CCEA

CCEA

Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas

Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas realiza Colação de Grau das turmas concluintes 2017.1

22 de dezembro de 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA) do Câmpus VII da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Patos, realizou na noite da quarta-feira (20), a solenidade de Colação de Grau das turmas concluintes 2017.1 dos cursos de Bacharelado em Administração, Licenciatura em Ciências Exatas – Habilitações em Matemática, Física e Química, da Licenciatura em Computação e da Licenciatura em Pedagogia do Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (PARFOR). A cerimônia aconteceu no Auditório Celso Furtado e foi presidida pelo pró-reitor de graduação, professor Eli Brandão. Na sessão solene, ao todo 111 alunos receberam a outorga de grau acadêmico.

A mesa solene da cerimônia foi composta pelo professor Eli Brandão, pró-reitor de Graduação; professor Adriano Homero Vital Pereira, diretor do CCEA; professora Cheyenne Ribeiro, pró-reitora adjunta de Infraestrutura; professora Ayalla Cândido Freire, coordenadora do curso de Bacharelado em Administração; professor Rodrigo Alves Costa, coordenador do curso de Licenciatura em Computação; professor Marcelo da Silva Vieira, coordenador do curso de Licenciatura em Física; professor José Ginaldo de Souza Farias, coordenador adjunto do curso de Licenciatura em Matemática; professora Soraia Carvalho de Souza, coordenadora do curso de Licenciatura em Ciências Exatas; e pela professora Rochane Villarim de Almeida, pró-reitora adjunta de Ensino Médio e Técnico de Educação a Distância da UEPB e o professor Arlandson Matheus Silva Oliveira, paraninfo geral das turmas.

A aluna do curso de Licenciatura do PARFOR, Alexandra Araújo Arimatéia, em nome de todos os formandos e em compromisso assumido diante de todos, fez o juramento de compartilhar os saberes construídos, trabalhar por um mundo mais justo e fraterno, exercer a profissão com ética buscando ampliar a ciência e a técnica, lutar por um Brasil mais cidadão e reverenciar a UEPB em um gesto de gratidão.

Aline Marques dos Santos, aluna do curso de Licenciatura em Física, foi a Oradora Oficial das turmas e, em seu discurso, agradeceu pelo privilégio de ter sido incumbida oradora da turma e agradeceu a presença de todos para formalizar a colação de grau. Aline agradeceu a Deus pela realização e por todas as conquistas. Agradeceu aos familiares e amigos por todo o apoio, compreensão e incentivo, durante todos os anos de graduação. Aos professores que serviram como exemplo, agradeceu pelos ensinamentos, pelos seus conselhos, incentivos, ensinamentos e principalmente pelas inspirações transmitidas nos anos de graduação.

“Cada um de nós agora é um misto de sentimentos e emoções. A caminhada não foi fácil, para ninguém. Nenhum de nós chegou aqui com facilidade, mas conseguimos. E hoje, somos uma mistura de felicidade, alívio, realização e medo do que está por vir. Aqui fizemos amigos que pretendemos levar para a vida toda, e talvez, alguns desses nós não mais veremos, mas estarão sempre presentes nas nossas lembranças, pois foram anos de companheirismo, de medos e angústias confidenciadas, enfim de lembranças que ficarão guardadas pelo resto da vida. Aqui concluímos um ciclo nas nossas vidas e recomeçamos um novo. Assim, desejo muito sucesso a todos nós!”, concluiu Aline.

O paraninfo das turmas concluintes do CCEA, professor Arlandson Matheus Silva Oliveira, saudou os presentes e falou sobre a contribuição da Universidade Estadual da Paraíba na formação de cidadãos críticos sociais, eticamente comprometidos e profissionalmente competentes, e destacou o alcance e a importância dessa contribuição no norteamento do trabalho e no ânimo para enfrentar as muitas adversidades encontradas por quem sonha encarnar o ideal de educação transformadora.

O professor não escondeu a emoção e o sentimento de honra por ter sido escolhido paraninfo das turmas concluintes. “Caros formandos, vocês marcaram de maneira memorável a minha vida e a minha trajetória acadêmica. Transformaram mais leve a minha instigante inserção no magistério de ensino superior. Ser homenageado é uma distinção que justifica todo e qualquer esforço e renova a minha crença no magistério, orientado pelo senso de responsabilidade, reforçando a ideia de que o dever máximo do educador é facilitar o processo de libertação que o saber, que aqui compartilhamos, é capaz de propiciar”, enfatizou o paraninfo.

Arlandson incentivou os formandos e os aconselhou a continuar a luta dizendo: “É preciso manter a luta, sejam, meus amigos, desejosos, não apenas do sucesso econômico, mas antes de tudo, desejosos de uma vida digna, de saber, de conhecer, de aprender e rebater. Mantenham suas almas livres, não cedam a tentação dos caminhos fáceis, que apesar de proporcionarem o melhor caminho aparente, acabam por cobrar preços demasiadamente alto, as suas consciências”. O professor finalizou seu discurso citando o patrono da educação, Paulo Freire, evidenciando sentimentos próprios deste rito de passagem acadêmica à formação profissional.

O diretor do CCEA, professor Adriano Homero Vital Pereira, parabenizou os formandos e discorreu sobre a importância do compromisso social da Universidade Estadual da Paraíba reconhecendo a sua contribuição no desenvolvimento social. Adriano ressaltou a conquista de dos formandos e a missão de cada um em conduzir com ética e com responsabilidade, todos os ensinamentos adquiridos na Instituição ao longo desses últimos anos.

“Gostaria de parabenizar a todos e dizer que a UEPB, mais uma vez, nesse momento cumpre a sua missão social, devolvendo a sociedade paraibana todo aquele investimento, em termos financeiros, feitos dentro da Universidade, através da formação de profissionais de excelência que aqui recebem o grau acadêmico. Gostaria de desejar a todos que cumpram de forma firme, de forma ética e coloquem a serviço da sociedade paraibana todos os ensinamentos que aqui lhes foi concedido”, declarou o professor.

O pró-reitor Eli Brandão falou aos concluintes e celebrou a importância desse momento singular e de grande alegria para os formandos, familiares, amigos e para a Instituição. “A colação de grau é o símbolo da renovação de vocês, da Universidade e de toda a sociedade, vocês podem ter certeza que fazem parte da história da UEPB e a UEPB faz parte da história de cada um de vocês”.

Eli falou ainda sobre a missão da Universidade e a contribuição que a UEPB presta a sociedade. “A missão da UEPB é uma grande aposta na transformação social pela educação, e apostar na educação como transformadora de novas gerações é acreditar que uma sociedade mais justa e mais fraterna é possível, isso porque, a universidade tem uma missão de formar profissionais qualificados, cidadão críticos e eticamente comprometidos com o bem estar humano”. O professor finalizou o seu discurso arguindo acerca do futuro da educação no atual cenário do país, em que se contempla uma grave e complexa crise e um crescente contingenciamento de recursos para a educação pública.

Ao final da solenidade foi feita a conferência de Grau Acadêmico aos alunos formandos. Os alunos do curso de Administração foram representados por Geimerson Brito da Silva; José Kelvin Custódio da Silva representou os formandos do curso de Licenciatura em Computação; os concluintes do curso de Licenciatura em Física foram representados por Paulo de Lima Junior. A concluinte Livia Pedro da Silva recebeu grau acadêmico em nome dos demais formandos em Matemática e Wedyna Charleny Pereira Bertino recebeu o grau acadêmico em nome de todos os colegas do curso de Ciências Exatas com habilitação em Quimica. Romildo Santos Nascimento recebeu o grau acadêmico e representou os concluintes do curso de Licenciatura em Pedagogia do PARFOR.

Texto: Tatiany Escarião
Fotos: Paizinha Lemos