CCBS

CCBS

Centro de Ciências Biológicas e da Saúde

Coordenação do Mestrado em Ciência e Tecnologia em Saúde altera horário das inscrições da seleção 2019

5 de fevereiro de 2019

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia em Saúde (PPGCTS) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) alterou o horário das inscrições da seleção para a formação da Turma 2019 do Mestrado Profissional em Ciência e Tecnologia em Saúde. Em virtude da Portaria/UEPB/GR/0003/2019 determinando novo horário de expediente entre os dias 1º e 15 de fevereiro, na Instituição, as inscrições estão sendo efetuadas das 8h às 13h.

A entrega da documentação, que faz parte do processo de inscrição, deverá ser feita neste horário, na Secretaria do Programa, localizada no Câmpus I, prédio do CCBS, NUTES, 1º andar. As inscrições serão encerradas nesta sexta-feira (8). Outras informações podem ser obtidas através do telefone (83) 3315-3336. Confira o edital retificado clicando AQUI.

Texto: Leonardo Alves

O post Coordenação do Mestrado em Ciência e Tecnologia em Saúde altera horário das inscrições da seleção 2019 apareceu primeiro em UEPB.

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande

Array ( [post_title] => Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande [post_content] =>

A Pró-Reitoria Estudantil (PROEST) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou edital de seleção de candidatos para empréstimo de instrumental odontológico, em regime de comodato, disponível aos alunos a partir do 4º período do Curso de Odontologia do Câmpus de Campina Grande. Estão sendo ofertados para empréstimo cinco instrumentais e três articuladores odontológicos semi ajustáveis.

As inscrições acontecem de 17 a 19 de setembro, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30, na PROEST, localizada no térreo do Prédio da Administração Central, Câmpus I. Para efetivar a inscrição, o interessado deve entregar formulário de inscrição e a ficha de justificativa devidamente preenchidos, com cópias da documentação exigida no edital. As cópias devem ser autenticadas ou os originais apresentados no ato da entrega da documentação referida para certificação. Serão selecionados, prioritariamente, os acadêmicos que apresentarem as menores rendas familiares per capita comprovadas.

A publicação do resultado preliminar será feita no dia 20 de setembro, na página da PROEST (http://proreitorias.uepb.edu.br/proest/). Todas as informações referentes a documentação para fins de inscrição e demais normas da seleção podem ser conferidas no edital, clicando AQUI. Outras informações podem ser obtidas através do telefone (83) 3315-3450.

Texto: Tatiana Brandão

O post Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Pró-Reitoria Estudantil (PROEST) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou edital de seleção de candidatos para empréstimo de instrumental odontológico, em regime de comodato, disponível aos alunos a partir do 4º período do Curso de Odontologia do Câmpus de Campina Grande. Estão sendo ofertados para empréstimo cinco instrumentais e três articuladores odontológicos semi ajustáveis. Leia Mais...

O post Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-09-17 09:23:24 [post_date] => 2019-09-17 09:23:24 [post_modified_gmt] => 2019-09-17 09:23:24 [post_modified] => 2019-09-17 09:23:24 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=51169 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => e293881e4ebf56666467cde7d49f0b6c ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 13 [3] => 27 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-3-3 )

Doing filter:faf_image_filter

Execute image filter

Image process

Local save:https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2017/09/Instrumental-Odontol%C3%B3gico-2.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2017/09/Instrumental-Odontol%C3%B3gico-2.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

A Pró-Reitoria Estudantil (PROEST) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou edital de seleção de candidatos para empréstimo de instrumental odontológico, em regime de comodato, disponível aos alunos a partir do 4º período do Curso de Odontologia do Câmpus de Campina Grande. Estão sendo ofertados para empréstimo cinco instrumentais e três articuladores odontológicos semi ajustáveis.

As inscrições acontecem de 17 a 19 de setembro, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30, na PROEST, localizada no térreo do Prédio da Administração Central, Câmpus I. Para efetivar a inscrição, o interessado deve entregar formulário de inscrição e a ficha de justificativa devidamente preenchidos, com cópias da documentação exigida no edital. As cópias devem ser autenticadas ou os originais apresentados no ato da entrega da documentação referida para certificação. Serão selecionados, prioritariamente, os acadêmicos que apresentarem as menores rendas familiares per capita comprovadas.

A publicação do resultado preliminar será feita no dia 20 de setembro, na página da PROEST (http://proreitorias.uepb.edu.br/proest/). Todas as informações referentes a documentação para fins de inscrição e demais normas da seleção podem ser conferidas no edital, clicando AQUI. Outras informações podem ser obtidas através do telefone (83) 3315-3450.

Texto: Tatiana Brandão

O post Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande apareceu primeiro em UEPB.

Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => e293881e4ebf56666467cde7d49f0b6c ) )

Execute : Enclosure images

Enclosure save:

Array ( [0] => )

No match on

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande

Array ( [post_title] => Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande [post_content] =>

Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande

A Pró-Reitoria Estudantil (PROEST) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou edital de seleção de candidatos para empréstimo de instrumental odontológico, em regime de comodato, disponível aos alunos a partir do 4º período do Curso de Odontologia do Câmpus de Campina Grande. Estão sendo ofertados para empréstimo cinco instrumentais e três articuladores odontológicos semi ajustáveis.

As inscrições acontecem de 17 a 19 de setembro, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30, na PROEST, localizada no térreo do Prédio da Administração Central, Câmpus I. Para efetivar a inscrição, o interessado deve entregar formulário de inscrição e a ficha de justificativa devidamente preenchidos, com cópias da documentação exigida no edital. As cópias devem ser autenticadas ou os originais apresentados no ato da entrega da documentação referida para certificação. Serão selecionados, prioritariamente, os acadêmicos que apresentarem as menores rendas familiares per capita comprovadas.

A publicação do resultado preliminar será feita no dia 20 de setembro, na página da PROEST (http://proreitorias.uepb.edu.br/proest/). Todas as informações referentes a documentação para fins de inscrição e demais normas da seleção podem ser conferidas no edital, clicando AQUI. Outras informações podem ser obtidas através do telefone (83) 3315-3450.

Texto: Tatiana Brandão

O post Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Pró-Reitoria Estudantil (PROEST) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou edital de seleção de candidatos para empréstimo de instrumental odontológico, em regime de comodato, disponível aos alunos a partir do 4º período do Curso de Odontologia do Câmpus de Campina Grande. Estão sendo ofertados para empréstimo cinco instrumentais e três articuladores odontológicos semi ajustáveis. Leia Mais...

O post Abertas inscrições para empréstimo de instrumental odontológico a alunos do Câmpus de Campina Grande apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-09-17 09:23:24 [post_date] => 2019-09-17 09:23:24 [post_modified_gmt] => 2019-09-17 09:23:24 [post_modified] => 2019-09-17 09:23:24 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=51169 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => e293881e4ebf56666467cde7d49f0b6c ) [faf_process_image] => 321622 ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 13 [3] => 27 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => pro-reitoria-estudantil-divulga-edital-para-emprestimo-de-instrumental-odontologico-a-alunos-do-campus-i-3-3 )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário

Array ( [post_title] => Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário [post_content] =>

A Feira Agroecológica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que acontece todas as quintas-feiras pela manhã, no hall da Central de Integração Acadêmica, no Câmpus de Bodocongó, está completando um ano de funcionamento e, na próxima quinta-feira (12), contará com uma programação especial para comemorar a data. Além da feira de produtos agroecológicos, o evento contará com a Feira do Coletivo de Mulheres Empreendedoras, com um palco aberto para artistas e um café da manhã solidário oferecido pelos agricultores que participam da feira.

Conforme o professor Simão Lindoso, coordenador da iniciativa, a Feira Agroecológica é resultado de uma articulação coletiva que envolve a comunidade acadêmica e a sociedade civil. Organizações de agricultores familiares agroecológicos da Borborema e do Cariri Oriental Paraibano são parceiros e colaboram ativamente com o programa de Extensão da UEPB “Agroecologia e o Diálogo de Saberes na Universidade: Ações do Núcleo de Extensão Rural Agroecológica em Territórios Paraibanos”, vinculado ao Núcleo de Extensão Rural Agroecológica (NERA) e ao projeto “Centro Vocacional Tecnológico Agroecologia e Produção Orgânica: Agrobiodiversidade do Semiárido”.

A Feira Agroecológica da UEPB tem se consolidado ao longo deste primeiro ano de funcionamento em um espaço que envolve formação, pesquisa e extensão. A feira dá visibilidade à Agroecologia como prática de produção de alimentos saudáveis, em harmonia com o ambiente, com a saúde humana e com a justiça social, mas também credita a Agroecologia como ciência que precisa ser mais bem refletida nos espaços acadêmicos.

Durante a feira, que tem início sempre às 7h, são comercializados diversos alimentos livres de agrotóxicos, como frutas, verduras e legumes, além de ofertados ovos e galinha de capoeira, leite e queijos de cabra, doces, vários tipos de feijões, favas, fubá de milho, carnes suína e bovina, mel de abelha, óleo de coco e até sabão artesanal, feito com óleo reciclado. Outras informações podem ser obtidas pela rede social Instagram @feiraagroecologicauepb ou pelo telefone (83) 9 8809-1978.

O post Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Feira Agroecológica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que acontece todas as quintas-feiras pela manhã, no hall da Central de Integração Acadêmica, no Câmpus de Bodocongó, está completando um ano de funcionamento e, na próxima quinta-feira (12), contará com uma programação especial para comemorar a data. Além da feira de produtos agroecológicos, o evento Leia Mais...

O post Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-09-09 17:57:23 [post_date] => 2019-09-09 17:57:23 [post_modified_gmt] => 2019-09-09 17:57:23 [post_modified] => 2019-09-09 17:57:23 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=51137 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9db9fcb05514d66db2a69b200741c486 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 35 [1] => 8 [2] => 5 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario-3 )

Doing filter:faf_image_filter

Execute image filter

Image process

Local save:https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Feira-Agroecol%C3%B3gica-da-UEPB.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Feira-Agroecol%C3%B3gica-da-UEPB.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

A Feira Agroecológica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que acontece todas as quintas-feiras pela manhã, no hall da Central de Integração Acadêmica, no Câmpus de Bodocongó, está completando um ano de funcionamento e, na próxima quinta-feira (12), contará com uma programação especial para comemorar a data. Além da feira de produtos agroecológicos, o evento contará com a Feira do Coletivo de Mulheres Empreendedoras, com um palco aberto para artistas e um café da manhã solidário oferecido pelos agricultores que participam da feira.

Conforme o professor Simão Lindoso, coordenador da iniciativa, a Feira Agroecológica é resultado de uma articulação coletiva que envolve a comunidade acadêmica e a sociedade civil. Organizações de agricultores familiares agroecológicos da Borborema e do Cariri Oriental Paraibano são parceiros e colaboram ativamente com o programa de Extensão da UEPB “Agroecologia e o Diálogo de Saberes na Universidade: Ações do Núcleo de Extensão Rural Agroecológica em Territórios Paraibanos”, vinculado ao Núcleo de Extensão Rural Agroecológica (NERA) e ao projeto “Centro Vocacional Tecnológico Agroecologia e Produção Orgânica: Agrobiodiversidade do Semiárido”.

A Feira Agroecológica da UEPB tem se consolidado ao longo deste primeiro ano de funcionamento em um espaço que envolve formação, pesquisa e extensão. A feira dá visibilidade à Agroecologia como prática de produção de alimentos saudáveis, em harmonia com o ambiente, com a saúde humana e com a justiça social, mas também credita a Agroecologia como ciência que precisa ser mais bem refletida nos espaços acadêmicos.

Durante a feira, que tem início sempre às 7h, são comercializados diversos alimentos livres de agrotóxicos, como frutas, verduras e legumes, além de ofertados ovos e galinha de capoeira, leite e queijos de cabra, doces, vários tipos de feijões, favas, fubá de milho, carnes suína e bovina, mel de abelha, óleo de coco e até sabão artesanal, feito com óleo reciclado. Outras informações podem ser obtidas pela rede social Instagram @feiraagroecologicauepb ou pelo telefone (83) 9 8809-1978.

O post Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário apareceu primeiro em UEPB.

Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9db9fcb05514d66db2a69b200741c486 ) )

Execute : Enclosure images

Enclosure save:

Array ( [0] => )

No match on

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário

Array ( [post_title] => Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário [post_content] =>

Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário

A Feira Agroecológica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que acontece todas as quintas-feiras pela manhã, no hall da Central de Integração Acadêmica, no Câmpus de Bodocongó, está completando um ano de funcionamento e, na próxima quinta-feira (12), contará com uma programação especial para comemorar a data. Além da feira de produtos agroecológicos, o evento contará com a Feira do Coletivo de Mulheres Empreendedoras, com um palco aberto para artistas e um café da manhã solidário oferecido pelos agricultores que participam da feira.

Conforme o professor Simão Lindoso, coordenador da iniciativa, a Feira Agroecológica é resultado de uma articulação coletiva que envolve a comunidade acadêmica e a sociedade civil. Organizações de agricultores familiares agroecológicos da Borborema e do Cariri Oriental Paraibano são parceiros e colaboram ativamente com o programa de Extensão da UEPB “Agroecologia e o Diálogo de Saberes na Universidade: Ações do Núcleo de Extensão Rural Agroecológica em Territórios Paraibanos”, vinculado ao Núcleo de Extensão Rural Agroecológica (NERA) e ao projeto “Centro Vocacional Tecnológico Agroecologia e Produção Orgânica: Agrobiodiversidade do Semiárido”.

A Feira Agroecológica da UEPB tem se consolidado ao longo deste primeiro ano de funcionamento em um espaço que envolve formação, pesquisa e extensão. A feira dá visibilidade à Agroecologia como prática de produção de alimentos saudáveis, em harmonia com o ambiente, com a saúde humana e com a justiça social, mas também credita a Agroecologia como ciência que precisa ser mais bem refletida nos espaços acadêmicos.

Durante a feira, que tem início sempre às 7h, são comercializados diversos alimentos livres de agrotóxicos, como frutas, verduras e legumes, além de ofertados ovos e galinha de capoeira, leite e queijos de cabra, doces, vários tipos de feijões, favas, fubá de milho, carnes suína e bovina, mel de abelha, óleo de coco e até sabão artesanal, feito com óleo reciclado. Outras informações podem ser obtidas pela rede social Instagram @feiraagroecologicauepb ou pelo telefone (83) 9 8809-1978.

O post Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Feira Agroecológica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que acontece todas as quintas-feiras pela manhã, no hall da Central de Integração Acadêmica, no Câmpus de Bodocongó, está completando um ano de funcionamento e, na próxima quinta-feira (12), contará com uma programação especial para comemorar a data. Além da feira de produtos agroecológicos, o evento Leia Mais...

O post Feira Agroecológica da UEPB completa um ano de funcionamento com programação especial de aniversário apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-09-09 17:57:23 [post_date] => 2019-09-09 17:57:23 [post_modified_gmt] => 2019-09-09 17:57:23 [post_modified] => 2019-09-09 17:57:23 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=51137 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 9db9fcb05514d66db2a69b200741c486 ) [faf_process_image] => 321624 ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 35 [1] => 8 [2] => 5 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => feira-agroecologica-da-uepb-completa-um-ano-de-funcionamento-com-programacao-especial-de-aniversario-3 )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Array ( [post_title] => Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba [post_content] =>

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como Leia Mais...

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-09-02 16:58:34 [post_date] => 2019-09-02 16:58:34 [post_modified_gmt] => 2019-09-02 16:58:34 [post_modified] => 2019-09-02 16:58:34 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50979 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 63bf85c2d11cd40fd0db1450114c3bb8 [1] => 58a5753828d02f1b32b16445fbee0434 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba__trashed )

Doing filter:faf_image_filter

Execute image filter

Image process

Local save:https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-11.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-11.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-1.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-1.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-10.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-10.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-9.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-9.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i1.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-8.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i1.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-8.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-7.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-7.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-6.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-6.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-4.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-4.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-5.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-5.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-2.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i0.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-2.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Local save:https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-3.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/09/Ordem-de-servi%C3%A7o-para-constru%C3%A7%C3%A3o-da-nova-pista-de-atletismo-da-UEPB-3.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 63bf85c2d11cd40fd0db1450114c3bb8 [1] => 58a5753828d02f1b32b16445fbee0434 ) )

Execute : Enclosure images

Enclosure save:

Array ( [0] => )

No match on

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Array ( [post_title] => Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba [post_content] =>

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como marco no atletismo campinense.

Quarenta anos depois, professores e ex-atletas, muitos deles da turma pioneira do DEF, se reencontraram para um momento histórico. Os campões e medalhistas em importantes competições nacionais deram a última volta na pista. Desta vez, não era treino. A corrida simbólica não valia medalha, mas marcava a despedida de um equipamento que, ao longo de quatro décadas, impulsionou a história do atletismo paraibano.

A corrida, marcada por recordações e muita nostalgia, fez parte da solenidade de assinatura da ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da UEPB. O ato reuniu professores da UEPB, pró-reitores, diretores de Centros, chefe de Departamentos, coordenadores de cursos e esportistas. Entre os presentes, estavam o reitor Rangel Junior; a diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), professora Alessandra Teixeira; o diretor adjunto do CCBS e professor do DEF, José Pereira; a chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega; o coordenador de Esportes e Lazer da Instituição, professor Eugênio Eloi Moura; entre outros.

A ordem de serviço foi assinada pelo reitor Rangel Junior e pelo engenheiro Marcos Bianco, diretor técnico da empresa Resinsa, responsável pela execução do projeto. O reitor Rangel Junior ressaltou que a atual pista de atletismo do DEF nunca teve as condições técnicas adequadas e um padrão reconhecido para competições esportivas. Mesmo assim, muitos atletas destacaram o nome da Paraíba e de Campina Grande a partir dos treinamentos realizados no equipamento da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

“Isso revela que nós temos um potencial enorme para formar atletas. A nova pista, além de permitir a formação de atletas dentro de um padrão de qualidade e de proteção à saúde, permitirá que o Departamento de Educação Física possa desenvolver pesquisas que ajudarão na produção científica da Universidade, a partir do desempenho de atletas”, disse. Rangel enfatizou que a instalação da pista dará grande contribuição à prática desportiva, à ciência e toda atividade acadêmica, propiciando ainda melhores condições de ensino, pesquisa e extensão aos alunos de graduação da UEPB.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Remanescente da turma pioneira, o secretário de Esportes e Lazer de Campina Grande, Teles Albuquerque, ressaltou que o momento era emblemático para o esporte campinense. Há 40 anos Teles participava da inauguração da pista antiga. “Essa pista representa a história do atletismo de Campina Grande e região. Daqui saíram campeões como Maria do Carmo, Edvalva Laureano e tantos outros corredores. Aqui nós realizamos a competição de pentatlo nacional e, nesse local, eram realizadas as Olimpíadas Rainha da Borborema, as Olimpíadas do Exército, os jogos escolares e outras competições”, lembrou o secretário.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

Diversos atletas que integraram a turma pioneira compareceram ao ato e recordaram os momentos inesquecíveis, a exemplo de Wandemberg Barbosa, José Luiz Ferreira, José Ronaldo Pinto, Agnaldo Ferreira Araújo, Antônio Igo, entre outros. Ex-atleta de ponta, tendo conquistado medalhas em importantes competições nacionais, o professor José Luiz Ferreira se emocionou ao dar a última volta na pista que o projetou no mundo dos esportes. Como aluno da turma pioneira do DEF, ele viu todas as transformações pelas quais a pista passou. Ele frisou que a UEPB dá um novo salto de padrão ao reconstruir a pista como equipamento que vai revigorar a prática do esporte em Campina Grande. “Essa pista tem em si a história de grandes corredores”, frisou.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

A chefe do Departamento de Educação Física, professora Dóris Nóbrega, disse que o momento era especial e marcante. Ela salientou disse que traduzia a pista para além de um equipamento, com um olhar de rendimento, de performance de atleta, mas reconhecendo o seu significado maior. “Trata-se de um equipamento social e educacional, que tem a corroborar com o direito da cidade, com o direito ao esporte e com o direito ao lazer. Com certeza, essa pista trará um significado enorme na formação, na expansão do esporte, favorecendo não só os nossos cursos de Licenciatura e Bacharelado, mas ajudando a UEPB na missão de formar profissionais e produzir conhecimento.

Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba

O diretor técnico da Resinsa, empresa que ganhou a licitação para a execução da obra, Marcos Bianco revelou que os serviços devem ser iniciados dentro de 10 dias e o prazo para conclusão da obra é de seis meses. Ele garantiu que a pista de 400 metros, com oito raias, será construída com moderna tecnologia que atende as exigências dos organismos internacionais. “Será uma pista completa para o desenvolvimento do atletismo em todos os jogos necessários, certificada pela Associação Internacional de Atletismo”, afirmou.

A obra orçada em R$ 4,6 milhões é fruto de um convênio firmado entre a Universidade e o antigo Ministério dos Esportes, atual Ministério da Cidadania. A contrapartida da UEPB é de 10% do total dos recursos. A pista será construída no Câmpus de Bodocongó e, quando estiver funcionando, vai colocar Campina Grande entre as principais cidades da região Nordeste capaz de oferecer totais condições para a realização de competições das diversas modalidades esportivas do atletismo em níveis regional, nacional e internacional. Os atletas também poderão usar o equipamento para treinos.

Dentro dos mais elevados padrões de qualidade, a pista obedecerá às dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e terá um piso sintético com oito raias, em uma área total estimada de 6.300m², tendo uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, uma pista dupla para salto triplo e extensão, duas bases para arremesso de peso e martelo, duas pistas para lançamento de dardo e duas pistas para salto em altura.

Texto: Severino Lopes
Fotos: Tatiana Brandão

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Com 400 metros de comprimento, a pista de atletismo do Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vai ser reconstruída dentro dos padrões exigidos pela Associação Internacional de Atletismo e pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT). Responsável por formar diversos atletas de Campina Grande, a pista foi inaugurada em 1979 como Leia Mais...

O post Assinada ordem de serviço para construção da nova pista de atletismo da Universidade Estadual da Paraíba apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-09-02 16:58:34 [post_date] => 2019-09-02 16:58:34 [post_modified_gmt] => 2019-09-02 16:58:34 [post_modified] => 2019-09-02 16:58:34 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50979 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 63bf85c2d11cd40fd0db1450114c3bb8 [1] => 58a5753828d02f1b32b16445fbee0434 ) [faf_process_image] => 321625,321627,321630,321632,321633,321635,321637,321640,321641,321643,321645 ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => assinada-ordem-de-servico-para-construcao-da-nova-pista-de-atletismo-da-universidade-estadual-da-paraiba__trashed )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral

Array ( [post_title] => Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral [post_content] =>

O Núcleo de Educação e Atenção em Saúde (NEAS) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou, nesta sexta-feira (30), a relação dos servidores inscritos no projeto “Ginástica Laboral”, voltado a minimizar incômodos físicos que persistem, desconcentram e frustram o trabalhador no exercício de suas atividades laborais.

A lista contém nome e horário de atendimento de cada servidor inscrito no projeto. As intervenções serão desenvolvidas a partir do próximo dia 4 de setembro, sempre às quartas-feiras, nos turnos manhã e tarde, no 1º andar do Prédio Administrativo, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande. Confira a relação completa clicando AQUI.

Texto: Tatiana Brandão

O post Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Núcleo de Educação e Atenção em Saúde (NEAS) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou, nesta sexta-feira (30), a relação dos servidores inscritos no projeto “Ginástica Laboral”, voltado a minimizar incômodos físicos que persistem, desconcentram e frustram o trabalhador no exercício de suas atividades laborais. A lista contém nome e horário de atendimento de Leia Mais...

O post Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-08-31 00:05:41 [post_date] => 2019-08-31 00:05:41 [post_modified_gmt] => 2019-08-31 00:05:41 [post_modified] => 2019-08-31 00:05:41 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50938 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 64a8962d804be0dcd081697d19fa6848 [1] => 2b9d44c0cbe0762e272e37deac3e9dba ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 14 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-inscritos-para-projeto-de-ginastica-laboral__trashed )

Doing filter:faf_image_filter

Execute image filter

Image process

No image matches

Array ( )

Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 64a8962d804be0dcd081697d19fa6848 [1] => 2b9d44c0cbe0762e272e37deac3e9dba ) )

Execute : Enclosure images

Enclosure save:

Array ( [0] => )

No match on

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral

Array ( [post_title] => Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral [post_content] =>

O Núcleo de Educação e Atenção em Saúde (NEAS) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou, nesta sexta-feira (30), a relação dos servidores inscritos no projeto “Ginástica Laboral”, voltado a minimizar incômodos físicos que persistem, desconcentram e frustram o trabalhador no exercício de suas atividades laborais.

A lista contém nome e horário de atendimento de cada servidor inscrito no projeto. As intervenções serão desenvolvidas a partir do próximo dia 4 de setembro, sempre às quartas-feiras, nos turnos manhã e tarde, no 1º andar do Prédio Administrativo, no Câmpus de Bodocongó, em Campina Grande. Confira a relação completa clicando AQUI.

Texto: Tatiana Brandão

O post Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

O Núcleo de Educação e Atenção em Saúde (NEAS) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) divulgou, nesta sexta-feira (30), a relação dos servidores inscritos no projeto “Ginástica Laboral”, voltado a minimizar incômodos físicos que persistem, desconcentram e frustram o trabalhador no exercício de suas atividades laborais. A lista contém nome e horário de atendimento de Leia Mais...

O post Núcleo de Educação e Atenção em Saúde divulga lista de inscritos para projeto de ginástica laboral apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-08-31 00:05:41 [post_date] => 2019-08-31 00:05:41 [post_modified_gmt] => 2019-08-31 00:05:41 [post_modified] => 2019-08-31 00:05:41 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50938 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-servidores-inscritos-em-projeto-de-ginastica-laboral/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 64a8962d804be0dcd081697d19fa6848 [1] => 2b9d44c0cbe0762e272e37deac3e9dba ) [faf_process_image] => ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 14 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => nucleo-de-educacao-e-atencao-em-saude-divulga-lista-de-inscritos-para-projeto-de-ginastica-laboral__trashed )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna

Array ( [post_title] => Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna [post_content] =>

Equipe do projeto em atendimento

Como forma de beneficiar as pessoas que sofrem com dores de cabeça e algias na coluna, o projeto de extensão “Cefaleia do Tipo Tensional e Algias na Coluna: Oficina de Massagem”, desenvolvido na Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), está com inscrições abertas pra tratamento de cefaleia tensional e algias na coluna, dentro das atividades do período letivo 2019/2.

Para participar, os interessados devem se inscrever através de formulário eletrônico, clicando AQUI, e aguardar o agendamento para o atendimento. O atendimento ocorrerá todas as quartas-feiras, das 11h às 12h e das 13h às 17h, sob a coordenação da professora Socorro Barbosa. Espera-se, com o projeto de extensão, beneficiar os participantes através da massagem terapêutica, minimizando e/ou eliminando algias musculares e cefaleias do tipo tensional, visando à promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida, gerando uma ação conjunta e participativa de estudantes, professores, técnicos administrativos da UEPB e comunidade em geral.

A cefaleia é definida como uma algia em qualquer região craniana, facial ou craniofacial. Ela tem uma prevalência muito elevada na população em geral, sendo uma das manifestações clínicas mais comuns na prática médica. Atinge 95% da população mundial. Apesar de ser uma síndrome bastante incapacitante, ela não recebe a devida atenção pelos clínicos, levando não raramente a diagnóstico errôneo e, consequentemente, a um tratamento inadequado.

Causadora de um forte impacto socioeconômico na saúde pública, é a algia que mais prevalece em jovens em idade produtiva. Fatores genéticos explicam o fato da maior suscetibilidade de algumas pessoas a apresentar maior frequência e intensidade mais elevada dos sintomas, sendo preocupação e ansiedade os potenciais desencadeadores do problema. Contudo, há estudos que apontam uma maior frequência desse tipo de cefaleia no gênero feminino, em pessoas com idade inferior a 55 anos e uma estreita relação com o estresse.

A massagem desenvolvida no projeto exige o uso habilidoso das mãos e do cérebro, para que sejam obtidos efeitos curativos, a produção ou reaquisição da elasticidade dos tecidos, o estímulo da circulação sanguínea e a transmissão de confiança. A massoterapia tem sido reconhecida entre os profissionais da Saúde como um excelente recurso na prevenção das dores, do cansaço físico e mental. Por isso, conforme professora Socorro Barbosa, o projeto contribui significativamente para o bem-estar da população atendida.

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Como forma de beneficiar as pessoas que sofrem com dores de cabeça e algias na coluna, o projeto de extensão “Cefaleia do Tipo Tensional e Algias na Coluna: Oficina de Massagem”, desenvolvido na Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), está com inscrições abertas pra tratamento de cefaleia tensional e algias na Leia Mais...

O post Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-08-28 13:26:43 [post_date] => 2019-08-28 13:26:43 [post_modified_gmt] => 2019-08-28 13:26:43 [post_modified] => 2019-08-28 13:26:43 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50804 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a440aac8b76d222590874086a30547b2 [1] => 582e597428175b289efd9ca8d0322520 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 14 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2 )

Doing filter:faf_image_filter

Execute image filter

Image process

Local save:https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/08/Massagem.jpg

Image process :: Saving local image

grab remote location : https://i2.wp.com/www.uepb.edu.br/wp-content/uploads/2019/08/Massagem.jpg

Image exists, checking for same file size

Replacing images : - ON

Equipe do projeto em atendimento

Como forma de beneficiar as pessoas que sofrem com dores de cabeça e algias na coluna, o projeto de extensão “Cefaleia do Tipo Tensional e Algias na Coluna: Oficina de Massagem”, desenvolvido na Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), está com inscrições abertas pra tratamento de cefaleia tensional e algias na coluna, dentro das atividades do período letivo 2019/2.

Para participar, os interessados devem se inscrever através de formulário eletrônico, clicando AQUI, e aguardar o agendamento para o atendimento. O atendimento ocorrerá todas as quartas-feiras, das 11h às 12h e das 13h às 17h, sob a coordenação da professora Socorro Barbosa. Espera-se, com o projeto de extensão, beneficiar os participantes através da massagem terapêutica, minimizando e/ou eliminando algias musculares e cefaleias do tipo tensional, visando à promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida, gerando uma ação conjunta e participativa de estudantes, professores, técnicos administrativos da UEPB e comunidade em geral.

A cefaleia é definida como uma algia em qualquer região craniana, facial ou craniofacial. Ela tem uma prevalência muito elevada na população em geral, sendo uma das manifestações clínicas mais comuns na prática médica. Atinge 95% da população mundial. Apesar de ser uma síndrome bastante incapacitante, ela não recebe a devida atenção pelos clínicos, levando não raramente a diagnóstico errôneo e, consequentemente, a um tratamento inadequado.

Causadora de um forte impacto socioeconômico na saúde pública, é a algia que mais prevalece em jovens em idade produtiva. Fatores genéticos explicam o fato da maior suscetibilidade de algumas pessoas a apresentar maior frequência e intensidade mais elevada dos sintomas, sendo preocupação e ansiedade os potenciais desencadeadores do problema. Contudo, há estudos que apontam uma maior frequência desse tipo de cefaleia no gênero feminino, em pessoas com idade inferior a 55 anos e uma estreita relação com o estresse.

A massagem desenvolvida no projeto exige o uso habilidoso das mãos e do cérebro, para que sejam obtidos efeitos curativos, a produção ou reaquisição da elasticidade dos tecidos, o estímulo da circulação sanguínea e a transmissão de confiança. A massoterapia tem sido reconhecida entre os profissionais da Saúde como um excelente recurso na prevenção das dores, do cansaço físico e mental. Por isso, conforme professora Socorro Barbosa, o projeto contribui significativamente para o bem-estar da população atendida.

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna apareceu primeiro em UEPB.

Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a440aac8b76d222590874086a30547b2 [1] => 582e597428175b289efd9ca8d0322520 ) )

Execute : Enclosure images

Enclosure save:

Array ( [0] => )

No match on

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna

Array ( [post_title] => Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna [post_content] =>

Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna
Equipe do projeto em atendimento

Como forma de beneficiar as pessoas que sofrem com dores de cabeça e algias na coluna, o projeto de extensão “Cefaleia do Tipo Tensional e Algias na Coluna: Oficina de Massagem”, desenvolvido na Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), está com inscrições abertas pra tratamento de cefaleia tensional e algias na coluna, dentro das atividades do período letivo 2019/2.

Para participar, os interessados devem se inscrever através de formulário eletrônico, clicando AQUI, e aguardar o agendamento para o atendimento. O atendimento ocorrerá todas as quartas-feiras, das 11h às 12h e das 13h às 17h, sob a coordenação da professora Socorro Barbosa. Espera-se, com o projeto de extensão, beneficiar os participantes através da massagem terapêutica, minimizando e/ou eliminando algias musculares e cefaleias do tipo tensional, visando à promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida, gerando uma ação conjunta e participativa de estudantes, professores, técnicos administrativos da UEPB e comunidade em geral.

A cefaleia é definida como uma algia em qualquer região craniana, facial ou craniofacial. Ela tem uma prevalência muito elevada na população em geral, sendo uma das manifestações clínicas mais comuns na prática médica. Atinge 95% da população mundial. Apesar de ser uma síndrome bastante incapacitante, ela não recebe a devida atenção pelos clínicos, levando não raramente a diagnóstico errôneo e, consequentemente, a um tratamento inadequado.

Causadora de um forte impacto socioeconômico na saúde pública, é a algia que mais prevalece em jovens em idade produtiva. Fatores genéticos explicam o fato da maior suscetibilidade de algumas pessoas a apresentar maior frequência e intensidade mais elevada dos sintomas, sendo preocupação e ansiedade os potenciais desencadeadores do problema. Contudo, há estudos que apontam uma maior frequência desse tipo de cefaleia no gênero feminino, em pessoas com idade inferior a 55 anos e uma estreita relação com o estresse.

A massagem desenvolvida no projeto exige o uso habilidoso das mãos e do cérebro, para que sejam obtidos efeitos curativos, a produção ou reaquisição da elasticidade dos tecidos, o estímulo da circulação sanguínea e a transmissão de confiança. A massoterapia tem sido reconhecida entre os profissionais da Saúde como um excelente recurso na prevenção das dores, do cansaço físico e mental. Por isso, conforme professora Socorro Barbosa, o projeto contribui significativamente para o bem-estar da população atendida.

Texto: Givaldo Cavalcanti

O post Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

Como forma de beneficiar as pessoas que sofrem com dores de cabeça e algias na coluna, o projeto de extensão “Cefaleia do Tipo Tensional e Algias na Coluna: Oficina de Massagem”, desenvolvido na Clínica Escola de Fisioterapia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), está com inscrições abertas pra tratamento de cefaleia tensional e algias na Leia Mais...

O post Projeto Oficina de Massagem inscreve para atendimento terapêutico de cefaleia tensional e algias na coluna apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-08-28 13:26:43 [post_date] => 2019-08-28 13:26:43 [post_modified_gmt] => 2019-08-28 13:26:43 [post_modified] => 2019-08-28 13:26:43 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50804 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => a440aac8b76d222590874086a30547b2 [1] => 582e597428175b289efd9ca8d0322520 ) [faf_process_image] => 321648 ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 14 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => projeto-oficina-de-massagem-inscreve-para-atendimento-terapeutico-de-cefaleia-tensional-e-algias-na-coluna-2 )

FAF deciding on filters on post to be syndicated:

Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto

Array ( [post_title] => Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto [post_content] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) inscreve, até o dia 27 de agosto, os interessados em participar do edital de seleção para ingresso de graduados no curso de Bacharelado em Educação Física, turno integral (vespertino e noturno), no Câmpus de Campina Grande. Estão sendo disponibilizadas 30 vagas para o semestre letivo 2019.2, destinadas exclusivamente para graduados no curso de Licenciatura Plena em Educação Física, pela UEPB, e que tenham ingressado a partir do ano de 2006.

A inscrição dos candidatos será efetivada na Recepção da PROGRAD, localizada no Térreio do Prédio Administrativo da UEPB, no Câmpus de Bodocongó. De acordo com o edital, a classificação dos candidatos se dará pela ordem decrescente do CRE (Coeficiente de Rendimento Escolar) dos candidatos, conforme registrado no histórico de graduado no Sistema de Controle Acadêmico da UEPB. A divulgação do resultado da primeira chamada será no dia 28 de agosto, enquanto a matrícula se dará no dia 29 do mesmo mês.

Todos os candidatos selecionados farão sua matrícula na coordenação do curso. Os estudantes selecionados deverão comparecer a Coordenação do Curso portando os seguintes documentos para a matrícula (com as respectivas cópias autenticadas): Certificado de conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; Documento de Identidade; Prova de quitação com o Serviço Militar, no caso de candidatos do sexo masculino; Registro de Nascimento ou Certidão de Casamento; Prova de quitação com o TRE, para maiores de 18 anos; CPF; uma fotografia 3×4 recente.

Confira o edital completo da seleção clicando AQUI.

Texto: Tatiana Brandão

O post Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) inscreve, até o dia 27 de agosto, os interessados em participar do edital de seleção para ingresso de graduados no curso de Bacharelado em Educação Física, turno integral (vespertino e noturno), no Câmpus de Campina Grande. Estão sendo disponibilizadas 30 vagas para o semestre Leia Mais...

O post Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-08-23 11:24:13 [post_date] => 2019-08-23 11:24:13 [post_modified_gmt] => 2019-08-23 11:24:13 [post_modified] => 2019-08-23 11:24:13 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50668 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 1241776d25f6c0de19b7b28190a8f75b [1] => f59f338df3b0425b6d0ae8571e65c19a [2] => 7d84c69bcfae466763a4a9d670b8e738 ) ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 28 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-de-23-a-27-de-agosto-2 )

Doing filter:faf_image_filter

Execute image filter

Image process

No image matches

Array ( )

Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 1241776d25f6c0de19b7b28190a8f75b [1] => f59f338df3b0425b6d0ae8571e65c19a [2] => 7d84c69bcfae466763a4a9d670b8e738 ) )

Execute : Enclosure images

Enclosure save:

Array ( [0] => )

No match on

Decide filter: Returning post, everything seems orderly :Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto

Array ( [post_title] => Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto [post_content] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) inscreve, até o dia 27 de agosto, os interessados em participar do edital de seleção para ingresso de graduados no curso de Bacharelado em Educação Física, turno integral (vespertino e noturno), no Câmpus de Campina Grande. Estão sendo disponibilizadas 30 vagas para o semestre letivo 2019.2, destinadas exclusivamente para graduados no curso de Licenciatura Plena em Educação Física, pela UEPB, e que tenham ingressado a partir do ano de 2006.

A inscrição dos candidatos será efetivada na Recepção da PROGRAD, localizada no Térreio do Prédio Administrativo da UEPB, no Câmpus de Bodocongó. De acordo com o edital, a classificação dos candidatos se dará pela ordem decrescente do CRE (Coeficiente de Rendimento Escolar) dos candidatos, conforme registrado no histórico de graduado no Sistema de Controle Acadêmico da UEPB. A divulgação do resultado da primeira chamada será no dia 28 de agosto, enquanto a matrícula se dará no dia 29 do mesmo mês.

Todos os candidatos selecionados farão sua matrícula na coordenação do curso. Os estudantes selecionados deverão comparecer a Coordenação do Curso portando os seguintes documentos para a matrícula (com as respectivas cópias autenticadas): Certificado de conclusão do Ensino Médio e Histórico Escolar; Documento de Identidade; Prova de quitação com o Serviço Militar, no caso de candidatos do sexo masculino; Registro de Nascimento ou Certidão de Casamento; Prova de quitação com o TRE, para maiores de 18 anos; CPF; uma fotografia 3×4 recente.

Confira o edital completo da seleção clicando AQUI.

Texto: Tatiana Brandão

O post Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto apareceu primeiro em UEPB.

[post_excerpt] =>

A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) inscreve, até o dia 27 de agosto, os interessados em participar do edital de seleção para ingresso de graduados no curso de Bacharelado em Educação Física, turno integral (vespertino e noturno), no Câmpus de Campina Grande. Estão sendo disponibilizadas 30 vagas para o semestre Leia Mais...

O post Inscrições para ingresso de graduados no Bacharelado em Educação Física acontecem até 27 de agosto apareceu primeiro em UEPB.

[post_date_gmt] => 2019-08-23 11:24:13 [post_date] => 2019-08-23 11:24:13 [post_modified_gmt] => 2019-08-23 11:24:13 [post_modified] => 2019-08-23 11:24:13 [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [guid] => http://www.uepb.edu.br/?p=50668 [meta] => Array ( [enclosure] => Array ( [0] => ) [syndication_source] => CCBS – UEPB [syndication_source_uri] => http://www.uepb.edu.br [syndication_source_id] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [rss:comments] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/#respond [wfw:commentRSS] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/feed/ [syndication_feed] => http://www.uepb.edu.br/category/centros/ccbs/feed/ [syndication_feed_id] => 6 [syndication_permalink] => http://www.uepb.edu.br/inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-ate-27-de-agosto/ [syndication_item_hash] => Array ( [0] => 1241776d25f6c0de19b7b28190a8f75b [1] => f59f338df3b0425b6d0ae8571e65c19a [2] => 7d84c69bcfae466763a4a9d670b8e738 ) [faf_process_image] => ) [post_type] => post [post_author] => 25 [tax_input] => Array ( [category] => Array ( [0] => 8 [1] => 5 [2] => 28 ) [post_tag] => Array ( ) [post_format] => Array ( ) ) [post_name] => inscricoes-para-ingresso-de-graduados-no-bacharelado-em-educacao-fisica-acontecem-de-23-a-27-de-agosto-2 )