CCBSA

CCBSA

Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas

Ciências Biológicas

Grupos de Pesquisa

Grupo de Morfologia e Saúde (GSM)

Coordenação: Marcos Antônio J.Costa.

Vice coordenador: Felipe Eduardo da S. Sobral. (Centro de Controle de Zoonoses)

Alunas envolvidas:

  • Maria Railma V. De Freitas;
  • Cynthia Farias V. de Melo;
  • Andréa Leite Amorim.

Síntese e Vetorização

Coordenação Francisco Jaime Bezerra Mendonça Júnior.

Pesquisadores:

  • Bolívar Ponciano Goulart de Lima Damasceno;
  • Edeltrudes de Oliveira Lima;
  • Elisangela Afonso de Moura Mendonça;
  • Elquio Eleamen Oliveira;
  • José Arimateia Nóbrega;
  • Luciana Scotti;
  • Luis Cezar Rodrigues;
  • Marcus Tullius Scotti e Ricardo Olimpio de Moura.

Alunos envolvidos:

  • Antoniel Augusto Severo Gomes;
  • Camila Aquino Azevedo Lucena;
  • Isley de Oliveira Diniz;
  • Jaismary Gonzaga Batista de Oliveira;
  • Jander Cainã da Silva Santos;
  • Natalina Dantas;
  • Rayssa Marques Duarte da Cruz;
  • Rodrigo Santos Aquino de Araujo;
  • Silvana Cartaxo da Costa e Mayara Barbalho Monteiro.

Este grupo de pesquisa busca o desenvolvimento de novas moléculas heterocíclicas bioativas de origem sintética baseado nos princípios da Química Medicinal, assim como a inclusão dessas novas biomoléculas em sistemas de liberação controlada, tais como nano e micropartículas, complexos de inclusão.

Sistemática e Ecologia Vegetal

Coordenação: Sérgio Romero da Silva Xavier.

Alunos envolvidos:

  • Bruno Melo de Sousa;
  • Juan Diego Silva Lourenço;
  • Leandro Costa Silvestre;
  • Marília Vital Ribeiro;
  • Nathally Mola Pessoa Braga;
  • Rafael de Paiva Farias;
  • Samara Cristina Alves de Barros.

Os pesquisadores e estudantes representados nesse grupo têm suas pesquisas voltadas ao conhecimento da diversidade floral nos mais diversos ecossistemas ocorrentes no Nordeste do Brasil, abordando temas relativos à Taxonomia, Anatomia, Ecologia, Conservação, Etnobotânica e monitoramento ambiental, tendo como foco o grupo de angiospermas, pteridófitas, briófitas e algas.

 

Projetos de Pesquisa

Ética originária e realidade social


Coordenação: Márcio Adriano Dias.

Aluna envolvida: Priscila Limeira Malheiros.

Descrição: O principal problema abordado é o estado em que se encontra a nossa memória da natureza. Partimos de um problema: a crise global ambiental. Seguimos da hipótese de que a natureza é vista na atualidade de uma forma dicotômica, isto é, onde o ser humano se vê separado da natureza. Acreditamos que tal suposição pode explicar em grande medida o porquê da crise ambiental. Para nós é preciso seguir um percurso de investigação, segundo o qual possamos traçar um resgate crítico (filosófico-científico- ético) sobre a nossa memória ocidental da natureza.

Análise macroscópica das principais vísceras acometidas por Leishmaniose Visceral Canina


Coordenação: Marcos Antônio Jerônimo da Costa.

Aluna envolvida: Maria Railma V. De Freitas.

Descrição: A leishmaniose visceral canina (LVC) é uma doença zoonótica sistêmica grave, de curso lento e crônico, de difícil diagnóstico e cura parasitológica improvável. Causada por um protozoário a doença pode se expressar de duas formas: a visceral ou a sistêmica, e 90 % apresentam ainda comprometimento cutâneo. O objetivo deste trabalho é verificar alterações morfológicas em alguns órgãos hematopoiéticos em caninos acometidos por LVC.

Avaliação do potencial larvicida da Operculina hamiltonii (g.DON) D .F. Austin & Staples (1983) no controle populacional do vetor da Dengue, Aedes aegypti (Linnaeus, 1762)


Coordenação: Marcos Antônio Jerônimo da Costa.

Aluna envolvida: Andréa Leite Amorim.

Descrição: As ações de controle da dengue estão baseadas na utilização de alguns inseticidas, entre esses os temefós, altamente prejudicial à saúde humana e ambiental. Além disso, já foi detectada resistência do mosquito aos temefós em várias unidades federativas. Conforme o exposto, se faz necessária a descoberta de alternativas no controle ao A. Aegypti.  O objetivo deste trabalho é avaliar o potencial larvicida da Operculina hamiltonii (G. DON) D. F. Austin & Staples (1983) sobre larvas de Aedes Aegypti.

Diagnóstico das condições de Criações em Cativeiro de Psitacídeos


Coordenação: Marcos Antônio Jerônimo da Costa.

Aluna envolvida: Cynthia Farias Vieira de Melo.

Descrição: No Brasil são comercializados ilegalmente, por ano, aproximadamente 4 milhões de animais silvestres. No mundo, este mercado movimenta, atualmente, cerca de US$ 20 bilhões, sendo extraídos do Brasil uma média de 15% do total deste tráfico. É estimado que para cada produto animal comercializado, sejam mortas pelo menos três espécies. Este índice de mortalidade é alto devido ao estresse emocional e às precárias condições oferecidas as animais durante o processo de captura e comercialização.
A família Psitacidae é representada por araras, maracanãs, periquitos e papagaios, aves de grande interesse econômico e cotadas como os principais animais de estimação entre as aves, devido à beleza, tamanho e por conta da habilidade em imitar a voz humana.
Esse trabalho tem a finalidade de avaliar as condições dos psitacídeos que são mantidos em cativeiro no estado da Paraíba e analisar aqueles atendidos pelo Centro de Triagem de animais Silvestres (CETAS).

Planejamento racional de novas entidades químicas sintéticas derivadas do tiofeno inibidores da enzima serina-treonina cinase para tratamento da Tuberculose


Coordenação: Ricardo Olímpio de Moura.

Docentes e alunos envolvidos:

  • Francisco Jaime Mendonça Junior (UEPB);
  • Ivan da Rocha Pitta (UFPE);
  • Rejane Pereira Neves (UFPE);
  • Reginaldo Gonçalves Lima Neto (UFPE);
  • Patrícia Cariolano de Oliveira (UFPE);
  • Jaismary Gonzaga Batista de Oliveira (UEPB);
  • Rodrigo Santos de Aquino Araújo (UEPB);
  • Rayssa Marques Duarte da Cruz (UEPB);
  • Frederico Fávaro Ribeiro (UEPB).

Síntese, caracterização estrutural e avaliação biológica de potenciais fármacos antifúngicos e antitumorais de derivados Tiofênicos Acridinicos


Coordenação: Ricardo Olímpio de Moura.

Docentes e alunos envolvidos:

  • Francisco Jaime Mendonça Junior (UEPB);
  • Terezinha Gonçaves da Silva (UFPE);
  • Rejane Pereira Neves (UFPE);
  • Reginaldo Gonçalves Lima Neto (UFPE);
  • Jaismary Gonzaga Batista de Oliveira (UEPB);
  • Rodrigo Santos de Aquino Araújo (UEPB);
  • Rayssa Marques Duarte da Cruz (UEPB);
  • Frederico Fávaro Ribeiro (UEPB);
  • Jander Cainã da Silva Santos (UEPB);
  • Natalina Dantas (UEPB);
  • Vanessa de Lima Serafim (UEPB);
  • Isley de Oliveira Diniz (UEPB);
  • Mayara Barbalho Monteiro (UEPB).

Estudo da diversidade de Collembola (Ellipura, Hexapoda) e de seu papel ecológico em áreas de reprodução de tartarugas marinhas (Eretmochelys Imbricata) no Litoral da Paraíba


Coordenação: Douglas Zeppelini Filho.

Florística, aspectos ecológicos e biogeografia das Pteridófitas na Paraíba


Coordenação: Sérgio Romero da Silva Xavier.

Aluno envolvido: Rafael De Paiva Farias.

Este trabalho tem o objetivo de estudar a pteridoflora da Paraíba a partir de inventários florístico-taxômicos em remanescentes de Floresta Atlântica e Caatinga no Estado, além do reconhecimento dos aspectos ecológicos e biogeográficos das plantas estudadas. As pteridófitas, pertencentes aos grupos das monilófitas, em conjunto, são reconhecidas por serem o único grupo de plantas vasculares sem sementes, A fertilização externa faz dessas plantas altamente  restritas a ambientes unidos e sombreados nas matas, por isso raramente são dominantes em qualquer tipo de vegetação, dependendo de outras plantas para lhes prover condições de abrigo e suporte. Este projeto representa uma parte de uma série de trabalhos na Paraíba que visa apresentar a sua flora pteridofitica, a ecologia e a biologia de suas espécies.

Biologia de peixes do estuário do Rio Paraíba do Norte – PB


Coordenação: Ana Lúcia Vendel.

Fontes autotróficas de carbono orgânico para consumidores em rios intermitentes do semi-árido


Coordenação: Élvio Sérgio F. Medeiros.

Produção de heteropolissacarídeos de Xilana a partir de resíduos vegetais de sabugo de milho no Estado da Paraíba



Coordenação: Elquio Eleamen Oliveira.

Integrantes:

  • Toshyiuki NagashimaJúnior;
  • Eryvaldo Sócrates Tabosa do Egito;
  • Acarilia Eduardo Silva;
  • Silvana Cartaxo da Costa;
  • Camilla Aquino Azevedo de Lucena;
  • Antoniel Augusto Severo Gomes.

Com base no potencial biotecnológico e econômico da xilana e sua produção a partir de resíduos vegetais de milho, tornam-se importantes os estudos sobre as técnicas de extração do polímero de xilana e das técnicas de a caracterização do material obtido. O objetivo deste projeto é desenvolver um método de extração de polímeros de xilana a partir de resíduos vegetais produzidos no estado da Paraíba e evidenciar suas características bioquímicas e farmacotécnicas.

Desenvolvimento de novos sistemas transportadores de fármacos com atividade antifungica


Coordenação: José Alexsandro da Silva.

Integrantes:

  • Bolivar Ponciano Goulart de Lima Damasceno;
  • Elquio Eleamen Oliveira.

Recentes avanços na tecnologia farmacêutica têm produzido sofisticados sistemas transportadores de fármacos. Esta área de pesquisa está em plena expansão e a grande maioria dos trabalhos investiga uma melhoria na liberação, biodistribuição e/ou dissolução dos fármacos. Paralelamente ao desenvolvimento de novos sistemas de liberação de fármacos, a infecção por leveduras do gênero Cândida, que são bastante patógenas, principalmente em infecções oportunistas em indivíduos imunocompormetidos, ou que apresentem condições predisponentes à colonização, estão em constante crescimento abrangendo espécies de Candida albicans, C. Glabrata, C. Tropicalis, C. Krusei, C. Parapsilosis e C. Dubliniensis. A utilização de novos sistemas trnasportadores de fármacos neste estudo visa desenvolver sistemas que possam incorporar tais elementos de difícil solubilização, como é o caso dos derivados do tiofeno. Além disso, pretende-se controlar a liberação destes fármacos para uma melhor ação antifúngica através do desenvolvimento, caracterização e avaliação da atividade destes compostos no sistema de transporte. Este estudo envolve os seguintes procedimento: (1) desenvolver sistemas lipossomais, micro/nanoparticulados e micro emulsionados, incorporando fármacos antifúngicos como alternativa terapêutica para o tratamento de micoses superficiais e/ou sistêmicas; (2) desenvolver e validar metodologia analítica para o doseamento dos derivados do tiofeno incorporados nos respectivos sistemas por espectrofotometria no ultravioleta visível e por Cromatrografia Líquida.