

 

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Se a participação dos alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro, instalada no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), apontada como a maior feira de ciências e engenharia da América Latina, já era considerada uma vitória, imagine ser premiado duas vezes após a Leia Mais...

O post Alunos da Escola Agrotécnica do Cajueiro são premiados na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-28 19:14:33 [post_date] => 2017-03-28 19:14:33 [post_modified_gmt] => 2017-03-28 19:14:33 [post_modified] => 2017-03-28 19:14:33 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32335 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => edd5274a272c57adfbce7375b511eed9 [1] => 12639d3243b9c0b6acb99c80edcce0bb ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 [2] => 21 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => alunos-da-escola-agrotecnica-do-cajueiro-sao-premiados-na-feira-brasileira-de-ciencias-e-engenharia )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV

Array ( [post_title] => Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV [post_content] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 18 e 21 de abril a 4ª Semana Acadêmica do Centro. O evento, já tradicional na unidade, contará com oficinas, palestras, minicursos, além de apresentações artísticas e culturais. A inscrição pode ser feita online ou pessoalmente na abertura do evento e dá direito ao estudante participar dos minicursos e oficinas, bem como ao show de encerramento. Os participantes terão direito a certificado.

Já estão confirmados oito minicursos e cinco oficinas. Entre os minicursos estão disponíveis “Análise do discurso, argumentação e ensino”, que será ministrado pelos professores Francisco Vieira da Silva e Mara Rúbia Pereira dos Santos, ambos da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA); “Literatura, poder e discurso”, ministrado pelo professor Izaías Serafim; e “A literatura paraibana feminina: Trajetórias silenciadas”, que terá como ministrantes as professoras Maria Karoliny Lima de Oliveira e Shirley Maclaine Lima Oliveira.

A maioria das oficinas será voltada para as artes, a exemplo de “Percussão”, que será ministrada pelo professor Edcláudio Martins Katoze, e “Dança: pensar, sentir, corpo” conduzida por Reginaldo Pedro. O encerramento da semana acadêmica será marcado com um show do cantor e compositor catoleense, Chico César, no Salão PAX, no centro da cidade. Segundo o professor João Francisco Fernandes, que faz parte da organização do evento, um dos objetivos desta edição da Semana Acadêmica é também ajudar o Instituto Cultural Casa do Béradêro, que atualmente passa por crise financeira.

Confira o programa completo do evento clicando AQUI.

Texto: Severino Lopes

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 18 e 21 de abril a 4ª Semana Acadêmica do Centro. O evento, já tradicional na unidade, contará com oficinas, palestras, minicursos, além de apresentações artísticas e culturais. A Leia Mais...

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-17 15:07:59 [post_date] => 2017-03-17 15:07:59 [post_modified_gmt] => 2017-03-17 15:07:59 [post_modified] => 2017-03-17 15:07:59 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32151 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b36f57175787839e02a84a1edb5d8d05 [1] => 77dddd91e497fe5c7c845f7e93ad2942 ) ) [post_type] => post [post_author] => 26 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV

Array ( [post_title] => Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV [post_content] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 18 e 21 de abril a 4ª Semana Acadêmica do Centro. O evento, já tradicional na unidade, contará com oficinas, palestras, minicursos, além de apresentações artísticas e culturais. A inscrição pode ser feita online ou pessoalmente na abertura do evento e dá direito ao estudante participar dos minicursos e oficinas, bem como ao show de encerramento. Os participantes terão direito a certificado.

Já estão confirmados oito minicursos e cinco oficinas. Entre os minicursos estão disponíveis “Análise do discurso, argumentação e ensino”, que será ministrado pelos professores Francisco Vieira da Silva e Mara Rúbia Pereira dos Santos, ambos da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA); “Literatura, poder e discurso”, ministrado pelo professor Izaías Serafim; e “A literatura paraibana feminina: Trajetórias silenciadas”, que terá como ministrantes as professoras Maria Karoliny Lima de Oliveira e Shirley Maclaine Lima Oliveira.

A maioria das oficinas será voltada para as artes, a exemplo de “Percussão”, que será ministrada pelo professor Edcláudio Martins Katoze, e “Dança: pensar, sentir, corpo” conduzida por Reginaldo Pedro. O encerramento da semana acadêmica será marcado com um show do cantor e compositor catoleense, Chico César, no Salão PAX, no centro da cidade. Segundo o professor João Francisco Fernandes, que faz parte da organização do evento, um dos objetivos desta edição da Semana Acadêmica é também ajudar o Instituto Cultural Casa do Béradêro, que atualmente passa por crise financeira.

Confira o programa completo do evento clicando AQUI.

Texto: Severino Lopes

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), do Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, realiza entre os dias 18 e 21 de abril a 4ª Semana Acadêmica do Centro. O evento, já tradicional na unidade, contará com oficinas, palestras, minicursos, além de apresentações artísticas e culturais. A Leia Mais...

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias promove 4ª edição da Semana Acadêmica do Câmpus IV apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-17 15:07:59 [post_date] => 2017-03-17 15:07:59 [post_modified_gmt] => 2017-03-17 15:07:59 [post_modified] => 2017-03-17 15:07:59 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32151 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => b36f57175787839e02a84a1edb5d8d05 [1] => 77dddd91e497fe5c7c845f7e93ad2942 ) ) [post_type] => post [post_author] => 26 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => centro-de-ciencias-humanas-e-agrarias-promove-6a-edicao-da-semana-academica-do-campus-iv )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba

Array ( [post_title] => Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba [post_content] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) publicou nesta quinta-feira (16) a Portaria UEPB/GR/0246/2017, estabelecendo, em caráter de urgência, uma série de medidas administrativas para contenção de despesas na Instituição. A decisão leva em consideração a situação conjuntural de crise do país com reflexos negativos no cenário econômico dos estados e dos municípios brasileiros; a difícil realidade orçamentária e financeira vivenciada pela Universidade desde o ano de 2010 e que se agravou no presente ano; a premência das condições impostas pelo orçamento de 2017; a necessidade de adequação do custeio, a fim de garantir a manutenção dos serviços e ações essenciais da Universidade; bem como a responsabilidade do gestor na execução do orçamento e consequente prestação de contas aos órgãos de fiscalização e de controle externo.

Entre as medidas adotadas estão a suspensão, por um prazo mínimo de seis meses, do pagamento de horas extras, sob qualquer justificativa; da concessão de transporte para a participação de alunos em eventos acadêmicos ou técnico-científicos (seminários, congressos e similares); da concessão de diárias e de ajudas de custo aos servidores docentes e técnicos, exceto para as atividades que, por natureza, se mostrem imprescindíveis, mediante justificativa.

Também fica estabelecida a limitação da concessão de passagens aéreas e de diárias aos membros da equipe administrativa, a uma única participação semestral do pró-reitor ou de representante no respectivo Fórum Nacional ou Regional; a redução da concessão de passagens aéreas em até 30%, que objetivem a participação de servidor, docente ou técnico administrativo, em seminários, congressos e similares, ou em outras atividades de interesse institucional; e a restrinção de hospedagens aos casos de convidados de outras Instituições de Ensino Superior que venham participar de bancas para defesa de dissertação, de tese ou de concurso público.

A Portaria também reduz em até 25% o número total de contratos de prestação de serviços terceirizados, exceto na área de segurança, e em até 30% comparativamente com o montante de 2016, o número de títulos (livros impressos) editados pela EDUEPB, bem como restringe o apoio institucional à realização de aulas de campo que ocorram até o limite máximo de 300 km de distância do câmpus de origem do pedido, limitadas a três concessões por curso dentro do período letivo.

Outra medida adotada diz respeito a imediata implementação de estudos para a reestruturação administrativa da Instituição, com o objetivo de otimizar os serviços prestados à comunidade acadêmica e à sociedade em geral, garantindo a melhoria da eficiência, da eficácia, da celeridade, da desburocratização e da economicidade; fundir e/ou extinguir pró-reitorias e/ou outras unidades da administração superior e setorial como forma de diminuir a complexa hierarquização organizacional, a fim de favorecer os princípios elencados anteriormente; e reduzir o número de cargos comissionados e de funções gratificadas.

O documento determina, ainda, que a Colação de Grau do Câmpus de Campina Grande seja realizada por Centro e nas dependências da própria Universidade, bem como nos demais câmpus, sem necessidade de locação de espaço externo privado; o congelamento dos Auxílios Saúde e Alimentação, com base nos valores praticados em 2016; a manutenção do congelamento de todos os valores das gratificações de funções e cargos em comissão, com base na tabela praticada no ano de 2010; o congelamento dos valores das bolsas estudantis, com base nos praticados no ano de 2016; e que não ocorra o aumento na concessão de vagas para bolsistas estudantis em todas as modalidades ofertadas pela Universidade.

Com a Portaria, fica condicionada a concessão de afastamento dos servidores docentes e técnicos administrativos da Instituição para capacitação e/ou formação continuada a não contratação de substituto. O documento também suspende a concessão de mudança de regime de trabalho aos servidores docentes e técnico administrativos efetivos que implique em aumento nas despesas de pessoal; reduz em até 30%, a liberação dos transportes oficiais para atividades de pesquisa, extensão, ensino e administrativas; suspende o pagamento dos retroativos de insalubridade e periculosidade, bem como os valores correspondentes à transformação de férias e licenças prêmio não gozadas em pecúnia; e restringe o apoio institucional a eventos internos e externos, que demandem recursos financeiros, ao limite de 50% do valor total executado no exercício 2016.

 

Texto: Tatiana Brandão

O post Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) publicou nesta quinta-feira (16) a Portaria UEPB/GR/0246/2017, estabelecendo, em caráter de urgência, uma série de medidas administrativas para contenção de despesas na Instituição. A decisão leva em consideração a situação conjuntural de crise do país com reflexos negativos no cenário econômico dos estados e dos municípios Leia Mais...

O post Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-16 17:49:50 [post_date] => 2017-03-16 17:49:50 [post_modified_gmt] => 2017-03-16 17:49:50 [post_modified] => 2017-03-16 17:49:50 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32147 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 12cca16b80041bc24da3794b41641b71 [1] => bbded32d893374e6274841a871e154c7 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 42 [13] => 44 [14] => 46 [15] => 47 [16] => 48 [17] => 2 [18] => 21 [19] => 10 [20] => 23 [21] => 33 [22] => 34 [23] => 19 [24] => 35 [25] => 36 [26] => 37 [27] => 38 [28] => 20 [29] => 22 [30] => 39 [31] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba

Array ( [post_title] => Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba [post_content] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) publicou nesta quinta-feira (16) a Portaria UEPB/GR/0246/2017, estabelecendo, em caráter de urgência, uma série de medidas administrativas para contenção de despesas na Instituição. A decisão leva em consideração a situação conjuntural de crise do país com reflexos negativos no cenário econômico dos estados e dos municípios brasileiros; a difícil realidade orçamentária e financeira vivenciada pela Universidade desde o ano de 2010 e que se agravou no presente ano; a premência das condições impostas pelo orçamento de 2017; a necessidade de adequação do custeio, a fim de garantir a manutenção dos serviços e ações essenciais da Universidade; bem como a responsabilidade do gestor na execução do orçamento e consequente prestação de contas aos órgãos de fiscalização e de controle externo.

Entre as medidas adotadas estão a suspensão, por um prazo mínimo de seis meses, do pagamento de horas extras, sob qualquer justificativa; da concessão de transporte para a participação de alunos em eventos acadêmicos ou técnico-científicos (seminários, congressos e similares); da concessão de diárias e de ajudas de custo aos servidores docentes e técnicos, exceto para as atividades que, por natureza, se mostrem imprescindíveis, mediante justificativa.

Também fica estabelecida a limitação da concessão de passagens aéreas e de diárias aos membros da equipe administrativa, a uma única participação semestral do pró-reitor ou de representante no respectivo Fórum Nacional ou Regional; a redução da concessão de passagens aéreas em até 30%, que objetivem a participação de servidor, docente ou técnico administrativo, em seminários, congressos e similares, ou em outras atividades de interesse institucional; e a restrinção de hospedagens aos casos de convidados de outras Instituições de Ensino Superior que venham participar de bancas para defesa de dissertação, de tese ou de concurso público.

A Portaria também reduz em até 25% o número total de contratos de prestação de serviços terceirizados, exceto na área de segurança, e em até 30% comparativamente com o montante de 2016, o número de títulos (livros impressos) editados pela EDUEPB, bem como restringe o apoio institucional à realização de aulas de campo que ocorram até o limite máximo de 300 km de distância do câmpus de origem do pedido, limitadas a três concessões por curso dentro do período letivo.

Outra medida adotada diz respeito a imediata implementação de estudos para a reestruturação administrativa da Instituição, com o objetivo de otimizar os serviços prestados à comunidade acadêmica e à sociedade em geral, garantindo a melhoria da eficiência, da eficácia, da celeridade, da desburocratização e da economicidade; fundir e/ou extinguir pró-reitorias e/ou outras unidades da administração superior e setorial como forma de diminuir a complexa hierarquização organizacional, a fim de favorecer os princípios elencados anteriormente; e reduzir o número de cargos comissionados e de funções gratificadas.

O documento determina, ainda, que a Colação de Grau do Câmpus de Campina Grande seja realizada por Centro e nas dependências da própria Universidade, bem como nos demais câmpus, sem necessidade de locação de espaço externo privado; o congelamento dos Auxílios Saúde e Alimentação, com base nos valores praticados em 2016; a manutenção do congelamento de todos os valores das gratificações de funções e cargos em comissão, com base na tabela praticada no ano de 2010; o congelamento dos valores das bolsas estudantis, com base nos praticados no ano de 2016; e que não ocorra o aumento na concessão de vagas para bolsistas estudantis em todas as modalidades ofertadas pela Universidade.

Com a Portaria, fica condicionada a concessão de afastamento dos servidores docentes e técnicos administrativos da Instituição para capacitação e/ou formação continuada a não contratação de substituto. O documento também suspende a concessão de mudança de regime de trabalho aos servidores docentes e técnico administrativos efetivos que implique em aumento nas despesas de pessoal; reduz em até 30%, a liberação dos transportes oficiais para atividades de pesquisa, extensão, ensino e administrativas; suspende o pagamento dos retroativos de insalubridade e periculosidade, bem como os valores correspondentes à transformação de férias e licenças prêmio não gozadas em pecúnia; e restringe o apoio institucional a eventos internos e externos, que demandem recursos financeiros, ao limite de 50% do valor total executado no exercício 2016.

 

Texto: Tatiana Brandão

O post Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) publicou nesta quinta-feira (16) a Portaria UEPB/GR/0246/2017, estabelecendo, em caráter de urgência, uma série de medidas administrativas para contenção de despesas na Instituição. A decisão leva em consideração a situação conjuntural de crise do país com reflexos negativos no cenário econômico dos estados e dos municípios Leia Mais...

O post Reitoria publica Portaria com novas medidas para contenção de despesas na Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-16 17:49:50 [post_date] => 2017-03-16 17:49:50 [post_modified_gmt] => 2017-03-16 17:49:50 [post_modified] => 2017-03-16 17:49:50 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32147 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 12cca16b80041bc24da3794b41641b71 [1] => bbded32d893374e6274841a871e154c7 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 13 [2] => 25 [3] => 14 [4] => 9 [5] => 15 [6] => 26 [7] => 27 [8] => 29 [9] => 30 [10] => 16 [11] => 17 [12] => 42 [13] => 44 [14] => 46 [15] => 47 [16] => 48 [17] => 2 [18] => 21 [19] => 10 [20] => 23 [21] => 33 [22] => 34 [23] => 19 [24] => 35 [25] => 36 [26] => 37 [27] => 38 [28] => 20 [29] => 22 [30] => 39 [31] => 11 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => reitoria-publica-portaria-com-novas-medidas-para-contencao-de-despesas-na-universidade-estadual-da-paraiba )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato

Array ( [post_title] => Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato [post_content] => Clique para exibir o slide.

Produzir frangos caipira em apenas 90 dias de criação e com custos até 30% menores em relação a produção convencional feita nas granjas. Essa atividade sustentável, rentável e que pode inserir os estudantes no mercado de trabalho surgiu dentro do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha.

Coordenado pelo professor Luciano Targino, o projeto “Unidade de Avicultura Alternativa” consiste na produção de frangos caipiras a partir do uso de uma tecnologia simples e com recursos disponíveis no CCHA. Para isso foi montado um experimento usando “equipamentos alternativos” como bacia de zinco e uma iluminação específica com pouca luz.

Professor Luciano, que é zootecnista, conta que a ideia nasceu da necessidade de envolver os alunos do Câmpus em um projeto que gerasse renda e conhecimento, com valores bem reduzidos. Com a técnica, o professor Luciano e seus alunos conseguiram diminuir os custos no que diz respeito a alimentação dos frangos, fator que mais encarece no processo de produção do animal devido ao preço elevado do milho e da soja, por exemplo.

De acordo com o professor Luciano, nos primeiros 30 dias os animais comem apenas ração, sendo que a partir do 31º dia, eles são colocados em um cercado, onde têm acesso a capim, inseto, minhoca e outros produtos. A primeira experiência foi além do esperado. Mesmo os frangos tendo passado apenas duas horas por dia fazendo a alimentação, em três meses atingiram um peso satisfatório, ficando prontos para o abate. O primeiro lote com a produção de 60 frangos já foi consumido. E o sabor foi outro diferencial. “Esses animais que têm acesso a capim e contato com a terra passam a ter uma vantagem na textura da carne, que vem mais corada e completamente diferente do frango comercial”, explica professor Luciano.

O primeiro lote de animais foi vendido e com o dinheiro foi adquirido material para iniciar uma nova experiência, agora com mais animais. Atualmente, integram o projeto 18 alunos do curso de Graduação e do Curso Técnico em Agropecuária. Alguns técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater) visitaram o Câmpus para conhecer a experiência e ficaram surpresos com o resultado.

O diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Júnior, elogiou a iniciativa e disse que, além de ser uma atividade sustentável, o projeto ainda possibilita aos estudantes ampliarem seus conhecimentos na área de avicultura. O próximo passo da equipe coordenada pelo professor Luciano Targino será criar as condições para implantação de uma Empresa Junior no Câmpus de Catolé do Rocha. Para isso, ele já se reuniu com a Agência de Inovação Tecnológica (INOVATEC) e a Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da Universidade.

 

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Produzir frangos caipira em apenas 90 dias de criação e com custos até 30% menores em relação a produção convencional feita nas granjas. Essa atividade sustentável, rentável e que pode inserir os estudantes no mercado de trabalho surgiu dentro do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba Leia Mais...

O post Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-14 18:41:35 [post_date] => 2017-03-14 18:41:35 [post_modified_gmt] => 2017-03-14 18:41:35 [post_modified] => 2017-03-14 18:41:35 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32117 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 31c91abb4b5f81f3cdd4b6a4a729006e [1] => 74dbaf12527a888da7110e43c46051ee ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato

Array ( [post_title] => Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato [post_content] => Clique para exibir o slide.

Produzir frangos caipira em apenas 90 dias de criação e com custos até 30% menores em relação a produção convencional feita nas granjas. Essa atividade sustentável, rentável e que pode inserir os estudantes no mercado de trabalho surgiu dentro do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha.

Coordenado pelo professor Luciano Targino, o projeto “Unidade de Avicultura Alternativa” consiste na produção de frangos caipiras a partir do uso de uma tecnologia simples e com recursos disponíveis no CCHA. Para isso foi montado um experimento usando “equipamentos alternativos” como bacia de zinco e uma iluminação específica com pouca luz.

Professor Luciano, que é zootecnista, conta que a ideia nasceu da necessidade de envolver os alunos do Câmpus em um projeto que gerasse renda e conhecimento, com valores bem reduzidos. Com a técnica, o professor Luciano e seus alunos conseguiram diminuir os custos no que diz respeito a alimentação dos frangos, fator que mais encarece no processo de produção do animal devido ao preço elevado do milho e da soja, por exemplo.

De acordo com o professor Luciano, nos primeiros 30 dias os animais comem apenas ração, sendo que a partir do 31º dia, eles são colocados em um cercado, onde têm acesso a capim, inseto, minhoca e outros produtos. A primeira experiência foi além do esperado. Mesmo os frangos tendo passado apenas duas horas por dia fazendo a alimentação, em três meses atingiram um peso satisfatório, ficando prontos para o abate. O primeiro lote com a produção de 60 frangos já foi consumido. E o sabor foi outro diferencial. “Esses animais que têm acesso a capim e contato com a terra passam a ter uma vantagem na textura da carne, que vem mais corada e completamente diferente do frango comercial”, explica professor Luciano.

O primeiro lote de animais foi vendido e com o dinheiro foi adquirido material para iniciar uma nova experiência, agora com mais animais. Atualmente, integram o projeto 18 alunos do curso de Graduação e do Curso Técnico em Agropecuária. Alguns técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater) visitaram o Câmpus para conhecer a experiência e ficaram surpresos com o resultado.

O diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Júnior, elogiou a iniciativa e disse que, além de ser uma atividade sustentável, o projeto ainda possibilita aos estudantes ampliarem seus conhecimentos na área de avicultura. O próximo passo da equipe coordenada pelo professor Luciano Targino será criar as condições para implantação de uma Empresa Junior no Câmpus de Catolé do Rocha. Para isso, ele já se reuniu com a Agência de Inovação Tecnológica (INOVATEC) e a Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da Universidade.

 

 

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

O post Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Produzir frangos caipira em apenas 90 dias de criação e com custos até 30% menores em relação a produção convencional feita nas granjas. Essa atividade sustentável, rentável e que pode inserir os estudantes no mercado de trabalho surgiu dentro do Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA), no Câmpus IV da Universidade Estadual da Paraíba Leia Mais...

O post Projeto do Câmpus de Catolé do Rocha na área de avicultura produz frango caipira até 30% mais barato apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-14 18:41:35 [post_date] => 2017-03-14 18:41:35 [post_modified_gmt] => 2017-03-14 18:41:35 [post_modified] => 2017-03-14 18:41:35 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32117 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 31c91abb4b5f81f3cdd4b6a4a729006e [1] => 74dbaf12527a888da7110e43c46051ee ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-do-campus-de-catole-do-rocha-na-area-de-avicultura-produz-frango-caipira-ate-30-mais-barato )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, montará nos próximos 90 dias um jardim clonal da cultura do caju e o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da região, será implantado graças a uma parceria entre a UEPB e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Como forma de agilizar a parceria, os diretores da Embrapa Agroindústria Tropical, sediada em Fortaleza, Marlos Alves Bezerra, chefe adjunto de transferência de tecnologia; Francisco das Chagas Vidal Neto, pesquisador em melhoramento vegetal; e o pesquisador Antônio Teixeira Cavalcanti Junior conheceram a Escola Agrotécnica do Cajuzeiro e se reuniram com professores e estudantes da unidade. Na visita, eles definiram com o diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Júnior, as três áreas onde serão implantados o banco de germoplasma da cultura do caju e o jardim clonal.

Nesse primeiro momento, o jardim clonal vai trabalhar com o caju tipo CCP76, enquanto o banco de germoplasma cultivará seis materiais genéticos da fruta. Eles serão cultivados a partir da retirada de novos clones da planta. A pretensão dos professores da UEPB e dos técnicos da Embrapa é criar as condições favoráveis para fazer o cruzamento das clonagens de tipos como o caju anão vermelho CCP 76 e o clone de outras espécies, melhorando a qualidade das variedades.

As mudas já estão sendo cultivadas pela Embrapa e a perspectiva é de que em 90 dias elas sejam plantadas nas áreas destinadas na Escola Agrotécnica do Cajueiro. Cerca de 200 mudas deverão ser utilizadas no início do projeto. Além do jardim clonal e do banco de germoplasma, uma área da Escola será transformada em  pomar para cultivar o caju orgânico. A parceria também prevê o envio de estudantes do Câmpus IV para a cidade de Pacajús (CE), onde funciona a unidade experimental da Embrapa. Lá eles irão aprender como é feito o processo de enxerto das variadas espécies do caju.

Durante a visita ao CCHA, os três pesquisadores da Embrapa ministraram palestra para os estudantes do Câmpus sobre a importância da cultura do caju. A parceria entre a UEPB e a Embrapa começou a ser firmada em dezembro do ano passado, quando o professor Edivan; a diretora adjunta da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Maria do Socorro Caldas Pinto e a professora Eliane Rech, responsável pelo setor de fruticultura do Câmpus, estiveram reunidos com diretores da empresa em Fortaleza.

Professor Edivan ressalta que o banco de germoplasma da cultura do caju vai ajudar a enriquecer os conhecimentos dos estudantes do curso de Ciências Agrárias. A pretensão da UEPB é criar um viveiro para a produção e distribuição da cultura do caju, para fazer com que a Paraíba se torne referência da fruta na região.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

 

O post Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, montará nos próximos 90 dias um jardim clonal da cultura do caju e o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar Leia Mais...

O post Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-10 15:08:58 [post_date] => 2017-03-10 15:08:58 [post_modified_gmt] => 2017-03-10 15:08:58 [post_modified] => 2017-03-10 15:08:58 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32050 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => ad626e783567a0fdb0a4384a150cea47 [1] => 4949293b3ce55c8dfa4627dc0ec9cc9c ) ) [post_type] => post [post_author] => 26 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha )

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha

Array ( [post_title] => Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha [post_content] => Clique para exibir o slide.

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, montará nos próximos 90 dias um jardim clonal da cultura do caju e o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar em um dos maiores produtores de caju da região, será implantado graças a uma parceria entre a UEPB e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Como forma de agilizar a parceria, os diretores da Embrapa Agroindústria Tropical, sediada em Fortaleza, Marlos Alves Bezerra, chefe adjunto de transferência de tecnologia; Francisco das Chagas Vidal Neto, pesquisador em melhoramento vegetal; e o pesquisador Antônio Teixeira Cavalcanti Junior conheceram a Escola Agrotécnica do Cajuzeiro e se reuniram com professores e estudantes da unidade. Na visita, eles definiram com o diretor do Câmpus, professor Edivan Silva Nunes Júnior, as três áreas onde serão implantados o banco de germoplasma da cultura do caju e o jardim clonal.

Nesse primeiro momento, o jardim clonal vai trabalhar com o caju tipo CCP76, enquanto o banco de germoplasma cultivará seis materiais genéticos da fruta. Eles serão cultivados a partir da retirada de novos clones da planta. A pretensão dos professores da UEPB e dos técnicos da Embrapa é criar as condições favoráveis para fazer o cruzamento das clonagens de tipos como o caju anão vermelho CCP 76 e o clone de outras espécies, melhorando a qualidade das variedades.

As mudas já estão sendo cultivadas pela Embrapa e a perspectiva é de que em 90 dias elas sejam plantadas nas áreas destinadas na Escola Agrotécnica do Cajueiro. Cerca de 200 mudas deverão ser utilizadas no início do projeto. Além do jardim clonal e do banco de germoplasma, uma área da Escola será transformada em  pomar para cultivar o caju orgânico. A parceria também prevê o envio de estudantes do Câmpus IV para a cidade de Pacajús (CE), onde funciona a unidade experimental da Embrapa. Lá eles irão aprender como é feito o processo de enxerto das variadas espécies do caju.

Durante a visita ao CCHA, os três pesquisadores da Embrapa ministraram palestra para os estudantes do Câmpus sobre a importância da cultura do caju. A parceria entre a UEPB e a Embrapa começou a ser firmada em dezembro do ano passado, quando o professor Edivan; a diretora adjunta da Escola Agrotécnica do Cajueiro, Maria do Socorro Caldas Pinto e a professora Eliane Rech, responsável pelo setor de fruticultura do Câmpus, estiveram reunidos com diretores da empresa em Fortaleza.

Professor Edivan ressalta que o banco de germoplasma da cultura do caju vai ajudar a enriquecer os conhecimentos dos estudantes do curso de Ciências Agrárias. A pretensão da UEPB é criar um viveiro para a produção e distribuição da cultura do caju, para fazer com que a Paraíba se torne referência da fruta na região.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Divulgação

 

O post Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizado em Catolé do Rocha, montará nos próximos 90 dias um jardim clonal da cultura do caju e o banco de germoplasma para fazer o cruzamento de diversas variedades da fruta. O projeto, que promete ajudar a Paraíba a se transformar Leia Mais...

O post Banco de germoplasma e jardim clonal para cultura do caju serão implantados no Câmpus de Catolé do Rocha apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2017-03-10 15:08:58 [post_date] => 2017-03-10 15:08:58 [post_modified_gmt] => 2017-03-10 15:08:58 [post_modified] => 2017-03-10 15:08:58 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=32050 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCHA – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccha/feed/ [syndication_feed_id] => 10 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => ad626e783567a0fdb0a4384a150cea47 [1] => 4949293b3ce55c8dfa4627dc0ec9cc9c ) ) [post_type] => post [post_author] => 26 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 9 [1] => 2 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => banco-de-germoplasma-e-jardim-clonal-para-cultura-do-caju-serao-implantados-no-campus-de-catole-do-rocha )