CCHA

CCHA

Centro de Ciências Humanas e Agrárias

Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza formatura de turmas de graduação e de cursos técnicos

21 de julho de 2019

O Centro de Ciências Humanas e Agrárias (CCHA) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) realizou, nesta sexta-feira (19), as solenidades de formatura dos cursos técnicos e de graduação ofertados no Câmpus de Catolé do Rocha. Na Colação de Grau das turmas 2019.1 dos cursos de graduação, dezenas de formandos das Licenciaturas em Letras, Ciências Agrárias e Pedagogia (esta integrante do Plano Nacional de Formação de Professores de Educação Básica – PARFOR), concluíram seus respectivos cursos e, agora, estão preparados para ingressarem no mercado de trabalho. Além dos agora graduados, familiares, amigos, servidores e professores prestigiaram o momento marcado por muita emoção.

Os novos profissionais prestaram o juramento, confirmando seu compromisso nesta nova etapa. Para isso, o aluno responsável foi José Paulo Costa Diniz, da Licenciatura em Ciências Agrárias. Posteriormente, foi chamada ao púlpito a formanda Ana Paula Lima Carneiro, do curso de Pedagogia, para proferir suas palavras como Oradora Oficial, representando todos os concluintes. Em seu discurso, a estudante agradeceu a oportunidade em representar seus colegas e falou sobre os desafios e a conquista que cada um estava confirmando após muito esforço empreendido ao longo do curso.

“Nesta noite tão especial, gostaria de falar sobre desafio. Com certeza foram muitos os desafios enfrentados ao longo desta caminhada, por conciliar trabalho, família e estudo, o que não é fácil. Somos verdadeiros vencedores, pessoas que em meio a tantas dificuldades vão à luta e conseguem extrair coisas boas. Como disse Guimarães Rosa: ‘Olhar para trás após uma longa caminhada pode fazer perder a noção da distância que percorremos, mas se nos detivermos em nossa imagem, quando a iniciamos e ao término, certamente nos lembraremos o quanto nos custou chegar até o ponto final’. Vale a pena a luta!”, disse a formanda.

O Paraninfo Geral das turmas concluintes foi o professor José Geraldo Rodrigues dos Santos. Com 42 anos de dedicação ao trabalho no campo e com 15 anos de vivência na UEPB, o docente não escondeu a satisfação por ter tido o nome escolhido para este momento. Afirmando ser um homem simples, do campo e com uma vontade incansável de contribuir para o desenvolvimento dos conhecimentos agrícolas, professor Zé Geraldo, como é chamado, apontou as pesquisas na área da agricultura de base ecológica como poderosa ferramenta para o crescimento das atividades rurais e, principalmente, sustentáveis.

“Muito me alegra e me deixa lisonjeado o fato de ter sido escolhido para ser o paraninfo das turmas concluintes dos cursos de Agrárias, mas, sobretudo, também o das turmas de Letras e Pedagogia, mesmo não sendo profissional dessas áreas. Agradeço de coração a todos vocês. Parabenizo também os familiares dos formandos, por prestigiarem esse momento que é muito importante para esses estudantes. Venho de origem rural, tenho orgulho de ser matuto, filho de um produtor rural que durante esses 42 anos de dedicação ao campo, sendo 15 desses anos tendo estado aprendendo, ensinando e vivendo aqui na UEPB. Boa sorte a todos e sigam sempre o caminho da ética”, desejou o paraninfo.

Após as palavras do paraninfo, foi realizada a conferência do grau acadêmico aos formandos. Representando o curso de Licenciatura em Ciências Agrárias, a formanda Daijara Cezário da Silva recebeu o grau em nome dos demais concluintes através do professor José Alexandro da Silva, coordenador do curso. Depois foi a vez de Wesley Hericles Almeida Lopes, formando do curso de Licenciatura em Letras, receber o grau acadêmico representando seus colegas, sob as palavras do professor Rafael José de Melo, coordenador do curso. Por último, Edinete Lima Dantas recebeu o grau acadêmico representando os formandos do curso de Licenciatura em Pedagogia, sob as mãos da professora Benedita Ferreira Auraud, coordenadora do PARFOR.

Para encerrar a solenidade, o reitor Rangel Junior, que presidiu a mesa de honra, parabenizou todos os formandos por terem concluído com êxito essa jornada na UEPB e afirmou que será muito gratificante encontrar esses mesmos concluintes posteriormente, só que desenvolvendo outros projetos. Rangel desejou disposição de espírito para que todos tenham motivação para que “as coisas aconteçam”. Ainda de acordo com o reitor, essa nova fase mostrará desafios de outra natureza, com a cobrança pessoal que cada formando desenvolverá a partir de então no desenvolvimento do mundo profissional.

“O que seria de vocês se não fosse o pai ou a mãe, ou o substituto deles, um tio, uma tia, uma avó, um padastro, pegando nas suas mãos para levá-los à escola para enfrentar o desconhecido? Foi isso que fez com que vocês estivessem aqui agora. Foi essa persistência, foi essa esperança, foi essa aposta que possibilitou vocês criarem asas. Eu sou um observador de pássaros como a coruja e vejo que elas são diferentes dos outros pássaros. Elas passam de dois a três meses entre levar a comida para o ninho onde estão os filhotes, elas comem juntas, ensinam os filhotes a caçar, a voar, até que um certo dia elas vão embora e os filhotes não precisam mais da mãe ou do pai. Elas vão formar outro ninho em outro lugar. Eu sei que vocês (formandos) não são corujas, mas precisaram que papai e mamãe cuidassem de vocês, e eu tenho certeza que para eles (os pais), nesse momento deve passar um filme lembrando de como foi importante, mas também como foi difícil chegar até aqui. Por isso vocês devem muito a eles esse momento que estão vivendo hoje. Essa conquista não é só de vocês, é também do pai ou da mãe que ensinaram vocês a voarem alto”, destacou o reitor.

Também participaram da solenidade o pró-reitor de Graduação da UEPB, professor Eli Brandão; a diretora do CCHA, professora Vaneide Lima Silva; a diretora adjunta do CCHA, professora Maria do Socorro de Caldas Pinto; o diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan Silva Nunes; e a professora Adalgisa Raisa, representando a Pró-Reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância e o PARFOR.

Concluintes dos cursos técnicos recebem certificados

Os alunos do Curso Técnico em Agropecuária também participaram do seu momento de formatura, com a entrega dos certificados das turmas do Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio, bem como a de Técnico em Agropecuária Subsequente. A solenidade marcou o encerramento das atividades do período 2019.1 da Escola Agrotécnica do Cajueiro, instalada no Câmpus IV da UEPB. A solenidade foi presidida pelo reitor Rangel Junior e teve como madrinhas as professoras Maria do Socorro Caldas Pinto e Dalila Regina. Também participaram da solenidade o pró-reitor de Graduação da UEPB, professor Eli Brandão, e a diretora do CCHA, professora Vaneide Lima Silva.

O aluno responsável por prestar juramento foi o formando Eilton Roberto Madeiros Júnior. Já o Orador Oficial foi o estudante Fabiano de Almeida Fernandes. Em seu discurso, o concluinte agradeceu a confiança de todos pela escolha do seu nome para representar todos os formandos, além de reafirmar o orgulho por cumprir esse papel.

“Neste momento tão importante de nossas vidas é difícil encontrar palavras para descrever nossos sentimentos, marcados por um misto de alegria, tristeza, alívio e saudade. Compartilhamos tantas coisas juntos, mas, ao mesmo tempo, tivemos muitas pessoas especiais em nossas vidas e somos gratos a cada um que contribuiu para que esse momento chegasse. Os professores, os servidores, nossas familiares, amigos, enfim, são muitos os que deram forças para chegarmos até aqui”, disse.

O diretor da Escola Agrotécnica do Cajueiro, professor Edivan da Silva Nunes, destacou a honra que foi para a Escola Agrotécnica ter sido espaço de aprendizado para cada um dos concluintes, ao longo dos últimos anos. Segundo ele, apesar das dificuldades enfrentadas, como limitação orçamentária, de ambiente e outras, a Escola tem vencido cada obstáculo, cumprindo seu papel e avançando na construção da história da educação interiorana.

“É importante que todos saibam que a Escola Agrotécnica é um espaço de aprendizado e conhecimento diferente de todos os outros. Espaço esse que fomentou grande parte do aprendizado desses jovens. Daqui, eu espero que vocês levem o que aprenderam e repliquem para seus amigos, colegas de profissão e familiares. Sejam fortes na luta por um espaço no mercado de trabalho e busquem o melhor para vocês, sem precisar passar por cima de ninguém”, desejou o diretor.

O momento de entrega dos certificados foi simbolizada com a ida à frente da mesa de honra de um representante de cada turma concluinte. Camila dos Santos Ferreira foi a responsável por representar seus colegas e recebeu do professor Francisco Ademilton Damasceno o certificado de concluinte do curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Médio. Já Jussara Dantas, recebeu seu certificado, em nome dos seus companheiros de turma, das mãos do coordenador do curso Técnico em Agropecuária Subsequente, Paulo Cézar Alves Rocha.

O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, também parabenizou os formandos, apontando que cada passo a partir de agora terá uma importância maior, por estar relacionado diretamente com a construção da carreira de cada concluinte. “Desejo êxito a vocês, vocês têm um mundo pela frente, não desistam, não desanimem com as dificuldades. Toquem a vida em frente com esperança, com alegria, respeitando a família e a sociedade que investiu para que cada um de vocês pudessem terminar esse curso hoje”, destacou Rangel Junior.

Texto: Givaldo Cavalcanti
Fotos: Paizinha Lemos

O post Centro de Ciências Humanas e Agrárias realiza formatura de turmas de graduação e de cursos técnicos apareceu primeiro em UEPB.