CCBSA

CCBSA

Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas

Seminário de Integração das Unidades de Conservação da Paraíba será realizado este mês com o apoio da UEPB

7 de maio de 2019

Com o objetivo de proporcionar o compartilhamento do conhecimento atualmente gerado e potencializar o desenvolvimento de pesquisas voltadas para a conservação de áreas protegidas, será realizado, nos dias 30 e 31 de maio, nos turnos da manhã e tarde, no Auditório Rômulo Mello, localizado na Floresta Nacional (FLONA) da Restinga de Cabedelo, o I Seminário de Integração das Unidades de Conservação da Paraíba. O evento conta com a participação da professora do curso de Ciências Biológicas do Campus V da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Ana Lúcia Vendel, que integra a comissão organizadora e científica.

Além da professora Ana Lúcia Vendel, integram a comissão organizadora do evento a representante da Floresta Nacional (FLONA) da Restinga de Cabedelo, unidade de Conservação Federal, vinculada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Léia Carvalho, e as representantes da Coordenação Regional do ICMBio em Cabedelo (CR6) Claudia Cunha e Renata Vargas.

Integram a programação do evento palestras, painéis e apresentações de trabalhos desenvolvidos nas unidades de conservação, visando integrar a pesquisa com a gestão e identificar lacunas de informação e incentivar novas pesquisas. Nesta edição do evento, os trabalhos terão foco na Floresta Nacional da Restinga de Cabedelo, Reserva Biológica Guaribas e Área de Preservação Ambiental (APA) e Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) do Mamanguape, unidades de conservação federais sob a gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), situadas no Bioma Mata Atlântica, totalizando quase 20 mil hectares de áreas protegidas federais no Estado da Paraíba.
Segundo a comissão organizadora do evento estas unidades de conservação consistem num vasto campo de desenvolvimento de pesquisas pois abrigam diversos e importantes ecossistemas como o manguezal, a floresta alta de restinga,  mata de tabuleiro costeiro e abrigando espécies ameaçadas de extinção, como o peixe-boi-marinho (Trichechus manatus) e o primata guariba (Alouatta belzebul) e espécies raras e endêmicas da flora como a munguba preta (Eriotheca gracilipes), goiti verdadeira (Couepia impressa), umbuzeiro (Hirtella racemosa) e espinho rei (Machaerium hirtum).

O Seminário de Integração das Unidades de Conservação da Paraíba possui carga horária de 16h e é voltado para estudantes, professores, pesquisadores e o público em geral, proporcionando a sensibilização ambiental e o desenvolvimento de projetos e pesquisas que possam contribuir para a conservação da biodiversidade.

Para mais informações: sinucspb@gmail.com.

Texto: Juliana Marques